Blog do Romilson Cuiabá, 23 de Janeiro DE 2021 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

REFLEXO DAS URNAS DE 2016

PMDB se torna a maior força política do Estado e terá Antonio Joaquim ao Governo

Com vitória em Cuiabá, agremiação se consolida no comando de municípios pólos e que representam quase 30% de todo eleitorado

Por 30/10/2016, 19h:02 - Atualizado: 30/10/2016, 19h:58

Gilberto Leite/Rdnews

antonio joaquim 520

O presidente do TCE-MT Antonio Joaquim deixará órgão e, pelo PMDB, concorrerá a governador em 2018

Com a consolidação do PMDB como a maior força política do Estado, considerando que seus 15 prefeitos eleitos, incluindo o da Capital, representam municípios com praticamente 30% do eleitorado, o partido já dar o start rumo à sucessão de 2018. E, desde já, anuncia nos bastidores que terá como candidato a governador o hoje presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Antonio Joaquim, que deixará o órgão no próximo ano para encarar o teste das urnas. Antes de ocupar o cargo vitalício, Joaquim foi deputado estadual e federal e secretário de Estado.

O presidente regional do PMDB, deputado Carlos Bezerra, vem enfatizando que o partido tem compromisso em buscar um amplo arco de alianças e com prioridade à pré-candidatura de Joaquim. Considera-o preparado para o embate, possivelmente com o governador Pedro Taques (PSDB), que tende a buscar a reeleição.

Bezerra se mostra empolgado porque a legenda peemedebista sai das urnas de 2016 fortalecida, especialmente em cidades pólos. Pelo PMDB, conquistaram a reeleição Beto Farias, primo de Antonio Joaquim e prefeito de Barra do Garças, Fábio Junqueira, em Tangará da Serra; e Asiel Bezerra, em Alta Floresta. A prefeita eleita de Sinop, na capital do Nortão, Rosana Martinelli é do PR, mas sua vitória entra numa espécie de "cota" do PMDB por causa da influência e do peso eleitoral do prefeito peemedebista Juarez Costa.

Segundo informações de bastidores, vários prefeitos, desde já, firmaram compromissos políticos de apoiarem Joaquim para o governo estadual, inclusive de outras legendas, como é o caso de Mauro Rosa, o Maurão (PSD), reeleito em Água Boa.  Alguns deputados e vereadores também estariam fechados com o PMDB, visando o pleito de daqui a dois anos.

Comenta-se, em privado, que a candidatura vitoriosa de Emanuel Pinheiro em Cuiabá fora "costurada" por Antonio Joaquim. Por isso, em retribuição, o prefeito eleito da Capital se empenhará para viabilizar o projeto político liderado pelo conselheiro rumo ao Palácio Paiaguás. Pelo visto, a pré-campanha de 2018 já começou a partir desde domingo, com o resultado das urnas de segundo turno na Capital.

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • Charles Dias | Domingo, 30 de Abril de 2017, 17h32
    6
    3

    Esse já vem desgastado antes mesmo de ser oficialmente candidato. Enquanto presidente do TCE aprovou todas as contas do Governo passado e não viu nenhuma irregularidade. Na atual gestão ficou provado que farra com o dinheiro público na gestão passada foi grande. E agora esse cidadão quer ser Governador, inclusive apoiado pelo mesmo grupo político da Gestão Passada! Pode isso Arnaldo? Meio estranho essa parceria! Realmente não viu nada? Com qual dinheiro será bancado essa campanha de 2018?

  • Ditinho | Segunda-Feira, 06 de Março de 2017, 12h35
    8
    1

    Qualquer um que entrar pra enfrentar o Pedro Taques ganha. Mas pô PMDB, coloca alguém que presta, alguém descente, larga mão das tranqueiradas, ai a população de Mato Grosso vota mais feliz!

  • Paulão | Sábado, 25 de Fevereiro de 2017, 08h23
    5
    2

    O nobre conselheiro parece padecer de grave miopia. Não consegue enxergar um palmo à sua frente!!! Com a eleição em Cuiabá o PMDB dão um grande passo para se tornar um fétido cadáver insepulto em Mato Grosso. Até o final deste ano Cuiabá será o maior exemplo de como não governar uma cidade. O que se vê hoje na Prefeitura de Cuiabá é uma administração de cunho estritamente patrimonialista. O caos administrativo é inevitável. Uma pena para Cuiabá !!!!!!

