Blog do Romilson Cuiabá, 26 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Copa

Secretário não teme ser penalizado devido aos atrasos ou obras mal feitas para Copa

Por 12/04/2014, 10h:35 - Atualizado: 12/04/2014, 17h:16

Rodinei Crescêncio/Rdnews

secretario copa

Para secretário governo está sendo injustiçado com repercussões negativas

O secretário da Secopa, Maurício Guimarães, garante que não teme processos ou qualquer possível penalização por atrasos, má qualidade ou virtuais irregularidades nas obras da Copa. Ele acredita que as prestações de contas da pasta dos exercícios 2013 e 2014 serão aprovadas com louvor no Tribunal de Contas do Estado (TCE).

O gestor também espera não ser processado pelo Ministério Público já que está fazendo de tudo para que as obras sejam entregues a tempo e no mais perfeito estado.

Acontece que ele e dois fiscais da Secopa já foram multados pelo TCE em R$ 2,1 mil (20 UPF), no último dia 1º, por irregularidades em pagamentos que seriam feitos pelo governo Estadual aos consórcios responsáveis pelas obras dos Centros Oficiais de Treinamento (COTs) da UFMT e do Pari, em Várzea Grande.

Neste levantamento, o TCE descobriu que as ordens de pagamentos eram superiores ao percentual já executado, ou seja, além do apresentado nas medições. A Secopa reconheceu o erro e excluiu o pagamento da planilha antes que fosse efetivado.

Este e outros tipos de falhas nas obras da Copa não são raridades. A avenida Quidauguro, por exemplo, teve afundamento da pista devido a problemas de infiltração, resultado do entupimento de uma boca de lobo. O secretário explica que não houve má qualidade da obra, mas um boicote de autoria não identificada. “O que ocorreu lá foi que um bueiro foi maldosamente entupido com cimento”, frisou o secretário em entrevista ao RDTV.

Ele também classificou como natural a falta de percepção dos fiscais do contrato ao receber a obra com o bueiro entupido. Comparou inclusive com obra doméstica. “Tem problemas que só vão aparecer e que você só vai perceber quando vai utilizar a casa. Um cano entupido, por exemplo, você só vai ver depois que a construtora fez a entrega”, alegou.

Poucos dias após ser inaugurada, a trincheira Ciríaco Cândia também registrou problemas de drenagem, infiltração, rachaduras e alagamentos. A construtora fez os reparos, mas justificou que seguiu o projeto original, que não apresentava execução de canaletas ou sarjetas na via. “Na Ciríaco não foi nem problema de execução da obra, mas de dimensionamento das águas pluviais”, reconhece Guimarães.

Apesar dos transtornos, o secretário garante que os problemas não trouxeram prejuízo aos cofres públicos, porque foram reparados pela mesma empreiteira responsável, Três Irmãos Engenharia Ltda (Av. Quidauguro) e Métrica Construções (Trincheira Ciríaco Cândia), sem ônus para o Estado. Ele ressaltou ainda que todas as obras públicas têm garantia de cinco anos e qualquer defeito neste período deverá ser sanado pelas respectivas construtoras.

Guimarães destacou também que ‘injustamente’ essas situações têm repercutido de forma negativa, mas que diferentemente de gestões passadas só agora o Governo tem exigido o que prevê a legislação que é obrigar a empreiteira a refazer a obra quando esta apresenta problemas assim que inauguradas.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • janjão | Segunda-Feira, 14 de Abril de 2014, 12h41
    0
    0

    Ele deve estar acreditando na leniência dos orgãos fiscalizadores. Medo e pavor ele tem da cadeia. O resto é alegoria.

  • Zé Poxoréo | Segunda-Feira, 14 de Abril de 2014, 10h36
    0
    0

    Bom, considerando a histórica lentidão dos órgãos fiscalizadores e da própria justiça o secretário tem razão de apostar na impunidade. Aliás, o desfecho do rombo dos maquinários já é prova disso!

  • Cuiabano | Sábado, 12 de Abril de 2014, 19h54
    1
    0

    O MP e quem deve fiscalizar esse cidadão e assessores

ELEIÇÃO AO SENADO

Julinho prestes a jogar a toalha

Por 26/05/2020, 16h:59 - Atualizado: 4min atrás

Rodinei Crescêncio/Rdnews

julio campos 680

Julio Campos (DEM) não admite publicamente, mas, em conversa reservada com os mais próximos, já fala em jogar a tolha sobre eleição suplementar ao Senado.

Postar um novo comentário

MESA DA ASSEMBLEIA

Negociação de Bezerra para Max abrir caminho à Janaina Riva

Por 26/05/2020, 10h:42 - Atualizado: 06h atrás

carlos bezerra 680

O cacique do MDB, deputado Carlos Bezerra, entrou no circuito para convencer Max Russi (PSB) a desistir de vez da disputa à Primeira-Secretaria da próxima Mesa da Assembleia.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • DE OLHO | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 15h25
    4
    0

    O FRUTO NÃO CAI LONGE DO PÉ !! vejam quem é o pé da JANAINA.

