Blog do Romilson Cuiabá, 21 de Janeiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Poderia estar angustiado, mas não estou, diz Wellington sobre a filiação de Julier

Por 23/03/2014, 09h:50 - Atualizado: 23/03/2014, 17h:19

O pré-candidato ao Senado pelo PR, deputado Wellington Fagundes, afirma que não está angustiado com a filiação do juiz Julier Sebastião ao PMDB, que tem até 5 de abril para deixar magistratura. Acontece que se o magistrado, juntamente com o partido, articular sua candidatura de senador, pode atrapalhar o sonho do republicano. Para isso, no entanto, Wellington explica que será discutida esta possibilidade dentro da base governista (PMDB, PR, PT, PSD, Pros, PCdoB, PRB, PSC). “Não disse que não tem problema (a vinda de Julier), disse que tem que ser discutido com os partidos que forem formar a coligação. Eu poderia estar angustiado, mas não estou”, enfatiza.

Esta conjectura pode levar o partido a romper com o grupo dos 8 e aderir ao projeto da oposição, encabeçada pelo pré-candidato ao governo, senador Pedro Taques (PDT), com apoio de mais cinco partidos (PSB, PSDB, DEM, PPS, Solidariedade, PV e PP). O PTB também está próximo de fechar apoio a Taques. A mudança de lado pode ganhar apoio do senador Blairo Maggi (PR), que não morre de amor por Julier desde que o magistrado deu decisão incriminando-o como um dos responsáveis pelo escândalo do maquinário. Então, o encarregado por cooptar os republicanos,  prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB), garante que a sigla se entusiasma com os convites feitos pela oposição.

Apesar do possível embate entre ambos, Wellington elogia a entrada de Julier no grupo da base, ao argumentar que o magistrado está preparado para encarar as urnas devido a sua carreira como juiz, assim como a adesão de novos nomes é salutar para democracia. “É uma nova conjuntura se isso se configurar, na verdade, o que sei é que ele não se filiou ainda, não é fato consumado. Qualquer análise deve ser feita depois do dia 5 de abril”, desconversa.

Wellington explica ainda que, apesar de seu nome ao Senado ser unânime dentro do partido, ele terá que amarrar o pleito dentro do arco de alianças. “Não temos que ter pressa agora, a hora é de calma. Meu pai sempre me dizia: meu filho, calma, que caldo de galinha não faz mal pra ninguém”, brinca o parlamentar. Na última semana, uma ala da base governista defendeu que o grupo já optasse por Wellington ao Senado, o deputado federal Carlos Bezerra (PMDB), entretanto, foi contra e ponderou que ainda era muito cedo para essa definição.

Proporcionais

O presidente do PR afirma que as alianças para eleger deputados federal e estadual não são só política e, sim, matemática. Por isso, Wellington não garante a repetição do chapa PMDB, PT e PR para as eleições para as candidaturas à Assembleia, como em 2010. “Nem sempre o mais votado é eleito”. Na prática, para ser eleito ao Legislativo, o candidato e/ou coligação precisa obter cerca de 70 mil votos, conforme o quociente eleitoral. Hoje o PR tem a maior bancada da Assembleia com 7 deputados: Emanuel Pinheiro, Ondanir Bortolini, o Nininho, Sebastião Rezende, Jota Barreto, Mauro Savi, Wagner Ramos e João Malheiros.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Eloi Pereira | Segunda-Feira, 24 de Março de 2014, 07h54
    3
    5

    Pela experiencia parlamentar, e oque já fez pelo nosso estado, sem dúvida que o deputado Wellington Fagundes é a melhor opção para Mato Grosso ao senado

  • neiza dias | Segunda-Feira, 24 de Março de 2014, 07h47
    5
    3

    NÃO SOU PARTIDÁRIO E ACIMA DE TUDO SOU LEIGO NA POLITICA, MAS ENTENDO QUE HOJE UMA BOA COLIGAÇÃO PARA DISPUTAR COM O SENADOR PEDRO TAQUES, SERIA O DR.LUDIO CABRAL CANDIDATO A GOVERNADOR, O DEPUTADO WELITON FAGUNDES SENADOR E O VICE GOVERNADOR PODERIA SER DO PMDB, A EXEMPLO DO DR FAIAD E TANTOS OUTROS NOMES QUE O PMDB TEM NOS SEUS QUADROS

  • Amoresio | Domingo, 23 de Março de 2014, 14h19
    4
    3

    Tem meu apoio ao senado se apoiar o Muvuca para o governo. Eu e minha família!

