Blog do Romilson Cuiabá, 18 de Fevereiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Mortes de Walter Rabello, Vilceu Marchetti e ex-deputado Willian Dias marcam 2014

Por 31/12/2014, 09h:03 - Atualizado: 31/12/2014, 09h:12

Em 2014, o cenário político mato-grossense foi marcado pela morte prematura do apresentador de TV e deputado estadual Walter Rabello (PSD). Aos 48 anos, o social-democrata faleceu vítima de problemas gástricos deixando esposa, cinco filhas e duas netas. 

Rabello apresentava o Cadeia Neles, programa televisivo de maior audiência em Mato Grosso, veiculado pela TV Record (canal 10). O bordão "raça infame", usado para caracterizar os criminosos mostrados nas reportagens, virou marca registrada do apresentador.

 Na política, havia sido reeleito para o terceiro mandato consecutivo na Assembleia  Além disso, foi o vereador mais votado da Capital em 2004, superando os 8 mil votos. Com a morte prematura, a vaga de Rabello na Assembleia será ocupada pelo correligionário Gilmar Fabris.  

 

Rdnews

Rabello e Vilceu

 Walter Rabello faleceu antes de assumir terceiro mandato na AL; Vilceu Marchetti foi assassinado

Em 7 de julho, o ex-secretário de Estado, Vilceu Marchetti, foi assassinado na sede de uma fazenda no Pantanal. Ele foi executado a tiros pelo  caseiro Anastácio Marafon, que foi preso em flagrante e alegou questões passionais.

  Militante do extinto PFL (hoje DEM), Vilceu Marchetti começou na vida pública como vereador por Primavera do Leste, onde residia, e chegou a presidir a Câmara Municipal. Depois se elegeu prefeito, cumprindo mandato de 1992 a 1996. Também comandou a Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM).

 No governo Blairo Maggi (PR), a partir de 2003, após coordenar a campanha do hoje senador, atuou como adjunto de Infraestrutura e, com a saída do comando da pasta de Luiz Antonio Pagot, se tornou titular. Continuou secretário até o início da gestão Silval Barbosa (PMDB). Envolvido no escândalo sobre compra de maquinário, com superfaturamento de mais de R$ 40 milhões, deixou o governo estadual sob forte desgaste. Virou réu na ação que tramita na Justiça e, a partir daí, saiu da cena política.

Willian Dias

 O ex-vereador por Rondonópolis e ex-deputado estadual Willian Rodrigues Dias faleceu 4 de agosto.  Aos 74 anos, o ex-parlamentar foi vítima da doença neuro-degenerativa Mal de Alzheimer.

William Dias nasceu em Bauru (SP) e, em Mato Grosso, morou inicialmente em Cuiabá, depois Coxim (MS), onde foi vereador, e mudou-se para Rondonópolis, onde também atuou por quatro mandatos como parlamentar, a partir de 1982. Polêmico e advogado criminalista mais requisitado da época, William ficou conhecido como "Advogado do Diabo". Atuava como espécie de defensor público não-remunerado, "roubava" a cena no Tribunal do Júri. Filiado ao PMDB, foi deputado estadual de 86 a 90.

Na Assembleia, foi líder do Governo Carlos Bezerra, da mesma legenda peemedebista.  O seu gabinete vivia lotado de pessoas em busca de apoio nas demandas jurídicas.  

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • marta | Quinta-Feira, 01 de Janeiro de 2015, 11h09
    2
    1

    walter rabello vai fazer falta....Deus tira com uma mao e , dá com outra....governador pedro taques...

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Bloco centro-esquerda terá pesquisa como critério por nome ao Senado

Por 17/02/2020, 22h:42 - Atualizado: 07h atrás

bloco patio max 680

Reunião nesta 2ª com representantes partidários, como Pátio, Barranco, Max, Lúcia, Gisela, Paola, Miranda e Aluízio

Isolados ou em grupos, autorizados ou não por seus partidos, militantes estão intensificando as reuniões em busca de alianças e definição de candidaturas à eleição fora de época, para o Senado, em 26 de abril.

