Blog do Romilson Cuiabá, 29 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Posse de novos vereadores e prefeito e ações judiciais movimentam ano de Barra do Garças

Por 30/12/2017, 13h:06 - Atualizado: 30/12/2017, 13h:07

selo_retrospectiva2017

A posse dos novos vereadores e do prefeito Beto Farias (PMDB) marcaram este ano em Barra do Garças. Na Câmara, os 15 parlamentares foram empossados, oito eleitos pela primeira vez, representando uma renovação de 55%. 

Ainda na Câmara, o vereador de sexto mandato, Miguel Moreira da Silva, o Miguelão (PSB), foi reeleito para o terceiro mandato como presidente do Poder Legislativo, um feito inédito na história do município. 

Reeleito com mais de 72% dos votos, em 2016, o prefeito foi empossado para o segundo mandato em uma solenidade realizada no anfiteatro Fernando Peres de Farias. Em discurso, Beto pregou humildade e pediu a colaboração da Câmara, do Judiciário e do Ministério Público Estadual (MPE) para administrar o município por mais quatro anos. O ato foi marcado também pela posse dos novos secretários, com poucas mudanças. 

Reprodução

beto farias

Beto Farias comanda pela 2ª vez a cidade

O aumento da verba indenizatória de R$ 1,7 mil para R$ 4,8 mil foi um dos principais fatos que chamou a atenção na Câmara. A medida foi criticada por segmentos da sociedade organizada que saíram às ruas para protestar. Entretanto, o reajuste foi mantido com o aval de maioria do plenário que considerava a verba irrisória diante do excesso de gastos dos parlamentares.

Em 2016, os vereadores já haviam aprovado medida semelhante, mas foi vetada pelo prefeito. A aprovação de um projeto de Lei que autorizava a implantação do estacionamento rotativo pago (Faixa azul), gerou protesto e insatisfação da população contra a Câmara e a prefeitura. Populares saíram às ruas e se manifestaram contrários. 

Protestos realizados na cidade levaram à redução do diâmetro da área explorada comercialmente, mas a insatisfação tomou conta do município. Beto entendeu que somente desta forma poderia organizar o estacionamento no setor central da cidade.

Questão territorial

Uma decisão da desembargadora Helena Maria Bezerra Ramos suspendeu os efeitos da Lei 10.500/2017, a Lei da Redivisão, e devolveu a Barra a área que havia sido anexada a Nova Xavantina por força da aprovação da Lei pela Assembleia e sanção do governador Pedro Taques (PSDB). O município tinha perdido a faixa territorial e também 10 grande propriedades rurais que colaborava para o aumento da arrecadação municipal. 

Reprodução

miguelão vereador

Vereador Miguelão durante posse é o único veterano na Câmara, com 3 mandatos

Por duas vezes em menos de 30 dias, os limites territoriais dos municípios foram alterados pelas prefeituras, gerando um conflito jurídica entre as duas cidades. 

No campo econômico, houve uma notícia boa. A Prefeitura de Barra do Garças anunciou a instalação de uma unidade do Atacadão com investimento de R$ 75 milhões de reais e geração 350 empregos diretos e aproximadamente 700 indiretos. A obra ficará pronta no primeiro semestre de 2018. 

 Saúde

Assim como no Estado, a saúde trouxe transtornos na cidade, que chegou a ingressar com a ação judicial com pedido de bloqueio das contas do Estado em até R$ 20,6 milhões provenientes de atraso de repasses.  

Por outro lado, a prefeitura inaugurou uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), obra que vai desafogar o atendimento no Hospital e Pronto Socorro Milton Morbeck. Foram investidos mais de R$ 3 milhões.

Postar um novo comentário

PÓS-CASSAÇÃO

Ex-senadora agora monta escritório advocatício com 2 ex-assessores

Por 28/05/2020, 21h:55 - Atualizado: 07h atrás

selma arruda 680

Juíza aposentadora e senadora com mandato prematuramente cassado neste ano por crimes eleitorais, Selma Arruda ainda não conseguiu licença da Ordem para atuar como advogada.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

Governo Bolsonaro ama índio, diz ministra em MT veja

Por 28/05/2020, 18h:44 - Atualizado: 28/05/2020, 18h:50

damares discurso 680

A ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), com um cocar sobre a cabeça, arrancou aplausos em Rondonópolis nesta quinta ao dizer que estava ali realizando a maior obra do Governo Bolsonaro, que é cuidar de vidas.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Leonildo | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 21h09
    2
    2

    Que mentira!!!! E a boiada acredita....

