Blog do Romilson Cuiabá, 19 de Outubro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Justiça Eleitoral

TRE julga 9; processos contra Wilson, Juarez e Vilson na pauta

   Na primeira sessão ordinária de 2010, marcada para esta segunda (18), membros do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral apreciam nove processos. O primeiro deles trata de um recurso do prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB), que teve a prestação de contas da campanha reprovada em primeira instância. A votação está empatada em 2 a 2. Se perder o recurso, o prefeito poderá ficar inelegível, o que dificulta o projeto de candidatura do tucano à sucessão do governador Blairo Maggi (PR).

   Em outro recurso, o prefeito de Sinop Juarez Costa (PMDB) tenta reformar a decisão que reprovou a prestação de contas de sua campanha de 2008. Dificilmente ele conseguirá reverter a condenação, pois quatro membros do Pleno já se manifestaram pela rejeição do embargo de declaração, embora seja possível o recuo do voto. Faltam apenas os votos de Eduardo Jacob, que pediu vistas, e de Samir Hammoud.

   No terceiro processo na pauta, o prefeito de Paranatinga Vilson Pires (PRP) tenta reverter a condenação da 57ª Zona Eleitoral por compra de votos. Ele já teve o diploma cassado e se mantém no cargo por força de uma liminar. O parecer do Ministério Público Eleitoral é pelo improvimento do recurso. A defesa de Vilson fará a sustentação oral dos argumentos durante a sessão desta segunda. Depois disso, os membros do Pleno apreciam um pedido de liminar, com efeito suspensivo, também proposto pelos advogados do prefeito de Paranatinga. Desta vez, ele tenta suspender a cassação de primeira instância por irregularidades na arrecadação e nos gastos de campanha.

   O quinta recurso a ser apreciado foi proposto pelo vereador de Vila Bela da Santíssima Trindade, Orlando César dos Santos (PP). O progressista foi eleito por média, com 326 votos, mas teve a prestação de contas reprovada em primeira instância. O parecer do MPE é pelo improvimento do recurso, mas o relator Eduardo Jacob acatou parcialmente o pedido da defesa, e foi acompanhado por Yale Sabo Mendes e Samir Hammoud. O juiz José Pires da Cunha negou provimento ao recurso. Faltam os votos do desembargador Rui Ramos Ribeiro e do juiz José Zuquim Nogueira.

Adair José   O sexto recurso da pauta foi apresentado pelo prefeito de Alto Paraguai, Adair José Alves Moreira (PMDB). Ele foi condenado em primeira instância por inconsistência na prestação de contas de campanha e abuso de poder político e econômico. Diante disso, teve não apenas o mandato cassado, mas foi declarado inelegível por três anos. Eleito com 1.645 votos, Adair retornou ao cargo por força de uma liminar. O parecer do MPE é pelo improvimento do recurso.

   Outro processo trata da prestação de contas do diretório regional do Partido dos Trabalhadores, referente ao exercício financeiro de 2004, ano em que o hoje deputado estadual Alexandre Cesar concorreu à Prefeitura de Cuiabá e foi derrotado no segundo turno pelo tucano Wilson Santos (PSDB). Alexandre responde por caixa 2. Acompanhando o parecer do MPE, o relator Yale Sabo Mendes votou pela desaprovação das contas e suspensão das cotas do fundo partidário por seis meses. Apesar de cinco membros do Pleno terem proferido voto pela irregularidade nos balancetes, o julgamento foi adiado em razão do pedido de vistas do desembargador Rui Ramos Ribeiro.

   No oitavo processo, os membros apreciam o recurso de Claudio Emílio da Silva, referente à prestação de contas da campanha a deputado estadual em 2006. Ele tentou se candidatar pelo PL, mas teve o registro negado. Mesmo assim, o nome foi incluído no pleito e agora Claudio Emílio responde a processo na Justiça Eleitoral por não ter apresentado os balancetes. O último processo da pauta trata da prestação de contas do diretório do PPS de Planaldo da Serra, referente à campanha de 2008. O partido compôs o arco de aliança que elegeu o democrata Dênio Peixoto Ribeiro, com 1.081 votos. No TRE, a matéria é relatada pelo juiz Samir Hammoud.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Luiz Fernando | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 16h08
    0
    0

    Desses prefeitos, talvez o Adair seja o único a ser cassado, simplesmente por ter derrotado a candidata do Governador em Alto Paraguai. Vamos torcer para que o nosso "Nobre" TRE, que anda com medo do CNJ, tenha, pelo menos uma vez, decência nos seus julgamentos.

