Blog do Romilson Cuiabá, 02 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

oposição

Wellington antecipa a disputa em 2018 e critica governo em programa do PR na TV

Por 13/04/2017, 15h:25 - Atualizado: 13/04/2017, 15h:33

Reprodução

Wellington

Wellington critica a Saúde e diz que recursos para obras no setor estão parados nas contas do Estado

O senador Wellington Fagundes (PR) parte para o ataque ao governador Pedro Taques (PSDB) em inserção de programa do Partido Republicano na TV. O senador citou o desgaste da Revisão Geral Anual (RGA), que não foi paga em sua integralidade  e da liberação do Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX) referente a 2016.

Wellington fala sobre a RGA porque após enfrentar uma greve de mais de 30 dias ano passado, em diversas categorias do funcionalismo público, o Governo Taques conseguiu aprovar na Assembleia a lei que regulamentou de forma parcial e parcelada o pagamento da RGA. A lei estabeleceu o pagamento de 7,54% da RGA em três parcelas, sendo 2% em setembro  (calculado sobre o subsídio de maio de 2016), 2,68% em janeiro desse ano (calculado sobre setembro de 2016) e 2,68% neste mês de abril (com base no subsídio de janeiro de 2017) – o que  provocou a revolta dos servidores do funcionalismo. 

“Como relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias ajudei a aprovar pela primeira vez no orçamento que os recursos das exportações sejam devolvidos para o Estado, que deveria estar cumprindo suas obrigações, como pagar o RGA e realizar e concluir obras importantes. Esse governo tem muito recurso parado na conta há dois anos”, diz Wellington na TV. 

O FEX está no orçamento geral da União, mas ainda nenhuma parcela foi liberada. No total, Mato Grosso tem de receber do FEX  R$ 391,7 milhões. Deste montante, 25% será destinado diretamente aos 141 municípios do Estado. O rateio das parcelas entre os municípios obedecerá aos coeficientes individuais de participação na distribuição da parcela do ICMS, aplicados no exercício de 2016. 

O  auxílio  é uma compensação financeira realizada pela União aos Estados exportadores, prevista pela Lei Kandir, que isentou o pagamento de  ICMS na exportação de produtos não industrializados.

Saúde

Em outra inserção, Wellington critica a Saúde e lembra que grande parte dos recursos para obras no setor estão parados nas contas do Estado. "A ineficiência na gestão tem gerado um prejuízo de mais de R$ 1 bilhão. Nós do PR junto com a bancada, garantimos recursos expressivos para Mato Grosso. Grande parte está parado na conta do Estado. Queremos a conclusão urgente dessas obras."

2018

Wellington é um dos principais oposicionistas do governador Pedro Taques, junto com o deputado federal Carlos Bezerra (PMDB). Em fevereiro, os dois lideraram uma reunião de articulação para o pleito de 2018 com os dirigentes de outras siglas, como PPS, PP, PSC, PCdoB, PTB, PDT e PT.

O deputado federal Ezequiel (PP) Fonseca também participou do encontro. Contudo, não faz oposição a Taques, mas à época chegou a dizer que o Executivo havia abandonado a base governista em razão de o governo ter fracassado em vários pontos, como a saúde. Ezequiel há poucas semanas disparou que não tem porquê puxar saco de Taques e o que reproduz são reclamações feitas a ele quando viaja pelo Estado. 

O Partido Progressista não esconde a vontade de lançar a candidatura de Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento à majoritária, seja Senado ou governo estadual. Entretanto, o senador Ciro Nogueira (PP-PI), presidente nacional do PP, já  lançou Blairo como um possível nome para a disputa presidencial.

Postar um novo comentário

Comentários (42)

  • Lucio | Terça-Feira, 18 de Abril de 2017, 11h19
    1
    0

    Se nem o PSDB está coeso no apoio a reeleição de Taques uma coisa é certa o homem é ruim de serviço. Kkkk

  • Edu | Segunda-Feira, 17 de Abril de 2017, 19h16
    0
    0

    Não pode ser real essas pessoas defendendo Wellington. Ou elas nasceram ontem, ou não conhecem o Senador. ...

