Blog do Romilson Cuiabá, 24 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Palácio Paiaguás

Silval é o 3º vice pós-divisão a assumir cadeira de governador


Silval Barbosa, que toma posse em solenidade nesta quarta, é mais um vice que vira governador por 8 meses
Foto: Josinei Moreira

   Silval Barbosa, que completa 50 anos de idade no próximo dia 26, é o 11º a ocupar a cadeira de governador e o terceiro vice que assume a condição de chefe do Executivo para conclusão do mandato nos últimos 30 anos, desde o processo de divisão territorial, que se efetivou em 1979 com o surgimento do vizinho Mato Grosso do Sul. Nestas três décadas, Mato Grosso esteve sob Frederico Campos (79/83), que foi nomeado, e os eleitos Júlio Campos (83/86), Carlos Bezerra (87/90) e Jayme Campos (91/94) e ainda os eleitos e depois reeleitos Dante de Oliveira (1995/2002) e Blairo Maggi (2003/2010). Nesta quarta, Silval toma posse como governador. Terá oito meses de mandato e sonha em continuar no cargo, já que disputará a reeleição. É o segundo peemedebista a conduzir um Estado que hoje possui cerca de 3 milhões de habitantes distribuídos em 141 municípios. O primeiro foi Bezerra.

   Dos anos 80 para cá, somente Jayme concluiu o mandato integralmente. Três vice foram privilegiados com a posse de governador devido à renúncia dos titulares para pleitear outros cargos eletivos. Wilmar Peres de Farias (já falecido), por exemplo, concluiu o mandato de Júlio. Edison de Freitas assumiu com a missão de finalizar a gestão Bezerra, mas sofreu acidente de ultraleve e se afastou do cargo a 30 dias de conclusão do mandato. Com isso, coube ao então presidente da Assembleia, assumir a cadeira no Palácio Paiaguás. Outro vice que virou governador foi Rogério Salles, que concluiu 8 meses do mandato de Dante. Agora, Silval fará o mesmo em relação ao governo Maggi.

  Depois de ocupar por 9 vezes a cadeira de governador, Silval se efetiva como chefe do Executivo. Ele é bacharel em Direito e empresário. Começou na vida pública há 18 anos, quando se elegeu prefeito de Matupá (a 695 km ao Norte de Cuiabá), município que surgiu com a abertura da rodovia Cuiabá-Santarém. Ele participou do processo de colonização de algumas cidades da região. Ainda pelo PTB, se elegeu deputado estadual em 98 e se reelegeu, em 2002, pelo PMDB, com discurso em defesa de nova divisão territorial de Mato Grosso. Exerceu os cargos de primeiro-secretário e de presidente da Assembleia. No pleito de 2006, saiu das urnas como vice-governador.

Governadores de MT antes e pós-divisão territorial
Antônio Maria Coelho (General) - 1889/1891
Frederico de Sampaio Ribeiro (Coronel) - 1891
José da Silva Rondon (vice-governador) - 1891
João de Medeiros Mallet (coronel) - 1891
Manoel José Murtinho - 1891/1898
Antônio Corrêa da Costa - 1895/1898
Antonio Cesário de Figueiredo - 1898/1899
Antonio Leite de Figueiredo - 1899
Antônio Pedro Alves de Barros - 1899/1903
Antônio Paes de Barros (coronel) - 1903/1906
Pedro Leite Osório (Vice-presidente) - 1906/1907
Generoso Ponce (Coronel) - 1907/1908
Pedro Celestino Corrêa da Costa (Vice-presidente) - 1908/1911- 1922/1924
Joaquim Costa Marques - 1911/1915
Caetano Albuquerque (General) - 1915/1917
Camilo Soares - 1917
Cipriano da Costa Ferreira - 1917/1918
Francisco de Aquino Correia (Bispo) - 1918/1922
Estevão Alves Correia (Vice-presidente) - 1924/1926
Mário Correia da Costa - 1926/1930
Aníbal de Toledo - 1930
Sebastião Leite (Major) - 1930
Antônio Mena Gonçalves - 1930/1931
Arthur Macial - 1931/1932
Leônidas Mattos - 1932/1934
César de Mesquita Serva - 1934/1935
Fenelon Müller - 1935
Newton Deschamps Cavalcanti (General) - 1935
Mário Correia da Costa - 1935/1937
Manuel Ary Pires (General) - 1937
Júlio Muller - 1937/1945
Olegário Moreira de Barros - 1945/1946
José Marcelo Moreira - 1946/1947
Arnaldo Estevão de Figueiredo - 1947/1950
Jary Gomes - 1951
Fernando Corrêa da Costa - 1951/1956- 1961/1966
João Ponce de Arruda - 1956/1961
Pedro Pedrossian - 1966/1971
José Fragelli - 1971/1975
José Garcia Neto - 1975/1978
Cássio Leite de Barros - 1978/1979
Frederico Campos - 1979/1983
Júlio Campos - 1983/1986
Wilmar Peres (Vice-governador) - 1986/1987
Carlos Bezerra - 1987/1990
Edison Freitas (Vice-governador) - 1990/1991 (afastou-se do cargo por 30 dias devido a um acidente de ultraleve)
Moisés Feltrin (presidente da Assembleia) - 1991
Jayme Campos - 1991/1995
Dante Martins de Oliveira - 1995/2002
Rogério Salles - 2002
Blairo Maggi - desde janeiro de 2003
Silval Barbosa - a partir deste 31 de março

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • francisco delmondes bentinho | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 23h13
    0
    0

    Nesta relação houve o esquecimento do então deputado estadual e presidente da Assembléia, Humberto de Melo Bosaipo, que assumiu o governo do estado por um curto período de tempo. Que se pesquise e faça a devida correção.