  • carlos jose | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 15h38
    0
    0

    Caro Romilson, como podemos atribuir a lesura deste julgamento em pleno ano eleitoral??! Pena da população cuiabana, do povo que tanto clama por justiça, vale lembrar o Caetano Veloso: O Haiti é aqui, cairia bem não acha?!Que justiça essa que tem presidente de bairro com vasta lista de infrações e sai ileso,é presidente atual do bairro, suplente de vereador prestes a assumir a vaga, oque me diz...hennnnnnnn O verdadeiro Juiz é Jesus Cristo que nos vai julgar e o Espírito Santo é o Justiceiro contra os juizes inequos, assim ja revela a história desde antes da era de Jesus... Viva justiça terrena e viva as pizzas.....

  • ALCAPONE | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 10h25
    0
    0

    ALCAPONE, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Marcia | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 10h04
    0
    0

    DEUS ajude que a justiça seja feita de fato .

  • João | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 09h24
    0
    0

    Gostaria muito que o TRE punisse os prefeitos que fazem uma campanha eleitoral indevida e ilegal!

  • lucas almeida costa | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 00h18
    0
    0

    APOSTO QUE O PREFEITO WILSON SANTOS VAI SAIR ILESO DESSA...QEM ACREDITA NO TRE DE MATO GROSSO.WILSON TEM CORPO FECHADO. VUDU BRABO... EHEHEH.

  • Antonio Carlos Cuiabano | Domingo, 17 de Janeiro de 2010, 22h04
    0
    0

    E alguém ai acredita em coelhinho da pascoa, bicho papão...etc. Todo mundo já sabe que nímguem será cassado... o mais fraco ai o Vilson(talves só este seja cassado).

SEM RESPALDO

Barbudo agora terá de sobreviver politicamente longe de Bolsonaro

Por 18/10/2019, 18h:24 - Atualizado: 08h atrás

nelson barbudo 680

Embora esteja no início do mandato, Nelson Barbudo, o mais votado em 2018 junto ao eleitorado mato-grossense à Câmara Federal, enfrenta agora um grande desafio, o de sobreviver politicamente desgarrado de Bolsonaro.

Postar um novo comentário

TRANSIÇÃO

MTI vai à extinção e a tecnologia do governo ficará sob empresa privada

Por 18/10/2019, 13h:03 - Atualizado: 08h atrás

mti 680

O governador Mauro Mendes vai mesmo extinguir a Empresa Mato-Grossense de Tecnologia da Informação (MTI - antigo Cepromat). O processo anda a passos largos.

Postar um novo comentário

Comentários (9)

  • Luiz Junior | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 17h47
    11
    1

    A MTI presta tem uma excelente infraestrutura de rede com equipe de primeira linha para manutenção da rede e uma excelente equipe de desenvolvimento. Possui uma excelente equipe para fazer o diferencial pena que passou por gestões que sucateou a empresa.

  • Silva Marcondes | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 17h04
    4
    18

    Melhor coisa, sou servidor do estado a muitos anos e nunca vi essa empresa prestar um bom serviço, cobrando sempre absurdo, salários altíssimos, todos reclamam. Não generalizando, tem alguns ótimos profissionais, mas infelizmente os bons levam a fama dos ruins. Parabéns Governador!!!

  • Homem da verdade | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 16h50
    19
    0

    O governador achou uma forma de legitimamente captar/pagar fundos de campanha. A ábaco vai pagar um salário absurdo para manter o que existe hoje funcionando e o Estado que vai pagar.... achando ainda que está fazendo coisa boa.

  • Almyr souza vieira | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 16h36
    14
    1

    Em epoca de interesses, o estado deixou de ser um servidor social de seu povo, agora´a saída e privatizar para obter lucro de quem e para quem? na politica tudo é possivel, quando ha interesse oportuno...!

