Blog do Romilson Cuiabá, 26 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Entrevista

Promotor pede que governador enterre motosserra e retire ZSEE

   O promotor de Justiça Domingos Sávio solicitou na manhã desta terça (30), em entrevista ao programa Cidade Independente da Rádio Cidade, que o governador Blairo Maggi (PR) faça um último "ato bonito" em defesa do Meio Ambiente antes de sair do cargo. Pede que retire o projeto de Zoneamento Sócio-Econômico e Ecológico (ZSEE) da pauta da Assembleia. Ele classifica o projeto como uma fraude altamente prejudicial para a área ambiental pelo fato de não atender integralmente o que foi solicitado pela sociedade em 15 audiências públicas e beneficiar quase em sua totalidade o setor rural em detrimento da preservação ambiental. “É hora de enterrar, definitivamente, a motosserra de ouro que tentaram entregar a ele (Maggi). Seria um bom ato se retirasse o projeto e colocasse para ser votado após o período eleitoral”, argumentou.

   Sem citar nomes, ele criticou alguns deputados que promovem “abraços” ao rio Cuiabá e “jogam peixinhos” (atos feitos pelo deputado Sérgio Ricardo), mas que, quando podem mudar realmente o cenário ambiental, se esquivam de fazê-lo. “Esses que posam aqui fora como ambientalistas e que dizem se preocupar com a sustentabilidade são os que não se rebelam contra o projeto de zoneamento que não é favorável ao meio ambiente de Mato Grosso”, disparou.

   Sávio explicou que caso o governador faça “corpo mole” e não o retire da pauta mesmo sabendo que já está tudo certo para ser aprovado, o MPE vai entrar imediatamente com ações na Justiça para reverter o quadro. Além disso, o promotor acredita que o Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) não vai aprovar do jeito que está. “Ontem, conversei com (Alexander) Maia (chefe da casa Militar e futuro secretário estadual de Meio Ambiente) e ele foi taxativo em dizer que vão aprovar esse projeto e, se o governador vetar, será apenas para inglês ver porque sabe que o veto será derrubado. No entanto, se ele tiver responsabilidade com Mato Grosso para evitar isso, deveria retirar”, comentou.

   Para o promotor e grande parte dos que conhecem o ZSEE, o projeto proposto pelo deputado estadual Alexandre Cesar (PT) é o absolutamente adequado à realidade. “O projeto de Cesar está lá para ser analisado pelos deputados. Mas, tirando o voto dele, sei que os outros 23 devem votar no outro que está lá e que é uma fraude”, desabafou. O projeto de Alexandre, segundo ele, é o verdadeiro resultado das Audiências Púlbicas e atende ao ponto de vista da equipe técnica da Assembleia e do governo federal em consenso. O que não é o outro projeto que está para ser votado. “Só tem um ou outro que defende esta proposta atual. A coordenadoria jurídica do governo e os técnicos do governo também não aprovam porque não representam as propostas vindas da sociedade”, concluiu.

   O deputado petista afirma que o substitutivo do projeto de ZSEE “não pode prosperar por desconsiderar a importância estratégica dos recursos hídricos existentes no Estado, fundamentais para a América do Sul, a partir dos arcos das nascentes das bacias Amazônica, Platina e Araguaia-Tocantins, bem como o elevado potencial florestal e seu peso para a economia madeireira (a terceira economia do Estado), além da importância para as políticas de conservação e pagamentos de serviços ambientais”.

