Blog do Romilson Cuiabá, 27 de Novembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Rumo a 2010

Wilson é 1º ao governo com 29%; Silval e Jayme dividem 2º

26/12/2009, 16h:44 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

  A nove meses das eleições gerais, o nome do prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB) figura em primeiro lugar na corrida ao Palácio Paiaguás. Em segundo e empatados tecnicamente estão o vice-governador Silval Barbosa (PMDB) e o senador Jayme Campos (DEM). É o que revela pesquisa estimulada do instituto Mark, realizada entre 4 e 8 deste mês em 45 municípios mato-grossenses. Foram ouvidos 1.334 eleitores, o que permite uma margem de erro de 3% para mais ou para menos. Trata-se da primeira amostragem com abrangência em todo o Estado publicada acerca do processo eleitoral de 2010. Até agora, o que alguns institutos divulgaram foram pesquisas feitas por telefone (telemarketing). O nome do emprsário Mauro Mendes, que trocou o PR pelo PSB, vem em quarto lugar, com 8,8% das intenções de voto.

    Nesta pesquisa estimulada, a Mark apresentou uma relação com cinco possíveis concorrentes à sucessão do governador Blairo Maggi. Incluiu o nome do juiz federal Julier Sebastião da Silva porque este admite entrar no páreo. Devido à prerrogativa do cargo de magistrado, ele pode definir partido e candidatura até o início de abril, ou seja, seis meses antes do pleito. Wilson foi vereador por Cuiabá, deputado estadual e federal e exerce o segundo mandato de prefeito da Capital. Os indecisos somam 21,6%. Votariam em branco ou anulariam o voto 3,3%. Mesmo sob desgaste no Palácio Alencastro devido a problemas administrativos, como as obras do PAC e a crise na saúde, o tucano impõe uma vantagem de 11,6 pontos percentuais sobre Silval, que tem apoio de Maggi e vive a expectativa de assumir o Palácio Paiaguás daqui a quatro meses.

   Silval é ex-prefeito de Matupá, foi deputado estadual por dois mandatos e está vice-governador desde janeiro de 2007. É a maior aposta do PMDB na corrida à sucessão estadual. Tem como principal cabo eleitoral o próprio Maggi, líder da chamada turma da botina. Jayme foi prefeito de Várzea Grande por três mandatos e governou Mato Grosso de 91 a 94. Ele fechou um acordo com Santos para, com base no resultado de pesquisas a serem feitas a partir de fevereiro, o nome que melhor pontuar ser o candidato a governador e com o compromisso de quem ficar de fora apoiar o projeto. Apesar de se declarar aliado do Paiaguás, Jayme sinaliza para distanciamento do grupo de Maggi e aproximação de Santos, mesmo se tratando de ex-adversários políticos.

   Mauro Mendes é propagado como candidato de uma terceira via. Presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiemt), ele provocou reviravolta no meio político ao trocar o PR de Maggi pelo PSB. Agora tenta atrair PDT e PPS e outras legendas, com discurso de que construirá projeto alternativo. Com 8,8% das intenções de voto, Mendes se vê 7,5 pontos atrás de Jayme, 9,3% distanciado de Silval e 20,9 do tucano Santos, contra o qual disputou e perdeu no segundo turno à Prefeitura de Cuiabá no ano passado.

   Trabalho de campo

   Dos 1.324 entrevistados durante os cinco dias, 99,3% residem na zona urbana e, 0,7%, na rural. São do sexo masculino 52,2% e, do feminino, 47,8%. Quanto à idade, 5,1% têm entre 16 e 17 anos, enquanto 17,5% possuem entre 18 e 24 e, 25,5% disseram estar na faixa de 25 a 34. Outros 22,1% têm entre 35 e 44, ao passo que 20,2% contam com idade entre 45 e 59. Dos que opinaram, 9,7% estão com mais de 60 anos.

