Blog do Romilson Cuiabá, 20 de Janeiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Suiá Missú

AgipPetroli afirma que gleba Suiá Missú não pertence aos Xavantes

Por 10/12/2012, 08h:36 - Atualizado: 10/12/2012, 12h:07

-- Documento garante que Cláudio Villas-Boas atestou que não haviam indíos aldeados em Suiá Missú nos anos 70   Uma carta da multinacional AgipPetroli e duas certidões e vários mapas emitidos pela própria Funai são os documentos que os produtores do distrito Estrela do Araguaia (30 quilômetros de Alto Boa Vista) afirmam ser as provas cabais de que o território demarcado como terra indígena Marãiwatsédé nunca foi do povo Xavante. As certidões da Funai, uma de 1971 e outra de 1974, a primeira delas endossada pelo famoso indigenista Claúdio Villas-Bôas, um dos três irmãos Villas-Bôas, retratados no filme Xingu, afirmam que a área de conflito não possuía índios aldeiados, antigas aldeias ou cemitérios.

 Esses documentos foram solicitados naquela época para que a Agropecuária Suiá-Misú pudesse se beneficiar das linhas de financiamento do já extinto projeto Sudam. As certidões foram expedidos pela 7ª delegacia Regional e o Deártamento Geral do Patrimônio Indígena.  “Eis que após os estudos necessários e a localização da área de seu interesse não foi constatada a exitência de Reservas ou Aldeamentos Indígenas na referida área”, diz o documento de 1974, assinado pelo então presidente da Funai Ismath de Araujo Oliveira.

  Com a carta da AgipPetroli eles rebatem as acusações de serem posseiros o grileiros. Neste documento, datado de 10 e maio de 1993, enviado de Roma para o então ministro da Justiça Maurício Correa, a multinacional afirma que só cede a área em questão através de venda ou de expropriação. No segundo caso, a empresa internacional deveria ser indenizada, o que nunca aconteceu.  "No que se refere a alternativa relativa a cessão da área e questão pedida pelos Índio Xavantes, a AgipPetroli chama a atenção para o fato que referida cesão poderá efetuar-se só através de uma venda ou mediante um ato de expropriação do Governo Brasileiro”, diz trecho da carta.

   “Não somos invasores. Não tem invasão não, nos compramos tudo, temos títulos dessas terras”, disse a vereadora irmã Irene, moradora há 21 anos de Posto da Mata. Assim como ela falam outros produtores da região e também algumas faixas espalhadas pelo vilarejo. Eles se consideram alvos de um plano para pintar a imagem deles como grileiros, para assim justificar a permanência dos índios perante o Brasil e exterior.

  Já os mapas, todos anexados no processo judicial, bem como no relatório confeccionado pela comissão externa de parlamentares que acompanha o caso, que já foram divulgados pela Folha do Estado, mostram que a própria Funai nega a existência de antigos cemitérios ou aldeias na área demarcada como Marãiwatsédé.

  O presidente da Associação dos Produtores de Suiá-Misu (Aprosum), Renato Teodoro, se diz revoltado com o fato de tais provas serem ignoradas nos processos judiciais. Além desses documentos, ele cita toda titulação da área, que possui, inclusive, o registro Torrens, uma documento internacional de propriedade. “Nós mostramos tudo, mas ninguém quer ver”, lamenta.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • jeronima maria | Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2012, 20h25
    1
    0

    como tirar familias que trabalham e produzem, que Brasil é esse com tanto desemprego quem trabalha é despejado.esta chegando o Natal data que comemoramos o nascimento de Cristo, e onde vão eles pra debaixo de alguma ponte. Agora analisem a documentação da AgipPetroli antes de acabar com todas essas familias, o que os indios vão fazer acabar com tudo que la existe ,tomar suas cachaças e produzir o que................................................................Pelo amor de Deus.

  • Francisco Caminati | Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2012, 17h50
    1
    0

    Prezados, não havia ocupação indígena em 1974 pois os mesmos haviam sido removidos antes disso, em 1966. Simples. Vejam essa reportagem para verem como a Invasão foi planejada e com a ciência de que a terra seria devolvida aos Xavante: http://www.diariodecuiaba.com.br/detalhe.php?cod=422731

  • Joao ferreira | Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2012, 12h38
    2
    0

    Cara Josana Salles gostaria muito de ver uma resposta sua ao comentário do Agnelo.