  • Raimundo Mendes | Domingo, 23 de Março de 2014, 12h19
    1
    2

    Deputado Fagundes, sua candidatura e legítima e o senhor tem direito a ela. O Juiz Julier precisa entender que a vez agora é do senhor e aguardar um pouco. O Bezarra deveria parar de ser traisueiro e jogar as claras com o grupo dos nove. A melhor coisa a fazer é juntar PR e PP e da um basta nessa pouca vergonha de traição que o Bezerra vem fazendo com o grupo. Outra alternativa seria Riva Governador, Julier Vice Governador e Fagundes senador.

  • emidio de souza líder comunitario | Domingo, 23 de Março de 2014, 11h24
    1
    4

    eu Apoio para o senado Wellington Fagundes PR se ele apoiar Julier Sebastião PMDB,ao governo de Mato Grosso,para Deputado Estadual Emidio de Souza PSL/MT.

ADVOCACIA

Cria de Blairo se torna lobista no DF

Por 21/01/2020, 19h:49 - Atualizado: 34min atrás

novacki 680

Aos 46 anos e já aposentado como coronel PM-MT, recebendo proventos de R$ 30 mil, Eumar Novacki, hoje advogado, vai montar um escritório em Brasília, onde já reside há mais de 10 anos.

Postar um novo comentário

CONTESTAÇÃO

Taques reage e diz não ser ladrão

Por 21/01/2020, 11h:54 - Atualizado: 1min atrás

pedro taques 680

Como um leão que acaba de acordar de um sono profundo, o hoje advogado Pedro Taques (PSDB), que deixou a cadeira de governador há um ano, decidiu partir pra cima e contrapor quem lhe vincular à corrupção. Afirma que ficou um ano sabático e só apanhando. Agora, reagirá.

Postar um novo comentário

EM SORRISO

Rossato tem 5 opções e deve lançar ex-vereador para duelo com prefeito

Por 21/01/2020, 11h:44 - Atualizado: 08h atrás

rossato 680 sorriso

Dilceu Rossato (centro) e aliados Cesar Schevinski, Silvana Faccio, Alei Fernandes, Cláudio Oliveira e Ilton Polizello

O ex-prefeito de Sorriso, empresário Dilceu Rossato, não vai à reeleição, para pretende mergulhar na campanha do aliado que definir para o confronto nas urnas com o prefeito Ari Lafin (PSDB), que buscará novo mandato.

Postar um novo comentário

EDUCAÇÃO

MEC credencia 3 faculdades de MT

Por 21/01/2020, 09h:00 - Atualizado: 21/01/2020, 01h:02

curso mec 680

Em sessão no mês passado, a Câmara de Educação Superior, vinculada ao MEC, aprovou o credenciamento da Faculdade Saber de Cuiabá (FASC), a ser instalada na rua Tenente Thogo da Silva Pereira. O relator Francisco Cesar de Sá se manifestou contra, mas foi voto vencido.

Postar um novo comentário

FRAUDES E CASSAÇÃO

Ex-vereador alertou Selma ainda no início da campanha sobre cassação

Por 20/01/2020, 20h:13 - Atualizado: 20/01/2020, 20h:20

Rdnews/arquivo

yuri bastos 680

O ex-vereador por Cuiabá, ex-diretor da extinta Secopa e ex-presidente do MT Saúde, Yuri Bastos Jorge, uma figura emblemática, encrencada com a Justiça e que hoje está entregue ao ostracismo político, foi o primeiro a alertar Selma Arruda sobre o risco de cassação.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Big John | Terça-Feira, 21 de Janeiro de 2020, 08h45
    3
    0

    Com um conselheiro desse, se fosse agora... seria depois a cassação.

  • Ramon | Terça-Feira, 21 de Janeiro de 2020, 07h08
    8
    0

    Com um " conselheiro" como Yuri , pode- se ter em mente uma série de equívocos.

TRIBUNAL DE CONTAS

2 desafios de Maluf na presidênica

maluf 680 tce

Com menos de um ano no quadro vitalício de conselheiro, Guilherme Maluf está determinado a cumprir, na presidência do Tribunal de Contas do Estado, dois grandes desafios. E inicia este trabalho já na próxima semana.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2478