Blog do Romilson Cuiabá, 26 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

MARK E RDNEWS

Em Barra do Garças, Silval lidera a disputa com 43%; Wilson tem 30%

Em Barra do Garças, Silval lidera disputa com 43%; Wilson está com 30%

    Silval Barbosa está 13,5 pontos percentuais à frente de Wilson Santos na corrida ao governo do Estado em Barra do Garças, pólo da região do Araguaia, revela pesquisa Mark. O levantamento foi feito entre 15 e 19 deste mês, com 260 entrevistas. Na sondagem estimulada, quando os entrevistadores apresentam a relação dos três pré-candidatos a governador, 43,5% disseram que votariam hoje pela reeleição do peemedebista Silval. O nome do ex-prefeito da Capital Wilson Santos (PSDB) vem em segundo lugar, com 30% das intenções de voto. Já o empresário Mauro Mendes, virtual candidato ao Paiaguás pelo PSB, aparece com 11,2%.

    No município, Silval tem o prefeito de terceiro mandato Wanderlei Farias, do PR, como um dos cabos eleitorais. Dos entrevistados, 0,8% votaria em branco ou anularia o voto. Já o percentual de indecisos ou que não souberam responder é de 14,6%. A pesquisa está registrada no TRE-MT, sob protocolo 12.498/2010. Todos ouvidos moram na zona urbana.

   Trabalho de campo

   Quanto à idade, 4,2% têm entre 16 e 17 anos; 17,3% entre 18 e 24; enquanto 26,2% estão na faixa etária de 25 a 34; 23,1% vão de 35 a 44, enquanto 21,9% disseram possuir entre 45 e 59 anos, ao passo que 7,3% registram mais de 60 anos. São do sexo masculino 50,8% e, do feminino, 49,2%. Sobre a escolaridade, 7,3% são analfabetos e/ou estudaram o primário incompleto; 20,4%, primário completo e/ou 1º grau incompleto; 41,2% têm ensino fundamental concluído ou o médio por finalizar; 25% já terminaram o ensino médio e não concluíram curso superior e, 6,2% dos barra-garcenses que opinaram disseram já ter terminado o terceiro grau. Já em relação à renda familiar, 4,2% contam com um salário mínimo; 61,5% acumulam de um a cinco; 29,2% de cinco a 10 mínimos; 3,5% registram de 10 a 20 vencimentos e, 1,5%, mais de 20 salários.

    No trabalho de campo para ouvir os eleitores, a Mark percorreu 35 bairros de Barra do Garças. São eles: Santo Antonio, Rainha de Fátima, Novo Horizonte, Jardim Araguaia, Vila Maria, Pitaluga, Mangueira, Vila São José, Cohab, Palmares, Vale do Sol, Cinemax, Vila Distrito, Jardim Ângara, Piracema, São Sebastião, Campinas, União, Sena Marques, Cristino Cortes, Ouro Fino, Zeca Ribeiro, São Benedito, Serrinha, Jardim Amazonas, Setor Chácara, Indianápolis, São João, Anchieta, Nova Esperança, BNH, Alto da Boa Vista e Vila Vagão e o centro.

Postar um novo comentário

Comentários (25)

  • Britto | Quarta-Feira, 26 de Maio de 2010, 10h32
    0
    0

    Amigos o problema do pinoquio é uma só,Faz promessa que não da conta de comprir depois por exemplo cadé o hospital infantis que ele prometeu na campanha do primeiro mandato e não fez cadé o teatro municipal cade a guarda municipal cadé a avenida das torres e etc etc etc

