Blog do Romilson Cuiabá, 20 de Janeiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Silval "manda" Crea cobrar engenheiros e afirma que as obras tem 5 anos de garantia

Por 26/02/2014, 08h:55 - Atualizado: 26/02/2014, 11h:55

O governador Silval Barbosa (PMDB) não escondeu o incômodo com o relatório técnico do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) que apontou má qualidade das obras de mobilidade urbana para Copa deste ano. Diante disso, o peemedebista jogou a responsabilidade para o Crea ao afirmar que todos os engenheiros, desde a elaboração dos projetos a execução das obras, são credenciados pelo Conselho. “Quem tem que cobrar a qualificação desse povo (engenheiros) é o Crea”, disparou o governador.

Acontece que na última terça (18), o Crea concluiu que as obras apresentam baixo padrão de acabamento, anomalias estruturais, de drenagem, sinalizações, nos itens de acessibilidade, geométricas, de processos construtivos, de planejamento e concepção de projeto. A trincheira Santa Rosa, por exemplo, é uma das interferências urbanas que mais preocupam devido à existência de rachadura de 0,70mm (anomalia).

Diante dos apontamentos do Crea, o governador tentou amenizar a situação e explicou que as 60 obras, que estão sendo feitas em Cuiabá e Várzea Grande, tem 5 anos de garantia, ou seja, as empresas, caso sejam identificadas falhas, terão que fazer reparos durante este período. É o que está acontecendo no asfalto próximo à Ponte Engenheiro Quidauguro Fonseca, inaugurada há 4 meses, onde ocorreu um problema na drenagem. “Onde deu problema com certeza já estão arrumando”, garante Silval. 

O chefe do Executivo explana ainda que vai entregar todas as obras da Matriz de Responsabilidade da Fifa - Arena Pantanal e seu entorno, Aeroporto Marechal Rondon, Fifa Fan Fest, Centros Oficiais de Treinamento (COT) e o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) - e parte das de mobilidade urbana. “Iremos inaugurar o que for possível. Não vou estipular prazo”. Até agora, porém, a única obra que não ficará pronta em sua totalidade, é a do VLT.

Crea aponta existência de rachaduras e anomalias em obras

 

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • OLIVEIRA CUIABANO | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2014, 10h52
    4
    1

    ACONTECE QUE O GOVERNADOR TEM OS CONTRATOS COM AS EMPRESAS MUITO VAGO, NÃO FALA NADA DE GARANTIA DE 5 ANOS, ALEM DO MAIS NEM MENCIONA A LEI QUE DIZ QUE E RESPONSABILIDADE DAS EMPRESAS QUE EXECUTAM CONTRATOS COM O ESTADO NO PERIODO DE 5 ANOS, ALEM DO MAIS, OS ENGENHEIROS NÃO SÃO RESPONSAVEIS POR EXECUÇÃO TOTAL, QUEM E RESPONSAVEL SÃO AS EMPRESAS, ALEM DO MAIS O PROPRIO GOVERNO PEDE PARA AS EMPRESAS FAZER SERVIÇOS DE MA QUALIDADE PARA SOBRAR DINHEIRO. PERGUNTO A ESTE GOVERNO CADE AS EMPRESAS QUE FOI CONTRATADA PARA FISCALIZAR AS OBRAS? AI ELE TEM QUE COBRAR E DELAS A RESPONSAVILIDADE DE LIBERAR A FRENTE DE TRABALHO. CADE OS ENGENHEIROS DOS ORGÃOS QUE REPRESENTA O GOVERNO NÃO SÃO RESPONSAVEIS POR NADA?

  • José de Pinho | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2014, 10h49
    5
    1

    Fico pensando se o Silval é bobo ou muito mal assessorado. Toda obra tem garantia de 20 anos. Nos cinco primeiros o ônus da prova é do contratado e nos demais é do contatante. Agora, é interessante a forma como o governo trata a situação, ou seja: A obra feita com o nosso dinheiro pode ser inaugurada cheia de problemas, pois tem-se tempo a frente para arrumá-la. Governador, saiba que queremos obra para usufruir tão logo seja entregue e não para olhar ou ter medo de usar.

