Blog do Romilson Cuiabá, 29 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Retrospectiva 2015

Fim da Era Riva, austeridade e medidas de transparência marcam 2015 na Assembleia

Por 31/12/2015, 11h:10 - Atualizado: 31/12/2015, 11h:15

selo retrospectiva 2015

A chegada do deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB) à presidência da Assembleia, em 1º de fevereiro de 2015, determinou o derrocada do grupo político liderado por José Riva, que já dirigia o Legislativo há mais de duas décadas. No primeiro ano de gestão, o tucano buscou manter relação de harmonia com o Executivo, reduzir os gastos através da reforma administrativa e implantar medidas moralizadoras elaboradas em parceira com órgãos de fiscalização.

Maurício Barbant/AL

guilherme maluf - mauricio barbant (6).jpg

Presidente da Assembleia Guilherme Maluf assumiu comando do Legislativo em fevereiro de 2015

No início de 2015, Maluf e o governador Pedro Taques (PSDB) anunciaram a devolução de R$ 20 milhões de recursos da Assembleia ao Executivo para serem investidos na aquisição de ambulâncias para os 141 municípios de Mato Grosso. Entretanto,  o ano encerra sem a conclusão do processo licitatório suspenso por recomendação do MPE devido a problemas técnicos no edital.

A relação entre Executivo e Legislativo sofreu abalo no final do ano. A Assembleia cobra o repasse do excesso de arrecadação, que deve ser incorporado ao duodécimo de R$ 412,3 milhões, mas o governo do Estado não aceita fazer a transferência dos recursos. Na semana passada, o governo do Estado declarou que não crê em saída administrativa e recomendou que a questão seja discutida no âmbito do Judiciário.   

Taques não crê em saída negociada e aguarda ação judicial da Assembleia

O bom relacionamento entre os Poderes fica evidente com  a aprovação de mais  da metade  das mensagens enviadas ao Legislativo. Em 2015, o Executivo enviou 50 projetos de lei e projetos de lei complementar à Assembleia. Do total, 26 foram aprovados pelos deputados estaduais e sancionados por Taques, sendo incorporados à legislação estadual. Restam 21 propostas em tramitação, já que uma mensagem foi retirada pelo Executivo, outra foi substituída e uma terceira acabou vetada.

Na semana passada, a Assembleia aprovou o novo Fethab. Ao longo do ano foram apreciadas mensagens do Executivo como reforma administrativa, Bom Pagador, correção automática da UPF e outras que geraram polêmica, mas acabaram aprovadas atendendo aos interesses do governo do Estado.

Maurício Barbant

guilherme maluf, roberto turim, paulo prado, eduardo botelho, nininho 520

 Medidas de transparência foram definidas entre Mesa Diretora e integrantes do Ministério Público

Na reforma administrativa, a Mesa Diretora exonerou cerca de 800 comissionados. Ao mesmo tempo, foram nomeados quase 200 concursados, entre aprovados e do cadastro reserva.

Outra medida adotada pela Mesa Diretora foi a criação da verba indenizatória no valor de R$ 65 mil a partir da unificação ou extinção dos chamados penduricalhos. Antes início do recesso, Maluf anunciou que a regulamentação da prestação de contas ocorrerá logo no inicio de 2016.

Verba indenizatória será de R$ 65 mil

A Assembleia ainda adotou  as recomendações feitas pelo Ministério Público Estadual (MPE) e Tribunal de Contas do Estado (TCE). Conforme a resolução que dispõe sobre as ações de transparência do Parlamento, a verba de suprimento,  alvo de investigação do Gaeco, foi extinta. A Mesa Diretora também providenciou a nomeação de servidor de carreira para auditor de controle interno e criação de cargos para três auditores de controle interno. Além disso, ampliará a reforma administrativa para que haja mais funcionários de carreira do que comissionados. Gastos com publicidade, combustível, passagens aéreas entre outros deverão ser reduzidos.

Maioria Governista

A maioria governista, capitaneada pelo líder do Governo Wilson Santos (PSDB), garantiu a aprovação de todas as mensagens do Executivo em 2015. Como vozes da oposição na Assembleia, se destacaram os deputados estaduais Emanuel Pinheiro (PR), Zeca Viana (PDT) e Janaína Riva, que está deixando o PSD para aderir ao PMDB.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Sirineu | Quinta-Feira, 31 de Dezembro de 2015, 15h45
    3
    0

    Num sei onde? Pois o povo do Riva permanece com o Maluf ai vem falar em mudança. Manda os dinonssauros embora Maluf! A AL merece pessoas nao ligadas ao Riva. cade mudança? Prove que nao e a permanencia de Riva, expulsando os apadrinhados do Riva da nossa casa de leis.

