Blog do Romilson Cuiabá, 25 de Fevereiro DE 2021 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

INFRAESTRUTURA

Sob escândalo, Vilceu deve "cair"; Alexandre e Sampaio vão juntos

29/04/2010, 11h:57 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:26

Vilceu Marchetti, da Infraestrutura   O escândalo sobre compra superfaturada de 408 caminhões e quase 300 máquinas pesadas no governo Blairo Maggi, ao custo de R$ 241 milhões, deve levar o governador Silval Barbosa a exonerar todo o staff da secretaria de Infraestrutura, antes mesmo do desgaste complicar sua pré-campanha à reeleição. A tendência é que o secretário Vilceu Marchetti "caia" até a próxima semana, assim como o adjunto Alexandre Correa de Mello e o superintendente de Manutenção e Operação de Rodovias Valter Sampaio. Foi a pasta de Infraestrutura quem montou todo o processo, com discriminação de equipamentos, quantidades, marcas e valores. Coube à Administração, sob Geraldo de Vitto, promover o pregão, enquanto a Fazenda, então conduzida por Eder de Moraes, providenciar o pagamento, inclusive à vista.

    Silval já conversou com Nilton de Brito, servidor de carreira e que já exerceu várias funções dentro da Infraestrutura, para vir a substituir Vilceu. Ex-diretor de Manutenção, Brito trabalha hoje na assessoria em Brasília do diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), Luiz Antonio Pagot. O Palácio Paiaguás está preocupado com o desgaste gerado pelos indícios de irregularidades do processo milionário conduzido por Vilceu e equipe. A denúncia de superfaturamento de maquinário ganhou destaque em todo país. O Jornal Nacional, da TV Globo, por exemplo, deu ênfase ao assunto no seu telejonal desta quarta (28). O Ministério Público já entrou nas investigações. Enquanto a oposição começa a propagar o escândalo como uma arma para desconstruir o governo Maggi e tentar atingir Silval, que busca a reeleição, o Paiaguás argumenta que o ex-governador já tinha acionado a Auditoria-Geral e a Procuradoria-Geral do Estado para apurar indícios de irregularidades e pedir apuração dos fatos ao MP.

     Ex-prefeito de Primavera do Leste e ex-presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios, Vilceu se vê acuado. Busca justificativas, enquanto passou a ser visto com desconfiança tanto por Maggi, que o nomeou na época em substituição a Pagot, quanto por Silval, que o manteve por causa de um pedido pessoal do próprio ex-governador. O clima na Infraestrutura é de tensão.

   O maquinário foi adquirido pelo Estado a partir de empréstimo de quase R$ 300 milhões junto ao BNDES. Depois, os equipamentos foram entregues todas as 141 prefeituras mato-grossenses. Para o MPE, os preços foram superfaturados. O que chamou atenção no documento da licitação, por exemplo, é que quatro fornecedores cobraram o mesmo preço por cada caminhão: R$ 246.315, mas, nas concessionárias, um caminhão do mesmo modelo custa bem menos. Numa outra loja, o preço é ainda mais baixo. A própria auditoria feita pelo governo estadual constatou que a diferença de preços ultrapassa os R$ 26 milhões. A Delegacia Fazendária também abriu inquérito para investigar os indícios de crimes de fraude à licitação e peculato.

    Propina

   Há denúncias de que as empresas vencedoras da concorrência pública teriam que aumentar o valor para compensar o que gastariam com suposto pagamento de propina. Eder de Moraes, agora na Casa Civil, admitiu que o valor que o Estado pagou a mais está sendo devolvido pelas empresas. Diz já ter sido recuperado aos cofres públicos mais de R$ 6 milhões.

Postar um novo comentário

Comentários (59)

  • Fbio Cunha | Sexta-Feira, 30 de Abril de 2010, 14h16
    0
    0

    Bem feito Vilseu, pra vc aprender que vc e o BM nao sao Deus que tudo podem, e quem ta fazendo suas casas cairem sao os proprios aliados seus que se debandaram para o lado do Mauro Mendes que dao valor a eles pq vcs nunca deram.

