Blog do Romilson Cuiabá, 01 de Outubro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Confronto

PT deu tiro no pé com Serys em 2006, diz Alexandre; Jairo reage

Deputado Alexandre Cesar   O deputado Alexandre Cesar e o ex-presidente do PT da Capital Jairo Rocha travaram debates acalorados e, inclusive, com troca de acusações no encontro de Tática Eleitoral e Política de Alianças, que reuniu quase 300 delegados neste domingo, na Fiemtec, em Cuiabá. Ex-presidente regional da legenda e candidato derrotado a prefeito da Capital em 2004, Alexandre foi quem provocou a briga.

   Em discurso, ele disse que o PT deu um tiro no pé no pleito de 2006, quando lançou a senadora Serys Marly para o governo, num momento em que o partido estava bastante desgastado e a imagem da parlamentar ainda mais. Na época havia acusação contra Serys de envolvimento na máfia das sanguessugas - esquema de recebimento de propina de parlamentares por apresentação de emendas junto ao orçamento da União para compra superfaturada de ambulâncias para municípios.

    Na avaliação de Alexandre, o partido, então presidido pela própria Serys, deveria ter definido por apoio à reeleição do governador Blairo Maggi. Serys insistiu com o projeto majoritário e foi a terceira colocada numa disputa com oito candidatos. A petista chegou a 159.686 votos. Ficou atrás do tucano Antero de Barros (279.873) e do reeleito Maggi, então no PPS, com 922.765. Os demais concorrentes foram Mauro Lara de Barros (Psol), que obteve 31.336; Bento Porto (PSC), com 11.091; Josmar Alderete (PSDC), com 2.624; Plauto Vieira (PRP), com 2.007, e Roberto Pereira (PHS), com 1.779 votos.

    Reação

    Jairo Rocha reagiu com tudo contra o grupo de Alexandre e em defesa de Serys, de quem é assessor parlamentar. Acusou o grupo do colega petista de ter armado contra a senadora sobre a denúncia das sanguessugas para "fritá-la" politicamente, tanto que, no final, a senadora foi inocentada, depois de quase ter sido cassada. A troca de farpas entre Jairo e Alexandre instigou também a plateia. Os ânimos só se acalmaram meia-hora depois.

    Também em discurso, Jairo afirmou que foi o mesmo grupo de Alexandre e Abicalil quem tentou comprar o dossiê-antitucanos. A estratégia seria para comprometer a candidatura de José Serra à sucessão presidencial. Um dos envolvidos no escândalo da compra de provas foi Valdebran Padilha, ligado a Abicalil e classificado pelo presidente Lula na época como aloprado. Valdebran foi até indiciado pela Polícia Federal, para quem houve prática de caixa 2 porque o R$ 1,7 milhão apreendido com petistas e que seria usado para comprar dossiê dos empresários mato-grossenses Luiz Antonio e Darci Vedoin contra políticos do PSDB não foi declarado à Justiça Eleitoral. Valdebran responde ainda por lavagem de dinheiro, junto com outros petistas.

      Os grupos voltam a se enfrentar agora, desta vez pelo direito à candidatura ao Senado. Serys pleiteia projeto à reeleição. Presidente regional da agremiação, Abicalil avisou que não abre mão de também concorrer à senatória. Como não devem chegar a um acordo, a definição sairá na prévia de 18 de abril.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • joaquim manoel | Segunda-Feira, 15 de Março de 2010, 11h30
    0
    0

    joaquim manoel, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • MOACIR ARAUJO | Segunda-Feira, 15 de Março de 2010, 10h57
    0
    0

    SERYS, coloca-se no seu lugar e aciona seu disconfiometro, vc foi um fracasso, enquanto senadora ainda nao mostrou pra que foi eleita, tenha postura e nao seja deselegante, agora é a vez do ABICALIL!

  • ondino lima neto | Segunda-Feira, 15 de Março de 2010, 08h47
    0
    0

    esse alexandre nao tem moral para criticar ninguem , tomou uma surra eleitoral e nao se toca.