----------------------------------------------
Conheça aqui o projeto criticado pelo promotor Domingos Sávio

Clique no play e confira entrevista de Domingos Sávio à Rádio Cidade

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Aurelio | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 03h16
    0
    0

    é temeroso a forma com que foram conduzidas as audiencias nas diversas regiões do estado,...a representatividade dos setores mais prejudicados como * quilombolas, retireiros do araguaia/pantanal, e povos tradicionais, alem da baixada cuiabana, que nem se quer compreendem a dimensão do que está por ser aprovado, permanecendo em aberto para quaisquer modificações que forem convenientes ao presidente da AL.Se em Copenhagen os grandes lidres mundiais fracassaram, pode ter certeza que os legisladores de descomprometidos com o crescimento sustentavel de Mato Grosso, seguiram esse fracassado legado como exemplo e a risca.Vejo muita boa vontade em tecnicos e servidores estaduais e de autarquias federais, alem de seguementos da sociedade civil e da UFMT,que tentaram alertar para a permissividade de muitos dos itens do ZSEE idealizados por teoricos q desconhecem a realidade,espero que o Promotor do MPE, obtenha exito em zerar o processo e se preciso recomeçar, assim como o PAC/ Cuiabá.Podemos fazer melhor.

  • Ricardo | Terça-Feira, 30 de Março de 2010, 23h25
    0
    0

    Esse Zoneamento já virou uma piada. O deputado Alexandre, montou o substitutivo 2, o deputado Dilceu e seu grupo resolve montar o substitutivo 3. Na hora de aprovar, viram que estava ruim e então apresentaram o substitutivo 4. Ou seja....virou palhaçada, como já era de se esperar.

  • SANTOS | Terça-Feira, 30 de Março de 2010, 22h02
    0
    0

    MANDA ESSE PROMOTOR IR NO COXIPÓ DO OURO, ONDE ELE NUNCA BOTOU OS PÉS, E VER COMO O MEIO AMBIENTE ESTAR ABANDONADO, OU SERAR QUE ELE SO QUE APARECER, LA TEM COCO NO RIO; FOÇAS CORRENDO AOS MONTES PARA O RIO COXIPÓ, E ELE NADA.

CHAPA PROPORCIONAL

Ivan desiste e enfraquece DEM, que só deverá eleger um na Capital

Por 25/09/2020, 20h:15 - Atualizado: 09h atrás

ivan evangelista 680

O pecuarista Ivan Evangelista, que foi vereador por 13 anos e teve mandato cassado em 2010, jogou mesmo a toalha. Após contestar este Blog por ter revelado que ele recuaria da disputa, o ex-vereador acabou "enrolando" a cúpula do DEM até a última hora. E decidiu, enfim, não concorrer às eleições.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joaoderondonopolis | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 20h38
    6
    1

    Único caminho certo do DEM/Jayme e Júlio foi apoiar Leitão ao senado, pois será vitorioso. E se o DEM apoiasse Emanuel, com certeza faria de 4 a 5 vereadores. MM está afundando o DEM, até parece que após a eleição irá mudar de partido.

REFORÇO ELEITORAL

A esperança de França em 2 apoios graúdos

Por 25/09/2020, 14h:28 - Atualizado: 25/09/2020, 14h:30

roberto franca 680

Pela primeira vez, Roberto França (Patriota) entra numa disputa eleitoral ao Executivo num cenário nem tanto favorável, como nos pleitos em que se elegeu prefeito de Cuiabá, em 1996 e 2000.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ocuiabano | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 16h34
    16
    3

    INFELIZMENTE COM. MAURO MENDES.....MAL. ACOMPANADO.....NÃO TEM O NOSSO VOTO.

  • Adaildo | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 15h46
    7
    2

    A culpa do Bolsonaro não apoiar o Roberto França é da Tenente Coronel Fernanda, que rebelou e não aceitou o que o presidente Bolsonaro pediu que fizesse, isso vai custar muito caro para o Patriota e principalmente para o Roberto França! Isso só mostrou que pessoas com interesses próprios, não pensou em Cuiabá e muito menos no partido, ganância pelo poder!

