Blog do Romilson Cuiabá, 13 de Abril DE 2021 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Justiça Eleitoral

TRE julga 9; processos contra Wilson, Juarez e Vilson na pauta

17/01/2010, 10h:46 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

   Na primeira sessão ordinária de 2010, marcada para esta segunda (18), membros do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral apreciam nove processos. O primeiro deles trata de um recurso do prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB), que teve a prestação de contas da campanha reprovada em primeira instância. A votação está empatada em 2 a 2. Se perder o recurso, o prefeito poderá ficar inelegível, o que dificulta o projeto de candidatura do tucano à sucessão do governador Blairo Maggi (PR).

   Em outro recurso, o prefeito de Sinop Juarez Costa (PMDB) tenta reformar a decisão que reprovou a prestação de contas de sua campanha de 2008. Dificilmente ele conseguirá reverter a condenação, pois quatro membros do Pleno já se manifestaram pela rejeição do embargo de declaração, embora seja possível o recuo do voto. Faltam apenas os votos de Eduardo Jacob, que pediu vistas, e de Samir Hammoud.

   No terceiro processo na pauta, o prefeito de Paranatinga Vilson Pires (PRP) tenta reverter a condenação da 57ª Zona Eleitoral por compra de votos. Ele já teve o diploma cassado e se mantém no cargo por força de uma liminar. O parecer do Ministério Público Eleitoral é pelo improvimento do recurso. A defesa de Vilson fará a sustentação oral dos argumentos durante a sessão desta segunda. Depois disso, os membros do Pleno apreciam um pedido de liminar, com efeito suspensivo, também proposto pelos advogados do prefeito de Paranatinga. Desta vez, ele tenta suspender a cassação de primeira instância por irregularidades na arrecadação e nos gastos de campanha.

   O quinta recurso a ser apreciado foi proposto pelo vereador de Vila Bela da Santíssima Trindade, Orlando César dos Santos (PP). O progressista foi eleito por média, com 326 votos, mas teve a prestação de contas reprovada em primeira instância. O parecer do MPE é pelo improvimento do recurso, mas o relator Eduardo Jacob acatou parcialmente o pedido da defesa, e foi acompanhado por Yale Sabo Mendes e Samir Hammoud. O juiz José Pires da Cunha negou provimento ao recurso. Faltam os votos do desembargador Rui Ramos Ribeiro e do juiz José Zuquim Nogueira.

Adair José   O sexto recurso da pauta foi apresentado pelo prefeito de Alto Paraguai, Adair José Alves Moreira (PMDB). Ele foi condenado em primeira instância por inconsistência na prestação de contas de campanha e abuso de poder político e econômico. Diante disso, teve não apenas o mandato cassado, mas foi declarado inelegível por três anos. Eleito com 1.645 votos, Adair retornou ao cargo por força de uma liminar. O parecer do MPE é pelo improvimento do recurso.

   Outro processo trata da prestação de contas do diretório regional do Partido dos Trabalhadores, referente ao exercício financeiro de 2004, ano em que o hoje deputado estadual Alexandre Cesar concorreu à Prefeitura de Cuiabá e foi derrotado no segundo turno pelo tucano Wilson Santos (PSDB). Alexandre responde por caixa 2. Acompanhando o parecer do MPE, o relator Yale Sabo Mendes votou pela desaprovação das contas e suspensão das cotas do fundo partidário por seis meses. Apesar de cinco membros do Pleno terem proferido voto pela irregularidade nos balancetes, o julgamento foi adiado em razão do pedido de vistas do desembargador Rui Ramos Ribeiro.

   No oitavo processo, os membros apreciam o recurso de Claudio Emílio da Silva, referente à prestação de contas da campanha a deputado estadual em 2006. Ele tentou se candidatar pelo PL, mas teve o registro negado. Mesmo assim, o nome foi incluído no pleito e agora Claudio Emílio responde a processo na Justiça Eleitoral por não ter apresentado os balancetes. O último processo da pauta trata da prestação de contas do diretório do PPS de Planaldo da Serra, referente à campanha de 2008. O partido compôs o arco de aliança que elegeu o democrata Dênio Peixoto Ribeiro, com 1.081 votos. No TRE, a matéria é relatada pelo juiz Samir Hammoud.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Luiz Fernando | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 16h08
    0
    0

    Desses prefeitos, talvez o Adair seja o único a ser cassado, simplesmente por ter derrotado a candidata do Governador em Alto Paraguai. Vamos torcer para que o nosso "Nobre" TRE, que anda com medo do CNJ, tenha, pelo menos uma vez, decência nos seus julgamentos.

  • carlos jose | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 15h38
    0
    0

    Caro Romilson, como podemos atribuir a lesura deste julgamento em pleno ano eleitoral??! Pena da população cuiabana, do povo que tanto clama por justiça, vale lembrar o Caetano Veloso: O Haiti é aqui, cairia bem não acha?!Que justiça essa que tem presidente de bairro com vasta lista de infrações e sai ileso,é presidente atual do bairro, suplente de vereador prestes a assumir a vaga, oque me diz...hennnnnnnn O verdadeiro Juiz é Jesus Cristo que nos vai julgar e o Espírito Santo é o Justiceiro contra os juizes inequos, assim ja revela a história desde antes da era de Jesus... Viva justiça terrena e viva as pizzas.....

