Blog do Romilson Cuiabá, 04 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

TROCO NAS URNAS

Sob gozação de “senador sem voto”, Medeiros sai das urnas como o 2º mais voto a federal por MT

Com 82.528 votos, parlamentar silencia os críticos e surpreende os céticos

Por 27/10/2018, 16h:20 - Atualizado: 28/10/2018, 11h:49

Desacreditado pelas lideranças e boicotado antes e durante praticamente todo processo eleitoral, zombado por petistas que, numa campanha sistemática para queimá-lo, chamavam-no de “senador sem voto” e de “sem noção”, além de acusá-lo de “fraudar ata”, José Medeiros emergiu das urnas como uma força política autônoma. Calou a boca dos críticos e surpreendeu os céticos.

jose medeiros 250

Deputado eleito José Medeiros em carreata

Sem estrutura de campanha e concorrendo pelo nanico Podemos, Medeiros foi o segundo mais votado em Mato Grosso, conquistando cadeira de deputado federal com 82.528. Os chamados votos espontâneos “brotaram” de todos os 141 municípios. Quase todos de eleitores que querem renovação na política e passaram a admirá-lo pela retidão, pela postura firme no Senado, especialmente no combate à quadrilha que se formou em torno do PT que, sob Lula e Dilma no Planalto, quebrou e afundou o país na corrupção. Milhares acompanham suas atividades nas redes sociais.

Na primeira tentativa a cargo eletivo, em 2006, Medeiros só obteve 8.175 votos à Câmara Federal, pelo PPS. Policial Rodoviário Federal em Rondonópolis, ele passou a atuar nas articulações políticas como membro da Executiva da legenda socialista. Em 2010, foi indicado primeiro-suplente de Pedro Taques ao Senado. A chapa saiu vitoriosa e, quatro anos depois, Taques renuncia para se tornar governador, levando Medeiros a ganhar de presente os quatro anos de mandato. E se tornou uma das poucas vozes no Congresso a enfrentar o petismo. Conviveu com briga jurídica fraticida com o empresário de Sinop, Paulo Fiúza (PV), que alega ser dono da primeira-suplência e sustenta tese de fraude na ata de 2014, com alternância dos nomes na hora da homologação do documento na Justiça Eleitoral. Já na pré-campanha à reeleição ao Senado, Medeiros é surpreendido com a decisão do TRE-MT, que cassou o seu mandato e mandou empossar Fiúza de imediato. Abatido, desistiu da recandidatura e apostou as fichas na disputa à Câmara. Em outra frente, recorreu ao TSE e conseguiu suspender a decisão do TRE, prosseguindo no cargo até hoje.

Votação

As maiores votações de Medeiros, defensor intransigente do presidenciável Bolsonaro, vieram justamente dos três principais colégios eleitorais, sendo Cuiabá (17.436), Rondonópolis (17.131) e Várzea Grande (7.239). Mesmo em municípios não visitados pelo senador no decorrer na campanha, obteve-se boa votação.

Proporcionalmente, Medeiros “abocanhou” mais votos em Guiratinga, no Sul do Estado. Ali, na origem, chegou aos 1.570, o que representa 32,9%. Explica-se: hoje aos 48 anos, o potiguar de Caicó não nega a infância de garoto pobre e sofrido. Viveu parte da infância no distrito de Vale Rico, em Guiratinga.

Medeiros também conquistou 11% dos votos válidos (170) na vizinha Tesouro. Até mesmo do Araguaia, o senador do Podemos saiu com votação expressiva. Em Barra do Garças obteve 1.150 e outros 1.238 em Nova Xavantina.

Em vários municípios, contabilizou acima de mil voto, como em Campo Verde (1.093), Jaciara (1.865), Juína (1.168), Lucas do Rio Verde (1.099), Nova Mutum (1.285) e Pontes e Lacerda (1.048).

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Maria Elizabeth Freitas | Quarta-Feira, 09 de Janeiro de 2019, 14h48
    0
    0

    Ele é muito bom mesmo, vai melhorar, vai ficar ótimo

  • Paulo Costantin Nopla. | Terça-Feira, 30 de Outubro de 2018, 14h22
    2
    0

    Sem "Puxa saquismo". O Zé Medeiros mereceu ser eleito. Foi um excelente estrategista. Viu que seria muito dificil,sua eleição como senador, então optou humildemente,descer um degraú,e se candidatar a uma vaga de dep.federal. Foi tiro na mosca. Foi eleito com sobra. Vai continuar com visibilidade,por mas 04 anos,podendo até,e com muita moral,concorrer a vaga de prefeito de Rondonópolis,com chances de ser eleito. Essa HUMILDADE,faltou ao gov. Pedro Taques.Que mesmo vendo sua imagem muito arranhada,mesmo assim foi tentar a reeleição a governador do estado. Deu a lógica! não foi eleito. Talvez se tentasse, a dep.federal,teria chance de se eleger,e continuar na atividade politica,e em Brasilia.