  • Valdir | Segunda-Feira, 17 de Abril de 2017, 17h11
    1
    0

    Votei em Pedro Taques, mas sinceramente NÃO acredito que ele terá a capacidade de sair candidato a reeleição depois deste FIASCO de DESgoverno. Não fez nada, teve corrupção de 56 milhões na seduc, deixou de fazer o repasse obrigatório para a previdência estadual no aporte de 1,8 BILHÃO (depois alegou que o sistema previdenciário estava deficitário), repasses da Saúde atrasados, obras paralisadas, contratação de um consórcio réu por desvios no vlt para conclusão da obra (ao invés de abrir nova licitação). ERROS EM CIMA DE ERROS!

NA PRISÃO

Conselheiro quis preservar o genro e se complicou

Por 01/07/2020, 21h:24 - Atualizado: 01/07/2020, 21h:27

waldri teis 680

Dos cinco conselheiros afastados do TCE-MT desde 2017, o que mais se mostrou fragilizado foi Waldir Teis, preso nesta terça por supostamente tentar ocultar provas. Entrou em processo de depressão. E passou a conviver com outros problemas de saúde, como da próstata. Recentemente ficou cerca de um mês no Paraná, em tratamento.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Eleitor | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 03h47
    7
    0

    POIS É NA HORA DE FAZEREM ESQUEMA NINGUÉM ADOECE, NINGUÉM ENTRA EM DEPRESSÃO. PELOS ESQUEMAS DELES COM O EX GOVERNADOR QUANTAS PESSOAS QUANTAS PESSOAS NÃO MORRERAM DE ACIDENTES E EM RAZÃO DE BURACOS NAS ESTRADAS QUE ERAM PARA SEREM ASFALTADAS E NÃO FORAM OU QUE FIZERAM ASFALTO DE MÁ QUALIDADE A EXEMPLO DA MT 100 QUE FOI UMA DAS RODOVIAS DO MT INTEGRADO QUE OS DITOS CUJOS FIZERAM ACERTOS PARA LIBERAREM A CONTINUIDADE DO ASFALTO DE PÉSSIMA QUALIDADE QUE COM UM MÊS DE FEITO JÁ SE DISSOLVIA. PORTANTO, O INFERNO É AQUI E TERÃO QUE PAGAR TUDO DE ERRADO QUE FIZERAM.

  • Pedro Assis | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 22h55
    2
    2

    Ele já está preso, o site tem o dever com o bom jornalismo ou não, pois não está falando a verdade!

  • Cuiabano | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 22h31
    0
    0

    Cuiabano, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

INFRAESTRUTURA

Governador autoriza licitar mais 2 trechos de rodovias e por 30 anos

Por 01/07/2020, 16h:54 - Atualizado: 01/07/2020, 17h:00

Mayke Toscano

mauro mendes 680

O governador Mauro Mendes autorizou ontem a Sinfra a abrir licitação para fazer concessão de mais dois trechos de rodovias estaduais. 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Reginaldo | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 21h18
    8
    0

    A jogada é a seguinte, a empresa vence que a licitação, que fez o estudo de viabilidade econômica, investe economizando o máximo possível, após a construção das praças de pedágio, faturam por um tempo e depois começa a postergar os investimentos que ela se comprometeu no contrato e o governo finge que nada acontece.

  • Amaral antunes | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 19h54
    14
    0

    O povo paga pra fazer. O povo paga pra usar. O governante terceiriza pra faturar e intitula-se gestor. Patifaria

HOMEM DE CONFIANÇA

Blairo triste com prisão de seu ex-secretário

Por 01/07/2020, 16h:10 - Atualizado: 01/07/2020, 21h:42

blairo maggi 680

A prisão hoje pela Polícia Federal de Waldir Julio Teis, investigado na operação Gerion e flagrado em ocultação de documentos, deixou o ex-governador e ex-senador Blairo Maggi extremamente triste, constrangido e preocupado.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Servidor | Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 04h29
    5
    0

