Blog do Romilson Cuiabá, 25 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Resgate Histórico

Há 27 anos Cuiabá sediava comício Diretas-Já com lideranças nacionais


  Há exatos 27 anos, chegava a Cuiabá uma comitiva de autoridades para reforçar, num comício histórico, a emenda Dante de Oliveira em defesa das Diretas-Já para presidente da República. Na frente da Assembléia Legislativa, aparecem o então governador de São Paulo Franco Montoro, Tancredo Neves, Ulysses Guimarães e, descendo do ônibus José Sarney, hoje presidente do Senado pela terceira vez. Era 20 de fevereiro de 1984.
 
Então deputado e escritor Lenine Póvoas, ao lado do candidato à presidência Tancredo Neves e Sarney logo atrás


Dante de Oliveira, então deputado federal, no meio da multidão no centro de Cuiabá, num dos últimos comícios do candidato Tancredo Neves, que venceu no Colégio Eleitoral em 15 de janeiro de 1985. Sua posse foi marcada para 15 de março do mesmo ano. Ele adoeceu e morreu em 21 de abril. Sarney assumiu a Presidência. Sob clima tenso e muita expectativa, a emenda pelas Diretas foi rejeitada na Câmara em votação na madrugada de 26 de abril de 84
Fotos: Demóstenes Milhomem

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • DALVO JOSÉ ROSSI | Segunda-Feira, 04 de Julho de 2011, 09h09
    0
    0

    Há uma confusão histórica no texto da segunda foto: "Então deputado e escritor Lenine Póvoas, ao lado do candidato à presidência Tancredo Neves e Sarney logo atrás", pois na época da campanha "Diretas Já" não havia qualquer candidato à Presidência da República caso a emenda fosse aprovada. Especulava-se que para eleições diretas o candito seria Ulisses Guimarães conhecido por: "Senhor Diretas". Ao frustrarem as eleições diretas, as forças governistas acabaram propiciando o surgimento de Tancredo Neves como alternativa à sucessão de João Figueiredo. A derrota de Mário Andreazza frente a Paulo Maluf na convenção do PDS havida em agosto de 1984 sacramentou o apoio dos dissidentes deste partido a Tancredo Neves através da indicação do senador José Sarney como vice-presidente. Tancredo morreu antes da posse. Sarney se "apossou" do governo e tivemos o maior período inflacionário de nossa história, além do Maranhão pagar por isso até hoje (e sabe-se lá por quantas décadas ainda).

  • Rafael Amoedo | Terça-Feira, 22 de Fevereiro de 2011, 08h09
    0
    0

    Lembrando que Dante era filho do Pres.da ARENA de MT, Dr. Paraná.

  • ROBERTA | Segunda-Feira, 21 de Fevereiro de 2011, 12h21
    0
    0

    NA VERDADE A SITUAÇÃO JÁ ERA INSUSTENTAVEL E O PAIS VOLTAVA A SER UM PAIS DEMOCRATICO OU TERIAMOS UMA REVOLUÇÃO, MEDIANTE ISTO POLITICOS TODOS ELES OPORTUNISTA QUE SÃO SAIRAM AS RUAS PARA SE BENEFICIAREM DISTO. NA VERDADE O POVO NÃO AGUENTAVA MAIS O REGIME MILITAR. ADIMIRO MUITO O QUE DANTE FOI DURANTE ESTA EPOCA, EPOCA EM QUE MATO GROSSO APARECEU NACIONALMENTE COMO UM ESTADO QUE PODERIA DESPONTAR POLITICAMENTE. PASSADO A EUFORIA O ESTADO HOJE SÓ APARECE COM NOTICIAS DE FRAUDE, NECLIGENCIA, DESMANDO ENTRE OUTRAS NOTICIAS RUINS. É UMA PENA POIS UM ESTADO PRODUTIVO NA LAVOURA, PECUARIA E TURISMO TIVESSE POLITICOS REPRESENTAVIOS NO AMBITO NACIONAL HOJE SERIAMOS UM ESTADO RECONHECIDAMENTE RICO PERANTE A NAÇÃO.

VAIDADES

Disputa de ego entre 2 entidades faz ministra cancelar agenda em Cuiabá

Por 24/09/2020, 16h:25 - Atualizado: 24/09/2020, 16h:29

antonio galvan normando corral

Antonio Galvan, da Associação dos Produtores de Soja, e Normando Corral, que dirige a Federação da Agricultura

Uma disputa pelo protagonista do que seria a construção de uma agenda para a ministra Tereza Cristina (Agricultura) em Cuiabá, envolvendo a Famato e Aprosoja, as duas maiores entidades do agronegócio, acabou jogando por água abaixo a tal programação.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Sem terra de Poconé | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 21h20
    1
    0

    02 pessoas que usam às instituições em benefício próprio. Normando Corral toca a FAMATO dando mordomia e beneficies a seus “amigos”, já Galvan é tido como louco é extremamente vaidoso.... O agro tá muito mal representado nesse momento...