  • Iracema Pereira da Silva | Domingo, 28 de Outubro de 2018, 16h33
    7
    2

    Esse tem todo o meu respeito. Parabéns Deputado.

COMPOSIÇÃO POLÍTICA

2 sexagenários da política vão se unir na corrida a prefeito de Sinop

Por 04/07/2020, 10h:47 - Atualizado: 6min atrás

jorge yanai 680

A disputa pela Prefeitura de Sinop deve unir dois veteranos da política mato-grossense, o ex-deputado federal Roberto Dorner (Republicanos) e o suplente de senador Jorge Yanai (Podemos).

Postar um novo comentário

SAÚDE PÚBLICA

2 empresas vão tocar UTIs de hospitais regionais por R$ 31 mi

Por 04/07/2020, 09h:56 - Atualizado: 58min atrás

gilberto figueiredo 680

Após pregão eletrônico, feito em abril, a secretaria estadual de Saúde, sob Gilberto Figueiredo, contratou nesta semana duas empresas para tocar, por R$ 31,1 milhões, as UTIs de quatro hospitais regionais.

Postar um novo comentário

COVID-19

Presidente das Assembleias de Deus está entubado

Por 03/07/2020, 18h:02 - Atualizado: 03/07/2020, 18h:11

Gilberto Leite/Rdnews

Pastor da Assembleia de Deus Sebastiao Rodrigues

O pastor Sebastião Rodrigues de Souza, presidente das Assembleias de Deus em Mato Grosso, está entubado.

Postar um novo comentário

EFEITO-CORONAVÍRUS

Prefeito desiste do rodízio e ainda avalia se "estica" o toque de recolher

Por 03/07/2020, 13h:30 - Atualizado: 03/07/2020, 13h:34

emanuel pinheiro 680

O prefeito Emanuel Pinheiro anuncia ainda hoje a desistência do rodízio de veículos e ainda está avaliando se manterá a ideia de prolongar os horários do toque de recolher na Capital.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Dejamir Soares | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 19h53
    4
    1

    O Lockdown já é o extremo. Conselho: monte hospital de campanha e compre respiradores.

  • Marcio | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 13h45
    8
    0

    "Cachorro que tem 2 donos morre de fome"! Estamos perdidos...o foco é só um, diminuir a propagação...todas outras medidas são balelas sem eficácia!

PESAR

Morre de Covid-19 o pastor Rubens, vice da Assembleia de Deus em MT

Por 03/07/2020, 11h:34 - Atualizado: 03/07/2020, 18h:13

Rodinei Crescêncio

Rubens Siro de Souza

Morreu nesta sexta, aos 68 anos, vítima da Covid-19, o pastor Rubens Siro de Souza, vice-presidente da Convenção dos Ministros da Assembleia de Deus.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Wander Luis | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 17h06
    2
    15

    Euclides é mais sensato que todos os crentes, que se aglomeram rezando para o amiguinho invisível deles.

  • Marcos Jose | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 15h34
    9
    1

    Meus sentimentos a família do Pastor Rubens Siro. Triste. Muito triste. Perda forte para nossa Igreja Assembléia de Deus. Deus conforte a família neste momento de dor.

  • Coelho | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 14h51
    11
    4

    Homem de Deus 😔😔🙏

EM CUIABÁ

Rompido com prefeito Emanuel, vice tem toda equipe exonerada

Por 02/07/2020, 17h:45 - Atualizado: 02/07/2020, 18h:01

niuan ribeiro 680

O vice Niuan Ribeiro, que se tornou adversário político do prefeito da Capital Emanuel Pinheiro, ficou sem toda a estrutura de pessoal do gabinete.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Juliana Pereira | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 17h03
    2
    0

    Niuan você precisa mostrar serviço para os cidadãos de Cuiabá, tenho certeza que estes seus assessores são todos os seus amigos por isso que está tão revoltado com a demissão em massa, fora Niuan, O próximo a ser exonerado é você

  • Servidora Aposentada | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 17h00
    2
    2

    Queremos outro Vice Prefeito para ajudar Emanuel Pinheiro e não esse Niuan que só sabe receber e não trabalha

  • Os indignados | Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 16h59
    4
    0

    Emanuel Pinheiro agora vc acertou, quanto gastos desnecessários com estes funcionários que estava no gabinete do Niuan, quanta economia, investe este dinheiro destes cargos comissionados na COVID/ Saúde Pública de Cuiabá

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2565