Blog do Romilson Cuiabá, 23 de Outubro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Confronto

Português não aceita Ezequiel na disputa a deputado; briga por candidatura racha PP

  O deputado Airton Rondina, o Português, trava uma "guerra" dentro do PP contra Ezequiel Ângelo da Fonseca, que deixou o PR em setembro e voltou a se filiar na legenda progressista para ser candidato a deputado estadual, a convite dos caciques do partido, deputados José Riva e Pedro Henry. Português não aceita a pré-candidatura de Ezequiel, hoje secretário-adjunto de Infraestrutura Escolar do governo Blairo Maggi. Trata-se de uma briga paroquial. Ambos possuem base eleitoral em dois municípios vizinhos do Oeste mato-grossense. Português foi prefeito de Araputanga, enquanto Ezequiel comandou Reserva do Cabaçal e presidiu a Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM).

   A briga entre os dois está provocando racha no PP. A tendência é que Ezequiel vença a queda-de-braço. Nos bastidores, Riva e Henry adotaram a estratégia de atender aos pleitos de Português para, no final, vetar seu projeto à reeleição. Dirão que o deputado precisa abrir espaço para Ezequiel porque já foram contemplados com indicação de cargos. A irmã de Português, Vanice Marques, por exemplo, assumiu a secretaria estadual do Desenvolvimento do Turismo. O deputado emplacou também o ex-prefeito de Mirassol D´Oeste Edivaldo Paiva na superintência do Consórcio Complexo Nascente do Pantanal. Foi uma indicação de Português, o que forçou o governo do Estado a exonerar Donizete Aparecido, ex-diretor do Detran, filiado ao PR e ligado aos deputados Pedro Henry e Homero Pereira.

   Estuda-se até uma forma de antecipar a aposentadoria de Português, que caiu do cavalo durante uma cavalgada em Araputanga e ficou vários meses hospitaizado. Assim, abriria caminho para a candidatura de Ezequiel como principal representante do grupo na região da Grande Cáceres. Eleito em 2006 com 20.784 votos, Português resiste à ideia de se aposentar. Insiste no projeto de reeleição e não quer nem saber de Ezequiel, que foi para o PP com a garantia dos caciques de que seria candidato à cadeira na Assembleia Legislativa.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Milton Marques Silva | Sábado, 02 de Janeiro de 2010, 10h27
    1
    1

    Deputado Português tem como nata a sua candidatura. Só deixa de ser se for um "verdadeiro português" em se deixar levar por interesses de Pedro Henry. Assim como também considero como legítima o interesse de Ezequiel em disputar uma vaga na AL. Ezequiel que deixou o PP e foi para o PPS (PR) e agora retornou ao PP, demonstrar nessa vulnerabilidade partidária que só tem olhado para seu lado pessoal. Cargos e mais cargos que ocupou, usando "sabiamente" o seu partido e suas lideranças e depois vira as costas como se nada valesse. Mas quem tem companheiro como Henry, manias pega e se torna comuns.

  • Aliomar | Sexta-Feira, 01 de Janeiro de 2010, 21h19
    2
    0

    Prof. Ezequiel é uma pessoa simples, honesta e por onde passa deixa uma legião de amigos. Precisamos de pessoas deste porte no parlamento.

  • Roberto Carlos de Carvalho | Sexta-Feira, 01 de Janeiro de 2010, 18h04
    2
    0

    dep Portugues, como quer reileçao,vc nao tem mas a mesma base na regiao,no seu municipio de Araputanga,vc conseguiu racha o partido perdendo o apio do atual prefeito que vc apoiava,na regiao nao tem mas o mesmo respaldo, o melhor e a segunda alternativa ante que seja tarde, Riva nos te adimiramos e respeitamos por ter essa visao e fazer essa intervençao, pois em nossa regiao o melhor nome p dep e Ezqueel Fonsenca, companheiro toda hora

  • beto | Sexta-Feira, 01 de Janeiro de 2010, 17h54
    1
    1

    nao poderia ter uma melhor mensagem p 2010. ezequiel é muito mais superio a Portugues, Ezequiel tem respeito pelo povo da regiao,é um politco de carater indiscutivel enconto Portugues vive desfazendo de lideraças da reigiao, sito o proprio prefeito de Araputanga que tem sofrido com o racha que esse dep fez aqui na cidade,Portugues tem se revelado p nos como um lider que nao podemos ter como exemplo, Riva e Pedro Henre estao certo de preferir Ezequiel Fonseca

  • Orlandir Cavalcante | Sexta-Feira, 01 de Janeiro de 2010, 14h12
    1
    0

    É uma turma que vive de cargos publicos, colocando pessoas a seu bel prazer em pontos estratégicos de poder. A discussão de poder para esta turma é fruto de vaidades pessoais e sempre pensando nas proximas eleições. A tática de Pedro Henry sempre foi essa, estimular muitos a sairem como concorrentes, apoiados inclusive por ele para no final ele continuar soberano e reinante na região.(logico que na midia ele não diz isso!)

ESTRUTURA E MUDANÇAS

Seduc corta 55% dos servidores da sede e terá ambiente corporativo

Por 22/10/2019, 22h:49 - Atualizado: 22/10/2019, 22h:56

Mayke Toscano

otaviano pivetta 680

O prédio cheio de labirinto, onde funciona hoje a secretaria estadual de Educação, em Cuiabá, empregava até o ano passado, no Governo Taques, nada menos que 1.260 servidores.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Gutemberg Abreu | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 09h24
    2
    0

    Isso precisa ser estendido à todos os setores do estado implantando uma gestão eficiente, moderna e humanizada, hoje o que nos constatamos é que o menos importante é o cidadão que precisa dos serviços do estado. Parabéns ao Vice-governador, que vem da iniciativa privada e sabe bem como funciona uma gestão eficiente onde todos ganham. Na Seduc, segundo informações a maioria já tem direito à aposentadoria mas não pede porque não querem perder os penduricalhos nos salários e apenas batem ponto e ficam esperando o final do expediente.