  • Rafael | Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2012, 12h31
    0
    1

    Ao chegar nessas terras Cabral não encontrou apenas populações indígenas, descobriu também gigantescas áreas desabitadas. O que não deveria ser surpresa nos dias de hoje pois se a população brasileira com seus 190 milhões de indivíduos? mal consegue ocupar todos os espaços brasileiros, deixando boa parte do território vazio. Imaginem há 500 anos quando a população indígena mal passava dos 5 milhões. Os indígenas não são e nunca foram os primeiros habitantes da América. Os índios que vemos hoje são descendentes dos que chegaram numa migração posterior. Um povo com características físicas e culturais diferentes já se encontrava aqui antes deles. Vários fósseis e evidências da presença humana antes do ingresso dos ancestrais dos atuais indígenas pelo estreito de Bering têm sido encontrados em todo continente americano. Basta pesquisar os trabalhos de Niede Guidon e Walter Neves. Os índios de hoje nunca foram donos de terra alguma e são tão invasores quanto os europeus, além de não serem autóctones eles eram NÔMADES.

  • joaoderondonopolis | Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2012, 11h32
    1
    0

    Esta empresa diz que têm até Registro de Torrens da área. Só que normalmente os registros públicos tem a presunção de veracidade, ou seja, são considerados verdadeiros. Contudo, esta presunção não é absoluta, mas relativa, pois admite prova ao contrário, ou seja, caso seja comprovada irregularidade, o registro pode ser alterado ou retificado.

  • Agnello | Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2012, 11h32
    2
    0

    Partindo do fato de que quando os portugueses aqui chegaram os índios já habitavam o que viria ser o Brasil, então toda a terra existente no país pertence aos índios, portanto Josana, dê um bom exemplo e ceda aos indios o que você tiver de terra, incluindo o terreno de sua casa.

  • Josana Salles | Segunda-Feira, 10 de Dezembro de 2012, 10h01
    1
    1

    Então tá, não adianta esperniar. Esse país precisa dar mais uma lição: terra de índio é de índio. Queria ver se fosse os índios invadindo terra de branco. Precisa dar um exemplo pra acabar com a industria da grilagem. Todo mundo sempre soube que esse povo tava no lugar errado. E ficaram achando que nunca seriam tirados de lá.

PALÁCIO PAIAGUÁS

Mauro inicia 2º ano sem trocar staff; Taques mudou 7 no mesmo período

Por 20/01/2020, 10h:18 - Atualizado: 01h atrás

mauro mendes posse 680

Mauro Mendes (DEM) entra o segundo ano de mandato sem promover uma mudança no secretariado. Todos 16, incluindo os que tocam a PGE e a Controladoria, estão nos postos desde 1º de janeiro de 2019.

Postar um novo comentário

EFEITO-CASSAÇÃO

Selma, casarão em Chapada e risco de ficar mais pobre do que entrou

Por 19/01/2020, 19h:16 - Atualizado: 19/01/2020, 19h:20

casa selma chapada 680

Casarão de Selma Arruda, no Bom Clima, em Chapada dos Guimarães, avaliado por ela, em 2018, por R$ 600 mil

A senadora cassada Selma Arruda, dona de três imóveis, entre eles uma mansão em Chapada dos Guimarães, pode ficar mais pobre do que entrou na vida pública se tiver que pagar solidariamente, com os dois suplentes, pelos custos da eleição suplementar, que acontece em 26 de abril.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • jj | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 09h43
    4
    0

    isso ai deveria valer pra todos os politicos, quantos e quantos faz o que ela fez e ta bem ai de boa, e os 5 conselheiros do tribunal de faz de contas, que estao afastados entre aspas e recebendo altos salarios, isso tbem é uma vergonha.

  • Fernandes | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 09h35
    7
    1

    Nós servidores públicos devemos nos unir e votar em candidatos que não são do agro, pois eles defendem a isenção fiscal dos seus amigos e parceiros , e a conta disso tudo recai sobre nós servidores com alíquotas que já beiram 14,25%, recebendo nossa remuneração parcelada e em atraso!

  • Gilston | Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020, 08h03
    10
    1

    Tem que ser no rigor da leis, não era assim que ela agia? Então ela tem que pagar esta despesa que ela mesma fez ao cometer seu crime. Não o povo.