CORRIDO À PREFEITURA

Pela 2ª vez, governador e vice em palanques diferentes em Lucas

Por 25/09/2020, 10h:52 - Atualizado: 25/09/2020, 10h:54

mauro mendes otaviano pivetta 680

Governador Mauro Mendes, que apoia Binotti em Lucas do Rio Verde, enquanto Otaviano Pivetta lança Miguel Vaz

Pela segunda vez, vice e governador estão em palanques diferentes nas eleições em Lucas do Rio Verde. E repetindo alguns dos personagens.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • João da Costa Monteiro | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 19h20
    1
    0

    Esses dois ai (Mauro Mendes e Otáviano Piveta), continuam se desentendendo em decisões politicas, tanto para Prefeito de Lucas ,quanto pata eleição ao Senado, pois o Mauro apoia o Favaro, e o Piveta apoia o Nilson Leitão. E o paú vai quebrar agora em 2020, e na proxima em 2022, aguardem.....

  • joao | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 14h34
    2
    0

    Roberto não a lugar algum.

  • maicon douglas | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 14h09
    3
    1

    eu não voto nem no canadidato do mauro mente e nem no candidato do pivetti por justamente por causa dos dois to fora desses dois

VAIDADES

Disputa de ego entre 2 entidades faz ministra cancelar agenda em Cuiabá

Por 24/09/2020, 16h:25 - Atualizado: 24/09/2020, 16h:29

antonio galvan normando corral

Antonio Galvan, da Associação dos Produtores de Soja, e Normando Corral, que dirige a Federação da Agricultura

Uma disputa pelo protagonista do que seria a construção de uma agenda para a ministra Tereza Cristina (Agricultura) em Cuiabá, envolvendo a Famato e Aprosoja, as duas maiores entidades do agronegócio, acabou jogando por água abaixo a tal programação.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Israel Borges | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 07h00
    10
    3

    Antonio Galvan foi ele quem arrumou um pessoal para ficar vaindo gov mauro em sinop ... ele e disreipeitoso eos agricultores de mt nao mereçe ter um cara desse representando o nosso agro fora galvan

  • Sem terra de Poconé | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 21h20
    17
    1

    02 pessoas que usam às instituições em benefício próprio. Normando Corral toca a FAMATO dando mordomia e beneficies a seus “amigos”, já Galvan é tido como louco é extremamente vaidoso.... O agro tá muito mal representado nesse momento...

MORTE OU VIDA POLÍTICA

A incógnita Pedro Taques

Por 24/09/2020, 11h:49 - Atualizado: 24/09/2020, 11h:54

pedro taques 680

A resposta das urnas a ser dada a Pedro Taques em 15 de novembro, como um dos 11 candidatos a senador, representará a sua morte política ou então o consagrará como aquele que conseguiu dar a volta por cima.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • luizitosales@gmail.com | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 14h18
    25
    10

    Sou servidor público e tive o desprazer de participar de uma reunião com esse indivíduo quando ela estava (ainda bem) governador. Impressionante a arrogância, prepotência e falta de humildade. Se depender do meu voto, vai continuar no ostracismo político.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    20
    24

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    14
    18

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

EM CUIABÁ

PSB deixa Emanuel e espera sim do Paiaguás para fechar com França

Por 24/09/2020, 09h:54 - Atualizado: 24/09/2020, 09h:57

adilson levante 680

O PSB pulou do palanque à reeleição do prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro, deixou a chapa de 38 candidatos a vereador numa saia-justa e está esperando sinalização do Palácio Paiaguás para ver se fecha mesmo aliança com Roberto França (Patriota).

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Candidata | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 20h59
    0
    0

    Nota mentirosa. PSB está firme com Emanuel. Nunca se uniria a Mauro Mendes

  • Psdbista | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 20h59
    0
    0

    MAIOR MENTIRA DO PLANETA. RUSSI SABE QUE O DEM SAÍRA MAIS PERDIDO QUE CACHORRO QUE CAIU DE MUDANÇA E NÃO IA ESTRAGAR A CHAPA DO PSB. DIVULGUEM A VERDADE

  • Ojusticeiro | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 15h15
    5
    0

    Na política vale tudo..... olha Máxi dando pitada na política cuiabana QUA. QUA QUA ele vai e nos eleitores não mais QUA

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2606