  • Valter | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 15h17
    3
    0

    Será porque a Deputada Janaina Riva está "brigando" para ocupar o cargo da Primeira-Secretaria da assembléia Legislativa? Nesse mato tem coelho,

  • Ze da roça | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 15h15
    2
    0

    A ARMA PODEROSA PRA EXTINGUIR POLÍTICO MUSEU É A NOSSA CONSCIÊNCIA ESTABELECENDO UM CRITÉRIO DE ESCOLHA QUE ELIMINA QUEM JÁ ASSUMIU CADEIRA NO LEGISLATIVO E EXECUTIVO NÃO VOTANDO EM FILHO SOBRINHO AFILHADO DE POLÍTICOS NÃO VENDENDO O PRÓPRIO VOTO POR EMPREGOS E BENS

ARTICULAÇÃO

A investida de um suplente para se tornar secretário de Estado

Por 25/05/2020, 18h:27 - Atualizado: 25/05/2020, 18h:30

oscar bezerra 680

Com a desistência de Faissal Calil do comando da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação e retorno à cadeira na Assembleia, o primeiro-suplente Oscar Bezerra perdeu espaço e ficou sem perspectiva para viabilizar sua candidatura a prefeito de Juara.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Roberto | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 09h06
    3
    2

    Efa Forte, comente sobre a gestão desta família aí em Juara. Luciane Bezerra fez um bom trabalho a frente da Prefeitura?

  • Efa Forte | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 07h53
    6
    0

    Esse cidadão acabou com a carreira política da sua esposa. Nem sei como consegui dormir. Agora quer ser prefeito novamente. É brincadeira esse nosso Mato Grosso. E ainda vai ganhar, pois são muito ricos.

  • Comentarista | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 19h13
    1
    1

    E eu achando que era o adjunto que queria ser

Rondonópolis

Vice nega elo com ex-filiado que denuncia prefeito e vereadores

Por 25/05/2020, 11h:32 - Atualizado: 25/05/2020, 11h:42

ubaldo vice-prefeito 680

O vice-prefeito de Rondonópolis, empresário Ubaldo Tolentino de Barros, que já está no quarto partido em menos de 10 anos de vida pública, tratou de se antecipar, aplicando "vacina" em si próprio,  sobre uma denúncia grave feita pelo radialista e apresentador de TV, Waldemir Costa, contra o prefeito Zé do Pátio e vereadores.

Postar um novo comentário

INSTITUTO FEDERAL

Na disputa à Reitoria, uma ameaça à hegemonia de um antigo grupo

Por 24/05/2020, 22h:39 - Atualizado: 25/05/2020, 07h:33

deiver alessandro ifmt 680

Apoiado pelas chamadas bases de servidores com sentimentos de mudanças, o professor Deiver Alessandro Teixeira, diretor-geral do Campus do IFMT Cuiabá Bela Vista, se tornou uma ameaça à hegemonia do grupo do reitor Willian de Paula, que comanda o Instituto Federal de Mato Grosso há mais de duas décadas, ainda da época da escola técnica e CEFET.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • gislaine.costa2022 | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 22h38
    7
    2

    E vamos de Deiver! A eleição não será fácil. A máquina sempre jogou pesado nas eleições. Olhem as portarias. Tem remoção de servidor acontecendo mesmo com as atividades suspensas! Vamos ficar de olho.

  • Adriana.velas@hotmail.com | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 22h27
    7
    2

    Votar em Júlio é votar em Glaucia, Marcus Taques e Adriano Breuning. Mais 4 anos de retrocesso! PRECISAMOS DE MUDANÇA

  • sabinoafranio2018@gmail.com | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 21h47
    7
    0

    Trabalhei com o professor Deiver em Cáceres. Muito bom ele ter colocado o nome a disposição. Sempre foi muito firme e sério. Não temos reitoria hoje. Já pedi agenda com o reitor duas vezes e sempre dizem que está viajando e se quero falar com a vice reitora. Precisamos de mais respeito com nossa instituição. Na última eleição votei no professor Rui, mesmo não o conhecendo, votei pq ele era da oposição. E nessa eleição, se o professor Deiver dor candidato mesmo terá meu voto e meu apoio.

EFEITO-PANDEMIA

Coronavírus vai matar reeleição de muitos prefeitos

Por 24/05/2020, 21h:27 - Atualizado: 24/05/2020, 22h:57

z� do patio 680

A Covid-19 deve matar o projeto de reeleição de muitos prefeitos, seja por causa de denúncias de irregularidades e má aplicação dos recursos à saúde, seja pela postura adotada em relação à pandemia. 

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2546