  • ALCAPONE | Segunda-Feira, 18 de Janeiro de 2010, 10h25
    0
    0

    ALCAPONE, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

INFRAESTRUTURA

Empreiteira enrola há 5 meses para retomar obras de asfalto na MT-100

Por 12/04/2021, 20h:51 - Atualizado: 12/04/2021, 20h:53

maquinario torixoreu 680

Maquinário da construtora Destesa Engenharia e Construções, que deveria estar executando as obras de pavimentação de 18 km da MT-100, se encontra acumulando poeira e ferrugem.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Oliveira Júnior | Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 12h45
    0
    0

    Oliveira Júnior, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Eleitor | Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 08h17
    6
    1

    Tal demora com todos equipamentos parados no pátio e os empregados nos hotéis e em casas alugadas pela empresa e com alimentação tudo pago pela empresa. Isso deixa claro que o valor pago pelo Estado para execução dessa obra foi muito além do custo real, porque empresa nenhuma iria ficar cinco meses com todos equipamentos e homens mobilizados e ela retirando do caixa dela para pagar essas despesas sem retorno financeiro... Com a palavra o Ministério publico do Estado de Mato Grosso...

  • Wilson Martins | Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 08h01
    5
    0

    Atenção deputados Janaína, Max Russo, Faisal, Eugênio, romoaldo, todos tiveram votos aqui em Torixoreu. Vamos cobrar deputados. Respeitarem os votos que teve.

COVID-19

Assinatura de Fávaro por uma CPI ampliada contraria governador

Por 12/04/2021, 16h:40 - Atualizado: 12/04/2021, 16h:41

carlos favaro 680

Mauro Mendes não gostou nem um pouco do posicionamento de seu "aliado" político Carlos Fávaro, que, em atendimento ao Palácio do Planalto, no sentido de tirar o foco de Bolsonaro, ajudou a inflar o número de assinaturas por uma CPI da Pandemia que investigue também governadores e prefeitos.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • oliveira | Terça-Feira, 13 de Abril de 2021, 11h37
    1
    0

    parabéns senador a partir de agora tem meu respeito e apoio

  • Ângela Maria Machad | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 21h15
    13
    2

    Vai perder de qualquer jeito MM, tira dos aposentados, e passa a mão na cabeça dos ricos. Aguarde! Os servidores públicos, aposentados e familiares te aguarda! Cai perder até o caminho da sua Empresa. TEME A CPI? Não deveria, vc não é honesto?????!!°°

  • Fagner | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 19h39
    14
    1

    A Janaína já abriu fuga, o Fávaro também. Abra o olho MM.

BRIGAS INTERNAS

Um bombeiro para conter Mauro x Campos

Por 12/04/2021, 08h:31 - Atualizado: 12/04/2021, 08h:32

cesar miranda 680

Cesar Miranda, afilhado político de Jayme Campos, tem atuado como bombeiro o tempo todo para apagar os focos de incêndios entre Mauro Mendes o o grupo dos Campos.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • Rafael | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 20h20
    4
    0

    Enquanto brigam por vaidade política, o povo sofrem com a COVID perdendo ente querido. .. Vão atrás de vacinas seus incompetentes.... Mato Grosso do Sul está dando baile em vacinação, enquanto MT está entre os estados que menos vacinaram...

  • Davi | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 19h51
    3
    1

    A CPI vai ser a pá de cal na reeleição do Mauro Mendes.

  • Vandir | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 18h08
    2
    0

    Esse aí atua na verdade deste o primeiro dia para não perder o emprego. Onde mesmo ele comprou o diploma de graduação?

INSTITUTO FEDERAL

Novo reitor que toma posse na 3ª já definiu equipe saiba

Por 11/04/2021, 10h:07 - Atualizado: 11/04/2021, 10h:08

julio cesar marcus taques willian de paula 680

Novo reitor Julio Cesar, o pró-reitor de Extensão, Marcus Taques, que será mantido, e o atual reitor Willian de Paula

O novo reitor Julio César dos Santos, que assume oficialmente o IFMT em solenidade em Brasília, na terça (13), já definiu a equipe que irá ajudá-lo a conduzir, pelos próximos quatro anos, uma instituição com 19 campi, cinco núcleos avançados, quase 25 mil alunos e R$ 450 milhões de orçamento.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joaoderondonopolis | Segunda-Feira, 12 de Abril de 2021, 09h44
    4
    1

    O que sei é que o DEM vai apoiar a candidatura de EP para governador em 2022, e se EP não aceitar a candidatura, nestas alturas o DEM direcionar o apoio a outro candidato que pode ser o senador WF.

EM POCONÉ

13 pesquisadores estrangeiros fazem coleta audivisual no Pantanal

Por 10/04/2021, 21h:40 - Atualizado: 10/04/2021, 21h:46

marinez isaac marques 680

Treze pesquisadores estrangeiros de cinco nacionalidades (Alemanha, Bulgária, Eslovênia, Bélgica e Espanha), sob coordenação da professora doutora da UFMT, Marinez Isaac Marques, que já desenvolveu o projeto Sons do Pantanal, começam nos próximos dias a coletar material biológico em Poconé, na Baía das Pedras, RPPN Sesc Pantanal e Cáceres, e também na fazenda Barranco Alto, em Aquidauana (MS).

Postar um novo comentário

TRANSFERÊNCIA

Vacinas recusadas por indígenas são usadas nas forças de Segurança

Por 10/04/2021, 16h:36 - Atualizado: 10/04/2021, 16h:43

sinovac 680

Ao fazer rateio das vacinas do grupo prioritário para conseguir atender, com a 1ª dose, os profissionais das forças de segurança, o Governo de Mato Grosso registra oficialmente uma revelação intrigante.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2693