Blog do Romilson Cuiabá, 04 de Junho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Professores apontam alterações no PCCS e ameaçam deflagrar greve a partir de 6ª

Por 03/04/2014, 11h:35 - Atualizado: 03/04/2014, 12h:06

Após assembleia geral, ontem (2), os professores da Unemat, por unanimidade, decidiram paralisar as atividades hoje (3)  e exigir do governo que seja mantida a proposta de alteração do Plano de Carreira (PCCS) dos docentes, tal como foi aprovada pelo Conselho Universitário (Consuni), em 18 de dezembro de 2013. Eles reclamam que a reitoria e o Palácio Paiaguás fizeram modificações “substanciais” no texto original.

Entre as alterações está a supressão dos percentuais de recomposição da remuneração para os anos de 2015, 2016 e 2017 e a modificação da data dos efeitos financeiros retroativos a 1 de janeiro de 2014 para 1 de maio de 2014. “Recebemos a cópia do projeto de lei, que será votado pela Assembleia, com modificações que vão além das que foram informadas pela SAD e anuídas pela reitoria”, reforça o Consuni, que representa a classe. Eles classificam a situação como um desrespeito à categoria, que possui carreira específica e cuja remuneração está defasada há cinco anos.

Ainda conforme o Conselho Universiário, a proposta de PCCS dos docentes estava dentro das possibilidades do orçamento da Unemat deste ano, fixado em R$ 225 milhões. Desse valor, R$ 170 milhões, 75%, são destinados ao pagamento dos salários dos 1.650 funcionários, sendo mil docentes e 650 técnicos. Os salários dos professores variam de R$ 1,8 mil até R$ 12,5 mil, dependendo da carga horária e da qualificação.

Os professores garantem que o valor destinado à instituição permite não só o reajuste salarial, como a manutenção do custeio e os investimentos. “Desta forma é inaceitável para os docentes e para a comunidade acadêmica que o governo decida alterar, significativamente, pontos do plano de carreira e retirar a tabela de correção remuneratória escalonada que estava presente na proposta encaminhada pela Universidade”, destaca.

 Eles lembram ainda que, diferente de outras carreiras, há docentes da Unemat com dedicação exclusiva e estão impedidos de exercer qualquer outra atividade regular fora da Instituição. Está prevista uma mobilização dos professores na frente das unidades da Unemat. Além disso, uma comitiva de docentes e discentes irá à Assembleia hoje (3) para exigir que os deputados estaduais retomem e aprovem o projeto original do PCCS.

Outro lado

A reitoria da Unemat, por sua vez, por meio de sua assessoria, garante que não fez qualquer alteração nos pedidos feitos pelos professores, mas que os "ajustes" partiram do Executivo. Salienta, entretanto, que vários pedidos foram acolhidos. A direção da universidade pondera ainda que compreende o pleito e que vem respeitando todas as reivindicações. Conforme a instituição, o governo aprovou, dentre outros tópicos, a mudança de cinco para 10 níveis; a possibilidade aos graduados de exercerem suas atividades na modalidade de dedicação exclusiva; férias de 45 dias; reajuste de 10% a partir de maio de 2014 e sobre este valor mais 5,56% de correção do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC); e, aproveitamento de tempo de interinidade para fins de progressão de níveis. A mobilização de hoje atingiu apenas as unidades de Cáceres e Sinop, conforme a reitoria.

Postar um novo comentário

REPERCUSSÃO

Governo e AL vão decretar luto oficial; Adriano sonhava ser prefeito

Sem velório, corpo será transladado a Cáceres nesta 5ª e direto para cemitério

Por 03/06/2020, 21h:44 - Atualizado: 05h atrás

adriano silva 680

O governador Mauro Mendes vai decretar luto oficial de três dias pelo falecimento nesta quarta do ex-reitor da Unemat, professor Adriano Silva, que presidia a Fapemat, fundação vinculada à secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação. A Assembleia Legislativa também fará igual.

Postar um novo comentário

PODER SEM PODER

Mesmo sem mandato, Selma quer manter controle de cargos federais

Por 03/06/2020, 19h:13 - Atualizado: 07h atrás

selma arruda 680

A briga entre o senador tampão Carlos Fávaro (PSD) e a cassada Selma Arruda (Pode) tem um novo round. Nos bastidores, Selma tenta impedir que Fávaro assuma o controle de "seus" cargos federais.

Postar um novo comentário

CARGO VITALÍCIO

Botelho deve ir mesmo para o TCE

Por 03/06/2020, 16h:16 - Atualizado: 04h atrás

Maurício Barbant

eduardo botelho 680

O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), que na próxima semana será reeleito para mais dois anos de gestão no Legislativo, deve mesmo ir para o TCE.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Janio carlos | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 16h40
    6
    1

    Senhor prefeito de Primavera do Leste, se as condições se sua cidade está ótima por que os moradores com covid está vindo para Rondonópolis tem alguma coisa errada.

EFEITO-PANDEMIA

Prefeito de Primavera reage e afirma que Pátio é omisso e mentiroso

Por 03/06/2020, 16h:00 - Atualizado: 03/06/2020, 16h:06

leonardo bortolini 1200

Leonardo Bortolini, de Primavera do Leste, reage às críticas de Zé do Pátio, de Rondonópolis, sobre leitos de UTI

O prefeito Leonardo Bortolini (MDB) se mostrou indignado com as declarações do colega de Rondonópolis, Zé do Pátio (SD), que afirmou que municípios vizinhos não estão dando respaldo às vítimas da Covid-19 e citou, como exemplo, Primavera do Leste.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Joaquim Silva | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 20h02
    0
    0

    Zé Carlos, vergonha alheia tem limites. Procura se informar melhor antes de proferir um disparate desses, certas coisas é muito fácil checar.

  • Adaildon E M Costa | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 16h12
    5
    3

    Esse José Carlos do Pátio é um trapalhão. Fico imaginando como que o povo esclarecido de Rondonópolis vota num sujeito populista como Esse.

CONTRATO EMERGENCIAL

Mais de R$ 450 mil em refeições no HMC em 6 meses

Por 03/06/2020, 10h:39 - Atualizado: 03/06/2020, 10h:42

hmc 680

Em seis meses, a Empresa Cuiabana de Saúde Pública, que gerencia o Hospital Municipal da Capital, vai gastar R$ 453,9 mil com refeições para os plantonistas, pacientes e acompanhantes.

Postar um novo comentário

EM ALTO ARAGUAIA

Prefeito estima torrar quase R$ 2 mi pra revitalizar praça; MPE é avisado

Por 02/06/2020, 18h:30 - Atualizado: 02/06/2020, 18h:35

gustavo de melo 680 alto araguaia

O prefeito de Alto Araguaia, Gustavo de Melo (PSDB), licitou e pretende gastar nada menos que R$ 1,8 milhão na revitalização da praça da Matriz em plena época de pandemia global, agravada com crises sanitária e econômica.

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • Pezao | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 14h35
    0
    0

    Que que esse Gustavo Melo já fez na vida particular dele???? Esse sujeito nunca plantou um pe de alface na vida, nunca trabalhou, nao tem uma profissão!! Vai esperar o que de um cara desse????

  • FUNCIONARIO | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 13h22
    0
    1

    FUNCIONARIO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Jumento | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 12h48
    2
    0

    Parabéns aos VEREADORES. Cuidado redobrado de agora em diante. Final de mandato, a farra vai comer alto com essa turma aí.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2551