  • José de Pinho | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2014, 10h48
    4
    0

    Fico pensando se o Silval é bobo ou muito mal assessorado. Toda obra tem garantia de 20 anos. Nos cinco primeiros o ônus da prova é do contratado e nos demais é do contatante. Agora, é interessante a forma como o governo trata a situação, ou seja: A obra feita com o nosso dinheiro pode ser inaugurada cheia de problemas, pois tem-se tempo a frente para arrumá-la. Governador, saiba que queremos obra para usufruir tão logo seja entregue e não para olhar ou ter medo de usar.

  • Silva | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2014, 23h04
    5
    0

    Como Diria o Chaves... Como ele é Burro!!!! CREA não fiscaliza obras, e sim o exercicio da profissão...

  • joaoderondonopolis | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2014, 19h03
    6
    0

    Fiquei sabendo que o senador BM só é candidato se os outros candidatos da oposição não falarem nada na campanha sobre seu governo de 2003 a 2010, somente propostas.

  • Itamar machado. | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2014, 14h53
    4
    2

    o governador, daqui endiante eu fico mudo e surdo aguardando e torcendo para o sr completar sua missão até o final de seus dias no comado da copa do mundo e do mato grosso. deus o proteja.

  • marcos | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2014, 14h01
    14
    1

    O Governador de MT quer ser o cara das obras, do VLT depois que ele viu o que todos nos Cuiabanos e MTs já sabíamos o querido governador tentou colocar a culpa pela sua incapacidade na Brita, nas chuvas, na CAB-Cuiaba, na prefeitura agora o culpado e o Crea-MT, meu Deus a que ponto chegamos que renucie o mandato então.... foram 8 anos para executar essas malditas obras e só enrolaram pra fazer na modalidade RDC(Ruim Demais da Conta) que ate meu filho de 05 anos sabe como funciona, A cidade esta um caos e vai ficar pior pois essas obras liberadas pelas metadas não ajudam e nada... e isso ai vamos aprender votar...

  • João Moessa de Lima | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2014, 12h02
    12
    2

    Sr. Governador não transfira a responsabilidade a outrem, pois a má qualidade das obras é visível além de outros responsáveis como Secretário da Secopa e seus técnicos empresas responsáveis pela execução dos serviços em última instância o responsável é o Senhor que superior hierárquico a todos os demais. Com relação a garantia de 5 (cinco) anos previsto no artigo 618 do Código Civil Brasileiro não é da maneira que o Senhor pensa e declara o referido artigo deixa claro que a responsabilidade do executor da obra decai em 180 (dias) a partir do momento que o defeito vicio for constatado, desta forma os defeitos oras apontados caso não haja ação para reparo em até a seis meses os empreiteiros não precisarão mais corrigir. Na íntegra o que diz o artigo 618 CCB e seu parágrafo único. "Art. 618. Nos contratos de empreitada de edifícios ou outras construções consideráveis, o empreiteiro de materiais e execução responderá, durante o prazo irredutível de cinco anos, pela solidez e segurança do trabalho, assim em razão dos materiais, como do solo. Parágrafo único. Decairá do direito assegurado neste artigo o dono da obra que não propuser a ação contra o empreiteiro, nos cento e oitenta dias seguintes ao aparecimento do vício ou defeito."

  • joao | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2014, 11h17
    12
    1

    É uma vergonha governador dizer que as obras têm garantia de 5 anos, pois não estão durando uma semana após a inauguração e liberação. Não se sabe o porque não dispensá-las, livrando prejuízos para a população que vai pagar.

  • tit | Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2014, 11h09
    7
    1

    SILVAL faça como Dilma, importE Engenheros de Cuba!!! O PORTO FICOU UMA MARAVILHA!!!

FRAUDES E CASSAÇÃO

Ex-vereador alertou Selma ainda no início da campanha sobre cassação

Por 20/01/2020, 20h:13 - Atualizado: 02h atrás

Rdnews/arquivo

yuri bastos 680

O ex-vereador por Cuiabá, ex-diretor da extinta Secopa e ex-presidente do MT Saúde, Yuri Bastos Jorge, uma figura emblemática, encrencada com a Justiça e que hoje está entregue ao ostracismo político, foi o primeiro a alertar Selma Arruda sobre o risco de cassação.

Postar um novo comentário

TRIBUNAL DE CONTAS

2 desafios de Maluf na presidênica

maluf 680 tce

Com menos de um ano no quadro vitalício de conselheiro, Guilherme Maluf está determinado a cumprir, na presidência do Tribunal de Contas do Estado, dois grandes desafios. E inicia este trabalho já na próxima semana.

