Blog do Romilson Cuiabá, 31 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Prisão de Riva tira da vida pública um dos políticos influentes e abre brecha a "novos"

Por 20/05/2014, 12h:15 - Atualizado: 20/05/2014, 12h:30

A prisão de José Geraldo Riva tira da cena política, ao menos por enquanto, um dos homens mais influentes, articulados e emblemáticos do Estado. Desde quando saiu de Juara - onde era corretor de imóveis e começou na vida pública como o mais jovem prefeito do país, na época com 23 anos - chegou à Assembleia, ainda como suplente e depois se tornou titular, Riva vem ditando as regras. Sua atuação não se limitava à Assembleia, mas também com ascensão em outros Poderes e influenciou lideranças e partidos. A liderança cresceu paralelo aos problemas jurídicos, com aumento de processos e denúncias na Justiça por atos de improbidade administrativa e crimes. 

De um lado, os aliados elogiam-no. Argumentam que o deputado acorda cedo para atender as pessoas, com atenção para todos e é o político que mais conhece a realidade do Estado porque costuma visitar constantemente todos os municípios. Usa o erário para isso. Emprega centenas, seja na Assembleia, seja em órgãos da máquina estadual. Controlando na AL um duodécimo mensal superior a R$ 20 milhões, Riva detinha tamanho poder que, ao invés de vereadores e prefeitos, por exemplo, procurarem o Palácio Paiaguás para tentar resolver demandas do Estado em suas regiões, batiam primeiro na porta do deputado, sempre com o gabinete lotado.

Já os opositores consideram-no uma figura que impede o desenvolvido do Estado porque interfere muito e em praticamente tudo para continuar sendo o "grande líder" e não abre espaço para surgimento de novas lideranças. Até antes da prisão neste 20 de maio, Riva marcava posição inclusive em eleição de entidades, ora apoiando diretamente determinado candidato, ora atuando nos bastidores. Foi decisivo na escolha de chapas majoritárias.

jose riva

Deputado de 5 mandatos José Riva (PSD), que foi preso nesta terça, em operação da Polícia Federal

Na Assembleia, negociava com os colegas parlamentares sua vitória à Mesa com quase um ano de antecedência. Com isso, vivia se alternando nos dois cargos mais importantes, sendo eles de presidente e de primeiro-secretário (ordenador de despesas) até que a Justiça o tirou do comando da Assembleia, onde começou a atuar ainda em 1990. Riva já passou pelo PMN, PTB, PSDB, PP e, por fim, no PSD, que o transformou num dos maiores do Estado. Agora preso, por indícios de lavagem de dinheiro, abre uma brecha na política tão sonhada por aqueles que pregam renovação.

Postar um novo comentário

Comentários (34)

  • José dos Santos | Sexta-Feira, 01 de Janeiro de 2016, 09h23
    0
    0

    Fico indignado com essa justiça tá la preso mas rico com dinheiro no bolso. Puxa cadeia com dinheiro é fácil até eu quero puxa uma cadeia com milhões em conta e vários imóveis por todo paiskkkkkkkkk deveria ter todos os seus bens bloqueado pela justiça até comprovar a origem de cada imóveis adquirido durante sua vida política

  • Marcia | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2015, 21h09
    1
    1

    Com um currículo tão bom, um homem tão inteligente, bem articulado, poderia estar defendendo nosso estado, quem sabe até comandando nosso país, mas infelizmente caminhou por maus caminhos... Espero que ele se arrependa e peça perdão ao povo mato-grossense!!!!

  • ARILDO GOBETTI | Sexta-Feira, 13 de Março de 2015, 11h17
    1
    0

    ARILDO GOBETTI, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

IMPASSE

Entre reeleição e disputa ao Governo

Por 31/05/2020, 15h:40 - Atualizado: 02h atrás

emanuel pinheiro 680

A sete meses de concluir o mandato, o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro (MDB) vive um impasse político, de olho no presente e pensando no futuro.