BR-163

Governo fecha em 2021 todo trecho duplicado Cuiabá-Rondonópolis

Por 19/01/2020, 11h:21 - Atualizado: 19/01/2020, 11h:32

br-163 680

Mesmo com o trecho da BR-163, entre Cuiabá e Rondonópolis, entregue à concessionária Rota do Oeste, inclusive com três praças de pedágio, o governo federal segue o trabalho de duplicação.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Juscelino Ribeiro | Domingo, 19 de Janeiro de 2020, 12h39
    5
    0

    E O Trecho do Distrito Industrial de Cuiabá até o Rosário Oeste, é de responsabilidade de quem duplicar ?. Lá também se cobra pedágio e a rodovia é muito ruim.

GOVERNO DE MT

Após reformas, outra pauta-bomba

Por 18/01/2020, 18h:06 - Atualizado: 18/01/2020, 18h:14

Tchelo Figueiredo

mauro mendes 680

Vem mais uma pauta-bomba aí.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Luciano | Domingo, 19 de Janeiro de 2020, 16h13
    1
    0

    Alencar seja menos ingênuo. Esse governador não faz nada de graça. Ele trabalha para lobistas. Nesse angu tem caroço.

  • Alencar | Domingo, 19 de Janeiro de 2020, 07h58
    2
    2

    Tem que aprovar. Estão acabando com os peixes do nossos rios.

  • Davi | Sábado, 18 de Janeiro de 2020, 19h45
    9
    3

    Aí tem coisa. Quem vai vender peixe no estado? Quem está por trás do governador?

  • Davi | Sábado, 18 de Janeiro de 2020, 19h44
    11
    3

    MM só trabalha para lobistas. Já tem uma empresa amiga para fornecer peixe no Estado a "convite" do MM.

NOVA GESTÃO NO TCE

Maluf define postos de comando

Por 18/01/2020, 11h:25 - Atualizado: 18/01/2020, 11h:51

Thiago Bergamasco

guilherme maluf 680

Empossado há um mês na presidência do TCE-MT, Guilherme Maluf definiu quase todos os mais de 30 cargos de secretários, diretores e outros postos de comando do órgão de controle externo de toda estrutura dos poderes públicos municipais e estadual.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • marta | Domingo, 19 de Janeiro de 2020, 20h54
    0
    0

    o prefeito de leverger precisa de auxilio, mas acho que os seridores municipais não querem trabalhar pra ele.

  • Os Matogrossenses | Sábado, 18 de Janeiro de 2020, 15h38
    4
    0

    O QUE NÓS MATOGROSSENSES QUEREMOS DO ATUAL PRESIDENTE DO TCE GUILHERME MALUF É JUSTIÇA EM RELAÇÃO A CARGA HORÁRIA CONFORME A LEI, EXIGIR O CUMPRIMENTO DE 08 HORAS POR DIA DE TRABALHO DE TODOS OS SERVIDORES DESTE TCE, POIS OS SERVIDORES PÚBLICOS DESTE ÓRGÃO DEVERÃO SER EXEMPLOS PARA O ESTADO DE MT. DESEJAMOS UMA EXCELENTE GESTÃO PARA A MESA DIRETORA DO TRIBUNAL DE CONTAS.

CASAL MENDES

Caras diz que Mauro salvou esposa

Reprodução/Caras

mauro caras 680

Numa reportagem de três páginas, ilustrada com 10 fotografias e destaque de capa do casal Mendes, a revista Caras, que chegou hoje às bancas, diz que o governador Mauro Mendes, em 2014, salvou a vida da esposa Virgínia ao doar um rim a ela, que sofria de uma doença hereditária.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Elvis levino da Silva | Sábado, 18 de Janeiro de 2020, 09h40
    7
    1

    Dê glórias ao bom Deus por ter salvo a sua esposa. Agora, faça um favor pra todos os trabalhadores de Mato Grosso, salve-os das suas taxações e impostos fora da realidade.

  • ronaldo araujo | Sexta-Feira, 17 de Janeiro de 2020, 18h59
    15
    3

    A unica coisa que não entendi foi pq ele levou para São Paulo, ele foi prefeito de Cuiabá, deixou a saúde perfeita com upas, e dois pronto socorro.... Se nem ele acredita no trabalho dele como gestor imagina eu.

  • Vanessa | Sexta-Feira, 17 de Janeiro de 2020, 17h35
    11
    1

    Quase perdeu uma das mãos, agora um rim. É melhor ficar atento governador parece que tem alguém lá em cima insatisfeito com suas diabruras.

  • Lauro Cesar | Sexta-Feira, 17 de Janeiro de 2020, 15h45
    24
    2

    Eu aposto 1000 contra 1 que MM ainda tem os dois rins! me engana que eu gosto.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2477