Blog do Romilson Cuiabá, 21 de Outubro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Rumo a 2010

Taques deixa cargo vitalício e busca Senado

Pedro Taques   Numa decisão corajosa, o procurador da República José Pedro Taques deixa o cargo vitalício no próximo mês para já se preparar às eleições gerais de outubro, quando pretende concorrer a uma das duas cadeiras de senador. Ele pertence aos quadros do Ministério Público Federal há 15 anos. Ganha mais de R$ 20 mil mensais. Atuou em Cuiabá por vários anos e, entre 2002 e 2005, marcou posição na luta contra corrupção e outros crimes. Ganhou notoriedade por fechar o cerco e investigar personalidades políticas e empresariais, como João Arcanjo Ribeiro, que comandava o crime organizado no Estado e hoje está preso, e a Mesa Diretora da Assembleia, por causa de supostos atos de improbidade administrativa.

   Taques atua em São Paulo, mas reside na capital mato-grossense. Ao mesmo tempo que entra na campanha rumo ao Senado, ele vai montar escritório para atuar como advogado, professor universitário e palestrante em Cuiabá, São Paulo e Brasília. Como um dos "operadores do direito", sua campanha eleitoral terá como bandeiras a luta por reformas estruturais e combate à corrupção. Para ganhar visibilidade eleitoral desde já, Taques tem percorrido alguns municípios para ministrar palestras, ouvir eleitores, segumentos organizados e antecipar seu plano de metas.

   Uma outra decisão difícil do procurador da República está sendo a escolha de partido. Já conversou com líderes de várias agremiações e, por fim, demonstra simpatia por duas legendas: PDT e PV. Taques não desponta nas pesquisas de intenção de voto. Vai encarar páreo duro. Entre os pré-candidatos estão os petistas Carlos Abicalil e a já senadora Serys Marly, que enfrentam queda-de-braço dentro do partido, e o governador Blairo Maggi (PR), que renuncia ao mandato em 31 de março.

    Há possibilidade também do ex-senador Antero de Barros recuar da corrida a deputado estadual para tentar vaga no Congresso Nacional. Também alimenta expectativa de disputar a senatória o procurador de Justiça do Estado e coordenador do Gaeco, Paulo Prado, ex-chefe do MPE por dois mandatos. Vão estar em jogo as cadeiras de Serys, senadora desde 2003, e de Gilberto Goellner (DEM), que virou parlamentar no início de 2008 com a morte de Jonas Pinheiro (DEM).

Postar um novo comentário

Comentários (25)

  • RENATO SILVA | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 10h17
    1
    0

    Hum....só eu vendo. Primeiro, se é vitalício é para o resto da vida...então Ele se aposentou e tão falando abondonou o salário de 20 mil.... Isso já começa cheirando demagogia.

  • Gabriela | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 22h47
    1
    1

    Acredito que a política possa melhorar por meio da eleição de pessoas que têm conduta séria, e sobretudo, conhecimento. Pedro Taques é um bom nome. Tem meu voto.

  • Gilmar Brunetto | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 17h50
    0
    1

    O pais e MT precisam de politicos competentes e descentes Pedro Taques possue estas credênciais, conte com nosso apoio, cuidado com as companias de palanque.

  • Damasceno Rezende | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 12h39
    1
    0

    Dr. Pedro Taques Com o curriculum que o senhor tem, de boa pessoa, bom procurador, ótima família, enfim, bons antecedentes para quê concorrer a uma vaga de senador? Uma instituição sem valor moral, onde acontecem os acordos mais indescentes deste país. Por favor, continue nos prestando esse grande favor de ficar sim, de olho nos políticos do nosso Estado de Mato Grosso, onde bem o Senhor conhece, cheio de safados e aproveitadores do dinheiro público! Continue investigando o "enriquecer" rápido desde o vereador até o governador... Onde vemos placas de obras de milhões de reais, nem sairem do papel... onde todos os politicos tem fazendas e mais fazendas, obviamente, adquiridos com o dinheiro público... Por favor, não nos abandone... Só não terá o meu voto por causa disso... Prefiro o Senhor, Procurador! Abraços

  • Fidelis | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 11h15
    1
    0

    É já que não temos o Sr. agindo aqui em nosso Estado, só assim poderemos tê-lo de volta para bem presentar o nosso Estado. Tem o meu voto!!!

  • ENCABULADO | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 11h03
    1
    0

    Como é rentável ser senados, para uma pessoa deixar de um cargo vitalício ganhando R$ 20.000 mensais? Como é podre essa política? Acho que ninguem presta nesse roll.

