Blog do Romilson Cuiabá, 19 de Novembro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Rumo a 2010

Wilson é 1º ao governo com 29%; Silval e Jayme dividem 2º

  A nove meses das eleições gerais, o nome do prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB) figura em primeiro lugar na corrida ao Palácio Paiaguás. Em segundo e empatados tecnicamente estão o vice-governador Silval Barbosa (PMDB) e o senador Jayme Campos (DEM). É o que revela pesquisa estimulada do instituto Mark, realizada entre 4 e 8 deste mês em 45 municípios mato-grossenses. Foram ouvidos 1.334 eleitores, o que permite uma margem de erro de 3% para mais ou para menos. Trata-se da primeira amostragem com abrangência em todo o Estado publicada acerca do processo eleitoral de 2010. Até agora, o que alguns institutos divulgaram foram pesquisas feitas por telefone (telemarketing). O nome do emprsário Mauro Mendes, que trocou o PR pelo PSB, vem em quarto lugar, com 8,8% das intenções de voto.

    Nesta pesquisa estimulada, a Mark apresentou uma relação com cinco possíveis concorrentes à sucessão do governador Blairo Maggi. Incluiu o nome do juiz federal Julier Sebastião da Silva porque este admite entrar no páreo. Devido à prerrogativa do cargo de magistrado, ele pode definir partido e candidatura até o início de abril, ou seja, seis meses antes do pleito. Wilson foi vereador por Cuiabá, deputado estadual e federal e exerce o segundo mandato de prefeito da Capital. Os indecisos somam 21,6%. Votariam em branco ou anulariam o voto 3,3%. Mesmo sob desgaste no Palácio Alencastro devido a problemas administrativos, como as obras do PAC e a crise na saúde, o tucano impõe uma vantagem de 11,6 pontos percentuais sobre Silval, que tem apoio de Maggi e vive a expectativa de assumir o Palácio Paiaguás daqui a quatro meses.

   Silval é ex-prefeito de Matupá, foi deputado estadual por dois mandatos e está vice-governador desde janeiro de 2007. É a maior aposta do PMDB na corrida à sucessão estadual. Tem como principal cabo eleitoral o próprio Maggi, líder da chamada turma da botina. Jayme foi prefeito de Várzea Grande por três mandatos e governou Mato Grosso de 91 a 94. Ele fechou um acordo com Santos para, com base no resultado de pesquisas a serem feitas a partir de fevereiro, o nome que melhor pontuar ser o candidato a governador e com o compromisso de quem ficar de fora apoiar o projeto. Apesar de se declarar aliado do Paiaguás, Jayme sinaliza para distanciamento do grupo de Maggi e aproximação de Santos, mesmo se tratando de ex-adversários políticos.

   Mauro Mendes é propagado como candidato de uma terceira via. Presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiemt), ele provocou reviravolta no meio político ao trocar o PR de Maggi pelo PSB. Agora tenta atrair PDT e PPS e outras legendas, com discurso de que construirá projeto alternativo. Com 8,8% das intenções de voto, Mendes se vê 7,5 pontos atrás de Jayme, 9,3% distanciado de Silval e 20,9 do tucano Santos, contra o qual disputou e perdeu no segundo turno à Prefeitura de Cuiabá no ano passado.

   Trabalho de campo

   Dos 1.324 entrevistados durante os cinco dias, 99,3% residem na zona urbana e, 0,7%, na rural. São do sexo masculino 52,2% e, do feminino, 47,8%. Quanto à idade, 5,1% têm entre 16 e 17 anos, enquanto 17,5% possuem entre 18 e 24 e, 25,5% disseram estar na faixa de 25 a 34. Outros 22,1% têm entre 35 e 44, ao passo que 20,2% contam com idade entre 45 e 59. Dos que opinaram, 9,7% estão com mais de 60 anos.

   Sobre o nível de instrução, 9,2% são analfabetos e/ou têm o primário incompleto; 26,5% possuem o primário completo e/ou 1º grau incompleto; 34,7% conta com 1º grau completo e/ou ensino médio por concluir; 24,3% já terminaram o ensino médio e/ou têm o superior incompleto, enquanto 5,2% contam com o terceiro grau concluído. Quanto à renda familiar, 8,6% ganham até um salário mínimo; 64,4% de um a cinco salários; 20,9% registram de cinco a 10 mínimos; 5,2% variam de 10 a 20, enquanto 0,9% ganha mais de 20 salários.


