Blog do Romilson Cuiabá, 25 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

REPERCUSSÃO

Wilson se faz de vítima e isso não é favorável, diz Louremberg

   O professor e analista político Loremberg Alves avaliou a pesquisa divulgada do Instituto Mark e parceria com o RDNews, em que Wilson Santos (PSDB) e Silval Barbosa (PMDB) aparecem tecnicamente empatados rumo à sucessão do governador Blairo Maggi (PR). A primeira observação que o analista faz é de que os dados são mutáveis devido a não confirmação de candidaturas oficiais. “Podemos afirmar que os números de agora são apenas um retrato dos dias de hoje. Fotografias ficam velhas. Não é algo que podemos ter como pronto, embora haja uma campanha extemporânea em andamento, o que no jogo político é muito comum”, avalia Loremberg. Embora não se possa dar os números como imutáveis, Loremberg entende que as pesquisas de intenção de votos é importante e vem a somar na busca de candidatos pelos partidos. além disso, ajuda o eleitor a ensaiar a formação de sua opinião. “Mostrar quem está no topo é importante, pois quem quer disputar o pleito chama a atenção de partidos e mostra a responsabilidade de cada pretenso candidato”, considera.

   Sobre a pesquisa ao governo do Estado, que mostra o prefeito Wilson Santos (PSDB) em primeira colocação com até 26,8% de preferência, Loremberg avalia que apesar do prefeito ter sofrido desgastes reais como a paralisação das obras do PAC, greve dos médicos e dos dentistas, o prefeito sabe reverter a situação. “Apesar do desgaste natural, Wilson Santos consegue sair como vítima das situações que não são favoráveis a ele”, disse. Loremberg alerta que essa posição do gestor pode ser perigosa para sua candidatura. “O discurso de ser vítima de tudo nem sempre pode ser favorável. Pode se tornar algo para que os adversários evidencie”, alerta.

   Ele alerta também para o fato do vice-governador estar “colado” aos resultados de Wilson. “A máquina do Estado está funcionando e isto soma”, considera. O analista chama atenção também para o resultado do governador Jayme Campos (DEM), virtual candidato ao governo. Segundo Loremberg, o resultado está aquém do resultado da capacidade do senador. “Ele precisa andar mais pelo Estado”, observa.

   Loremberg considera natural o fato de Maggi se manter em primeiro na pesquisa espontânea, com 34,4%, para o Senado. Estar no poder explicaria a preferência do eleitorado neste momento. “Ele está no poder, há tempos trabalha para se manter e assim consegue arrecadar dividendos eleitorais. No bom sentido, ele está no palanque e trabalha o seu próprio marketing. Posso até mesmo afirmar que é o governo que melhor trabalha sua imagem”, destaca.

   Em relação ao pré-candidato Mauro Mendes (PSB), Loremberg acredita que o empresário caminha para somar seus votos com a base governista. Segundo o analista, Mauro ainda não tira voto de ninguém, o que o pode levar a se unir com Silval num futuro próximo. “Se este resultado se mantiver e Mauro Mendes viabilizar sua candidatura como terceira via, dificilmente vai conseguir crescimento para uma disputa encorpada”, sustenta.

   Já avaliando a pesquisa ao Senado, Loremberg mostra surpresa com o fato da senadora Serys Marly (PT) aparecer em última colocação. “Ela está atuando e ocupa um cargo na Mesa Diretora do parlamento federal, cobrindo toda a pauta do órgão. Isso é uma vitrine muito grande”, acrescenta. Segundo Loremberg, um detalhe explica o resultado de Serys. Ela teria perdido o perfil de combatente e de enfrentamento da oposição. “Antes ela estava de lado oposto ao governo, agora caminha lado-a-lado, no âmbito nacional. “Este cenário não é definitivo, mas ao que parece a senadora perdeu uma parte de seu eleitorado”, pondera.