  • Ferreira | Quarta-Feira, 26 de Maio de 2010, 09h30
    0
    0

    Caro Carlos Gouveia, de que Brasilia você é? De qual "folha" você está recebendo seus vencimentos? Seus comentários são ridiculos para quem quer bancar de professor de política... Onde você aprendeu que o governo do estado é quem tem dinheiro? Todo mundo, com um poUco de conhecimento, sabe que é preciso rever o pacto federativo na questão da partilha dos recursos arrecadados. Mais de 60% ficam com a União. Estados e municipios com menos de 30%. Não estou aqui para analisar o WS como prefeito de Cuiabá, mas sei que o cacete pega forte nele pela cuiabania consciente. O governo Maggi foi um dos melhores da história, só adversário de carteirinha não reconhece isso, mas é natural que não tenha sido perfeito.Erros existiram e acontece com todos os governos. O problema do fechamento de hospitais aconteceu em todo o País e se deveu a forma como o SUS gerencia a saúde pública desde que foi criado. Além disso existe uma grande carencia de médicos no Brasil. Essas coisas só não colocam na balança na hora da análise correta, aqueles que são "cupinchas" de carteirinha de algum candidato. Este não é meu caso pode ter certeza! Espero que a população tenha o discernimento necessário para escolher o melhor projeto e o melhor candidato para Mato Grosso, independente das baboseiras que se plantam por aí por causa da politicagem das companhas. Você como analista político é tem o credito de um manjado "cabo eleitoral"!

  • Eulinásio | Terça-Feira, 25 de Maio de 2010, 17h57
    0
    0

    Caro Carlos Gouvea,respeito sua opinião,mas o simples fato de vc morar em Brasília,não lhe dá o direito de supor,imaginar,conjeturar ou presumir,que nós matogrossenses não somos capazes ou desconhecemos como funciona a máquina pública,problemas de saúde,segurança,educação,etc... existem em todo lugar.Porém,aqui,trata-se de descaso,mentiras,má gestão do erário público.

CHAPA PROPORCIONAL

Ivan desiste e enfraquece DEM, que só deverá eleger um na Capital

Por 25/09/2020, 20h:15 - Atualizado: 09h atrás

ivan evangelista 680

O pecuarista Ivan Evangelista, que foi vereador por 13 anos e teve mandato cassado em 2010, jogou mesmo a toalha. Após contestar este Blog por ter revelado que ele recuaria da disputa, o ex-vereador acabou "enrolando" a cúpula do DEM até a última hora. E decidiu, enfim, não concorrer às eleições.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joaoderondonopolis | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 20h38
    6
    1

    Único caminho certo do DEM/Jayme e Júlio foi apoiar Leitão ao senado, pois será vitorioso. E se o DEM apoiasse Emanuel, com certeza faria de 4 a 5 vereadores. MM está afundando o DEM, até parece que após a eleição irá mudar de partido.

REFORÇO ELEITORAL

A esperança de França em 2 apoios graúdos

Por 25/09/2020, 14h:28 - Atualizado: 25/09/2020, 14h:30

roberto franca 680

Pela primeira vez, Roberto França (Patriota) entra numa disputa eleitoral ao Executivo num cenário nem tanto favorável, como nos pleitos em que se elegeu prefeito de Cuiabá, em 1996 e 2000.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ocuiabano | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 16h34
    16
    3

    INFELIZMENTE COM. MAURO MENDES.....MAL. ACOMPANADO.....NÃO TEM O NOSSO VOTO.

  • Adaildo | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 15h46
    7
    2

    A culpa do Bolsonaro não apoiar o Roberto França é da Tenente Coronel Fernanda, que rebelou e não aceitou o que o presidente Bolsonaro pediu que fizesse, isso vai custar muito caro para o Patriota e principalmente para o Roberto França! Isso só mostrou que pessoas com interesses próprios, não pensou em Cuiabá e muito menos no partido, ganância pelo poder!

