Blog do Romilson Cuiabá, 16 de Fevereiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Retrospectiva

Eleitos com ampla votação, Lucimar e Hazama comandaram VG com mandatos cassados recorde

Por 29/12/2017, 10h:07 - Atualizado: 29/12/2017, 10h:16

selo_retrospectiva2017

Eleita com 95.634 votos (76,16%) em 2016, a prefeita de Várzea Grande Lucimar Campos (DEM) não teve a mesma facilidade vista nas urnas para se manter na chefia do Executivo. Neste ano, ela e o vice José Hazama (PRTB), por duas vezes, tiveram os mandatos cassados pelo juiz Carlos José Rondon Luz, da 20ª Zona Eleitoral.

Mesmo com as decisões, ambos continuam no poder. Aguardam o julgamento de recursos nas cortes superiores.

A primeira decisão foi em junho deste ano, em que os gestores foram condenados por gasto exacerbado com publicidade em ano eleitoral. A decisão resulta da representação eleitoral proposta pela Coligação Mudança com Segurança, do candidato Pery Taborelli (PSC), derrotado por Lucimar nas eleições do ano passado.

Conforme a representação de Taborelli, em 2013, 2014 e 2015 os gastos da prefeitura com publicidade foram insignificantes. Entretanto, chegaram a quase R$ 1 milhão no primeiro semestre de 2016. A defesa de Lucimar, por sua vez, sustentou que o valor foi investido em campanhas institucionais ao longo do ano passado. Entre elas, prevenção a dengue e hanseníase e outras para aumentar a arrecadação, como IPTU, alvará e divulgação do Mutirão Fiscal.

A segunda cassação foi proferida em outubro. Além de Lucimar e Hazama, o presidente da Câmara, Chico Curvo (PSD), também foi condenado por abuso e desvio de dinheiro do poder público.

Reprodução

lucimar_viceHazama_jayme

Prefeita Lucima Campos de mãos dadas com o vice Hazama durante posse em VG

Na decisão, mesmo inocentando os políticos da prática de utilizar serviço público em troca de votos, o magistrado entende que Lucimar, Hazama e Curvo cometeram o crime de abuso e do desvio do poder político, evidenciados por meio da captação ilícita de voto.

Tal crime teria sido realizado por meio de uma reunião política durante a campanha eleitoral, em que o ex-presidente do Departamento de Água e Esgoto (DAE) Eduardo Abelaira Vizotto e Curvo foram filmados em uma reunião, na qual, supostamente pediram voto em troca de disponibilizar um caminhão pipa a uma comunidade carente.

Após as decisões, a prefeita ingressou com recursos e aguarda no Tribunal Regional Eleitoral. As medidas estão sob relatoria do juiz membro titular Antônio Veloso Peleja Júnior.

Gestão prejudicada

Logo após a segunda cassação, Lucimar disse não se preocupar com eventuais prejuízos causados pelas sentenças. A gestora se ancora no fato de ter sido reeleita com ampla votação e no velho ditado popular de que a “voz do povo é a voz de Deus”.

Já para o esposo, o secretário de Assuntos Estratégicos do município Jayme Campos (DEM), a prefeita tem sido vítima de uma “conspiração” que visa atrapalhar a gestão. De acordo com ele, as decisões judiciais têm causado instabilidade. Ele cita que por conta do temor da população quanto à possível saída da prefeita, a arrecadação do município tem caído.

Jayme, no entanto, declara que mesmo com a torcida contra de alguns, a administração entregará bons resultados à população. Afirma que a prefeitura toca 74 obras em diversas áreas, como infraestrutura, saúde e educação. O que, em sua avaliação, não é para “o bico de qualquer prefeito”.

Câmara

O ano na Câmara não teve grande repercusão. As maiores polêmicas envolveram a moção de repúdio do vereador Edilei Roque de Cezaro, o Neni Chimarrão (PTC), contra uma guarda de trânsito, após ter sido multado por estacionar em lugar proibido, e as mudanças nas regras para o pagamento do 13º salário dos mais de sete mil servidores do município.

Com a aprovação do projeto de lei em outubro, a prefeitura realizou o pagamento apenas sobre o salário base de cada servidor. Por fim, o ano foi encerrado com a aprovação do projeto que autoriza o pagamento do 13º aos próprios vereadores.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Raquel Pereira | Sexta-Feira, 29 de Dezembro de 2017, 14h41
    2
    0

    A minha prefeita merece os aplausos de Várzea Grande inteira pelo trabalho que tem feito. Não admito que esse juiz a tire.