PÓS-CASSAÇÃO

Ex-senadora agora monta escritório advocatício com 2 ex-assessores

Por 28/05/2020, 21h:55 - Atualizado: 09h atrás

selma arruda 680

Juíza aposentadora e senadora com mandato prematuramente cassado neste ano por crimes eleitorais, Selma Arruda ainda não conseguiu licença da Ordem para atuar como advogada.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

Governo Bolsonaro ama índio, diz ministra em MT veja

Por 28/05/2020, 18h:44 - Atualizado: 28/05/2020, 18h:50

damares discurso 680

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), com um cocar sobre a cabeça, arrancou aplausos em Rondonópolis nesta quinta ao dizer que estava ali realizando a maior obra do Governo Bolsonaro, que é cuidar de vidas.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Leonildo | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 21h09
    3
    2

    Que mentira!!!! E a boiada acredita....

  • Alberto | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 20h47
    3
    1

    Bolsonaro ama índio? Kkkkkk. Quem foi que disse que a cavalaria americana, ao contrário da nossa, foi competente ao exterminar os índios americanos.

EM RONDONÓPOLIS

Senador é ignorado e deixa ato constrangido

Por 28/05/2020, 13h:01 - Atualizado: 28/05/2020, 13h:09

damares favaro 680

O senador Carlos Fávaro (PSD) passou o maior constrangimento hoje, em Rondonópolis, durante ato de entrega de alimentos e máscaras faciais a povos indígenas com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Cristiano | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 16h08
    7
    21

    Medeiros é o candidato do Bolsonaro ao senado!

  • Lourinil | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h56
    14
    32

    Ele estava no lugar errado. Nem senador é só está na cadeira pq fez manobras , o jeitinho para estar lá. O lugar é legalmente da juíza que foi tirada , na proxima eleição Coronel Fernanda a candidata do Presidente

  • Benedita | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h33
    12
    37

    Queria uma beira; si fu, o Medeiros veio foi junto com a comitiva; parabéns deputado José Medeiros, nosso futuro senador!

BATALHA JURÍDICA

Pedido de Albano para voltar ao TCE será julgado pelo Supremo na terça

Por 28/05/2020, 12h:28 - Atualizado: 28/05/2020, 12h:31

gilmar mendes 680

A Segunda Turma do Supremo julga na sessão da próxima terça (2 de junho), um agravo regimental do conselheiro Valter Albano, pleiteando retorno ao cargo. O pedido de HC chegou a entrar na pauta ontem, mas a presidente, ministra Cármen Lúcia, não o colocou em julgamento porque a sessão já havia extrapolado o prazo.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

2 pré ao Senado disputam espaço em ato com ministra

Por 28/05/2020, 10h:30 - Atualizado: 28/05/2020, 10h:35

fernanda victorio galli 680

Rúbia Fernanda (de blusa rosa) e seu suplente da chapa ao Senado, Victorio Galli, aguardando chegada da ministra

Dois pré-candidatos à suplementar ao Senado, tenente-coronel Rúbia Fernanda (Patriota), e o deputado José Medeiros (Pode), participam do ato nesta manhã, na sede da Conab, em Rondonópolis, com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

Postar um novo comentário

PREOCUPAÇÃO

Por questão de segurança, Michelle Bolsonaro cancela agenda em MT

Por 28/05/2020, 07h:07 - Atualizado: 28/05/2020, 07h:20

michelle bolsonaro 680

Por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a primeira-dama Michelle Bolsonaro cancelou sua participação no evento de entrega de cestas básicas para comunidades indígenas hoje, em Rondonópolis.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Elias | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 14h31
    6
    1

    Jedae, raça infame é a tua. Vira este disco. Todo mundo vê o que essa corja está fazendo para dedtruir o Brasil. Somente você e sua corja de mau caráter ainda defende estes milicianos. Pior, não tem a capacidade tem postar um comentário sem agredir petistas, disseminando ódio, espalhando peçonha. Gente gomo você são o câncer da sociedade e precisa ser extirpado com urgência.

  • Jedae | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 10h20
    5
    12

    Ver petistas, comunas e toda raça infame chorar, não tem preço. Bolsonaro, só precisa fazer duas coisas. Primeiro: Não deixar haver roubos em todos os níveis. Segundo: Nunca mais deixar o poder cair nas mãos dessa quadrilha, que se intitula progressistas. De quebra, limpar esse STF, repleto de corruptos e vendidos. Nem sei quem é pior. Se é o ex-carregador de malas do mula ou o ex do Temer, enterno vice da anta!!!!!!!!!

  • MOSSUETO | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 09h46
    9
    4

    Ridícula essa justificativa, o nosso País nunca teve esse tipo de ameaças, mas a falta de postura e respeito com os eleitores é que está gerando esse tipo de reação.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2548