  • Vinícius Araújo | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 07h42
    0
    0

    Só para lembrar que Silval é o terceiro Governador a exercer o mandato com filiação no PMDB. Os outros foram Carlos Bezerra (1987-1990) e Edison de Freitas (1990-1991). Silval é o quarto vice-governador a assumir no pós-divisão. Tivemos Wilmar Perez (1986-1987), Edison de Freitas (1990-1991) e Rogério Salles (2002).

  • Professorde geografia | Quarta-Feira, 31 de Março de 2010, 07h28
    0
    0

    engraçado foi o terceiro vice a assumir a pós divisão, e também o primeiro que defendeu uma nova divisão, será reprovado nas urnas

EM CUIABÁ

PSB deixa Emanuel e espera sim do Paiaguás para fechar com França

Por 24/09/2020, 09h:54 - Atualizado: 01h atrás

adilson levante 680

O PSB pulou do palanque à reeleição do prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro, deixou a chapa de 38 candidatos a vereador numa saia-justa e está esperando sinalização do Palácio Paiaguás para ver se fecha mesmo aliança com Roberto França (Patriota).

Postar um novo comentário

VISITA

Ministra em agenda do agro em Cuiabá

Por 23/09/2020, 22h:46 - Atualizado: 23/09/2020, 22h:50

tereza cristina 680

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) visita Cuiabá na próxima segunda (28).

Postar um novo comentário

SOJICULTORES

Aprosoja vai renovar diretoria e, por enquanto, um se lança à presidência

Por 23/09/2020, 20h:01 - Atualizado: 23/09/2020, 20h:07

fernando cadore 680

Com cerca de 7 mil associados, a Aprosoja-MT, entidade que representa a categoria de sojicultores que detém o maior peso da economia estadual, escolherá seu novo presidente e outros 11 da diretoria em 9 de novembro.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Caio Oliveira | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 21h06
    3
    0

    Aproenoja...

  • Jose | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 20h55
    3
    1

    A aprosoja ao invés de se preocupar com as queimadas fica fazendo propaganda pra reforma administrativa

PLANTAÇÃO E COLHEITA

A estratégia de Mauro para 2021

Por 23/09/2020, 15h:25 - Atualizado: 23/09/2020, 15h:30

mauro mendes 680

Independente da busca ou não da reeleição, Mauro Mendes está convicto de que, a partir do próximo ano, irá elevar a popularidade, inclusive em setores, como do funcionalismo público e do agronegócio, que torceram o nariz e fizeram protesto contra o governo por causa das reformas implementadas.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Marlan | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 20h15
    3
    6

    ...QUE OS ANJOS DIGAM AMEM...

  • Rafael | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 19h34
    9
    4

    Oportunista.... Usou do poder público para ressuscitar as suas empresas.... O povo tá de olho...

  • O ATALAIA | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 19h27
    11
    4

    Se não fosse em época de campanha política já era dificil de acreditar. Como MM tem. Interesse na eleição de seu senador e de prefeito aí, fica muito difícil de o eleitor acreditat, aliás, ele, ja tem a fama de prometer durante a campanha e virar as costas apos vitória. Quem quiser acredite!...

MARKETING ELEITORAL

Efeito-Selma afasta candidatos do marqueteiro Brasa; veja contratados

Por 23/09/2020, 07h:34 - Atualizado: 23/09/2020, 07h:39

junior brasa 680

Mesmo com o mercado do marketing eleitoral aquecido em MT com duas campanhas majoritárias paralelas, de prefeito e de senador, Junior Basa, até então bastante requisitado, não fechou contrato ainda com nenhum dos principais candidatos.

Postar um novo comentário

TUDO DE NOVO

Nova votação do relatório da CPI na 5ª e base do prefeito tem desfalque

Por 22/09/2020, 20h:31 - Atualizado: 22/09/2020, 20h:36

chico 2000

A nova votação em plenário do relatório da CPI do Paletó pode acontecer já na quinta (24) e, desta vez, em pleno período eleitoral e sob risco do prefeito investigado Emanuel Pinheiro ter um voto a menos entre os vereadores. É que Chico 2000 saiu de licença e o substituto Ralf Leite está impedido pela Justiça de assumir a cadeira.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Francisco Antonio de Almeida | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 09h40
    4
    1

    É hora destes vereadores pensarem melhor e refazer seus votos pela aplicação da moralidade e derrubada da corrupção. Orgulhen-se de um dia poderem contar aos seus filhos que lutaram por um Cuiabá e um BRASIL melhor.

  • carol dantas | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 08h42
    3
    0

    companheiro é companheiro.. e fdp é fdp !

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2605