  • Alberto | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 20h47
    3
    1

    Bolsonaro ama índio? Kkkkkk. Quem foi que disse que a cavalaria americana, ao contrário da nossa, foi competente ao exterminar os índios americanos.

EM RONDONÓPOLIS

Senador é ignorado e deixa ato constrangido

Por 28/05/2020, 13h:01 - Atualizado: 28/05/2020, 13h:09

damares favaro 680

O senador Carlos Fávaro (PSD) passou o maior constrangimento hoje, em Rondonópolis, durante ato de entrega de alimentos e máscaras faciais a povos indígenas com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos)

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • Cristiano | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 16h08
    7
    20

    Medeiros é o candidato do Bolsonaro ao senado!

  • Lourinil | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h56
    13
    31

    Ele estava no lugar errado. Nem senador é só está na cadeira pq fez manobras , o jeitinho para estar lá. O lugar é legalmente da juíza que foi tirada , na proxima eleição Coronel Fernanda a candidata do Presidente

  • Benedita | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 15h33
    12
    37

    Queria uma beira; si fu, o Medeiros veio foi junto com a comitiva; parabéns deputado José Medeiros, nosso futuro senador!

BATALHA JURÍDICA

Pedido de Albano para voltar ao TCE será julgado pelo Supremo na terça

Por 28/05/2020, 12h:28 - Atualizado: 28/05/2020, 12h:31

gilmar mendes 680

A Segunda Turma do Supremo julga na sessão da próxima terça (2 de junho), um agravo regimental do conselheiro Valter Albano, pleiteando retorno ao cargo. O pedido de HC chegou a entrar na pauta ontem, mas a presidente, ministra Cármen Lúcia, não o colocou em julgamento porque a sessão já havia extrapolado o prazo.

Postar um novo comentário

EM RONDONÓPOLIS

2 pré ao Senado disputam espaço em ato com ministra

Por 28/05/2020, 10h:30 - Atualizado: 28/05/2020, 10h:35

fernanda victorio galli 680

Rúbia Fernanda (de blusa rosa) e seu suplente da chapa ao Senado, Victorio Galli, aguardando chegada da ministra

Dois pré-candidatos à suplementar ao Senado, tenente-coronel Rúbia Fernanda (Patriota), e o deputado José Medeiros (Pode), participam do ato nesta manhã, na sede da Conab, em Rondonópolis, com a presença da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos).

Postar um novo comentário

PREOCUPAÇÃO

Por questão de segurança, Michelle Bolsonaro cancela agenda em MT

Por 28/05/2020, 07h:07 - Atualizado: 28/05/2020, 07h:20

michelle bolsonaro 680

Por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a primeira-dama Michelle Bolsonaro cancelou sua participação no evento de entrega de cestas básicas para comunidades indígenas hoje, em Rondonópolis.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Elias | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 14h31
    6
    1

    Jedae, raça infame é a tua. Vira este disco. Todo mundo vê o que essa corja está fazendo para dedtruir o Brasil. Somente você e sua corja de mau caráter ainda defende estes milicianos. Pior, não tem a capacidade tem postar um comentário sem agredir petistas, disseminando ódio, espalhando peçonha. Gente gomo você são o câncer da sociedade e precisa ser extirpado com urgência.

  • Jedae | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 10h20
    5
    12

    Ver petistas, comunas e toda raça infame chorar, não tem preço. Bolsonaro, só precisa fazer duas coisas. Primeiro: Não deixar haver roubos em todos os níveis. Segundo: Nunca mais deixar o poder cair nas mãos dessa quadrilha, que se intitula progressistas. De quebra, limpar esse STF, repleto de corruptos e vendidos. Nem sei quem é pior. Se é o ex-carregador de malas do mula ou o ex do Temer, enterno vice da anta!!!!!!!!!

  • MOSSUETO | Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020, 09h46
    9
    4

    Ridícula essa justificativa, o nosso País nunca teve esse tipo de ameaças, mas a falta de postura e respeito com os eleitores é que está gerando esse tipo de reação.

INíCIO
ANTERIOR
1 de 2548