   Sobre o nível de instrução, 9,2% são analfabetos e/ou têm o primário incompleto; 26,5% possuem o primário completo e/ou 1º grau incompleto; 34,7% conta com 1º grau completo e/ou ensino médio por concluir; 24,3% já terminaram o ensino médio e/ou têm o superior incompleto, enquanto 5,2% contam com o terceiro grau concluído. Quanto à renda familiar, 8,6% ganham até um salário mínimo; 64,4% de um a cinco salários; 20,9% registram de cinco a 10 mínimos; 5,2% variam de 10 a 20, enquanto 0,9% ganha mais de 20 salários.


 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • eleitor frio | Quinta-Feira, 07 de Janeiro de 2010, 16h40
    0
    0

    pesquisas feitas pelo telefone nao apontam para uma realidade exata da vontade eleitoral política da população matogrossense, uma vez que temos ai algumas indagações: como que WS póde estar em primeiro se na capital que é uma das cidades de maior densidade eleitoral ele está desgastado, e no interior ele não é conhecido; Segundo, a mesma coisa vale para Silval Barbosa, que é conhecido apenas no norte do estado, e na pesquisa ele aparece em segundo lugar , sendo lembrado na baixada cuiabana, região onde o mesmo é desconhecido. Pesquisa é uma coisa séria e por isso eu fico de ollho, principalmente quando ela é feita pelo telefone

  • Ivan Deluqui | Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2009, 12h39
    0
    0

    Ate com os ataques progamados deles (PMDB,PR,PT,JULIER SEBASTIÃO,MAURO MENDES), não conseguem abalar a força que esta do lado de WILSON,digo porque, ele tem a DEUS,FAMILIA,AMIGOS SINCEROS e MILITANCIA do seu lado, dando força e apoio, podem vim quente que nós estamos fervendo,WS tem discurso e trabalho prestado como legislador e como executivo para mostrar, e o nosso povo sabe disso e sabera distinguer o que e persiguição e votara no que e bom e melhor para MT e dalhe GALO. Parabens pelo novo formato ROMILSON gostei muito.

  • Donizete F Nascimento | Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2009, 10h34
    0
    0

    Não quero entrar no mérito da questão,mas me parece que o eleitorado "do Sul" é maior.Aliás,Wilson Santos é Paulista... E é assim,graças aos imigrantes, que a grandeza deste Maravilhoso Mato Grosso vem sendo construída.

ONTEM E HOJE

Coronel que ajudou a eleger Abílio hoje quer distância do ex-aliado

Por 26/11/2020, 19h:16 - Atualizado: 06h atrás

leovaldo sales 680

O coronel PM da reserva Leovaldo Sales, secretário de Ordem Pública de Cuiabá, foi o coordenador e braço fundamental da campanha vitoriosa de Abílio Júnior a vereador, em 2016. Ajudou a arregimentar votos de centenas de fiéis. 

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • jose carleto neves neves | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 22h19
    8
    15

    Claro que o Sales não quer saber do Abilio,se o Abilio ganhar ele vai perder a mamata na prefeitura

  • Adalberto Rodrigues de Souza | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 22h18
    6
    16

    Claro, seria incoerência se ele apoiar o 19 agora , pois trabalha para o Paletó ...vão levar taca...

  • Moisés | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 22h04
    8
    15

    Quem é mesmo esse coroné na fila do pão? É claro que ele vai puxa para o PALETÓ !!!

Rumo às urnas

Abílio avalia se vai ao debate da TV Vila Real

Por 26/11/2020, 16h:52 - Atualizado: 08h atrás

abilio_680

Abílio Júnior (Pode) está refletindo se comparece ou não ao debate, nesta sexta (27), na TV Vila Real, do grupo Gazeta de Comunicação.

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • jose carleto neves | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 22h13
    5
    3

    se fosse eu não ia no debate

  • Eleitor atento | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 21h38
    12
    5

    Quero votar para prefeito de Cuiabá e não pra Delegado de Polícia...voto 15.