   Sobre a espontânea para deputado, Loremberg defende que ainda é muito cedo para considerar os resultados. “Diferente da disputa a governador, onde as posições já estão se alinhando e fica entre, no máximo, cinco candidatos, a disputa por uma cadeira na Câmara Federal se torna difícil de fazer qualquer previsão, por conta do número de candidatos que pode surgir. Claro que todos os nomes que estão lá têm chances de continuar”, conclui Loremberg.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • renato | Sábado, 06 de Março de 2010, 17h13
    0
    0

    GOSTARIA DE PERGUNTAR AO SENHOR PREFEITO DE CUIABA. WILSON SANTOS QUAL E O BAIRRO QUE ELE PAVIMENTOU COM PEDRAS DA SERRA DE SÃO VICENTE? E MÃO DE OBRAS DOS MORADORES DOS BAIRROS QUE PROMETEU NA PRIMEIRA CANDIDATURA EM UM DEBATE DE TV. GOSTARIA DE CONHECER ESSE TRABALHO.

  • Simão | Sábado, 06 de Março de 2010, 16h46
    0
    0

    Agora ta se tornando uma estrategia de politicos. Com tantos problemas e acusações é melhor ficar calado. Daqui a dois meses o prefeito sai da toca e fala que foi é vitima. Vai falar que não tem culpa da DENGUE ESTAR ALASTRANDO, DA CORRUPÇÃO DO PAC, DOS HOSPITAIS SUCATEADOS, DAS ESCOLAS FRACAS, DA VIOLENCIA ALTA, DO LIXO QUE SO AGORA ESRA NORMALIZANDO, DOS BURACOS NAS RUAS, DOS MATAGAIS NOS BAIRROS, DOS BURACOS QUE JA ESTÃO SENDO TAPADOS NA AV DAS TORRES PARA INAUGURAÇÃO. AI ELE VEM CONTANDO HISTORIAS E DANDO UMA DE VITIMA. VAI CACAR SAPO

  • Virma | Sábado, 06 de Março de 2010, 14h34
    0
    0

    Se o prefeito é vitima, os cuiabanos são o que? Vergonha na cara não faz mal a ninguém. O prefeito é vitima de suas mentiras, ganância, egocentrismo, autocracia. É vitima da sua incapacidade de gestão e da imcompetência de seus assessores. A prefeitura de Cuiabá nunca teve tanto recurso de Brasilia e do Estado. Nunca teve tantos programas de saneamento, habitação e pavimentação. No entanto Cuiabá vive um verdadeiro cáos. Buracos e mais buracos, lixo pra todo lado, transporte público que é uma vergonha. Falta agua, saude e segurança. Falta tudo. O Alcaide como é conhecido pelas empreiteiras é um verdadeiro artista a contar histórias para o povo. E TEM BOBÓ QUE AINDA ACREDITA.

CHAPA PROPORCIONAL

Ivan desiste e enfraquece DEM, que só deverá eleger um na Capital

Por 25/09/2020, 20h:15 - Atualizado: 02h atrás

ivan evangelista 680

O pecuarista Ivan Evangelista, que foi vereador por 13 anos e teve mandato cassado em 2010, jogou mesmo a toalha. Após contestar este Blog por ter revelado que ele recuaria da disputa, o ex-vereador acabou "enrolando" a cúpula do DEM até a última hora. E decidiu, enfim, não concorrer às eleições.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joaoderondonopolis | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 20h38
    2
    1

    Único caminho certo do DEM/Jayme e Júlio foi apoiar Leitão ao senado, pois será vitorioso. E se o DEM apoiasse Emanuel, com certeza faria de 4 a 5 vereadores. MM está afundando o DEM, até parece que após a eleição irá mudar de partido.

REFORÇO ELEITORAL

A esperança de França em 2 apoios graúdos

Por 25/09/2020, 14h:28 - Atualizado: 07h atrás

roberto franca 680

Pela primeira vez, Roberto França (Patriota) entra numa disputa eleitoral ao Executivo num cenário nem tanto favorável, como nos pleitos em que se elegeu prefeito de Cuiabá, em 1996 e 2000.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ocuiabano | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 16h34
    13
    3

    INFELIZMENTE COM. MAURO MENDES.....MAL. ACOMPANADO.....NÃO TEM O NOSSO VOTO.

  • Adaildo | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 15h46
    4
    2

    A culpa do Bolsonaro não apoiar o Roberto França é da Tenente Coronel Fernanda, que rebelou e não aceitou o que o presidente Bolsonaro pediu que fizesse, isso vai custar muito caro para o Patriota e principalmente para o Roberto França! Isso só mostrou que pessoas com interesses próprios, não pensou em Cuiabá e muito menos no partido, ganância pelo poder!