TRANSPORTE COLETIVO

Ao custo de quase R$ 500 mi, obras do BRT vão durar 2 anos

Por 22/01/2021, 20h:37 - Atualizado: 22/01/2021, 20h:39

brt 680

O governo estadual planeja fechar até março estudos técnicos sobre o BRT, a ser implantado em Cuiabá e Várzea Grande em até dois anos.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Glauber | Sábado, 23 de Janeiro de 2021, 08h43
    2
    0

    Só lembrando, são quase 430 milhões, fora as desapropriações, fora os aditivos, porque só ingênuo acreditam que essa obra publica desse tamanho, será concluída em 2 anos, ok!

  • ELI ROCHA | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2021, 21h27
    2
    0

    Muito bem ... 500 milhões sem contarmos o tal esperado "arrego".

DEBANDADA

PSL se esfacela em MT e perde 3 deputados

Por 22/01/2021, 18h:45 - Atualizado: 22/01/2021, 18h:48

claudinei 680 deputado

O PSL, que "inchou" na onda Bolsonaro, agora começa a se esfacelar. Em Mato Grosso, está perdendo um deputado federal e dois estaduais.

Postar um novo comentário

FONTE LIMPA

UFMT fecha negócio de R$ 5 mi para ter energia solar

Por 22/01/2021, 09h:15 - Atualizado: 22/01/2021, 09h:16

ufmt 680

Até o final deste ano, a UFMT terá instalado em sua estrutura predial, na sede, em Cuiabá, energia solar fotovoltaíca ligada à rede SFCR, gerando energia sustentável e econômica pela radiação solar com aplicação conectado com a rede elétrica da Energisa.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • marta | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2021, 15h42
    1
    0

    parabens é a melhor coisas, não sei se o preço esta justo, mas é a melhor coisa que se faz.

CARGOS ELETIVOS

DEM é maior em MT em número de prefeitos e vereadores; MDB, 2º veja

Por 21/01/2021, 17h:38 - Atualizado: 21/01/2021, 17h:41

partidos quantidade mt 680

Com o resultado das urnas de novembro e já com os eleitos empossados, o DEM do governador Mauro Mendes se torna a maior legenda em número de ocupantes de cargos eletivos no Estado.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Reginaldo Malheiros Silva | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021, 17h55
    5
    1

    Só que em número de eleitores e população os Prefeitos do DEM representam apenas 10% do eleitorado de Mato Grosso, e pouco mais de 12,5% da população do Estado. O município mais expressivo que o DEM governa é Juara, é sim o MDB , PSB, PSDB que tem a maioria dos eleitores de MT. Vitória de mentirinha essa DEM de MT.

COMPRA MILIONÁRIA

Membros do MPE sem data para receber celulares de última geração

Por 21/01/2021, 12h:34 - Atualizado: 21/01/2021, 12h:37

Rodinei Crescêncio/Rdnews

jose antonio borges 680

Os promotores e procuradores de Justiça de MT ainda não sabem quando receberão os aparelhos celulares de última geração para uso funcional.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Aldo | Sexta-Feira, 22 de Janeiro de 2021, 07h13
    2
    0

    Enquanto isso quem trabalha e paga altas taxas de impostos mal conseguem pagar suas contas e comprar alimentos para suas famílias. Impostos pagos pelo povo pra comprar smartphones para os funcionários públicos que tem os maiores salários do estado.

  • Revoltado | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021, 13h05
    11
    0

    Parem de notíciar isso, não vamos poder fazer nada mesmo, povo acomodado. A tendência desse governo é privilegiar os órgãos que podem fiscaliza_lo em detrimento do resto da população.

ESTRATÉGIA

Com base e cargos, Wilson sufoca deputados de Rondonópolis

Por 20/01/2021, 22h:45 - Atualizado: 20/01/2021, 22h:49

Fablicio Rodrigues

wilson santos 680

Matreiro político, o ex-prefeito de Cuiabá, ex-deputado federal e hoje estadual Wilson Santos está ampliando base eleitoral além da Baixada Cuiabana.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Naldinho | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2021, 06h31
    7
    3

    Ele precisa distribuir o seu livro para que esse pessoal não se eleja nunca mais. Por sinal, o Pátio traiu o PMDB em prol da candidatura alvissareira do Wilson a governador.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2660