Postar um novo comentário

FORA DA LISTA

Senador leva reclamação a ministro por constrangimento sofrido em MT

Por 30/05/2020, 21h:33 - Atualizado: 30/05/2020, 21h:40

carlos favaro 680

Inconformado por ter sido ignorado na solenidade da última quinta, em Rondonópolis, com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), o senador Carlos Fávaro levou o caso para Brasília.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ana Amélia | Domingo, 31 de Maio de 2020, 15h02
    6
    2

    kkkkkkkkkk senador do tapetãooooo tem que ser ignorado mesmo

  • M.Olegário | Domingo, 31 de Maio de 2020, 11h10
    3
    0

    Realmente o Cerimonial do Governo do Estado é uma bosta e faz muitas cagadas em todas as solenidades. O seu chefe Cel. Segiba é um poço de vaidade, já levou um pito em publico do Senador Jaime Campos,por ser displicente. Só sabe puxar saco do MM.

EM SINOP

Pré-candidato passa por cirurgia

Por 30/05/2020, 20h:07 - Atualizado: 30/05/2020, 20h:10

roberto dorner 680

Aos 72 anos, o empresário e pré-candidato a prefeito de Sinop, Roberto Dorner, está hospitalizado. Se recupera de uma cirurgia.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Claudiano Almeida | Sábado, 30 de Maio de 2020, 23h15
    2
    1

    Que DEUS esteja operando com suas 🤚em sua Saúde do Senhor Roberto Doner força e melhoras 🙏👍🤠

EM RONDONÓPOLIS

10 metros de pizza em protesto à Câmara por não abrir investigação

Por 30/05/2020, 19h:01 - Atualizado: 30/05/2020, 21h:44

protesto cei rondonopolis 680

Saiu mesmo a pizza de 10 metros de comprimentos e servida em praça pública em Rondonópolis, neste sábado.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Alex | Domingo, 31 de Maio de 2020, 10h07
    0
    0

    Mutas água vai rolar por debaixo dessa ponte. Muitas cabeças vai voar.

EFEITO-PANDEMIA

Prefeitos e as máscaras sem licitar

Por 30/05/2020, 10h:32 - Atualizado: 30/05/2020, 21h:45

francis maris 680

Na correria para adquirir equipamentos e produtos de proteção, em tempos de pandemia, prefeitos partiram para compras com dispensa de licitação. E estão amparados por leis.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Big John | Domingo, 31 de Maio de 2020, 07h44
    0
    0

    Isso é coisa de puxa saco....

  • Adão Gomes | Sábado, 30 de Maio de 2020, 19h25
    2
    0

    O povo morrendo

  • Monica Santos | Sábado, 30 de Maio de 2020, 19h23
    2
    0

    Vergonhoso essas compras sem licitação e nada que melhora a saúde

HOMENAGEM

Turma do Pedal e 64 anos de Blairo

Por 29/05/2020, 19h:48 - Atualizado: 29/05/2020, 19h:54

pedal blairo 680

Mesmo fora da vida pública, Blairo Maggi continua bastante prestigiado, carrega conceito de bom gestor e se tornou referência para muitos políticos de MT.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Marilda | Domingo, 31 de Maio de 2020, 11h06
    0
    0

    O internauta Henrique Dias, fez aos Membros do Ministério Publico Federal e Estadual e aos Senhores Juízes Federais e Estaduais, responsáveis pelo inúmeros processos nos quais o sr.Blairo Maggi esta incluído e até agora nenhum dele o condenou , por que será ? Que homem de sorte ,kkkk

  • Henrique Dias | Sábado, 30 de Maio de 2020, 15h29
    5
    3

    Quando que esse super-corrupto do Blairo Maggi vai ser preso ? Aprontou demais como Governador de MT, continuou aprontando como Senador e Ministro da Agricultura, e até hoje tá solto. Realmene no Brasil, a Justiça só PUNE os pobres,pretos,e desqualificados. Os ricos nunca são punidos, MORO nelle.

  • Neto | Sexta-Feira, 29 de Maio de 2020, 22h42
    12
    3

    Matéria Lamentável .

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2549