Blog do Romilson Cuiabá, 02 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Justiça Eleitoral

TRE julga 9; processos contra Wilson, Juarez e Vilson na pauta

   Na primeira sessão ordinária de 2010, marcada para esta segunda (18), membros do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral apreciam nove processos. O primeiro deles trata de um recurso do prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB), que teve a prestação de contas da campanha reprovada em primeira instância. A votação está empatada em 2 a 2. Se perder o recurso, o prefeito poderá ficar inelegível, o que dificulta o projeto de candidatura do tucano à sucessão do governador Blairo Maggi (PR).

   Em outro recurso, o prefeito de Sinop Juarez Costa (PMDB) tenta reformar a decisão que reprovou a prestação de contas de sua campanha de 2008. Dificilmente ele conseguirá reverter a condenação, pois quatro membros do Pleno já se manifestaram pela rejeição do embargo de declaração, embora seja possível o recuo do voto. Faltam apenas os votos de Eduardo Jacob, que pediu vistas, e de Samir Hammoud.

   No terceiro processo na pauta, o prefeito de Paranatinga Vilson Pires (PRP) tenta reverter a condenação da 57ª Zona Eleitoral por compra de votos. Ele já teve o diploma cassado e se mantém no cargo por força de uma liminar. O parecer do Ministério Público Eleitoral é pelo improvimento do recurso. A defesa de Vilson fará a sustentação oral dos argumentos durante a sessão desta segunda. Depois disso, os membros do Pleno apreciam um pedido de liminar, com efeito suspensivo, também proposto pelos advogados do prefeito de Paranatinga. Desta vez, ele tenta suspender a cassação de primeira instância por irregularidades na arrecadação e nos gastos de campanha.

   O quinta recurso a ser apreciado foi proposto pelo vereador de Vila Bela da Santíssima Trindade, Orlando César dos Santos (PP). O progressista foi eleito por média, com 326 votos, mas teve a prestação de contas reprovada em primeira instância. O parecer do MPE é pelo improvimento do recurso, mas o relator Eduardo Jacob acatou parcialmente o pedido da defesa, e foi acompanhado por Yale Sabo Mendes e Samir Hammoud. O juiz José Pires da Cunha negou provimento ao recurso. Faltam os votos do desembargador Rui Ramos Ribeiro e do juiz José Zuquim Nogueira.

Adair José   O sexto recurso da pauta foi apresentado pelo prefeito de Alto Paraguai, Adair José Alves Moreira (PMDB). Ele foi condenado em primeira instância por inconsistência na prestação de contas de campanha e abuso de poder político e econômico. Diante disso, teve não apenas o mandato cassado, mas foi declarado inelegível por três anos. Eleito com 1.645 votos, Adair retornou ao cargo por força de uma liminar. O parecer do MPE é pelo improvimento do recurso.

   Outro processo trata da prestação de contas do diretório regional do Partido dos Trabalhadores, referente ao exercício financeiro de 2004, ano em que o hoje deputado estadual Alexandre Cesar concorreu à Prefeitura de Cuiabá e foi derrotado no segundo turno pelo tucano Wilson Santos (PSDB). Alexandre responde por caixa 2. Acompanhando o parecer do MPE, o relator Yale Sabo Mendes votou pela desaprovação das contas e suspensão das cotas do fundo partidário por seis meses. Apesar de cinco membros do Pleno terem proferido voto pela irregularidade nos balancetes, o julgamento foi adiado em razão do pedido de vistas do desembargador Rui Ramos Ribeiro.

   No oitavo processo, os membros apreciam o recurso de Claudio Emílio da Silva, referente à prestação de contas da campanha a deputado estadual em 2006. Ele tentou se candidatar pelo PL, mas teve o registro negado. Mesmo assim, o nome foi incluído no pleito e agora Claudio Emílio responde a processo na Justiça Eleitoral por não ter apresentado os balancetes. O último processo da pauta trata da prestação de contas do diretório do PPS de Planaldo da Serra, referente à campanha de 2008. O partido compôs o arco de aliança que elegeu o democrata Dênio Peixoto Ribeiro, com 1.081 votos. No TRE, a matéria é relatada pelo juiz Samir Hammoud.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Luiz Fernando | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 16h08
    0
    0

    Desses prefeitos, talvez o Adair seja o único a ser cassado, simplesmente por ter derrotado a candidata do Governador em Alto Paraguai. Vamos torcer para que o nosso "Nobre" TRE, que anda com medo do CNJ, tenha, pelo menos uma vez, decência nos seus julgamentos.

  • carlos jose | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 15h38
    0
    0

    Caro Romilson, como podemos atribuir a lesura deste julgamento em pleno ano eleitoral??! Pena da população cuiabana, do povo que tanto clama por justiça, vale lembrar o Caetano Veloso: O Haiti é aqui, cairia bem não acha?!Que justiça essa que tem presidente de bairro com vasta lista de infrações e sai ileso,é presidente atual do bairro, suplente de vereador prestes a assumir a vaga, oque me diz...hennnnnnnn O verdadeiro Juiz é Jesus Cristo que nos vai julgar e o Espírito Santo é o Justiceiro contra os juizes inequos, assim ja revela a história desde antes da era de Jesus... Viva justiça terrena e viva as pizzas.....