MORTE OU VIDA POLÍTICA

A incógnita Pedro Taques

Por 24/09/2020, 11h:49 - Atualizado: 24/09/2020, 11h:54

pedro taques 680

A resposta das urnas a ser dada a Pedro Taques em 15 de novembro, como um dos 11 candidatos a senador, representará a sua morte política ou então o consagrará como aquele que conseguiu dar a volta por cima.

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • luizitosales@gmail.com | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 14h18
    13
    5

    Sou servidor público e tive o desprazer de participar de uma reunião com esse indivíduo quando ela estava (ainda bem) governador. Impressionante a arrogância, prepotência e falta de humildade. Se depender do meu voto, vai continuar no ostracismo político.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    10
    12

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

  • Joaquim Silva | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h42
    7
    10

    Eu voto nele, um dos destaques no Congresso nacional entre 2010 a 2014. Não foi um governador eficiente, mas a eleição aqui é para Senador, cargo que ele já ocupou com tanto brilhantismo que o alçou a Governador. Perfis diferentes, não dá para confundir as atribuições de um e de outro. Ele é político do Legislativo, não executivo, igual Welington Fagundes.

EM CUIABÁ

PSB deixa Emanuel e espera sim do Paiaguás para fechar com França

Por 24/09/2020, 09h:54 - Atualizado: 24/09/2020, 09h:57

adilson levante 680

O PSB pulou do palanque à reeleição do prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro, deixou a chapa de 38 candidatos a vereador numa saia-justa e está esperando sinalização do Palácio Paiaguás para ver se fecha mesmo aliança com Roberto França (Patriota).

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Candidata | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 20h59
    0
    0

    Nota mentirosa. PSB está firme com Emanuel. Nunca se uniria a Mauro Mendes

  • Psdbista | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 20h59
    0
    0

    MAIOR MENTIRA DO PLANETA. RUSSI SABE QUE O DEM SAÍRA MAIS PERDIDO QUE CACHORRO QUE CAIU DE MUDANÇA E NÃO IA ESTRAGAR A CHAPA DO PSB. DIVULGUEM A VERDADE

  • Ojusticeiro | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 15h15
    5
    0

    Na política vale tudo..... olha Máxi dando pitada na política cuiabana QUA. QUA QUA ele vai e nos eleitores não mais QUA

VISITA

Ministra em agenda do agro em Cuiabá

Por 23/09/2020, 22h:46 - Atualizado: 23/09/2020, 22h:50

tereza cristina 680

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) visita Cuiabá na próxima segunda (28).

Postar um novo comentário

SOJICULTORES

Aprosoja vai renovar diretoria e, por enquanto, um se lança à presidência

Por 23/09/2020, 20h:01 - Atualizado: 23/09/2020, 20h:07

fernando cadore 680

Com cerca de 7 mil associados, a Aprosoja-MT, entidade que representa a categoria de sojicultores que detém o maior peso da economia estadual, escolherá seu novo presidente e outros 11 da diretoria em 9 de novembro.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Juscileide Kliemaschewsk Rondon | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 19h27
    0
    0

    Bando de canalhas! Se serviram da EMBRAPA, empresa brasileira pública para começar o plantio da soja no estado e agora jogam pedra nos serviços públicos!

  • Caio Oliveira | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 21h06
    6
    0

    Aproenoja...

  • Jose | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 20h55
    6
    1

    A aprosoja ao invés de se preocupar com as queimadas fica fazendo propaganda pra reforma administrativa

PLANTAÇÃO E COLHEITA

A estratégia de Mauro para 2021

Por 23/09/2020, 15h:25 - Atualizado: 23/09/2020, 15h:30

mauro mendes 680

Independente da busca ou não da reeleição, Mauro Mendes está convicto de que, a partir do próximo ano, irá elevar a popularidade, inclusive em setores, como do funcionalismo público e do agronegócio, que torceram o nariz e fizeram protesto contra o governo por causa das reformas implementadas.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • ROGERIO SENA DA SILVA | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 13h25
    2
    0

    Tá achando que o servidor público é bobó chera chera. Perdemos poder de compra sem RGA e agora diminuiu nosso salário com aumento da alicota previdenciária. Muitos estão com dificuldades pra comprar remédios e entrando em empréstimos. Não esqueceremos terá o mesmo fim de Pedro

  • Charles Dias | Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 11h53
    7
    1

    Nunca mais terá o meu voto, enganou os servidores público, não taxou o agronegócio e ainda taxou os Pensionista e Aposentados 14% na alíquota previdenciária. A corda sempre arrebenta para o lado mais fraco. Se o Roberto França eleger para Prefeito vai acontecer a mesma coisa, apoiado por Mauro MENTE!!! ABRE O OLHO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL!!!

  • Marlan | Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020, 20h15
    4
    9

    ...QUE OS ANJOS DIGAM AMEM...

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2605