  • Alberto | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h19
    7
    36

    Demorou. Maior parte dos serviços da MTI já são contratados da iniciativa privada, acabando o governo pagando mais caro. Então demita esse pessoal e a iniciativa privada contrata, e ainda agrada o parça da Ábaco.

  • Mr. Santos | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h16
    31
    6

    MTI nunca cruzou os braços para o estado.

  • GOIANO | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h11
    1
    2

    GOIANO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • joao grandao | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h06
    1
    2

    joao grandao, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Pedro | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 14h00
    35
    3

    Phust.. de novo com esta conversa...deixa a mti em paz gov.

PRÁTICAS CRIMINOSAS

Denunciado pelo MPE, promotor já é processado por desembargador

Por 17/10/2019, 20h:02 - Atualizado: 17/10/2019, 20h:08

marcos machado 680

O próprio Ministério Público Estadual concluiu, em investigação conduzida pelo NACO, que o ex-chefe do Gaeco, promotor Marco Aurélio de Castro, expôs, de forma criminosa, o desembargador Marcos Machado, que integrou os quadros do MPE por mais de 20 anos.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Crítico | Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019, 22h24
    4
    3

    FALAR A VERDADE É CRIME OU INVERSAO DE VALORES!

  • Crítico | Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019, 22h24
    2
    3

    FALAR A VERDADE É CRIME OU INVERSAO DE VALORES!

EM POCONÉ

Prefeito e secretário são multados; auditor interno é impedido de atuar

Por 17/10/2019, 19h:13 - Atualizado: 17/10/2019, 20h:17

tata amaral 680

Após denúncia do controlador-geral de Poconé, Ademar Vivan Júnior, o TCE detectou uma série de irregularidades na prefeitura e multou o prefeito Tatá Amaral e o seu secretário de Finanças, Acy Nunes de Siqueira.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Pantaneira | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 13h36
    0
    0

    Coitado do prefeito ou prefeita que for assumir essa prefeitura de Poconé das mãos desse Tatá e dessa Joelma!!!!Tem que fazer uma AUDITORIA SÉRIA pra mostrar pra população o tamanho do BURACO que deixaram!!!!

  • OLHO VIVO | Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019, 22h26
    0
    1

    Tatá não tem mais condições de governar o município de Poconé....os comentários nas ruas são de cair o queixo....tá igual a gestão de Luiz Vicente com Ornela...SÓ DEUS NA CAUSA!!!!

  • Pedrosa Pedreira | Quinta-Feira, 17 de Outubro de 2019, 22h21
    0
    0

    Só esse?Tá pouco em vista das improbidades que esse Tatá vem cometendo nessa gestão de FAZ DE CONTA!!!O BICHO É MAIS CABELUDO!!!!

PRÉ-SAL E FEX

União vai liberar R$ 2 bi ao Estado

Por 17/10/2019, 13h:05 - Atualizado: 17/10/2019, 13h:08

Tchélo Figueiredo

mauro mendes 680 governador

Após uma série de medidas amargas adotadas nos primeiros meses para tentar ajustar o caixa do Estado, o governador Mauro Mendes reune agora as condições, com ajuda do governo federal, para fechar o primeiro ano de mandato sem déficit.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Marcos balboa | Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 05h49
    0
    0

    Marcos balboa, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Alencastro

Prefeito ganha camisa do Flamengo e sanciona PCCS de servidores - veja

Por 17/10/2019, 09h:55 - Atualizado: 17/10/2019, 10h:05

Davi Valle

Emanuel Pinheiro

Emanuel Pinheiro recebe a camisa do flamengo em reunião. Vereadores Adevair Cabral e Luis Cláudio acompanham

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) deve ter comemorado a vitória de virada do Flamengo sobre o Fortaleza em pleno Castelão, com a camisa 10 do rubro negro que recebeu de presente dos servidores da área administrativa após sancionar a lei complementar  número  474,  que dispõe sobre o Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS) desses profissionais. O ato foi realizado, nessa quarta (16), horas antes do jogo vencido por 2 a 1 pelo time do coração do emedebista, que segue na liderança  isolada do Brasileirão.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2437