  • saldanha | Sexta-Feira, 30 de Abril de 2010, 07h21
    0
    0

    saldanha, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • EDGAR MARQUES | Sexta-Feira, 30 de Abril de 2010, 00h03
    0
    0

    VERGONHA NACIONAL, VERGONHA NACIONAL, VERGONHA NACIONAL, NÃO E A PRIMEIRA VEZ QUE COMPRAM MAQUINAS,SERA QUE DA OUTRA TAMBEM SUBEFATURARAM? CAIRAM NO MESMO ERRO, SO QUE AGORA A CASA CAIU, MATO GROSSO PASSA POR MAUS MOMENTOS,CADEIA NELES, ESSA EU QUERO VER..

NA ASSEMBLEIA

De volta pela 5ª vez nesta legislatura

Por 25/02/2021, 09h:15 - Atualizado: 7min atrás

romoaldo junior 680

Aos 60 anos, 40 deles de vida pública, Romoaldo Júnior está de volta, pela quinta vez nesta legislatura, à cadeira de deputado. Aliás, nos últimos 24 meses, ele só ficou 20 dias na reserva, mesmo derrotado nas urnas de 2018.

Postar um novo comentário

APOIOS EXTERNOS

Queda-de-braço entre deputados na eleição da Ucmmat

Por 24/02/2021, 20h:07 - Atualizado: 24/02/2021, 20h:07

bruno rios ucmmat 680

O processo eleitoral na Ucmmat, que terminou hoje com a vitória à presidência do vereador e advogado Bruno Rios (PSB), por uma diferença de 13 votos, se transformou numa queda-de-braço entre deputados estaduais e federais.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Chico Bento | Quinta-Feira, 25 de Fevereiro de 2021, 08h38
    0
    0

    Botelho, Janaina e Emanuelzinho apoiando Edcley, por isso perdeu. Logo os deputados mais malhados de MT.

PROJEÇÃO POLÍTICA

Investida no novo presidente da AL

Por 24/02/2021, 16h:25 - Atualizado: 24/02/2021, 16h:25

Rdnews/arquivo

max russi 680

Agora presidente da Assembleia, Max Russi (PSB), que se identifica como "deputado social", aos 45 anos, quer chegar a postos mais importantes na vida pública.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Bainho | Quinta-Feira, 25 de Fevereiro de 2021, 08h43
    0
    0

    Agnello, indicar para uma pessoa estudar é preconceito? Como? Aposto que vc seja de ideologias da esquerda.

  • Heleno | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2021, 19h28
    3
    3

    Primeiro tem estudar, como vai ser governador sem estudo?

CONTRATO EMERGENCIAL

Governo freta avião para transportar indígenas em MT

Por 24/02/2021, 12h:59 - Atualizado: 24/02/2021, 12h:59

indios kayapo 680

Quem pensa que índios da etnia Kayapó, na região de Colíder (Nortão), não viajam de avião está enganado. Com autorização do Ministério da Saúde, um monomotor, às custas da União, está agora à disposição dos indígenas para atender casos emergenciais de saúde.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Chico Bento | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2021, 15h34
    4
    0

    Enquanto isso o trabalhador que produz e paga impostos, tem de viajar durante mais de 24 horas num busão para se deslocar de sua cidade à Cuiabá atrás de um atendimento no hospital de Câncer, ortopedia, exames que só fazem na capital, etc.

INFRAESTRUTURA

Mais 2 mil km de concessão de rodovias

Por 23/02/2021, 14h:54 - Atualizado: 23/02/2021, 14h:55

Mayke Toscano

mauro mendes 680

O governo estadual já promoveu a concessão de quase mil km de rodovias e planeja entregar, até final do próximo ano, mais dois mil km à iniciativa privada.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Realista mais realista que o rei | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2021, 08h46
    6
    0

    "Bão demax" isso! O estado entra com a realização da obra paga com os impostos de nos contribuintes, e depois passa para alguém lucrar horrores cobrando mais uma vez desse contribuinte tão surrupiado. Brasil acorda!

  • Caio junior | Quarta-Feira, 24 de Fevereiro de 2021, 07h59
    8
    0

    REFAZENDO COMENTARIO: MAURO PEDAGIO MENDES.

  • Caio junior | Terça-Feira, 23 de Fevereiro de 2021, 16h43
    2
    0

    Caio junior, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

DIVERGÊNCIAS

Na bronca com o cacique do MDB

Por 23/02/2021, 13h:10 - Atualizado: 23/02/2021, 13h:10

juarez costa 680

As divergências entre líderes regionais do MDB não devem cessar tão cedo.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2674