 

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • eleitor frio | Quinta-Feira, 07 de Janeiro de 2010, 16h40
    0
    0

    pesquisas feitas pelo telefone nao apontam para uma realidade exata da vontade eleitoral política da população matogrossense, uma vez que temos ai algumas indagações: como que WS póde estar em primeiro se na capital que é uma das cidades de maior densidade eleitoral ele está desgastado, e no interior ele não é conhecido; Segundo, a mesma coisa vale para Silval Barbosa, que é conhecido apenas no norte do estado, e na pesquisa ele aparece em segundo lugar , sendo lembrado na baixada cuiabana, região onde o mesmo é desconhecido. Pesquisa é uma coisa séria e por isso eu fico de ollho, principalmente quando ela é feita pelo telefone

  • Ivan Deluqui | Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2009, 12h39
    0
    0

    Ate com os ataques progamados deles (PMDB,PR,PT,JULIER SEBASTIÃO,MAURO MENDES), não conseguem abalar a força que esta do lado de WILSON,digo porque, ele tem a DEUS,FAMILIA,AMIGOS SINCEROS e MILITANCIA do seu lado, dando força e apoio, podem vim quente que nós estamos fervendo,WS tem discurso e trabalho prestado como legislador e como executivo para mostrar, e o nosso povo sabe disso e sabera distinguer o que e persiguição e votara no que e bom e melhor para MT e dalhe GALO. Parabens pelo novo formato ROMILSON gostei muito.

  • Donizete F Nascimento | Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2009, 10h34
    0
    0

    Não quero entrar no mérito da questão,mas me parece que o eleitorado "do Sul" é maior.Aliás,Wilson Santos é Paulista... E é assim,graças aos imigrantes, que a grandeza deste Maravilhoso Mato Grosso vem sendo construída.

  • PLÍNIO MARQUES | Terça-Feira, 29 de Dezembro de 2009, 23h50
    0
    0

    Dalhe WS, vamos colocar esses Paranaenses para rebolar e mostrar quem manda em Mato Grosso somos nós Matogrossenses, tá na hora dos escurinhos de cabelo ruím assumirem os DAS, chega de loiros dos olhos azuis mandarem na nossa terra e na nossa gente, conte conosco cuiabanos e matogrossenses da geme para assumir o governo WS.

EM VÁRZEA GRANDE

Antigo assessor, Luiz Celso deve ser lançado pelos Campos para prefeito

Por 18/11/2019, 17h:04 - Atualizado: 18/11/2019, 17h:10

luiz celso 680

Após testar alguns nomes, inclusive do vice-prefeito José Hazama, os Campos estão praticamente decididos a lançar Luiz Celso (DEM) à sucessão em Várzea Grande, já que a prefeita Lucimar Campos (DEM), no segundo mandato, não pode mais concorrer seguidamente.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Wilma Gomes de OLIVEIRA | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 20h42
    4
    3

    Obrigada pelo carinho com meu esposo, grande abraço, todo respeito ao Senhor!!!

  • Ricardo | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 18h59
    6
    6

    Bom nome honesto conhece VG como ninguém

  • Rico | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 17h40
    3
    1

    Quarto é subserviente

HOSPITAL MUNICIPAL

Prefeito vence boicotes, barreiras política e jurídica e carimba legado

Por 18/11/2019, 12h:26 - Atualizado: 18/11/2019, 12h:34

Romilson Dourado

emanuel pinheiro hmc 680

O prefeito da Capital Emanuel Pinheiro posa para fotografia ao lado de diretores e coordenadores do novo HMC

Entusiasta do Hospital Municipal de Cuiabá, que será entregue para funcionamento pleno nesta segunda à noite, numa solenidade bastante concorrida, o prefeito Emanuel Pinheiro carimba esta obra de R$ 200 milhões como principal legado de sua passagem pelo Palácio Alencastro.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Pedrosa Pedreira | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 15h11
    6
    4

    Parabéns prefeito Emanuel Pinheiro!!!!!Enquanto a oposição late....vc entrega obras de grandes relevâncias à população!!!!Melhor prefeito da história de Cuiabá!!!!E pra oposição.....mostra a CANETA AZUL pra eles!!!!kkkkkkkm

  • Danilo | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 13h26
    0
    1

    Danilo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

PROCEDIMENTO

Deputado faz implante em Cuiabá e espera ficar cabeludo já em 90 dias

Por 18/11/2019, 08h:30 - Atualizado: 18/11/2019, 10h:27

Maurício Barbant

botelho cabelo 680

O presidente da Assembleia, deputado e empresário Eduardo Botelho, anunciou publicamente que iria fazer implante capilar. Até se afastou do cargo por uns dias. E o fez.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ricardo | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 17h52
    0
    0

    Por um triz que esse bicho não saiu tonto

  • OLHO VIVO | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 12h59
    3
    2

    Tá SOBRANDO DINHEIRO né seu deputado?Por que não IMPLANTA uma AUDITORIA aí na AL pra eliminar os funcionários FANTASMAS?O bicho aí é CABELUDO né?