  • JUSTO VERISSÍMO | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 19h44
    6
    10

    Abílio vai nao, ja esta praticamente eleito, debater o que com derrotado Mané Paletó Dia 29 voto 19, agora se tivéssemos umas impressas imparciais ai poderia ir.

CÂMARA DE CUIABÁ

Dos 10 vereadores reprovados, Toninho foi o menos votado confira

Por 26/11/2020, 10h:57 - Atualizado: 26/11/2020, 11h:00

toninho de souza 680

Dos 10 vereadores da Capital que não conseguiram se reeleger, o menos votado foi Toninho de Souza (PSDB), justamente o campeão de votos das urnas de 2016. Toninho saiu de 5.620 votos conquistados há quatro anos para apenas 885 desta vez.

Postar um novo comentário

JOGO ELEITOREIRO

Jurídico chancela manobras para Neurilan se perpetuar no poder veja

Por 25/11/2020, 21h:05 - Atualizado: 25/11/2020, 21h:15

debora simone neurilan 680

Advogada Débora Simone Rocha Faria, coordenadora jurídica da AMM, e o presidente Neurilan Fraga: manobras

As várias mudanças no estatuto da AMM, aprovadas em 19 de novembro do ano passado e registradas em cartório, foram conduzidas pelo "eterno" presidente Neurilan Fraga e pela advogada Débora Simone Rocha Faria, coordenadora-jurídica da entidade há vários anos.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Gutemberg Abreu | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 14h23
    9
    1

    Quem paga esse cidadão é o dinheiro dos municípios, portanto do povo! chega de manobra, vai trabalhar!

  • Mauricio | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 09h45
    4
    1

    Mauricio, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • DE OLHO | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 08h51
    18
    3

    SERVE PRA QUE ESSA AMM ?? ALÉM DE NADA ?

PEÇA ORÇAMENTÁRIA

Duodécimo do MPE já é quase igual ao da Assembleia

Por 25/11/2020, 16h:25 - Atualizado: 25/11/2020, 16h:30

orcamento 2021 680 mt

O Ministério Público Estadual está prestes a alcançar o valor do duodécimo da Assembleia Legislativa.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Catharina Puntel | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 22h20
    0
    0

    falta os poderes seguir o exemplo da assembleia e devolver pra instituições e não ficar ai fomentando burocracia gasta mais preenchendo papel do que de fato executando algo útil ou que de retorno pra sociedade

  • ILDO FACCIO | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 09h51
    6
    1

    Mas o duodécimo do MP deveria ser maior que da Assembléia mesmo, porque na Assembléia são 24 Deputados e um único espaço físico, que é próprio, já o MP são mais de 200 Promotores, e pelo menos 141 Unidades instaladas uma em cada Município (nem todos os municípios tem promotoria por falta de ORÇAMENTO), além de todas as estruturas de servidores, veículos, equipamentos e manutenção, ou seja, onde tem mais gastos efetivamente? CLARO QUE É NO MINISTÉRIO PÚPLICO.

  • alexandre | Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020, 18h56
    13
    1

    O dinheiro que sobra nos poderes,falta no executivo.

MANOBRAS NA AMM

Neurilan altera estatuto de novo; 87 novos prefeitos não poderão votar

Por 25/11/2020, 11h:47 - Atualizado: 25/11/2020, 11h:52

neurilan fraga 680

Em mais uma manobra para se perpetuar no poder, o presidente da AMM, Neurilan Fraga, já no segundo mandato e com mais de R$ 20 mil de salário, levou de novo a diretoria a alterar regras do estatuto para se auto-beneficiar eleitoralmente.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Luciano | Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020, 06h54
    4
    2

    Hugo Chaves da AMM...

  • Lindaura de Souza | Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020, 21h04
    2
    0

    Lindaura de Souza, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • joao pequeno | Quarta-Feira, 25 de Novembro de 2020, 17h36
    1
    0

    joao pequeno, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2633