  • andreia | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 08h40
    3
    0

    Infelismente o povo não contenta com nada tudo é critica, mas pura verdade a seduc cortou muito o efetivo, e esta trabalhando com onumero bem reduzido, parabens Secretaria Martioneide e equipe, Deus dando foça a voces

  • Alberto | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 07h39
    5
    6

    E no prédio da Seduc vai ser o que? A Cooperlucas?

EDUCAÇÃO

R$ 496 mil em ares-condicionados; MT só tem 1/3 de escolas climatizado

Por 22/10/2019, 16h:08 - Atualizado: 22/10/2019, 16h:17

marioneide 680 seduc

A secretaria de Estado de Educação, sob Marioneide Klimaschewsk, fechou um contrato de R$ 496,2 mil com a empresa Wanda Comércio de Móveis e Equipamentos na compra de aparelhos de ares-condicionados. Mas esse investimento está muito aquém do necessário para se conseguir climatizar todas as 15.888 salas de aula, ocupadas por 395 mil alunos.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • andreia | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 08h41
    0
    0

    essa sra. secretaria é competente, força Secretaria, temos que pensar no melhor para nossas escolas

  • Crítico | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 21h00
    4
    0

    Essa SECRETARIA não é do PT.

ESQUEMÃO NO CEPROMAT

Auditoria já citava rombo milionário sob Dentinho, que foi preso hoje

Por 22/10/2019, 11h:10 - Atualizado: 22/10/2019, 11h:17

dentinho 680

O cerco já vinha se fechando contra o ex-presidente da Câmara de Cuiabá, ex-deputado estadual e ex-presidente do antigo Cepromat (hoje MTI), Wilson Celso Teixeira, o Dentinho, que foi preso nesta terça na operação Quadro Negro, deflagrada pela Delegacia Especializada de Combate à Corrupção.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Otávio | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 15h29
    1
    0

    Não é de hoje que o disse-me-disse corre solto nesse sentido. Pensei que fosse passar batido mas essa. Eta Mato Grosso ainda falta muito para uma boa moralização.

CASO INUSITADO

Apenas 2 vão votar e neles próprios

Por 21/10/2019, 19h:40 - Atualizado: 21/10/2019, 20h:46

guilherme maluf 680

Embora com colegiado formado por sete conselheiros titulares, apenas dois vão votar e, curiosamente, neles próprios. Sob um cenário inédito e inusitado, a eleição para renovar a diretoria do TCE-MT acontece em 5 de novembro.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Maicon | Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019, 09h14
    0
    0

    Presta atenção aí, que só vou escrever uma vez: Aos Tribunais de Contas compete a auto organização administrativa, assim como ocorre em relação aos Tribunais Judiciários, na forma prevista nos arts. 73 e 96 da CF. Logo, essa tão acalentada emenda à constituição estadual é inconstitucional. Por outro lado, o próprio RI do TCE-MT estabelece no § 9º do art. 10 que somente Conselheiros poderão votar e ser votados. Essa é a regra que deverá ser observada, por materializar a competência de auto governo prevista no art. 96, I e II da CF. Os Senhores Substitutos, na interinidade, deveriam é ter se preocupado em "aclarar" o Regimento Interno. A questão, portanto, é se o termo "Conselheiro" do aludido § 9º do art. 10 do Regimento Interno, contempla os Substitutos quando em substituição. Pelo que me lembro, ao longo dos últimos anos, quando o voto de 1 interino não tinha peso para definição da eleição da mesa diretora, sempre se permitiu que o substituto do Bosaipo pudesse votar. Vê-se, portanto, o tamanho do abacaxi a ser descascado. Desse modo, dia 05/11 a eleição será com ou sem emoção?

  • joana | Terça-Feira, 22 de Outubro de 2019, 10h16
    3
    1

    Simples assim, e ponto final .

  • Seminina | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 22h52
    3
    1

    Caro jornalista, a situação em MT será a mesma o vice acumulará também a corregedoria !

EM CUIABÁ

2 figurões nacionais brigam pela concessão do transporte coletivo

Por 21/10/2019, 15h:47 - Atualizado: 21/10/2019, 16h:54

Assis Marcos Gurgacz 680

Após 20 anos, a Prefeitura de Cuiabá abriu disputa para concessão do transporte coletivo. E, entre as cinco empresas concorrentes, duas têm como donos familiares de figurões nacionais.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Luciano | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 18h33
    6
    1

    E você não comenta das empresas do Botey e do Jayme porque?

ALTO PARAGUAI

Pivô da prisão de desembargador, casal ainda segue firme no poder

Por 21/10/2019, 11h:19 - Atualizado: 21/10/2019, 12h:56

diane e alcenor 680

Em Alto Paraguai, o ex-prefeito Alcenor Alves se tornou o prefeito de fato, mas não de direito. Embora a esposa Diane Alves seja a chefe do Executivo, quem dita as regras administrativas é Alcenor, que se envolveu num escândalo em 2010, chegando a ser preso.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Antônio Joaquim do nascimento neto | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 21h06
    0
    0

    Tem um matérial aqui sobre as calamidade de alto paraguai 93443569 chama eu passo pra vc

  • Joadir | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 15h20
    5
    1

    Na VG aconteceu o mesmo e ninguém foi preso. Mas está tudo cristalino.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2438