Postar um novo comentário

GUERRA POR AUDIÊNCIA

TV Vila Real dá o troco e busca novo apresentador por R$ 80 mil

Por 17/02/2020, 20h:05 - Atualizado: 08h atrás

alexandre mota 680

Alexandre Mota se torna o apresentador mais bem pago da televisão mato-grossense. A Vila Real de Cuiabá, afiliada da Record, o contratou por R$ 80 mil mensais, além de ajuda de custos, para apresentar o tradicional programa policial Cadeia Neles!.

Postar um novo comentário

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Abicalil vai mesmo encarar Senado

Por 17/02/2020, 15h:55 - Atualizado: 17/02/2020, 16h:01

carlos abicalil 680

O PT vai mesmo lançar o ex-federal Carlos Abicalil à suplementar ao Senado marcada para 26 de abril. Seu nome será oficializado no próximo dia 28.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • jj | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 17h09
    7
    2

    ave maria!

  • elias | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 16h37
    7
    11

    Melhor nome

  • Fernanda | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 16h26
    14
    8

    Essa candidatura já nasce morta.

PESO PRESIDENCIAL

Bolsonaro chega de carreta na BR-163 e sob aplausos veja

Por 17/02/2020, 10h:16 - Atualizado: 17/02/2020, 10h:28

bolsonaro 163 680

Não é à toa que os principais pré-candidatos ao Senado brigam pelo apoio de Jair Bolsonaro. Quem o atrair para o palanque, transformando-o no principal cabo eleitoral na suplementar de abril, terá dado passo importante à vitória.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • elias | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 16h38
    4
    11

    Oportunista...inaugurando obra de outros governos...

  • Tcha | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 13h42
    8
    7

    Levando claque , qualquer ganha aplauso.

  • alexandre | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 12h53
    13
    8

    Porque que o lula não fez ?

Câmara de Cuiabá

Abílio aposta últimas fichas no relatório da CCJ e tenta se salvar

Por 17/02/2020, 10h:05 - Atualizado: 17/02/2020, 16h:46

Rodinei Crescêncio

abilio_junior

Com a corda no pescoço, o vereador Abílio Júnior aposta suas últimas fichas no parecer da Comissão de Constituição e Justiça. Lá, entende ter dois aliados, na batalha para não ser cassado, Kero Kero (PSL)  e  Lilo Pinheiro (PDT).

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • kamila Araújo | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 14h46
    9
    4

    Abilio, que decepção, perdi meu voto...decepção geral, moleque, uma criança mimada, agora volta de novo pro Grande Templo e receber aquele salario grande que recebia. e pior ne paga com nossos dizimos,

  • eleitor cuiabano | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 14h25
    2
    2

    Juca do guaraná????que tiveram rusgas esses dias??? Adilson levante que é irmão de Oséas Machado...??? vixxi...Apela por AQUELE lá de cima bem melhor.

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Contra tese de Lúdio, majoritário petista tenta levar Abicalil à disputa

Por 16/02/2020, 18h:01 - Atualizado: 17/02/2020, 11h:50

carlos abicalil 680

Em resolução política assinada hoje, após encontro do diretório estadual, o PT decidiu por candidatura ao Senado e a tendência é que seja o ex-federal Carlos Abicalil.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Alberto | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 13h02
    0
    0

    Alberto, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Reginaldo Pinheiro | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 12h25
    4
    6

    Vai perder porque é do PT. Candidato bom para Mato Grosso é candidato comprometido com o movimento " MUDA SENADO". O que é bom para Wellington, para os Campos e para Abicaliu com certeza não é bom para Mato Grosso. Taques não é o melhor candidato, mas, é melhor que qualquer um desses, se não foi bom governador, mas, foi excelente senador.

  • alexandre | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 08h45
    10
    4

    vai perder de qualquer jeito..

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2492