Blog do Romilson Cuiabá, 27 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Executivo

Silval diz que decisão foi difícil, mas que fica até o fim para concluir obras da Copa

Por 15/03/2014, 15h:45 - Atualizado: 18/03/2014, 09h:30

Tarso Nunes/Rdnews

silval_fica.jpg

Silval Barbosa entre os secretários de governo anuncia a permanência no cargo até dezembro

O governador Silval Barbosa (PMDB) anuncia a permanência no cargo até dezembro. Em coletiva de imprensa, o peemedebista informou que fica até o final do mandato, especialmente para entregar as obras da Copa do Mundo. "Não é simples tomar esta decisão de ficar, chega uma hora que a política toma conta da gente. Agradeço o vice (Chico Daltro) que teve compreensão e deu todo apoio". Segundo ele, ontem (13) comunicou sua decisão à Assembleia e ao TCE.

Silval foi empossado em março de 2010, no lugar de Blairo Maggi (PR), que deixou o governo para concorrer ao Senado. No mesmo ano, ele tentou a reeleição e conseguiu vitória, ainda no primeiro turno, vencendo Mauro Mendes (PSB) e Wilson Santos (PSDB). Após quase 5 anos no governo, diz que antes de tomar a decisão, conversou muito com amigos, aliados, sua família e partidos do seu grupo político. "Não é fácil ficar 22 anos na política e, depois, ficar sem fazer nada".

Embora o mandato sofra desgaste e seja alvo de críticas, especialmente nas áreas da saúde, segurança e educação, o Governo Silval deixará o legado da Copa para o Estado, além de obras importantes como o MT Integrado, responsável pela pavimentação asfáltica de 44 municípios, com mais de 1.200 km de asfalto, a construção da Arena Pantanal e a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos. Há ainda a ampliação do aeroporto Marechal Rondon, obras que fazem parte do "pacote" de ações para viabilizar o Mundial este ano. 

"Não é fácil ficar 22 anos
na política e, depois, ficar
sem fazer nada", diz Silval

A decisão de Silval foi anunciada um dia antes do prazo previsto pelo peemedebista: amanhã (15). O posicionamento já era aguardado. De todo modo, a resposta do governador ajuda a definir melhor o cenário, já que situacionistas aguardavam a oficialização para dar sequência às articulações, com uma situação mais concreta. Quem sonhou assumir a vaga, mas vai continuar sendo vice é Chico Daltro (PSD), que vê cada vez mais longe a chance de disputar à sucessão de Silval. Além de Daltro, se articulam para concorrer, pelo bloco governista, o ex-vereador por Cuiabá Lúdio Cabral (PT), o ex-prefeito de Água Boa Maurição Tonhá e, caso deixe a magistratura, o juiz federal Julier Sebastião. O senador Pedro Taques (PDT), do bloco de oposição, deve lançar pré-candidatura até o final do mês.

Enquanto uns têm sonhos frustrados, a permanência de Silval é comemorada pelo deputado federal Wellington Fagundes (PR). Como o governador desistiu de concorrer ao Senado, o republicano se vê mais próximo de viabilizar seu nome para disputar a vaga. 

Histórico 

Nos últimos 15 anos, Silval é o primeiro governador a não renunciar para disputar o Senado. Em 2002, Dante de oliveira (PSDB) (falecido) encarou as urnas, mas acabou sendo derrotado. Ficou em 3º lugar, com 439.798 votos. Na época eram duas vagas disponíveis, na qual foram eleitos Jonas Pinheiro (pelo antigo PFL, hoje DEM) com 612.965 votos, e Serys Marly (à época do PT, hoje PTB) com 575.539 votos. Depois foi a vez de Blairo Maggi ao encerrar seu segundo mandato para buscar cadeira no Senado. Diferentemente de Dante, o republicano obteve êxito e chega, neste ano, na metade do mandato de oito anos. Foi o candidato mais bem votado, com 1.073.039 votos.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • tesM | Sábado, 15 de Março de 2014, 14h57
    2
    1

    Certíssimo o governador..., Quero sugerir pra ele ser o nosso futuro Prefeito de Cuiabá, sucedendo o Mauro Mente. Com tantas obras que ele fez dentro do municio de Cuiabá, e nem prefeito ele é, muito justo dar prosseguimento como prefeito em 2016. - Se faz obras tem que reclama, mas não reclama de quem não faz e tem a obrigação de fazê-las dentro de Cuiabá e não faz. - O povo pediu, governador atendeu. Queriam que as obra do VLT começassem dos bairros para o centro, hoje está sendo colocados no coxipo os trilhos como pediram, mas, já tem quatro apresentadores de TV que ta com inveja ciumenta dos trilhos lá no coxipo. ( é o meu comentário).

  • Dornele$ | Sábado, 15 de Março de 2014, 10h32
    0
    0

    Enquanto isso, na sala da liga da justiça, alguém da AL, ficou seu o pé de meia. Enquanto isso, esse tal Nininho deita e rola na MT que liga Primavera do Leste até Rondonópolis. Ganhando dinheiro como água, sem fazer nada!

