Blog do Romilson Cuiabá, 23 de Fevereiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

RETROSPECTIVA

Renúncia de Emanuel e retorno de Pinheiro à presidência marcam 2013

  Fotos: Rodinei Crescêncio -- João Emanuel (PSD) foi obrigado a renunciar à presidência, garantido o retorno de Júlio Pinheiro (PTB) Em 2013,  João Emanuel (PSD) foi do céu ao inferno. Em 1º de janeiro, graças a forte articulação, inclusive, do sogro José Riva (PSD), ele conseguiu ser eleito presidente da Câmara, numa disputa acirrada com Adilson Levante (PSB). Depois, começou a cometer uma sucessão de erros e lambanças que tornaram a sua permanência no posto insustentável, o obrigando a renunciar – após sofrer forte desgaste da imagem, brigar com a maioria dos outros 24 vereadores e, de quebra, ainda se envolver em escândalo de desvio de recursos.

  Graças às confusões protagonizadas por ele e demais vereadores, o discurso de renovação dos eleitos em 2012 foi por água a baixo logo no primeiro ano do mandato. A situação ficou “controlada” até o final de agosto, quando a briga interna, antes latente, escancarou. Em 28 de agosto, o então grupo dos 16 afastou João Emanuel em sessão realizada às escuras e sem som. Contra ele,  pesavam as acusações de prevaricação e quebra de decoro parlamentar.

  Em 13 de setembro, João Emanuel deu a volta por cima e retornou ao cargo por força de liminar. A partir daí,  tentou reconstruir a sua relação com os demais vereadores, mas já era tarde demais. Em 24 de outubro – quando as coisas aparentemente estavam no lugar – o social-democrata foi surpreendido por nova investida dos parlamentares, desta vez por um grupo de 17 vereadores. Eles exigiram que ele saísse do posto ou fizesse uma gestão compartilhada, temiam a existência de um “rombo” que inviabilizasse até o pagamento de salários. João Emanuel aceitou e, logo em seguida, se descobriu uma dívida de quase 5 milhões.

  Com os ânimos mais calmos, os vereadores deram início a uma operação “paz e amor”, buscando retomar os trabalhos legislativos e deixar de lado as rusgas, o problema é que em 28 de novembro o Gaeco deflagrou a Operação Aprendiz justamente contra João Emanuel, acusado de desviar recursos da Câmara para pagar contas de campanha.A data foi o auge do inferno astral de João Emanuel que, no mesmo dia, foi afastado do cargo pela Justiça. Depois, se viu isolado graças a uma gravação do Gaeco em que aparece chamando os vereadores de artistas e insinua que todos recebem propina.

  A situação dele ficou insustentável, por isso, em 3 de dezembro,  renuncia ao cargo de presidente, dando início ao retorno de Júlio Pinheiro (PTB) ao comando do Legislativo. Matreiro e bem articulado, o petebista  costurou sua vitória e desbancou Chico 2000 (PR), em 5 de dezembro, que também sonhava comandar a Câmara. Teve 15 votos, contra 3 do republicano e foram registradas 7 abstenções. O primeiro vice-presidente Onofre Júnior (PSB) bem que tentou ser conduzido ao posto por meio de decisão judicial, com base no Regimento Interno, mas não obteve êxito. Enquanto Júlio comemora, a tendência é que 2014 não seja um bom ano para João Emanuel. Ele terá ainda pela frente um processo, na Comissão de Ética, que pode culminar na cassação do mandato.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Lorival Fernandes | Quinta-Feira, 02 de Janeiro de 2014, 08h26
    0
    0

    2013 com certeza foi o pior ano legislativo dos últimos tempos. A Casa dos Horrores fez jus ao nome.

  • marcos dial | Quinta-Feira, 02 de Janeiro de 2014, 08h19
    0
    0

    O pior ainda está por vir, acreditem se quizer! Júlio Pinheiro esta preparando uma mudança no regimento interno para se reeleger, claro que para isso conta com alguns de seus pares, tais como Toninho de Souza, Clovito... SOCOROOOOOOOO!!!

  • Hewerton | Quarta-Feira, 01 de Janeiro de 2014, 19h08
    0
    0

    Não houve renúncia ao cargo de agente político. Este deverá ser feito por osmose, depois da condenação penal. Normalmente o legislativo utiliza a comissão de ética apenas para enfeite. Legisladores improbos continuam suas atividades normalmente contando com a conivência oficial dos parlamentos.

ACORDÃO

Gisela no PDT para apoiar Pivetta ao Senado e ser apoiada à prefeita

Por 23/02/2020, 18h:15 - Atualizado: 44min atrás

gisela simona 680

A suplente de deputada federal Gisela Simona confirmou para Nilson Leitão (PSDB) a intenção de trocar o Pros pelo PDT.