NA TELEVISÃO

Pop antecipa estreia e avisa que vai ser líder de audiência no SBT Cuiabá

Por 17/11/2019, 17h:20 - Atualizado: 17/11/2019, 17h:24

pop sbt 680

Everton Pop, que deixou a Cidade Verde após duas décadas para se tornar a maior aposta do SBT Cuiabá, corre para estrear seu programa neste mês, provavelmente no dia 25.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • LUCIMEIRE | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 11h56
    5
    3

    por causa de 5000,00 deixa a emissora que tava ha 20 anos ??

  • Rogério Campos | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 05h12
    4
    4

    Boa sorte pop to torsendo por você aqui em casa todos te acistem

  • Helena | Domingo, 17 de Novembro de 2019, 21h59
    8
    22

    Se ele fosse macho mesmo, deveria querer competir com o Resumo do Dia de Roberto França,pela TV Brasil Oeste, canal 8.1 das 20 as 22 horas. Ele ia tomar um pau´de doer na sua cachola de traidor.

PACTO FEDERATIVO

Prefeito endossa PEC pelo fim de municípios pequenos e leva porrete

Por 17/11/2019, 09h:55 - Atualizado: 18/11/2019, 07h:10

francis maris 680

O prefeito e empresário Francis Maris (PSDB), de Cáceres, principal município da região Oeste, mexeu num vespeiro. Mesmo com toda razão técnica, baseado em números, ele passou a levar porrete dos próprios colegas gestores.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Jurandir | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 11h00
    5
    0

    Gente ...vamos a realidade.. Não.irei citar o município e nem o nome do.prefeitodo questão de ética...vamos lá para os números....o salário de $7mil + $7mil de verba indenizatória...ok ...Não acaba por aí...A diária dele é de $700reais...como precisa viajar muito ...nao.para na cidade ...então...salario total em torno de $25mil....agora pergunto .....isso é justo???...A cidade não tem indústria...Não tem nada...fica nas costas do FPM ...eu concordo com a Pec....estamos cansado de ser sugado por quem nao conseguem produzir impróprios salários de seus servidores .

  • alexandre | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 09h11
    1
    0

    tem que investir pra virar verba indenizatoria e aumento de salario para prefeitos ? tem que extinguir...

  • joaoderondonopolis | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 08h56
    3
    5

    Extinguir municípios nada disto. O governo federal tem que investir nestes municípios, já que foi eleito para resolver problemas, mas até agora nada. Um exemplo: se um pequeno município juntar a outro vão ficar os dois inviabilizados. Governo sem noção e os gastos serão ainda maiores.

  • carlos alberto | Segunda-Feira, 18 de Novembro de 2019, 07h43
    1
    6

    quem e a favor dessa pec. e contra o povo.. deputados faça como fez Bezerra, Rosa neide, Juarez, janaina e outros .. desça do muro e defenda os municipios, nos saberemos agradecer pode ter certeza

  • Dos Santos | Domingo, 17 de Novembro de 2019, 13h49
    10
    14

    Só é a favor da extinção quem não mora nestes municípios. Pensa só no próprio umbigo. A maioria destes municípios ja estão consolidados, essa PEC não é viavel para todos municípios com menos de 5 mil habitantes. As consequências serão desastrosas.

  • celso | Domingo, 17 de Novembro de 2019, 11h41
    12
    7

    O prefeito ruom de serviço sua cidade parece um chiqueiro de porco nao sabe governar nem sua casa larga a prefeitura para o vice e vai embora incompetente

EM CUIABÁ

Ato de entrega do HMC sem Temer, mas com Blairo e a cúpula do MDB

Por 16/11/2019, 22h:06 - Atualizado: 16/11/2019, 22h:13

temer 680

O ex-presidente Michel Temer, que liberou no final do seu mandato R$ 100 milhões, dentro do programa Chave de Ouro, para as obras do Hospital Municipal de Cuiabá, não estará presente na festa de entrega e do funcionamento pleno da unidade, na segunda (18) à noite.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Alex | Domingo, 17 de Novembro de 2019, 11h43
    4
    6

    Está de parabéns ele como gestor! Chega de enxugar gelo, pois tem prefeito que não dá conta de colocar nem gases em duas policlínicas, vivem mandando paciente para as cidades vizinhas cuidarem.

  • Reginaldo Maia | Domingo, 17 de Novembro de 2019, 10h38
    5
    4

    0 primeiro Pronto Socorro de Cuiaba' foi concluido e inaugurado pelo entao Prefeito Gustavo Arruda durante o Governo de Frederico Campos (1979/83) e foi iniciado na gestao do Rodrigues Palma e Gov.Garcia Neto. A ampliaçao para transformar num Hospital foi na gestao de Anildo Barros durante o Governo do Julio Campos (1983/87). Agora o Prefeito Emanuel conclui um novo PS e HMC iniciado na gestao do ex Prefeito e atual Governador Mauro Mendes, todos estao de parabens. Em especial o Presidente TEMER que deu 100 milhoes e o Ex governador Taques que ajudou com 50 milhoes de reais.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2449