CORRIDO À PREFEITURA

Pela 2ª vez, governador e vice em palanques diferentes em Lucas

Por 25/09/2020, 10h:52 - Atualizado: 25/09/2020, 10h:54

mauro mendes otaviano pivetta 680

Governador Mauro Mendes, que apoia Binotti em Lucas do Rio Verde, enquanto Otaviano Pivetta lança Miguel Vaz

Pela segunda vez, vice e governador estão em palanques diferentes nas eleições em Lucas do Rio Verde. E repetindo alguns dos personagens.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • João da Costa Monteiro | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 19h20
    0
    0

    Esses dois ai (Mauro Mendes e Otáviano Piveta), continuam se desentendendo em decisões politicas, tanto para Prefeito de Lucas ,quanto pata eleição ao Senado, pois o Mauro apoia o Favaro, e o Piveta apoia o Nilson Leitão. E o paú vai quebrar agora em 2020, e na proxima em 2022, aguardem.....

  • joao | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 14h34
    2
    0

    Roberto não a lugar algum.

  • maicon douglas | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 14h09
    2
    1

    eu não voto nem no canadidato do mauro mente e nem no candidato do pivetti por justamente por causa dos dois to fora desses dois

VAIDADES

Disputa de ego entre 2 entidades faz ministra cancelar agenda em Cuiabá

Por 24/09/2020, 16h:25 - Atualizado: 24/09/2020, 16h:29

antonio galvan normando corral

Antonio Galvan, da Associação dos Produtores de Soja, e Normando Corral, que dirige a Federação da Agricultura

Uma disputa pelo protagonista do que seria a construção de uma agenda para a ministra Tereza Cristina (Agricultura) em Cuiabá, envolvendo a Famato e Aprosoja, as duas maiores entidades do agronegócio, acabou jogando por água abaixo a tal programação.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Israel Borges | Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020, 07h00
    10
    3

    Antonio Galvan foi ele quem arrumou um pessoal para ficar vaindo gov mauro em sinop ... ele e disreipeitoso eos agricultores de mt nao mereçe ter um cara desse representando o nosso agro fora galvan

  • Sem terra de Poconé | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 21h20
    17
    1

    02 pessoas que usam às instituições em benefício próprio. Normando Corral toca a FAMATO dando mordomia e beneficies a seus “amigos”, já Galvan é tido como louco é extremamente vaidoso.... O agro tá muito mal representado nesse momento...

MORTE OU VIDA POLÍTICA

A incógnita Pedro Taques

Por 24/09/2020, 11h:49 - Atualizado: 24/09/2020, 11h:54

pedro taques 680

A resposta das urnas a ser dada a Pedro Taques em 15 de novembro, como um dos 11 candidatos a senador, representará a sua morte política ou então o consagrará como aquele que conseguiu dar a volta por cima.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • luizitosales@gmail.com | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 14h18
    25
    10

    Sou servidor público e tive o desprazer de participar de uma reunião com esse indivíduo quando ela estava (ainda bem) governador. Impressionante a arrogância, prepotência e falta de humildade. Se depender do meu voto, vai continuar no ostracismo político.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    20
    24

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    14
    18

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

EM CUIABÁ

PSB deixa Emanuel e espera sim do Paiaguás para fechar com França

Por 24/09/2020, 09h:54 - Atualizado: 24/09/2020, 09h:57

adilson levante 680

O PSB pulou do palanque à reeleição do prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro, deixou a chapa de 38 candidatos a vereador numa saia-justa e está esperando sinalização do Palácio Paiaguás para ver se fecha mesmo aliança com Roberto França (Patriota).

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Candidata | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 20h59
    0
    0

    Nota mentirosa. PSB está firme com Emanuel. Nunca se uniria a Mauro Mendes

  • Psdbista | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 20h59
    0
    0

    MAIOR MENTIRA DO PLANETA. RUSSI SABE QUE O DEM SAÍRA MAIS PERDIDO QUE CACHORRO QUE CAIU DE MUDANÇA E NÃO IA ESTRAGAR A CHAPA DO PSB. DIVULGUEM A VERDADE

  • Ojusticeiro | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 15h15
    5
    0

    Na política vale tudo..... olha Máxi dando pitada na política cuiabana QUA. QUA QUA ele vai e nos eleitores não mais QUA

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2606