Postar um novo comentário

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Um cacique descarta apoiar o outro

Por 23/02/2020, 08h:30 - Atualizado: 22/02/2020, 19h:40

Rodinei Crescêncio/Rdnews/arquivo

julio campos 680

Conversando com todos os grupos, inclusive com possíveis adversários nas urnas de 26 de abril para o Senado, Júlio Campos sentou-se à mesa com Carlos Bezerra, que comanda o MDB-MT com mão de ferro.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • João Santos Neto | Domingo, 23 de Fevereiro de 2020, 14h21
    0
    0

    Não é verdade, estou acompanhando diariamente uma sua movimentação politica o futuro Senador Julio Campos, e o unico encontro queo Dr Julio teve com o Dep. Bezerra, foi no dia da sua oficialização como candidato na ante-sala do Gabinete do Governador, e cordialmente marcaram uma conversa partidaria para depois do carnaval, tres unicos partidos com quem o pre-candidato do DEM vem conversando sempre é o PP (Nery Geller e Blairo), o PSDB ( Leitão e Avalone),e o PSB do Deputado Max, do MDB apenas tem conversado com o Prefeito Emanuel Pinheiro, que integra o frente pról Baixada Cuiabana. Esta noticia não é verdadeira.

CONVITE

Desconfortável no DEM, Mauro namora novo partido de Bolsonaro

Por 22/02/2020, 15h:00 - Atualizado: 09h atrás

mauro mendes rodrigo maia 680

Governador Mauro Mendes e o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, que o vem "segurando" no DEM

Mauro Mendes voltou a ser convidado para comandar o Aliança em Mato Grosso. O partido está sendo criado pelo presidente Bolsonaro.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Francismar | Domingo, 23 de Fevereiro de 2020, 14h26
    1
    0

    Nós da ALIANÇA futuro Partido do Presidente Jair Bolsonaro, quero AVISAR antecipadamente o cidadão Mauro Mendes Ferreira, e sua equipe de Governo (secretário,diretores e assesores dos orgão), que estão VETADOS a ingressar em nossa Legenda, que quer ser limpa, honesta, e de bem como os empresários,servidores publicos e o povo simples de Mato Grosso, pois fiquem em seus partidos atuais, DEM,PSD,MDB,PP,PDT,PSC,PSB, e tambem Nelson Barbudo.

  • Flávio | Domingo, 23 de Fevereiro de 2020, 11h47
    0
    0

    A família campo$ tem o DEM como se fosse da sua propriedade, essa é a verdade.

  • pedro vasconcelos | Domingo, 23 de Fevereiro de 2020, 07h47
    6
    1

    mauro mendes quer colocar cabresto nos filiados mas nos campos ele caiu do cavalo, mauro não é politico age como se tivesse em uma empresa, e não é bem assim, chegando a politica eleiçoes o bicho pega, ainda mais com os 14% tirados dos servidores ativos inativos... tem que ir atras de quem furtou a previdencia depois do saudoso DANTE, pq foi de pois do governo dante que a previdencia faliu.

LIGAÇÕES DE VIDA

Ex-deputado diz que PSL nasceu doente e que se casou donzelo veja

Por 22/02/2020, 10h:15 - Atualizado: 22/02/2020, 16h:11

victorio galli 680

O ex-federal Victorio Galli, evangélico da Assembleia de Deus, disse que a melhor camisinha para se prevenir de doenças é abster-se do sexo.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • naldo | Domingo, 23 de Fevereiro de 2020, 10h58
    0
    1

    Este é um zero à esquerda.... Quer mídia para sua igreja!

NEGOCIATAS NA SINFRA

Empresário delata no MPF e compromete em cheio deputado

Por 21/02/2020, 19h:45 - Atualizado: 22/02/2020, 10h:25

carlos avalone 680

O empresário Pierre François Amaral fechou acordo de delação junto ao MPF. E compromete em cheio o deputado Carlos Avalone (PSDB) em negociata milionária, passando pela Sinfra, pelas mãos do então secretário-adjunto da Valdísio Viriato, no Governo Silval.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Angelo | Domingo, 23 de Fevereiro de 2020, 13h53
    0
    0

    Gostaria muito de ver esse Avalone na cadeia !

  • Edson | Sábado, 22 de Fevereiro de 2020, 13h24
    5
    1

    Quanto tempo precisa para trancafiar esse pessoal? Parece que os processos não têm fim e a impunidade sempre acaba prevalecendo.

  • Reginaldo Pinheiro | Sábado, 22 de Fevereiro de 2020, 11h53
    3
    1

    Via de regra, onde tiver muito dinheiro público sempre teve corrupção, a boa nova é que, da lava jato para cá, os órgãos de controle e a sociedade está mais vigilante...Continuemos assim.

Articulação

Leitão busca convencer adversários a recuar da disputa para senador

Por 21/02/2020, 16h:25 - Atualizado: 21/02/2020, 16h:45

Gilberto Leite

Leit�o-680-blog

O ex-deputado federal Nilson Leitão, que se articula para disputar a eleição suplementar ao Senado com aval das cúpulas Estadual e Nacional do PSDB,  está atuando nos bastidores para convencer outros candidatos a recuar. Com domicílio eleitoral em Sinop, o tucano argumenta que a Baixada Cuiabana e a região Sul já estão representadas  com  Jayme Campos (DEM)  e Wellington Fagundes (PL) e por isso, o Nortão precisa ocupar um das três cadeiras de senador por Mato Grosso.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Hernane | Sábado, 22 de Fevereiro de 2020, 20h45
    1
    0

    Esse cara não tá com nada e pousa de estrela de 1° grandeza da politica de MT. Mal consegue ser Vereador em Sinop, pois se quiser ser Prefeito, perde para o Juarez Costa de 3 por 1, então no maximo vai conseguir uma Suplencia de Senador.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2496