Blog do Romilson Cuiabá, 05 de Junho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Retrospectiva 2014

Devido aos atrasos, legado do governador é frustrado; só 8 obras da Copa entregues

Por 30/12/2014, 15h:30 - Atualizado: 30/12/2014, 17h:54

Das 52 obras da Copa lançadas pelo governador Silval Barbosa (PMDB), incluindo Arena Pantanal, VLT, Centros Oficiais de Treinamento (COTs), trincheiras e viadutos, apenas oito foram concluídas antes do término do mandato em 31 de dezembro. Deste total, 14 foram encerradas sem recebimento definitivo, 22 seguem em andamento, sete tiveram o contrato rescindido e uma sequer foi executada.

O veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), apontado pelo governo estadual como principal legado da Copa, está orçado em R$ 1,6 bilhão. O problema é que 75% do valor já foi repassado ao consórcio responsável, mas apenas 52% das obras foram executadas. Além disso, nenhum trecho do modal está em operação e após diversos adiamentos, não existe prazo estabelecido para o início das atividades.

Ainda em relação ao VLT, o governo Silval deixará cerca de 300 desapropriações pendentes. A herança também inclui um passivo de R$ 26 milhões que não foram pagos aos proprietários. Falhas na execução dos Viadutos da Sefaz e UFMT também estão causando transtornos à população e troca de acusações entre os gestores públicos. O prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB) chegou a classificar as obras como “cagadas” e cogitou a possibilidade de implodi-las.

Rdnews

inauguração-viaduto-sefaz---davi-valle.jpg

Governador Silval Barbosa, o vice Daltro e autoridades durante a inauguração do Viaduto da Sefaz

O Viaduto da Sefaz, localizado na avenida do CPA, foi inaugurado em fevereiro deste ano e está interditado desde que a vistoria identificou falhas estruturais com risco de desabamento. O da UFMT, situado na avenida Fernando Corrêa, apresenta falta de obras de drenagem no entorno  e os alagamentos causados pelas chuvas  tornam o trecho intransitável.

No mês passado, o Governo inaugurou a trincheira Jurumirim com atraso de um ano. A última inauguração foi a do Viaduto Dom Orlando Chaves, em Várzea Grande, renomeado para Viaduto Isabel Campos. A Copa encerrou há seis meses, entretanto, os Centros Oficiais de Treinamento (COTs) da UFMT e do Pari também não foram concluídos e não existe prazo estabelecido para entrega das obras localizadas em Cuiabá e Várzea Grande.

Para agravar a situação, a Secopa, responsável pela execução das obras, será extinta nesta quarta (31). Parte delas serão absorvidas pela secretaria estadual de Cidades (Secid) e o restante pelo Gabinete de Planejamento de Projetos Estratégicos na gestão Pedro Taques (PDT). No entanto, não existem recursos previstos no orçamento de 2015 para dar continuidade às intervenções.

Inauguradas

As oito obras concluídas oficialmente são ligação da avenida Beira-Rio (Jardim Califórnia) com a rua Antônio Dorilêo (Coophema), a Ponte Professor Benedito Figueiredo, a pavimentação da rua Camboriú, a duplicação da Ponte Mário Andreazza, as trincheiras Jurumirim e Ciríaco Cândia, os Viadutos da Sefaz, do Despraiado e Isabel Campos.

Rdnews

viaduto-da-UFMT---Rodinei Crescêncio.jpg

Fogos de artifícios celebram a inauguração do Viaduto da UFMT, uma das obras que mais causa transtorno na população. Na foto, Silval ao lado de deputados estaduais e federais, e prefeito Mauro

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Ademir | Terça-Feira, 30 de Dezembro de 2014, 23h30
    2
    1

    Vergonha deste péssimo Governador e esta SECOPA, todos devem responder gravemente na Justiça, se há neste Mato Grosso, ressarcir os cofres públicos, e se responsáveis por estas catástrofes de obras, muitos serem presos.

