Blog do Romilson Cuiabá, 05 de Abril DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Suiá Missú

AgipPetroli afirma que gleba Suiá Missú não pertence aos Xavantes

Por 10/12/2012, 08h:36 - Atualizado: 10/12/2012, 12h:07

-- Documento garante que Cláudio Villas-Boas atestou que não haviam indíos aldeados em Suiá Missú nos anos 70   Uma carta da multinacional AgipPetroli e duas certidões e vários mapas emitidos pela própria Funai são os documentos que os produtores do distrito Estrela do Araguaia (30 quilômetros de Alto Boa Vista) afirmam ser as provas cabais de que o território demarcado como terra indígena Marãiwatsédé nunca foi do povo Xavante. As certidões da Funai, uma de 1971 e outra de 1974, a primeira delas endossada pelo famoso indigenista Claúdio Villas-Bôas, um dos três irmãos Villas-Bôas, retratados no filme Xingu, afirmam que a área de conflito não possuía índios aldeiados, antigas aldeias ou cemitérios.

 Esses documentos foram solicitados naquela época para que a Agropecuária Suiá-Misú pudesse se beneficiar das linhas de financiamento do já extinto projeto Sudam. As certidões foram expedidos pela 7ª delegacia Regional e o Deártamento Geral do Patrimônio Indígena.  “Eis que após os estudos necessários e a localização da área de seu interesse não foi constatada a exitência de Reservas ou Aldeamentos Indígenas na referida área”, diz o documento de 1974, assinado pelo então presidente da Funai Ismath de Araujo Oliveira.

  Com a carta da AgipPetroli eles rebatem as acusações de serem posseiros o grileiros. Neste documento, datado de 10 e maio de 1993, enviado de Roma para o então ministro da Justiça Maurício Correa, a multinacional afirma que só cede a área em questão através de venda ou de expropriação. No segundo caso, a empresa internacional deveria ser indenizada, o que nunca aconteceu.  "No que se refere a alternativa relativa a cessão da área e questão pedida pelos Índio Xavantes, a AgipPetroli chama a atenção para o fato que referida cesão poderá efetuar-se só através de uma venda ou mediante um ato de expropriação do Governo Brasileiro”, diz trecho da carta.

   “Não somos invasores. Não tem invasão não, nos compramos tudo, temos títulos dessas terras”, disse a vereadora irmã Irene, moradora há 21 anos de Posto da Mata. Assim como ela falam outros produtores da região e também algumas faixas espalhadas pelo vilarejo. Eles se consideram alvos de um plano para pintar a imagem deles como grileiros, para assim justificar a permanência dos índios perante o Brasil e exterior.

  Já os mapas, todos anexados no processo judicial, bem como no relatório confeccionado pela comissão externa de parlamentares que acompanha o caso, que já foram divulgados pela Folha do Estado, mostram que a própria Funai nega a existência de antigos cemitérios ou aldeias na área demarcada como Marãiwatsédé.

  O presidente da Associação dos Produtores de Suiá-Misu (Aprosum), Renato Teodoro, se diz revoltado com o fato de tais provas serem ignoradas nos processos judiciais. Além desses documentos, ele cita toda titulação da área, que possui, inclusive, o registro Torrens, uma documento internacional de propriedade. “Nós mostramos tudo, mas ninguém quer ver”, lamenta.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • jeronima maria | Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2012, 20h25
    1
    0

    como tirar familias que trabalham e produzem, que Brasil é esse com tanto desemprego quem trabalha é despejado.esta chegando o Natal data que comemoramos o nascimento de Cristo, e onde vão eles pra debaixo de alguma ponte. Agora analisem a documentação da AgipPetroli antes de acabar com todas essas familias, o que os indios vão fazer acabar com tudo que la existe ,tomar suas cachaças e produzir o que................................................................Pelo amor de Deus.

  • Francisco Caminati | Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2012, 17h50
    1
    0

    Prezados, não havia ocupação indígena em 1974 pois os mesmos haviam sido removidos antes disso, em 1966. Simples. Vejam essa reportagem para verem como a Invasão foi planejada e com a ciência de que a terra seria devolvida aos Xavante: http://www.diariodecuiaba.com.br/detalhe.php?cod=422731

  • Joao ferreira | Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2012, 12h38
    2
    0

    Cara Josana Salles gostaria muito de ver uma resposta sua ao comentário do Agnelo.

CÂMARA DA CAPITAL

50% dos vereadores trocam de sigla; PP detém a maior bancada confira

Por 04/04/2020, 20h:00 - Atualizado: 09h atrás

vereadores troca cuiaba partido 680

Catorze vereadores (53%, considerando que são 26, incluindo um licenciado) trocaram de partido na Câmara de Cuiabá, aproveitando a janela de março, cujo prazo terminou neste sábado.

