Blog do Romilson Cuiabá, 04 de Junho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Eleição 2012

TRE anula sentença de 2012 contra Clovito e parlamentar se livra de inelegibilidade

Por 11/04/2014, 11h:16 - Atualizado: 11/04/2014, 17h:11

Rodinei Crescêncio/Rdnews

clovito--fotos-ney-(4).jpg

Clovito Hugueney havia deixado de entregar documentos de campanha ao TRE

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) anulou por unanimidade sentença de 2012 que julgou como não prestadas as contas da campanha daquele ano do vereador Clovis Hugueney (Solidariedade), o Clovito. O parlamentar havia entrado com recurso e, agora, com a decisão favorável, permanece elegível.

O processo, que estava sob a relatoria do juiz membro Samuel Franco Dalia Junior, foi instaurado depois de identificadas diversas irregularidades na prestação de contas do parlamentar. Entre elas, estava a falta de apresentação de recibos eleitorais, extratos bancários, além de declaração de despesas realizadas com combustíveis e lubrificantes sem o correspondente registro de receitas e despesas com veículos. Posteriormente, Clovito apresentou a documentação que faltava, mas o fez fora do prazo, resultando na continuidade do processo eleitoral.

Diante da situação, o parecer do Ministério Público Eleitoral foi pela desaprovação mesmo havendo a apresentação dos comprovantes. O Pleno, no entanto, não seguiu o entendimento ministerial e anulou a decisão.

Este, no entanto, não é o único impasse que vem à tona nos últimos meses envolvendo Clovito. Uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas (TCE) na Câmara de Cuiabá, em 2013, apontou irregularidades na contratação de funcionários configurando casos de nepotismo. Entre eles, estava o da esposa do parlamentar, Daniela Ribeiro Cardoso Hugueney, que era comissionada da secretaria de Apoio à Cultura e ao Resgate Histórico e recebia um salário de R$ 8 mil. Além disso, o “pente fino” realizado pelos auditores constatou irregularidades também quanto ao acúmulo de proventos de aposentadoria por invalidez com o subsídio de vereador de Clovito.

Ele era servidor em cargo comissionado no Núcleo de Tesouraria da Câmara e foi aposentado por invalidez, com proventos integrais em 2 de maio de 2002, por meio do ato 156/2002. Desse modo, não poderia exercer atividade laboral. Ele, contudo, seguiu com as atividades parlamentares. Ainda conforme trecho da auditoria do TCE, é um paradoxo pensar que Clovis não possa exercer cargo comissionado na Câmara, mas possa exercer o cargo de vereador, que em tese é um mais sobrecarregado.

Outro entrave apontado pelo documento refere-se à aposentadoria propriamente dita de Clovito, já que, segundo a legislação, quando se trata de invalidez,  ela não tem caráter permanente. “Pois com o avanço da medicina, muitas doenças puderam ser curadas, além do fato se a pessoa voltar a trabalhar se presume a sua cura, e este benefício é cessado”, destacam os fiscais em uma parte da auditoria.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Narciso Lirio | Sexta-Feira, 11 de Abril de 2014, 17h42
    0
    0

    Então, tá. E daí? O que é que vão fazer as "autoridades competentes"?

DESENVOLVIMENTO

Um pool de novas indústrias em Primavera; 7 anunciam fábricas

Por 04/06/2020, 12h:09 - Atualizado: 48min atrás

primavera do leste vista a�rea 680

No ranking de quinta economia do Estado e com quase 100 mil habitantes, Primavera do Leste está recebendo sete novas indústrias, mesmo em meio à pandemia da Covid-19, agravada com crises sanitária e econômica em praticamente todo o mundo.

Postar um novo comentário

INICIATIVA INÉDITA

Reeducandos em Cuiabá produzem saneantes e álcool em gel

Por 04/06/2020, 10h:42 - Atualizado: 02h atrás

deiver ifmt producao 680

Cerca de 30 reeducandos em Cuiabá estão fabricando saneantes, substâncias destinadas à higienização e desinfecção, como água sanitária, detergente e desinfetantes, e ainda álcool em gel para distribuição nos presídios.

Postar um novo comentário

REPERCUSSÃO

Governo e AL vão decretar luto oficial; Adriano sonhava ser prefeito

Sem velório, corpo será transladado a Cáceres nesta 5ª e direto para cemitério

Por 03/06/2020, 21h:44 - Atualizado: 03/06/2020, 22h:04

adriano silva 680

O governador Mauro Mendes vai decretar luto oficial de três dias pelo falecimento nesta quarta do ex-reitor da Unemat, professor Adriano Silva, que presidia a Fapemat, fundação vinculada à secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação. A Assembleia Legislativa também fará igual.

Postar um novo comentário

PODER SEM PODER

Mesmo sem mandato, Selma quer manter controle de cargos federais

Por 03/06/2020, 19h:13 - Atualizado: 03/06/2020, 19h:19

selma arruda 680

A briga entre o senador tampão Carlos Fávaro (PSD) e a cassada Selma Arruda (Pode) tem um novo round. Nos bastidores, Selma tenta impedir que Fávaro assuma o controle de "seus" cargos federais.

Postar um novo comentário

CARGO VITALÍCIO

Botelho deve ir mesmo para o TCE

Por 03/06/2020, 16h:16 - Atualizado: 03/06/2020, 22h:11

Maurício Barbant

eduardo botelho 680

O presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), que na próxima semana será reeleito para mais dois anos de gestão no Legislativo, deve mesmo ir para o TCE.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • alexandre | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 08h20
    4
    0

    não precisa gastar com campanha eleitoral, 70 mil de proventos e verbas...

  • Janio carlos | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 16h40
    7
    1

    Senhor prefeito de Primavera do Leste, se as condições se sua cidade está ótima por que os moradores com covid está vindo para Rondonópolis tem alguma coisa errada.

EFEITO-PANDEMIA

Prefeito de Primavera reage e afirma que Pátio é omisso e mentiroso

Por 03/06/2020, 16h:00 - Atualizado: 03/06/2020, 16h:06

leonardo bortolini 1200

Leonardo Bortolini, de Primavera do Leste, reage às críticas de Zé do Pátio, de Rondonópolis, sobre leitos de UTI

O prefeito Leonardo Bortolini (MDB) se mostrou indignado com as declarações do colega de Rondonópolis, Zé do Pátio (SD), que afirmou que municípios vizinhos não estão dando respaldo às vítimas da Covid-19 e citou, como exemplo, Primavera do Leste.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Joaquim Silva | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 20h02
    3
    0

    Zé Carlos, vergonha alheia tem limites. Procura se informar melhor antes de proferir um disparate desses, certas coisas é muito fácil checar.

  • Adaildon E M Costa | Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020, 16h12
    10
    3

    Esse José Carlos do Pátio é um trapalhão. Fico imaginando como que o povo esclarecido de Rondonópolis vota num sujeito populista como Esse.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2552