  • Antonio Costa | Terça-Feira, 30 de Dezembro de 2014, 21h26
    0
    0

    Antonio Costa, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

PROCESSO ELEITORAL

Mesmo sob pandemia, reitor da UFMT já convoca Colégio Eleitoral

Por 04/06/2020, 20h:43 - Atualizado: 04/06/2020, 20h:48

evandro ufmt 680

Mesmo com as atividades da UFMT suspensas por causa da pandemia, o reitor Evandro Soares da Silva, que já se movimenta pela recondução ao cargo, convocou reunião do Colégio Eleitoral Especial.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Antonio Carlos jaudy | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h47
    0
    0

    Quero saber quem disse que ele é candidato único? Quero saber se consulta a instituição se faz através de uma Live? Se esse pleito não tiver transparência, justiça e legalidade será motivo de demanda jurídica e responsabilização dos que não cumprirem os ditames legais. A professora Danieli Backes é também candidata e está muito bem cotada quero ver se o nome dela não irá constar da lista tríplice.

  • DANIELI BACKES | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h34
    0
    0

    Antônio, quem é você que fala em nome da UFMT? De onde parte sua informação de que os pre-candidatos retiraram sua candidatura? E esse consenso, foi construído como? Quando a comunidade interna da UFMT foi consultada a respeito?

  • DANIELI BACKES | Sexta-Feira, 05 de Junho de 2020, 09h30
    0
    0

    Antônio, esse consenso foi construído como? Quando a comunidade interna da UFMT foi consultada a respeito?

ANTES E DEPOIS

Prefeito de Cáceres agora elogia Adriano; pura falsidade assista

Por 04/06/2020, 15h:46 - Atualizado: 04/06/2020, 16h:43

francis maris 680

O prefeito de Cáceres Francis Maris, que desde a campanha de 2016 vinha fazendo ataques e denúncias contra Adriano Silva, gravou um vídeo, classificando o ex-adversário político de "líder", de "filho ilustre de Cáceres", para quem prestou grande serviço, seja junto à comunidade acadêmica, como professor e reitor da Unemat, seja pelos trabalhos prestados na região.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Claudomiro | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 19h00
    8
    1

    Politicamente nunca fui fã dos dois como politico, mas inoportuno e falso e esse comentário do rdnews.

  • O cara | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 17h04
    14
    0

    Adversário político não é inimigo pessoal. Cada comentário.

DESENVOLVIMENTO

Um pool de novas indústrias em Primavera; 7 anunciam fábricas

Por 04/06/2020, 12h:09 - Atualizado: 04/06/2020, 20h:57

primavera do leste vista a�rea 680

No ranking de quinta economia do Estado e com quase 100 mil habitantes, Primavera do Leste está recebendo sete novas indústrias, mesmo em meio à pandemia da Covid-19, agravada com crises sanitária e econômica em praticamente todo o mundo.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Reginaldo | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 22h03
    1
    0

    A posição geográfica, sócio econômica e malha viária já conta muito como grandes atrativo, mas isso não tira o mérito da administração local. Parabéns.

  • Francisco Assis roo | Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 13h17
    12
    1

    é isso mesmo Léo busca emprego e renda para essa cidade bonita e pugante que vc está tendo a oportunidade de administrar não fica nessa só de fazer praça e coisa e tal igual um prefeito que eu conheço na nossa região

INICIATIVA INÉDITA

Reeducandos em Cuiabá produzem saneantes e álcool em gel

Por 04/06/2020, 10h:42 - Atualizado: 04/06/2020, 10h:49

deiver ifmt producao 680

Cerca de 30 reeducandos em Cuiabá estão fabricando saneantes, substâncias destinadas à higienização e desinfecção, como água sanitária, detergente e desinfetantes, e ainda álcool em gel para distribuição nos presídios.

Postar um novo comentário

REPERCUSSÃO

Governo e AL vão decretar luto oficial; Adriano sonhava ser prefeito

Sem velório, corpo será transladado a Cáceres nesta 5ª e direto para cemitério

Por 03/06/2020, 21h:44 - Atualizado: 03/06/2020, 22h:04

adriano silva 680

O governador Mauro Mendes vai decretar luto oficial de três dias pelo falecimento nesta quarta do ex-reitor da Unemat, professor Adriano Silva, que presidia a Fapemat, fundação vinculada à secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação. A Assembleia Legislativa também fará igual.

Postar um novo comentário

PODER SEM PODER

Mesmo sem mandato, Selma quer manter controle de cargos federais

Por 03/06/2020, 19h:13 - Atualizado: 03/06/2020, 19h:19

selma arruda 680

A briga entre o senador tampão Carlos Fávaro (PSD) e a cassada Selma Arruda (Pode) tem um novo round. Nos bastidores, Selma tenta impedir que Fávaro assuma o controle de "seus" cargos federais.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2552