Blog do Romilson Cuiabá, 29 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Retrospectiva 2015

Políticos envolvidos com corrupção foram presos em 2015; ex-governador na lista

Por 01/01/2016, 10h:45 - Atualizado: 01/01/2016, 11h:01

selo retrospectiva 2015

Rdnews

 presos retrospectiva

 Silval Barbosa, José Riva, Eder Moraes, Marcel de Cursi e Pedro Nadaf prosseguem presos no CCC

2015 não foi nada fácil para políticos e autoridades envolvidos com esquemas de corrupção em Mato Grosso. O ano foi marcado pelas prisões do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), do ex-presidente da Assembleia José Riva e de três ex-secretários de Estado incluindo Eder Moraes.

Em 15 de setembro, a Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz) deflagrou a Operação Sodoma para apurar esquema de cobrança de propina na concessão de incentivos fiscais pelo Estado. Os ex-secretários Pedro Nadaf (Casa Civil) e Marcel de Cursi (Fazenda) foram presos naquele dia. O ex-governador Silval Barbosa (PMDB) conseguiu fugir e se entregou dois dias depois, em 17 de setembro. O trio permanece no Centro de Custódia de Cuiabá. 

Rdnews

capa silval e riva

  Silval e Riva, o governador e o presidente da Assembleia até janeiro de 2015, estão atrás das grades

O ex-presidente da Assembleia José Riva foi preso em 21 de fevereiro, em sua residência no bairro Santa Rosa, em Cuiabá, durante a deflagração da Operação Imperador do Gaeco, que investiga o desvio da R$ 62 milhões da Assembleia através de contratos fraudulentos. Foi solto em 24 de julho por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).  

Riva voltou a ser preso 1º de julho. Na ocasião,  ele estava solto há apenas sete dias depois de passar 122 dias na carceragem do Centro de Custódia de Cuiabá. Neste caso, o mandado foi revogado 13 horas depois pelo ministro do STF Gilmar Mendes.

Em 13 de outubro, Riva voltou a ser preso.  A ordem de prisão foi decretada pela juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá Selma Rosane Arruda  e faz parte da segunda fase da Operação Metástase, denominada "Célula Mãe". Ele permanece detido e sem perspectiva de sair para as festas de final de ano.

Riva e 2 servidores são presos nesta 3ª; MP aponta mensalinho e mimos

A Operação Metástase investiga o suposto desvio de aproximadamente R$ 2 milhões por meio da verba de suprimentos na Assembleia.  A verba tinha como finalidade custear compras emergências de produtos como marmitas, cartuchos e materiais gráficos

Eder Moraes

Preso em 1º de abril, na 7ª fase Operação Ararath, sob a acusação de ocultar bens para atrapalhar as investigações e o seqüestro judicial, deixou o Centro de Custódia de Cuiabá em 14 de agosto com habeas corpus concedido pelo STF. 

Gilberto Leite/Rdnews

Eder-moraes_gilberto-leite-(12).jpg

 Eder Moraes, condenado a 69 anos e 3 meses de prisão, voltou para cadeia por violação da cautelar

Na 10ª fase da Operação Ararath, Eder foi preso, mais uma vez, pela Polícia Federal, na manhã de 04 de dezembro, porque violou 92 duas vezes, em 60 dias, os termos da utilização de monitoração eletrônica (tornozeleira). Agora, seguirá atrás das grades pelo menos até o final do recesso do Poder Judiciário.

Entre uma prisão e outra, Eder foi condenado a  69 anos e três meses de prisão em ação penal originada pela Operação Ararath por lavagem de dinheiro e ocultação de bens. A decisão em primeira instância é do juiz Jeferson Schneider, da 5ª Vara da Justiça Federal de Cuiabá.

Roseli Barbosa

O suposto esquema de desvio de R$ 8 milhões da Secretaria Estadual de Assistência Social (Setas), entre  2012 e 2013, resultou na prisão da ex-primeira-dama do Estado, Roseli Barbosa, em 20 de agosto, durante a Operação Ouro de Tolo. A titular da pasta no período em que o marido Silval Barbosa governou Mato Grosso deixou a cadeia em 27 daquele mês com a obrigação de cumprir medidas cautelares, mas foi dispensado do uso de tornozeleira eletrônica.

Chico Ferreira/Gazeta

roseli barbosa

 Roseli Barbosa, acusade de participar de esquema para desviar dinheiro da Setas, deixou a prisão

Roseli foi presa em São Paulo, por agentes do Gaeco, munidos de mandato de prisão expedido pela Vara de Combate ao Crime Organizado de Cuiabá. Cinco meses antes, a ex-primeira-dama  e outras 31 já haviam sido denunciadas pelo Ministério Público Estadual  (MPE) por participação no esquema envolvendo contratos fraudulentos.

Eder condenado a 69 anos; Cuzziol pega mais de 30; Laura é absolvida

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Seriedade | Domingo, 03 de Janeiro de 2016, 18h27
    1
    1

    JORNAL É BOM TOMAR CUIDADO COM AS AFIRMAÇÕES LEVIANAS POIS VAI TER QUE INDENIZAR LOGO LOGO.