Postar um novo comentário

PALÁCIO PAIAGUÁS

Mauro inicia 2º ano sem trocar staff; Taques mudou 7 no mesmo período

Por 20/01/2020, 10h:18 - Atualizado: 20/01/2020, 10h:27

mauro mendes posse 680

Mauro Mendes (DEM) entra o segundo ano de mandato sem promover uma mudança no secretariado. Todos 16, incluindo os que tocam a PGE e a Controladoria, estão nos postos desde 1º de janeiro de 2019.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • andreia | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 15h19
    0
    0

    Jesus não agradou todo mundo, mas a sec. marioneide, vem desenvolvendo um trabalho, não é facil pegar as escolas todas arrebentada, aos poucos vai se arrumando, temos que ter esperança.

EFEITO-CASSAÇÃO

Selma, casarão em Chapada e risco de ficar mais pobre do que entrou

Por 19/01/2020, 19h:16 - Atualizado: 19/01/2020, 19h:20

casa selma chapada 680

Casarão de Selma Arruda, no Bom Clima, em Chapada dos Guimarães, avaliado por ela, em 2018, por R$ 600 mil

A senadora cassada Selma Arruda, dona de três imóveis, entre eles uma mansão em Chapada dos Guimarães, pode ficar mais pobre do que entrou na vida pública se tiver que pagar solidariamente, com os dois suplentes, pelos custos da eleição suplementar, que acontece em 26 de abril.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • jj | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 09h43
    14
    0

    isso ai deveria valer pra todos os politicos, quantos e quantos faz o que ela fez e ta bem ai de boa, e os 5 conselheiros do tribunal de faz de contas, que estao afastados entre aspas e recebendo altos salarios, isso tbem é uma vergonha.

  • Fernandes | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 09h35
    18
    1

    Nós servidores públicos devemos nos unir e votar em candidatos que não são do agro, pois eles defendem a isenção fiscal dos seus amigos e parceiros , e a conta disso tudo recai sobre nós servidores com alíquotas que já beiram 14,25%, recebendo nossa remuneração parcelada e em atraso!

  • Gilston | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 08h03
    19
    3

    Tem que ser no rigor da leis, não era assim que ela agia? Então ela tem que pagar esta despesa que ela mesma fez ao cometer seu crime. Não o povo.

BR-163

Governo fecha em 2021 todo trecho duplicado Cuiabá-Rondonópolis

Por 19/01/2020, 11h:21 - Atualizado: 19/01/2020, 11h:32

br-163 680

Mesmo com o trecho da BR-163, entre Cuiabá e Rondonópolis, entregue à concessionária Rota do Oeste, inclusive com três praças de pedágio, o governo federal segue o trabalho de duplicação.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • JHOY | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 18h00
    0
    0

    NÓÓÓÓÓSSA. ESSA DUPLICAÇÃO COMEÇOU NO SÉCULO, NO MILÊNIO PASSADO.

  • Juscelino Ribeiro | Domingo, 19 de Janeiro de 2020, 12h39
    6
    0

    E O Trecho do Distrito Industrial de Cuiabá até o Rosário Oeste, é de responsabilidade de quem duplicar ?. Lá também se cobra pedágio e a rodovia é muito ruim.

GOVERNO DE MT

Após reformas, outra pauta-bomba

Por 18/01/2020, 18h:06 - Atualizado: 18/01/2020, 18h:14

Tchelo Figueiredo

mauro mendes 680

Vem mais uma pauta-bomba aí.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Luciano | Domingo, 19 de Janeiro de 2020, 16h13
    1
    0

    Alencar seja menos ingênuo. Esse governador não faz nada de graça. Ele trabalha para lobistas. Nesse angu tem caroço.

  • Alencar | Domingo, 19 de Janeiro de 2020, 07h58
    2
    3

    Tem que aprovar. Estão acabando com os peixes do nossos rios.

  • Davi | Sábado, 18 de Janeiro de 2020, 19h45
    10
    3

    Aí tem coisa. Quem vai vender peixe no estado? Quem está por trás do governador?

  • Davi | Sábado, 18 de Janeiro de 2020, 19h44
    12
    3

    MM só trabalha para lobistas. Já tem uma empresa amiga para fornecer peixe no Estado a "convite" do MM.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2478