    COM TODO RESPEITO MAIS QUE FICA TRISTE É O POVO QUE SABE QUE OS RECURSOS PÚBLICOS FORAM USADOS PARA ESQUEMAS E ISTO REFLETIU NA FALTA DE CONDIÇÕES DA SAÚDE, ESTRADAS, SEGURANÇA. E, AINDA TENTAM JOGAR NO LOMBO DOS SERVIDORES PÚBLICOS A RESPONSABILIDADE PELO CAOS CRIADO PELA CORRUPÇÃO PRATICADA POR QUEM DEVERIA ZELAR PELA COISA PUBLICA. O POVO ALÉM DE TRISTE E ESPERA QUE TODOS OS CORRUPTOS MORRAM NA CADEIA.

  • Joao cezar | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 21h48
    12
    0

    O Blairo Maggi fez uma plástica e retirou as orelhas... Kkkkk

  • Marlan | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 19h24
    5
    7

    REALMENTE É TRISTE VER O VALDIR TEIS ENVOLVIDO NESSE PROCESSO,. E ATÉ.SURPREENDENTE PARA QUEM O CONHECEU AINDA JOVEM EM RONDONÓPOLIS CURSANDO DIREITO NO ENTÃO CESUR (CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE RONDONÓPOLIS) NA DÉCADA DE 90...

NA RESERVA

Um olho à Câmara, outro no Senado

Por 01/07/2020, 11h:15 - Atualizado: 01/07/2020, 11h:20

gisela simona 680

Quem está empolgada com a possível candidatura de Emanuelzinho (PTB) a prefeito de Várzea Grande é a ex-superintendente do Procon de Mato Grosso, Gisela Simona (Pros).

Postar um novo comentário

NOS BASTIDORES

Acordão para Botelho ir a prefeito com Mauro e Emanuel no palanque

Por 30/06/2020, 16h:30 - Atualizado: 30/06/2020, 16h:35

Maurício Barbant

eduardo botelho 680

Em uma reunião na semana passada com Emanuel Pinheiro (MDB), o presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (DEM), admitiu a possibilidade de ser candidato a prefeito de Cuiabá.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Firmo Oliveira filho | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 17h03
    1
    0

    Mais um acordo entre políticos, vai agradar os servidores dos municípios, é só alegria depois vem a facada nas costas desses servidores e outras partes dos munícipes que os elegerem,acorda Cuiabá e Várzea grande.

  • alex r | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 11h09
    7
    0

    Rapaz podemos não ter politico que preste mas tamo melhorando enquanto sociedade ver as pessoas derrubando as mascaras dos politicos e pedindo renovação me dá esperança que talves uma hora a gente se encontre .

  • Eleitor atento | Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 10h41
    8
    0

    Eduardo Botelho vai mesmo para Cuiabá se candidatar vamos ver a sua cara de quem é contra o povo . Agora vc quer procurar o povo né seu. ...

EFEITO-PANDEMIA

Sob desgaste, prefeitos não querem adiamento das eleições

Por 30/06/2020, 09h:53 - Atualizado: 30/06/2020, 09h:57

z� do patio 680

Prefeitos com possibilidade de buscar a reeleição não querem adiamento para novembro da data das eleições porque vêem suas administrações afetadas com prolongamento do desgaste dos efeitos negativos da pandemia.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • MOSSUETO | Terça-Feira, 30 de Junho de 2020, 16h03
    6
    1

    KKKKKKKKKKK; passaram o mandato inteiro coçando, deixando para fazer ou começar a fazer alguma coisa bem próximo da eleição, não contavam com a COVID-19, ela chegou de repente, mudando tudo, inclusive a data das eleições, que se continuar nesse crescimento, não será possível mexer com eleições este ano.

  • Gutemebrg Abreu | Terça-Feira, 30 de Junho de 2020, 12h37
    6
    1

    Essa eleição vai ser de avaliação dos gestores, aqueles que tiveram coragem e competência para enfrentar a pandemia terão o respaldo do povo, agora os que ficaram só fazendo política e não agiram, vão ser reprovados nas urnas.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2564