CORRIDO À PREFEITURA

Pela 2ª vez, governador e vice em palanques diferentes em Lucas

Por 25/09/2020, 10h:52 - Atualizado: 25/09/2020, 10h:54

mauro mendes otaviano pivetta 680

Governador Mauro Mendes, que apoia Binotti em Lucas do Rio Verde, enquanto Otaviano Pivetta lança Miguel Vaz

Pela segunda vez, vice e governador estão em palanques diferentes nas eleições em Lucas do Rio Verde. E repetindo alguns dos personagens.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • João da Costa Monteiro | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 19h20
    1
    0

    Esses dois ai (Mauro Mendes e Otáviano Piveta), continuam se desentendendo em decisões politicas, tanto para Prefeito de Lucas ,quanto pata eleição ao Senado, pois o Mauro apoia o Favaro, e o Piveta apoia o Nilson Leitão. E o paú vai quebrar agora em 2020, e na proxima em 2022, aguardem.....

  • joao | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 14h34
    2
    0

    Roberto não a lugar algum.

  • maicon douglas | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 14h09
    3
    1

    eu não voto nem no canadidato do mauro mente e nem no candidato do pivetti por justamente por causa dos dois to fora desses dois

VAIDADES

Disputa de ego entre 2 entidades faz ministra cancelar agenda em Cuiabá

Por 24/09/2020, 16h:25 - Atualizado: 24/09/2020, 16h:29

antonio galvan normando corral

Antonio Galvan, da Associação dos Produtores de Soja, e Normando Corral, que dirige a Federação da Agricultura

Uma disputa pelo protagonista do que seria a construção de uma agenda para a ministra Tereza Cristina (Agricultura) em Cuiabá, envolvendo a Famato e Aprosoja, as duas maiores entidades do agronegócio, acabou jogando por água abaixo a tal programação.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Israel Borges | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 07h00
    10
    3

    Antonio Galvan foi ele quem arrumou um pessoal para ficar vaindo gov mauro em sinop ... ele e disreipeitoso eos agricultores de mt nao mereçe ter um cara desse representando o nosso agro fora galvan

  • Sem terra de Poconé | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 21h20
    17
    1

    02 pessoas que usam às instituições em benefício próprio. Normando Corral toca a FAMATO dando mordomia e beneficies a seus “amigos”, já Galvan é tido como louco é extremamente vaidoso.... O agro tá muito mal representado nesse momento...

MORTE OU VIDA POLÍTICA

A incógnita Pedro Taques

Por 24/09/2020, 11h:49 - Atualizado: 24/09/2020, 11h:54

pedro taques 680

A resposta das urnas a ser dada a Pedro Taques em 15 de novembro, como um dos 11 candidatos a senador, representará a sua morte política ou então o consagrará como aquele que conseguiu dar a volta por cima.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • luizitosales@gmail.com | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 14h18
    26
    10

    Sou servidor público e tive o desprazer de participar de uma reunião com esse indivíduo quando ela estava (ainda bem) governador. Impressionante a arrogância, prepotência e falta de humildade. Se depender do meu voto, vai continuar no ostracismo político.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    20
    24

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    14
    18

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

EM CUIABÁ

PSB deixa Emanuel e espera sim do Paiaguás para fechar com França

Por 24/09/2020, 09h:54 - Atualizado: 24/09/2020, 09h:57

adilson levante 680

O PSB pulou do palanque à reeleição do prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro, deixou a chapa de 38 candidatos a vereador numa saia-justa e está esperando sinalização do Palácio Paiaguás para ver se fecha mesmo aliança com Roberto França (Patriota).

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Candidata | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 20h59
    0
    0

    Nota mentirosa. PSB está firme com Emanuel. Nunca se uniria a Mauro Mendes

  • Psdbista | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 20h59
    0
    0

    MAIOR MENTIRA DO PLANETA. RUSSI SABE QUE O DEM SAÍRA MAIS PERDIDO QUE CACHORRO QUE CAIU DE MUDANÇA E NÃO IA ESTRAGAR A CHAPA DO PSB. DIVULGUEM A VERDADE

  • Ojusticeiro | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 15h15
    5
    0

    Na política vale tudo..... olha Máxi dando pitada na política cuiabana QUA. QUA QUA ele vai e nos eleitores não mais QUA

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2606