ENGENHARIA E AGRONOMIA

Sob clima tenso, Crea-MT elege presidente nesta 5ª

Por 30/09/2020, 21h:51 - Atualizado: 30/09/2020, 21h:53

joao valente 680

Sob clima tenso, marcado por embates na Justiça, ameaças e acusações mútuas, quatro candidatos disputam nesta quinta, 1º de outubro, a presidência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT).

Postar um novo comentário

CORRIDA AO SENADO

Agro rachado em 3 candidaturas; os Maggi e Mauro reforçam Fávaro

Por 30/09/2020, 16h:51 - Atualizado: 30/09/2020, 16h:53

Leopoldo Silva

carlos favaro 680

Os primos Blairo e Eraí Maggi se juntaram ao governador Mauro Mendes para reforçar a campanha à reeleição do senador Carlos Fávaro, do PSD.

Postar um novo comentário

BASE NA CÂMARA

Bolsonaro recompõe quadro de vice-líderes e mantém Medeiros

Por 30/09/2020, 10h:53 - Atualizado: 30/09/2020, 10h:55

bolsonaro vice-lideres 680

O presidente Jair Bolsonaro e os novos vice-líderes do Governo na Câmara Federal, entre eles José Medeiros

O presidente Bolsonaro deu mostras de que continua tendo o deputado mato-grossense José Medeiros, candidato a senador pelo Podemos, na cota de aliados fiéis e de confiança.

Postar um novo comentário

LERO-LERO

Copiando bordão do irmão na campanha à vereadora

Por 30/09/2020, 10h:04 - Atualizado: 30/09/2020, 10h:06

giseli almeida 680

A apresentadora de TV Giseli Almeida usa em sua campanha à vereadora por Cuiabá o mesmo bordão explorado por vários anos pelo irmão Sérgio Ricardo, na época em que também concorreu à Câmara Municipal e a prefeito.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Carlos aleluia santos | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 21h49
    0
    1

    Carlos aleluia santos, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • CABEÇÃO | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 14h02
    2
    2

    O QUE INOJA NA POLÍTICA SÃO INDIVÍDUOS COMO ESSE SERGIO RICAÇO, QUANDO FOI DEPUTADO FAZIA UM MONTE DE AÇÕES EM BENEFÍCIO DOS POBRES, ATÉ CASA ELE DAVA, DEPOIS DE ALCANÇOU SEUS OBJETIVOS FINANCEIROS NUNCA MAS FEZ NADA,RAÇA INFAME

VÁRZEA GRANDE

Para Jayme, é normal chegar água nas torneiras a cada 2 dias

Por 29/09/2020, 20h:51 - Atualizado: 29/09/2020, 20h:55

Geraldo Magela

jayme campos 680

O senador Jayme Campos, prefeito de fato, mas não de direito, tem passado apurado em Várzea Grande.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • mario | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 09h16
    6
    2

    normal com os problemas que esta ai no dae de vg né,ga,biarras, instalaçoes clandestinas etc... pq voces campos tiveram decadas no poder e não consertaram esse negocio da agua, não vem com desculpas djaime e nem djulinho, vcs foram incompetentes, hoje vg poderia estar livre desse problemas, mas vcs só olhao para vcs mesmos.

  • eve | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 09h09
    7
    1

    Quem mandou eleger esses tipos de politicos que so pensão em poder. Aprende Varzea Grande, foi eleito pelo povo .

  • antonio da silva | Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 08h38
    9
    1

    Agora é a hora de tirar esses campos do poder.

EM CUIABÁ

Partido que negociava com 2 a prefeito se torna mula sem cabeça

Por 29/09/2020, 15h:06 - Atualizado: 29/09/2020, 15h:10

adilson levante 680

O PSB, que estava namorando os dois principais candidatos a prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro e Roberto França, não avançou para casamento com nenhum deles. E virou mula sem cabeça.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Piada pronta | Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020, 22h13
    0
    0

    Quem falou isso sob coordenação de Levante??? Kkkkk ele é ao mais um na chapa. Ali quem preside e decide se chama MAX RUSSI e a executiva.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2608