  • maria aparecida silveira | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 09h01
    0
    0

    Parabéns Dr. Taques, homens de coragem igual ao Sr. já deu uma pequena mostra, que não se intimidam com o "status quo", com essas máfias que se solidificaram nos governos. E, só um cidadão de tamanha coragem poderá dar um basta em tamanha sacanagem que se instalou no Congresso. Sómente um cidadão como o Sr. e o nosso governador Maggi,com seus valores morais, poderão dar início a um novo tempo naquela casa. Com certeza o Sr. será mais útil no Congresso. Quem sabe a sua ètica e do nosso governador irá ofuscar a imoralidade que está instalada naquela casa. Pode contar com o meu voto e de minha família....Não se intimida.. confie em Deus...... e sucesso....vá em frente....

  • Nelson Marques | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 05h38
    0
    1

    Independente dos motivos que levam o Sr. Pedro Taques a se candidatar a um cargo eletivo, não deixa de ser uma boa opção para quem já está saturado com a cara das velhas malas da nossa política.

  • André Filho | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 02h52
    0
    1

    Dr. Pedro Taques, com certeza vossa excelencia é mais útil a Cuiabá e o resto do Brasil atuando como Procurador FEDERAL, pelo o amor de DEUS não vai querer entrar lá no SENADO, um antro de corrupção. Aqui fora o senhor tem maior notariedade com sua honestidade ate hoje mostada ao nosso povo, lá dentro o senhor não vai passar de mais um senador, porque ser uma senador honesto contra um monte corruptos... sinceramente vai ser envão... muito me admira o nosso governador querer esse cargo, ele poderia ir voltar lá pra suas empresas que seria eternamente lembrado como o melhor governador na HISTÓRIA de MATO GROSSO.

  • Pinheiro | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 21h20
    0
    0

    O que leva um cidadão que tem um cargo vitalicio e que ganha mais de R$ 20.000,00 por mês, pedir demissão para cocorrer um cargo que tem mandato de 08 anos, e gasta uma verdadeira fortuna para se eleger, e o salário é inferior o que ele ganha. Só pra eu entender, isso é honestidade? Pinheiro

EM CUIABÁ

2 figurões nacionais brigam pela concessão do transporte coletivo

Por 21/10/2019, 15h:47 - Atualizado: 02h atrás

Assis Marcos Gurgacz 680

Após 20 anos, a Prefeitura de Cuiabá abriu disputa para concessão do transporte coletivo. E, entre as cinco empresas concorrentes, duas têm como donos familiares de figurões nacionais.

Postar um novo comentário

ALTO PARAGUAI

Pivô da prisão de desembargador, casal ainda segue firme no poder

Por 21/10/2019, 11h:19 - Atualizado: 05h atrás

diane e alcenor 680

Em Alto Paraguai, o ex-prefeito Alcenor Alves se tornou o prefeito de fato, mas não de direito. Embora a esposa Diane Alves seja a chefe do Executivo, quem dita as regras administrativas é Alcenor, que se envolveu num escândalo em 2010, chegando a ser preso.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Joadir | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 15h20
    4
    1

    Na VG aconteceu o mesmo e ninguém foi preso. Mas está tudo cristalino.

RUMO À REELEIÇÃO

Com 13 siglas e podendo atrair o PSL

Por 20/10/2019, 20h:41 - Atualizado: 20/10/2019, 21h:50

emanuel pinheiro deputados 680

Emanuel com os deputados Sílvio Fávero (PSL), Paulo (PP), Avalone (PSDB), Janaína (MDB) e seu esposo Diógenes

A um ano das eleições, o prefeito da Capital Emanuel Pinheiro já conta com apoio pré-estabelecido ao projeto de reeleição de nada menos que 13 partidos. E tende a aglutinar outros, inclusive o PSL do presidente Bolsonaro.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Pedro José Cruz | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 16h45
    0
    0

    Pedro José Cruz , Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Maria F. Albuquerque | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 10h16
    5
    5

    Desse jeito vai ganhar no primeiro turno. Até agora não apareceu adversário à altura para derrotar Emanuel. Juntando todos os pré-candidatos da oposição não dá um.

  • Claudiomario | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 09h31
    8
    7

    Neste quase três anos de mandato, o prefeito tem conseguido vencer as demandas, e tem buscado recursos pra continuar viabilizando esforços respeitando todas as possíveis diferenças politicas e partidárias que possam existir, , tudo dentro da normalidade!!

  • Pedro luis | Domingo, 20 de Outubro de 2019, 21h59
    17
    9

    Se o eleitor Cuiabano votar no Emanuel, mesmo depois de vídeo do paletó, estará demonstrado que o eleitor não se importa com corrupção, e quem tem atitudes duvidosas é aplaudido. Estará demonstrando também que corrupção não é problema, que não se importa. Estará provado ao mundo que é um exemplo de eleitor, que vota sem se importar com a índole do candidato.