Postar um novo comentário

SUCESSÃO MUNICIPAL

Filho de ex-prefeito com chances de ganhar em Tangará da Serra

Por 04/04/2020, 12h:21 - Atualizado: 09h atrás

vander masson 680

Em Tangará da Serra, cidade pólo do Médio-Norte, o tucano Vander Masson, terceiro colocado para prefeito em 2016, pretende concorrer de novo, agora num ambiente eleitoral mais favorável.

Postar um novo comentário

NEGOCIAÇÕES

Após acordo, Selma recua, assume Pode-Cuiabá e quer Abílio prefeito

Marcos Oliveira

selma arruda 680

A senadora cassada Selma Arruda, que já estava com um pé no PSC, foi convencida a permanecer no Podemos.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • João | Sábado, 04 de Abril de 2020, 15h00
    4
    3

    Senhor tenha misericórdia. Abílio prefeito, o que mais falta acontecer em nosso município

  • José Roberto de Freitas | Sexta-Feira, 03 de Abril de 2020, 18h59
    20
    6

    Esse Niuan é um menino sem futuro mesmo. Não tem um pingo de sensatez. Deus me livre.

EM VÁRZEA GRANDE

Pela 5ª vez, governador Mauro na terra dos Campos sem os Campos

Por 03/04/2020, 16h:26 - Atualizado: 04/04/2020, 12h:39

mauro mendes 680

Pela quinta vez em menos de duas semanas, Mauro Mendes pisou hoje os pés em Várzea Grande. Permaneceu por cerca de duas horas inspecionando as obras de reforma do Hospital Metropolitano, no bairro Cristo Rei.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Reginaldo | Sábado, 04 de Abril de 2020, 20h54
    1
    0

    Estranho que ainda possa ter pessoas que defendem político A e B . São tudo farinha do mesmo saco. No caso em tela...MM privilegia o TCE, TJ , AL e secretariado em detrimento dos demais funcionários, principalmente os da Saúde, educação. Jaime Campos, o que fez para transformar o fundo eleitoral em verba para a saúde?

  • Daniel | Sábado, 04 de Abril de 2020, 14h48
    1
    4

    Os varzeagrandeces agradecem pelo tanto que os Campos fazem.pela cidade, os outros só roubam.

  • Luiz Vilanova | Sábado, 04 de Abril de 2020, 13h41
    1
    6

    Resposta a PEDRO LUIZ: vc não passa de um retardado mental e frustrado contra o prestígio e o excelente trabalho que os irmãos CAMPOS, prestou e vem prestando ao nosso Mato Grosso. Nada acontece na política Matogrossenses sem os CAMPOS.

Mistério

Despacho com farofa, velas e galinha preta é deixado perto do Paiaguás

Por 03/04/2020, 16h:03 - Atualizado: 03/04/2020, 16h:06

Reprodução

macumba_680

Um despacho com farofa, velas e uma galinha preta morta foi deixado, durante a madrugada desta sexta (3), na esquina Banco do Brasil, junto ao Palácio Paiaguás, no Centro Político Administrativo.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • PEDRO REIS DE OLIVEIRA | Sábado, 04 de Abril de 2020, 12h28
    1
    1

    Como finaliza o texto corretamente, e pela foto vejo que é apenas uma oferenda a uma entidade (Exú) esta no caso deve ser feita em local publico e não tem nada com com transeunte do local.

TROCA-TROCA

Senadora cassada decide deixar o Pode e sinaliza para PSC

Por 03/04/2020, 10h:45 - Atualizado: 03/04/2020, 10h:46

Marcos Oliveira

selma 680

Senadora cassada, mas ainda ocupando a cadeira, Selma Arruda decidiu sair do Podemos, no qual só tem seis meses de filiação.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Leandro pereira | Sábado, 04 de Abril de 2020, 08h26
    1
    0

    Carniça de Mato Grosso Ambiciosao levou a ruína Sede de poder

  • Marlon | Sexta-Feira, 03 de Abril de 2020, 15h15
    4
    0

    E eu que pensei ter lido ostro dia que ela ia abandonar a politica. Afff

  • JORGE LUIZ | Sexta-Feira, 03 de Abril de 2020, 14h21
    6
    3

    ESSA MULHER, EX TUDO, NÃO SABE O QUE É FIDELIDADE PARTIDÁRIA? O PARTIDO DEVE SER FIEL A ELA SOMENTE, COMO PERDEU MAIS UMA VAI SAIR DO PODEMOS E IR PARA O QUE QUEREMOS, CRIA UM PARTIDO EX TUDO ASSIM VOCÊ CHAMA DE SEU

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2523