ELEIÇÃO AO SENADO

Contra tese de Lúdio, majoritário petista tenta levar Abicalil à disputa

Por 16/02/2020, 18h:01 - Atualizado: 02h atrás

carlos abicalil 680

Em resolução política assinada hoje, após encontro do diretório estadual, o PT decidiu por candidatura ao Senado e a tendência é que seja o ex-federal Carlos Abicalil.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Girlene | Domingo, 16 de Fevereiro de 2020, 18h49
    0
    0

    O PT disputará a eleição suplementar ao senado com candidatura própria. A matéria é tendenciosa e falta com a verdade.

AFAGO AO CAPITÃO

Ciumeira e disputa da bancada de MT para viajar no avião presidencial

Por 16/02/2020, 10h:55 - Atualizado: 05h atrás

bolsonaro 680

Na segunda viagem de Bolsonaro como presidente da República a Mato Grosso, desta vez na divisa com Pará, na última sexta, rolou novamente a maior ciumeira entre os membros da bancada federal.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Benedita da Silva | Domingo, 16 de Fevereiro de 2020, 15h58
    0
    0

    Rindo até a próxima eleição majoritária!

  • Maria Helena Barros | Domingo, 16 de Fevereiro de 2020, 14h40
    0
    0

    Neri e Barbudo barrados.....kkkkkkkk

  • QUARTO CRESCENTE CERVEJA E CIA | Domingo, 16 de Fevereiro de 2020, 13h33
    7
    1

    aí o puxa saco sofre

INAUGURAÇÃO

Ex-deputado barrado no baile da 163

Por 15/02/2020, 17h:45 - Atualizado: 15/02/2020, 17h:50

nilson leitao 680

Nilson Leitão (à direita) posa para fotografia com aliados políticos do Nortão, no curto tempo em que ficou no ato 

Sem mandato eletivo e no cargo de consultor da CNA, o ex-prefeito de Sinop e ex-deputado federal tucano Nilson Leitão não conseguiu autorização para ficar no dispositivo de autoridades, ontem, na inauguração de um trecho de 51 km da BR-163, na divisa de Mato Grosso com Pará.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • JORGE | Domingo, 16 de Fevereiro de 2020, 07h59
    6
    1

    ESSAS PRAGAS TEM Q CAIR NO ESQUECIMENTO

  • Evandro | Sábado, 15 de Fevereiro de 2020, 19h19
    15
    3

    Esse Leitão, adora aparecer, sempre foi e continua sendo o mais enxerido dos politicos Matogrossenses, tomou na cara e se f..., pois diz ser apoiado pelo Planalto para Senadore siquer conseguiu ser citado ou sentar no dispositivo de autoridades. Tenha humildade rapaz, voce já era ?

TAL PAI, TAL FILHO

Vice tenta seguir os passos do pai

Por 15/02/2020, 13h:00 - Atualizado: 15/02/2020, 09h:58

Michel Alvim

niuan ribeiro 680

Aos 35 anos, o advogado Niuan Ribeiro, vice-prefeito de Cuiabá, tenta seguir, na vida pública e por poder público, os passos do pai Oswaldo Sobrinho, de 71 anos.

Postar um novo comentário

RESTAURANTE

Baronês será inaugurado no dia 5

Por 15/02/2020, 08h:40 - Atualizado: 15/02/2020, 08h:44

Romilson Dourado

barones 680

Com investimentos de mais de R$ 1 milhão, os sócios Elson Ramos de Figueiredo e Gian Castrillon inauguram no próximo dia 5 o bar e restaurante Baronês.

Postar um novo comentário

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Selma tenta tirar Medeiros e levar o Podemos para apoio a Pivetta

Por 14/02/2020, 16h:47 - Atualizado: 14/02/2020, 16h:53

selma arruda 680

A senadora cassada Selma Arruda não está conseguindo entregar o que prometeu.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Marcelo Berga | Sexta-Feira, 14 de Fevereiro de 2020, 21h58
    3
    3

    Votei nessa senhora, mas estou profundamente decepcionado. Ela traiu o presidente Bolsonaro e agora vai trai o nosso deputado José Medeiros.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2491