  • ALCAPONE | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 10h25
    0
    0

    ALCAPONE, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

NA PRISÃO

Conselheiro quis preservar o genro e se complicou

Por 01/07/2020, 21h:24 - Atualizado: 04h atrás

waldri teis 680

Dos cinco conselheiros afastados do TCE-MT desde 2017, o que mais se mostrou fragilizado foi Waldir Teis, preso nesta terça por supostamente tentar ocultar provas. Entrou em processo de depressão. E passou a conviver com outros problemas de saúde, como da próstata. Recentemente ficou cerca de um mês no Paraná, em tratamento.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • fernando pereira | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 21h59
    0
    0

    mas...ele naum e pago para ser Fiscal ou...e pra ....

INFRAESTRUTURA

Governador autoriza licitar mais 2 trechos de rodovias e por 30 anos

Por 01/07/2020, 16h:54 - Atualizado: 08h atrás

Mayke Toscano

mauro mendes 680

O governador Mauro Mendes autorizou ontem a Sinfra a abrir licitação para fazer concessão de mais dois trechos de rodovias estaduais. 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Reginaldo | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 21h18
    5
    0

    A jogada é a seguinte, a empresa vence que a licitação, que fez o estudo de viabilidade econômica, investe economizando o máximo possível, após a construção das praças de pedágio, faturam por um tempo e depois começa a postergar os investimentos que ela se comprometeu no contrato e o governo finge que nada acontece.

  • Amaral antunes | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 19h54
    8
    0

    O povo paga pra fazer. O povo paga pra usar. O governante terceiriza pra faturar e intitula-se gestor. Patifaria

HOMEM DE CONFIANÇA

Blairo triste com prisão de seu ex-secretário

Por 01/07/2020, 16h:10 - Atualizado: 03h atrás

blairo maggi 680

A prisão hoje pela Polícia Federal de Waldir Julio Teis, investigado na operação Gerion e flagrado em ocultação de documentos, deixou o ex-governador e ex-senador Blairo Maggi extremamente triste, constrangido e preocupado.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Joao cezar | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 21h48
    5
    0

    O Blairo Maggi fez uma plástica e retirou as orelhas... Kkkkk

  • Marlan | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 19h24
    5
    2

    REALMENTE É TRISTE VER O VALDIR TEIS ENVOLVIDO NESSE PROCESSO,. E ATÉ.SURPREENDENTE PARA QUEM O CONHECEU AINDA JOVEM EM RONDONÓPOLIS CURSANDO DIREITO NO ENTÃO CESUR (CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE RONDONÓPOLIS) NA DÉCADA DE 90...

  • Thiago martelo | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 18h33
    17
    3

    Blayro só revelou CORRUPTOS em seu Desgoverno!!! O POVO CONFIOU E TOMOU!!!!! QUBROU O ESTADO, JUNTO COM SILVAL######

NA RESERVA

Um olho à Câmara, outro no Senado

Por 01/07/2020, 11h:15 - Atualizado: 01/07/2020, 11h:20

gisela simona 680

Quem está empolgada com a possível candidatura de Emanuelzinho (PTB) a prefeito de Várzea Grande é a ex-superintendente do Procon de Mato Grosso, Gisela Simona (Pros).

Postar um novo comentário

NOS BASTIDORES

Acordão para Botelho ir a prefeito com Mauro e Emanuel no palanque

Por 30/06/2020, 16h:30 - Atualizado: 30/06/2020, 16h:35

Maurício Barbant

eduardo botelho 680

Em uma reunião na semana passada com Emanuel Pinheiro (MDB), o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (DEM), admitiu a possibilidade de ser candidato a prefeito de Cuiabá.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Firmo Oliveira filho | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 17h03
    1
    0

    Mais um acordo entre políticos, vai agradar os servidores dos municípios, é só alegria depois vem a facada nas costas desses servidores e outras partes dos munícipes que os elegerem,acorda Cuiabá e Várzea grande.

  • alex r | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 11h09
    7
    0

    Rapaz podemos não ter politico que preste mas tamo melhorando enquanto sociedade ver as pessoas derrubando as mascaras dos politicos e pedindo renovação me dá esperança que talves uma hora a gente se encontre .

  • Eleitor atento | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 10h41
    8
    0

    Eduardo Botelho vai mesmo para Cuiabá se candidatar vamos ver a sua cara de quem é contra o povo . Agora vc quer procurar o povo né seu. ...

EFEITO-PANDEMIA

Sob desgaste, prefeitos não querem adiamento das eleições

Por 30/06/2020, 09h:53 - Atualizado: 30/06/2020, 09h:57

z� do patio 680

Prefeitos com possibilidade de buscar a reeleição não querem adiamento para novembro da data das eleições porque vêem suas administrações afetadas com prolongamento do desgaste dos efeitos negativos da pandemia.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • MOSSUETO | Terça-Feira, 30 de Junho de 2020, 16h03
    6
    1

    KKKKKKKKKKK; passaram o mandato inteiro coçando, deixando para fazer ou começar a fazer alguma coisa bem próximo da eleição, não contavam com a COVID-19, ela chegou de repente, mudando tudo, inclusive a data das eleições, que se continuar nesse crescimento, não será possível mexer com eleições este ano.

  • Gutemebrg Abreu | Terça-Feira, 30 de Junho de 2020, 12h37
    6
    1

    Essa eleição vai ser de avaliação dos gestores, aqueles que tiveram coragem e competência para enfrentar a pandemia terão o respaldo do povo, agora os que ficaram só fazendo política e não agiram, vão ser reprovados nas urnas.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2564