  • joaoderondonopolis | Sábado, 15 de Março de 2014, 09h20
    0
    2

    Uma administração pífia desta acontece no planeta a cada 1.000 anos e aconteceu justamente em MT porque será? Estamos contando nos dedos o final de seu mandato que acontecerá no dia 31.12.2014 que vai parecer um século. O TCE já adiantou que o jogo não termina no apito final. Será que ele entendeu o recado?

ELEIÇÃO AO SENADO

Julinho prestes a jogar a toalha

Por 26/05/2020, 16h:59 - Atualizado: 26/05/2020, 17h:03

Rodinei Crescêncio/Rdnews

julio campos 680

Julio Campos (DEM) não admite publicamente, mas, em conversa reservada com os mais próximos, já fala em jogar a tolha sobre eleição suplementar ao Senado.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Filpo | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 20h53
    2
    5

    Por duas razões o grupo de jc acha que ele não deve tirar o time de campo: primeiro é que ele está bem pontuado e, segundo, eles acham os principais competidores são relativamente fracos, irão dividir votos no nortão, e perderão nas principais das demais regiões para ele. São favas contadas.

  • Leonardo | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 18h42
    9
    2

    Tá igual o irmão dele, só monta em cavalo já arriado! Kkkkk

MESA DA ASSEMBLEIA

Negociação de Bezerra para Max abrir caminho à Janaina Riva

Por 26/05/2020, 10h:42 - Atualizado: 26/05/2020, 10h:47

carlos bezerra 680

O cacique do MDB, deputado Carlos Bezerra, entrou no circuito para convencer Max Russi (PSB) a desistir de vez da disputa à Primeira-Secretaria da próxima Mesa da Assembleia.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Lulu | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 18h26
    7
    3

    E José Riva volta a ser o ordenador de despesas da Casa Cidadã....

  • Critico | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 16h33
    1
    0

    Critico, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • DE OLHO | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 15h25
    15
    6

    O FRUTO NÃO CAI LONGE DO PÉ !! vejam quem é o pé da JANAINA.

ARTICULAÇÃO

A investida de um suplente para se tornar secretário de Estado

Por 25/05/2020, 18h:27 - Atualizado: 25/05/2020, 18h:30

oscar bezerra 680

Com a desistência de Faissal Calil do comando da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação e retorno à cadeira na Assembleia, o primeiro-suplente Oscar Bezerra perdeu espaço e ficou sem perspectiva para viabilizar sua candidatura a prefeito de Juara.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Roberto | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 09h06
    3
    5

    Efa Forte, comente sobre a gestão desta família aí em Juara. Luciane Bezerra fez um bom trabalho a frente da Prefeitura?

  • Efa Forte | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 07h53
    9
    1

    Esse cidadão acabou com a carreira política da sua esposa. Nem sei como consegui dormir. Agora quer ser prefeito novamente. É brincadeira esse nosso Mato Grosso. E ainda vai ganhar, pois são muito ricos.

  • Comentarista | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 19h13
    1
    3

    E eu achando que era o adjunto que queria ser

Rondonópolis

Vice nega elo com ex-filiado que denuncia prefeito e vereadores

Por 25/05/2020, 11h:32 - Atualizado: 25/05/2020, 11h:42

ubaldo vice-prefeito 680

O vice-prefeito de Rondonópolis, empresário Ubaldo Tolentino de Barros, que já está no quarto partido em menos de 10 anos de vida pública, tratou de se antecipar, aplicando "vacina" em si próprio,  sobre uma denúncia grave feita pelo radialista e apresentador de TV, Waldemir Costa, contra o prefeito Zé do Pátio e vereadores.

Postar um novo comentário

INSTITUTO FEDERAL

Na disputa à Reitoria, uma ameaça à hegemonia de um antigo grupo

Por 24/05/2020, 22h:39 - Atualizado: 25/05/2020, 07h:33

deiver alessandro ifmt 680

Apoiado pelas chamadas bases de servidores com sentimentos de mudanças, o professor Deiver Alessandro Teixeira, diretor-geral do Campus do IFMT Cuiabá Bela Vista, se tornou uma ameaça à hegemonia do grupo do reitor Willian de Paula, que comanda o Instituto Federal de Mato Grosso há mais de duas décadas, ainda da época da escola técnica e CEFET.

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • Giuliano Robledo | Terça-Feira, 26 de Maio de 2020, 21h18
    1
    0

    Sempre ouvi falar muito bem do trabalho do Professor Deiver e da Equipe do Bela Vista e tenho comprovado toda a boa fama nas mídias e redes sociais e a notoriedade entre os colegas conhecidos. Parabéns Professor Deiver pela iniciativa de pré-candidatura!

  • Carlos Costa | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 23h55
    0
    0

    Carlos Costa, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • gislaine.costa2022 | Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020, 22h38
    7
    3

    E vamos de Deiver! A eleição não será fácil. A máquina sempre jogou pesado nas eleições. Olhem as portarias. Tem remoção de servidor acontecendo mesmo com as atividades suspensas! Vamos ficar de olho.

EFEITO-PANDEMIA

Coronavírus vai matar reeleição de muitos prefeitos

Por 24/05/2020, 21h:27 - Atualizado: 24/05/2020, 22h:57

z� do patio 680

A Covid-19 deve matar o projeto de reeleição de muitos prefeitos, seja por causa de denúncias de irregularidades e má aplicação dos recursos à saúde, seja pela postura adotada em relação à pandemia. 

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2546