SOB INVESTIGAÇÃO

Promotor denunciado segue do Núcleo de Patrimônio e Probidade

Por 20/10/2019, 10h:44 - Atualizado: 20/10/2019, 13h:37

marco aurelio 680

Denunciado criminalmente pelo MPE por quebra de segredo de Justiça, após investigações do Naco, o promotor Marco Aurélio, ex-coordenador do Gaeco, não deve ser afastado do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa.

Postar um novo comentário

RUMO AO ALENCASTRO

Sem espaço no PDT, Julier sinaliza retorno ao PT para disputar Cuiabá

Por 19/10/2019, 10h:32 - Atualizado: 19/10/2019, 10h:39

julier ludio pt 680

Petistas, entre eles o deputado Lúdio Cabral e presidente municipal Bob Almeida, após reunião com Julier, nesta 6ª

De um lado, um partido sem opção de candidatura a prefeito de Cuiabá. De outro, um ex-candidato sufocado e sem espaço na legenda onde está filiado desde dezembro de 2015.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Davi | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 19h32
    7
    4

    Sai de um pequeno partido no Estado para um partido inexistente com o peso de ter patrocinado o maior esquema de desvios da história.

  • joaoderondonopolis | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 19h05
    8
    1

    Dr Julier o senhor pode não gostar do meu comentário, mas vou falar, abra mão de candidatura a prefeitura, pois pessoas maldosas lhe tirou da magistratura, e comece do começo, candidate a vereador, com certeza o senhor será eleito, daí pra frente só depende de você. Vai por mim.

SEM RESPALDO

Barbudo agora terá de sobreviver politicamente longe de Bolsonaro

Por 18/10/2019, 18h:24 - Atualizado: 19/10/2019, 10h:55

nelson barbudo 680

Embora esteja no início do mandato, Nelson Barbudo, o mais votado em 2018 junto ao eleitorado mato-grossense à Câmara Federal, enfrenta agora um grande desafio, o de sobreviver politicamente desgarrado de Bolsonaro.

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Paulo | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 09h20
    13
    1

    Esse senhor Barbudo é um falastrão. Com o apoio do presidente já não servia pra muita coisa, sem o apoio é que não serve mesmo pra nada. Como pode dar as costas pro presidente que o elegeu? Se não fosse o Bolsonaro esse homem tirava 200 votos e olhe lá.

  • jose carlos | Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019, 08h44
    3
    2

    Aconselho este deputado a continuar ouvindo seu assessor Dal...B.... que assim ele vai longe , alto taquari

  • Frank Sabiá | Domingo, 20 de Outubro de 2019, 14h50
    19
    1

    Como que MT elege um Urtigão desses ? Todos foram na Onda do Bolsonarismo, agora o maior beneficiado cospe no prato que comeu.

  • Angelo | Domingo, 20 de Outubro de 2019, 10h02
    6
    13

    O presidente fraude anti-Brasil nunca abandonará barbudo ... ele sempre terá lugar cativo no lado esquerdo ... no lado esquerdo da bolsa escrotal do psicopata ... ele de um lado e Medeiros de outro...

  • Salas | Domingo, 20 de Outubro de 2019, 08h52
    15
    1

    Deputadinho “marca fraca”, sempre foi ridículo e se acha, agora vai pra vala.

  • Lucas | Domingo, 20 de Outubro de 2019, 05h15
    22
    0

    Esse Barbudo que nem sei de onde surgiu. E blm colocar a barba o bigode o chapeu a botina de molho. Quis fazer gracinha. Virou traira tambem. Agora vai ter que rebolar p se manter

  • alexandre | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 20h21
    18
    1

    quem era o PSL , antes do Bolsonaro ? vai voltar para o ostracismo...

  • GILMAR DE PAULA | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 15h59
    28
    0

    O Barbudo , se continuar nesse "lero lero", aventando possível candidatura a prefeito de Cuiabá e participando de conluios com os camundongos famintos do PSL terá, no futuro, uma difícil campanha para vereador em Alto Taquari, com chances reais de fragorosa derrota.

  • Benedita da Silva | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 13h39
    18
    1

    Muito cacique pra pouco índio, e agora Barbudo ficou, não só com as barbas de molho, como num mato sem cachorro. E não fez um ano de mandato, a lojinha do PSL pegando fogo.

  • Joacir Gimene de Lima | Sábado, 19 de Outubro de 2019, 12h57
    12
    6

    Depressão à vista.....Falta o Mouro. 🤔🤔

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2437