  • Eduardo | Sábado, 02 de Janeiro de 2016, 08h02
    3
    0

    Deus que conceda determinação para a Justiça para tentar curar esse Câncer que corroi a Administração Pública e prejudica toda a sociedade. As referidas pessoas tem que permanecerem onde estão, para pagarem os erros que cometeram durante muitos mandatos que estiveram no poder. Além da prisão tem que devolver os recursos desviados para o Estado.

  • João Moessa de Lima | Sexta-Feira, 01 de Janeiro de 2016, 20h54
    5
    0

    Além do Baliro falta muita gente.

PÓS-CASSAÇÃO

Ex-senadora agora monta escritório advocatício com 2 ex-assessores

Por 28/05/2020, 21h:55 - Atualizado: 07h atrás

selma arruda 680

Juíza aposentadora e senadora com mandato prematuramente cassado neste ano por crimes eleitorais, Selma Arruda ainda não conseguiu licença da Ordem para atuar como advogada.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

Governo Bolsonaro ama índio, diz ministra em MT veja

Por 28/05/2020, 18h:44 - Atualizado: 28/05/2020, 18h:50

damares discurso 680

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), com um cocar sobre a cabeça, arrancou aplausos em Rondonópolis nesta quinta ao dizer que estava ali realizando a maior obra do Governo Bolsonaro, que é cuidar de vidas.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Leonildo | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 21h09
    2
    2

    Que mentira!!!! E a boiada acredita....

  • Alberto | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 20h47
    3
    1

    Bolsonaro ama índio? Kkkkkk. Quem foi que disse que a cavalaria americana, ao contrário da nossa, foi competente ao exterminar os índios americanos.

EM RONDONÓPOLIS

Senador é ignorado e deixa ato constrangido

Por 28/05/2020, 13h:01 - Atualizado: 28/05/2020, 13h:09

damares favaro 680

O senador Carlos Fávaro (PSD) passou o maior constrangimento hoje, em Rondonópolis, durante ato de entrega de alimentos e máscaras faciais a povos indígenas com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Cristiano | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 16h08
    7
    20

    Medeiros é o candidato do Bolsonaro ao senado!

  • Lourinil | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h56
    13
    31

    Ele estava no lugar errado. Nem senador é só está na cadeira pq fez manobras , o jeitinho para estar lá. O lugar é legalmente da juíza que foi tirada , na proxima eleição Coronel Fernanda a candidata do Presidente

  • Benedita | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h33
    12
    37

    Queria uma beira; si fu, o Medeiros veio foi junto com a comitiva; parabéns deputado José Medeiros, nosso futuro senador!

BATALHA JURÍDICA

Pedido de Albano para voltar ao TCE será julgado pelo Supremo na terça

Por 28/05/2020, 12h:28 - Atualizado: 28/05/2020, 12h:31

gilmar mendes 680

A Segunda Turma do Supremo julga na sessão da próxima terça (2 de junho), um agravo regimental do conselheiro Valter Albano, pleiteando retorno ao cargo. O pedido de HC chegou a entrar na pauta ontem, mas a presidente, ministra Cármen Lúcia, não o colocou em julgamento porque a sessão já havia extrapolado o prazo.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

2 pré ao Senado disputam espaço em ato com ministra

Por 28/05/2020, 10h:30 - Atualizado: 28/05/2020, 10h:35

fernanda victorio galli 680

Rúbia Fernanda (de blusa rosa) e seu suplente da chapa ao Senado, Victorio Galli, aguardando chegada da ministra

Dois pré-candidatos à suplementar ao Senado, tenente-coronel Rúbia Fernanda (Patriota), e o deputado José Medeiros (Pode), participam do ato nesta manhã, na sede da Conab, em Rondonópolis, com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

Postar um novo comentário

PREOCUPAÇÃO

Por questão de segurança, Michelle Bolsonaro cancela agenda em MT

Por 28/05/2020, 07h:07 - Atualizado: 28/05/2020, 07h:20

michelle bolsonaro 680

Por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a primeira-dama Michelle Bolsonaro cancelou sua participação no evento de entrega de cestas básicas para comunidades indígenas hoje, em Rondonópolis.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Elias | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 14h31
    6
    1

    Jedae, raça infame é a tua. Vira este disco. Todo mundo vê o que essa corja está fazendo para dedtruir o Brasil. Somente você e sua corja de mau caráter ainda defende estes milicianos. Pior, não tem a capacidade tem postar um comentário sem agredir petistas, disseminando ódio, espalhando peçonha. Gente gomo você são o câncer da sociedade e precisa ser extirpado com urgência.

  • Jedae | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 10h20
    5
    12

    Ver petistas, comunas e toda raça infame chorar, não tem preço. Bolsonaro, só precisa fazer duas coisas. Primeiro: Não deixar haver roubos em todos os níveis. Segundo: Nunca mais deixar o poder cair nas mãos dessa quadrilha, que se intitula progressistas. De quebra, limpar esse STF, repleto de corruptos e vendidos. Nem sei quem é pior. Se é o ex-carregador de malas do mula ou o ex do Temer, enterno vice da anta!!!!!!!!!

  • MOSSUETO | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 09h46
    9
    4

    Ridícula essa justificativa, o nosso País nunca teve esse tipo de ameaças, mas a falta de postura e respeito com os eleitores é que está gerando esse tipo de reação.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2548