Blog do Romilson Cuiabá, 28 de Fevereiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RETROSPECTIVA

Renovação, afastamento de Riva e CPIs movimentam AL em 2013

 Fotos: Rodinei Crescêncio -- Após Riva ser afastado pela Justiça, Romoaldo assume comando da Assembleia A composição da Assembleia mudou neste ano graças ao efeito provocado pelas eleições municipais de 2012. Três suplentes se tornaram titulares: Emanuel Pinheiro (PR), Alexandre César (PT) e Pedro Satélite (PSD). Eles passaram a legislar no lugar de Walace Guimarães e Nilson Santos, ambos do PMDB, eleitos prefeitos de Várzea Grande e Colíder, respectivamente, além de Percival Muniz (PPS),que comanda Rondonópolis. Além da dança das cadeiras, o Parlamento teve de enfrentar uma reviravolta provocada por decisão judicial que afastou da presidência José Riva (PSD).

  Empossado em fevereiro para comandar o Legislativo pela 6ª vez, ele ficou apenas 3 meses no posto e, em 7 de maio, a Terceira Câmara Cível o afastou ao julgar ação por improbidade administrativa, tendo determinado a devolução de R$ 2,6 milhões. Riva tentou voltar, mas os recursos foram negados. Desde então, o 1º vice-presidente e então líder do Governo, Romoaldo Júnior (PMDB), assumiu a presidência.

  Embora Romoaldo seja o presidente de direito, entretanto, Riva ainda tem forte influência no Legislativo e ajuda a organizar e decidir como a ordem do dia transcorrerá. Em julho de 2007, Romoaldo também protagonizou outro fato marcante no Parlamento: deixou a liderança após entrar em atrito com o chefe da Casa Civil Pedro Nadaf. À época,  alegou não conseguir trabalhar com secretário que, conforme o peemedebista,  mente e não dá respaldo para as demandas da Assembleia.

  A exemplo de Riva, Romoaldo não é mais o líder de direito, mas auxilia o interlocutor do governo no Parlamento, deputado Jota Barreto (PR) no diálogo com os parlamentares. Ambos penaram neste ano para conseguir obter quórum para apreciar projetos. Numa medida radical, Romoaldo teve que cortar os salários dos deputados, em 11 de dezembro, para conseguir obrigá-los a participar das sessões.

  Além do troca-troca no comando e liderança, 2013 também foi o ano das CPIs. O relatório da Comissão das PCHs, empacado desde 2011, enfim foi apreciado em 28 de novembro. No mês mesmo dia os parlamentares também votaram o parecer da CPI do MT Saúde, que foi instaurada em 2012 e concluiu os trabalhos em junho deste ano. Enquanto a primeira investigou irregularidades da construção de hidrelétricas, a segunda apurou a situação financeira, contábil e administrativa do plano destinado aos servidores públicos do Estado. Já a CPI das Telefonias, criada em março para apurar os problemas na prestação dos serviços das operadoras em Mato Grosso, não conseguiu ser concluída ainda.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Dornele$ | Quarta-Feira, 01 de Janeiro de 2014, 09h43
    0
    0

    Caro Cretino, assim aplica a você. Mais um demagogo de plantão, que se diz representante do povo. Pelas defesas apaixonadas deste ficha suja, tiro uma conclusão. O povo brasileiro é por demais hipócrita. Depois queremos reclamar de toda essa nossa situação. Infelizmente alguns poucos, pagam pela maioria, que se vendem no dia da eleição!

  • Dornele$ | Terça-Feira, 31 de Dezembro de 2013, 21h25
    0
    0

    Caro Cristino, deixa de ser cretino. Você é milha mulher? Paga as minhas contas? Deixa de ser hipócrita. Não defenda o que não tem defesa!

  • Adriano | Terça-Feira, 31 de Dezembro de 2013, 12h36
    0
    0

    Alguém pode me explicar porque o cara rouba, e depois mandam ele devolver o dinheiro e não é preso? Se fosse assim os ladrões de banco devolveriam o fruto do roubo e não precisariam ir para a cadeia. Qual a diferença de roubar uma instituição publica e uma privada?

EFEITO-SENADO

Leitão terá Doria de cabo eleitoral e tenta arrumar emprego pra Taques

Por 27/02/2020, 22h:22 - Atualizado: 04h atrás

joao doria 680

Nilson Leitão acionou alguns líderes nacionais do PSDB para reforçar sua pré-candidatura ao Senado e barrar a intenção de Pedro Taques de cruzar seu caminho.

Postar um novo comentário

TEMOR GERAL

Em Alto Taquari, um monitorado e milhares preocupados

Por 27/02/2020, 20h:49 - Atualizado: 05h atrás

alto taquari 680

Cravada na divisa de MT com Goiás, a pequena Alto Taquari vê parte de seus cerca de 12 mil moradores mudarem a rotina por causa do monitoramento de um de seus filhos, que pode estar com coronavírus.

Postar um novo comentário

SOB INVESTIGAÇÃO

Enquanto PSDB esperava Taques em ato, ele estava depondo no MPE

Por 27/02/2020, 18h:50 - Atualizado: 07h atrás

pedro taques 680

Pedro Taques tem muitas coisas para se preocupar do que a pré-candidatura ao Senado e seu futuro com ou sem o PSDB.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Davi | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 22h01
    3
    1

    O Pedro Taques de hoje é o Mauro Mendes daqui 2 anos - persona nom grata.

  • joao | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 19h13
    3
    4

    Parabéns PSDB pela decisão.

PETISMO RACHADO

Lúdio busca assinaturas para bater chapa com Barranco ao Senado

Por 27/02/2020, 18h:32 - Atualizado: 08h atrás

ludio cabral 680

Lúdio Cabral espalhou nos últimos dias que não tinha pretensão de concorrer ao Senado, mas destacou assessores e vários correligionários para o trabalho de coleta de assinaturas, com vistas a se inscrever amanhã.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Kleber Amorim | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 22h03
    4
    1

    Caro Romilson, não sei quem é tua fonte, mas infelizmente mais uma vez ela está equivocada. Lúdio em nenhum momento se colocou à frente para essa disputa. Ao contrário disso, várias tendências/coletivos do interior do Partido, assim como vários setores da sociedade, sindicatos, categorias, é, até mesmo outros líderes e partidos de centro e de esquerda entendem que o nome que reúne as melhores condições, neste momento, para enfrentar essa disputa com a direita conservadora, é o nome do companheiro Ludio. Portanto, não é o deputado que designou ninguém, nós nos achamos no direito, enquanto cidadãos e filiados, de propor o melhor nome para esse embate de características de disputa nacional. "O melhor candidato deve ser escolhido pela sua base, e não o contrário". A partir daí cabe à cúpula do Partido decidir o que realmente quer pra si, para seu futuro e da classe trabalhadora do estado. Grande abraço!

Após falta de luz, ausência de Taques vira piada: "cortou os fios"

Por 27/02/2020, 16h:00 - Atualizado: 07h atrás

Andhressa Barboza

cupula_psdb_680

A ausência do ex-governador Pedro Taques no evento, que marcou o lançamento de Nilson Leitão como pré-candidato ao Senado, gerou até piada interna.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • José Roberto | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 18h01
    1
    6

    TA AI UM REPRESENTATIVIDADE QUE O NORTÃO PRECISA

Efeito-Senado

Com Fávaro, outros desembarques do PSD do Governo Mauro

Por 27/02/2020, 14h:35 - Atualizado: 09h atrás

Alair Ribeiro

carlos favaro 680

Além de Carlos Fávaro, os principais indicados do PSD devem deixar o Governo Mauro Mendes.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2499