Blog do Romilson Cuiabá, 27 de Fevereiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Retrospectiva 2014

Wellington vence eleição e Rondonópolis contará com 3 representantes no Senado

Por 31/12/2014, 10h:55 - Atualizado: 31/12/2014, 11h:03

Nas eleições de 2014, Wellington Fagundes (PR) foi eleito senador por Mato Grosso com 48,19% dos votos, o que representa 646.344 eleitores. Com isso, pela primeira vez na história, Rondonópolis terá três representantes no Senado.

O senador Blairo Maggi (PR) e o policial rodoviário federal José Medeiros (PPS) também mantêm os domicilios eleitorais em Rondonópolis. O republicano foi eleito em 2010 logo após deixar o governo do Estado e está na metade do mandato enquanto o patrulheiro venceu o empresário Paulo Fiúza na disputa judicial pela primeira suplência e assume a vaga aberta pela renúncia do governador diplomado Pedro Taques (PDT).

Davi Valle

wellington retro

 Wellington Fagundes derrota Rogério Salles, Rui Prado e Gilberto Lopes Filho na disputa pelo Senado

O percentual atingido por Wellington foi 8% maior que o principal concorrente, Rogério Salles (PSDB), que obteve 40,36%. Em terceiro lugar ficou Rui Prado (PSD) somando 10,24% e por último Gilberto Lopes Filho (PSOL), com 1,21%.

A cadeira em disputa era a única disponível no Senado em 2014 e Wellington ficará no posto pelos próximos oito anos. Esta foi a primeira vez no Estado que  senador  e o governador eleitos são de coligações adversárias.

Wellington ocupa cargos eletivos sucessivamente desde 1990. Ele ingressou na política de classe como presidente da Associação Comercial e Industrial de Rondonópolis (Acir) por dois mandatos, entre 1983 e 1986. Em 1987, assumiu a secretaria municipal de Planejamento, na gestão de Jota Barreto (PR). Depois concorreu a deputado federal, cargo para o qual foi reeleito consecutivamente até 2010. Agora, em 2014, sai vencedor na disputa ao Senado.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • MOREIRA | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 2014, 11h12
    4
    0

    Venceu? Quem venceu foi a rejeição aos postulantes ao senado. O índice de rejeição, nulos e brancos foram maiores que deste cara.

EFEITO-SENADO

Leitão terá Doria de cabo eleitoral e tenta arrumar emprego pra Taques

Por 27/02/2020, 22h:22 - Atualizado: 23min atrás

joao doria 680

Nilson Leitão acionou alguns líderes nacionais do PSDB para reforçar sua pré-candidatura ao Senado e barrar a intenção de Pedro Taques de cruzar seu caminho.

Postar um novo comentário

TEMOR GERAL

Em Alto Taquari, um monitorado e milhares preocupados

Por 27/02/2020, 20h:49 - Atualizado: 01h atrás

alto taquari 680

Cravada na divisa de MT com Goiás, a pequena Alto Taquari vê parte de seus cerca de 12 mil moradores mudarem a rotina por causa do monitoramento de um de seus filhos, que pode estar com coronavírus.

Postar um novo comentário

SOB INVESTIGAÇÃO

Enquanto PSDB esperava Taques em ato, ele estava depondo no MPE

Por 27/02/2020, 18h:50 - Atualizado: 03h atrás

pedro taques 680

Pedro Taques tem muitas coisas para se preocupar do que a pré-candidatura ao Senado e seu futuro com ou sem o PSDB.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Davi | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 22h01
    1
    0

    O Pedro Taques de hoje é o Mauro Mendes daqui 2 anos - persona nom grata.

  • joao | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 19h13
    2
    2

    Parabéns PSDB pela decisão.

PETISMO RACHADO

Lúdio busca assinaturas para bater chapa com Barranco ao Senado

Por 27/02/2020, 18h:32 - Atualizado: 04h atrás

ludio cabral 680

Lúdio Cabral espalhou nos últimos dias que não tinha pretensão de concorrer ao Senado, mas destacou assessores e vários correligionários para o trabalho de coleta de assinaturas, com vistas a se inscrever amanhã.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Kleber Amorim | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 22h03
    2
    0

    Caro Romilson, não sei quem é tua fonte, mas infelizmente mais uma vez ela está equivocada. Lúdio em nenhum momento se colocou à frente para essa disputa. Ao contrário disso, várias tendências/coletivos do interior do Partido, assim como vários setores da sociedade, sindicatos, categorias, é, até mesmo outros líderes e partidos de centro e de esquerda entendem que o nome que reúne as melhores condições, neste momento, para enfrentar essa disputa com a direita conservadora, é o nome do companheiro Ludio. Portanto, não é o deputado que designou ninguém, nós nos achamos no direito, enquanto cidadãos e filiados, de propor o melhor nome para esse embate de características de disputa nacional. "O melhor candidato deve ser escolhido pela sua base, e não o contrário". A partir daí cabe à cúpula do Partido decidir o que realmente quer pra si, para seu futuro e da classe trabalhadora do estado. Grande abraço!

Após falta de luz, ausência de Taques vira piada: "cortou os fios"

Por 27/02/2020, 16h:00 - Atualizado: 03h atrás

Andhressa Barboza

cupula_psdb_680

A ausência do ex-governador Pedro Taques no evento, que marcou o lançamento de Nilson Leitão como pré-candidato ao Senado, gerou até piada interna.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • José Roberto | Quinta-Feira, 27 de Fevereiro de 2020, 18h01
    1
    4

    TA AI UM REPRESENTATIVIDADE QUE O NORTÃO PRECISA

Efeito-Senado

Com Fávaro, outros desembarques do PSD do Governo Mauro

Por 27/02/2020, 14h:35 - Atualizado: 06h atrás

Alair Ribeiro

carlos favaro 680

Além de Carlos Fávaro, os principais indicados do PSD devem deixar o Governo Mauro Mendes.

Postar um novo comentário

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2499