Blog do Romilson Cuiabá, 22 de Julho DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

GRAMPOS NO GAECO

Chefe do MPE entre cruz e espada

Por 19/07/2019, 12h:10 - Atualizado: 19/07/2019, 14h:58

jose antonio borges 680 mpe

O promotor José Antonio Borges, há três meses no cargo de procurador-geral de Justiça do Estado, está entre a cruz e a espada.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Marlan | Sábado, 20 de Julho de 2019, 06h55
    4
    0

    PAU QUE DÁ EM CHICO DÁ EM FRANCISCO.... NÃO É ISSO? A PM TA CORTANDO A PRÓPRIO CARNE E O MP? A SOCIEDADE EXIGE E MERECE UMA RESPOSTA (INVESTIGÃO) CONVINCENTE...

PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Por que membros do MPE citados nos grampos ilegais não se afastam?

Por 19/07/2019, 09h:11 - Atualizado: 19/07/2019, 09h:16

gaeco promotores procuradores paulo prado marco aurelio 680

Pergunta que não quer calar:

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • José | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 12h08
    8
    1

    QUANDO É QUE SERÁ INVESTIGADO O DESGOVERNO PEDRO TAQUES ? O DESGOVERNO PEDRO TAQUES QUEBROU O ESTADO POR CAUSA DOS MAIS DE R$25 BILHÕES DE IRREGULARIDADES EM 2015 A 2018. Até agora não foi apurada a responsabilidade de todos os membros do desgoverno taques quanto aos desvios e fraudes do desgoverno da transformação do estado em caos e roubalheira, cujas irregularidade somadas já ULTRAPASSARAM OS $25 BILHÕES. Só para lembrar aí vai a lista detalhada dos mais de $25 bilhões em irregularidades pendentes de serem apuradas: R$69 milhões em desvios na caravana da transformação; perdão de R$645 milhões em dívida da petrobrás; perdão de R$5 milhões de reais em dívidas da unimed cuiabá; a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin recebendo R$80 mil por fora todo mês; delação de Alan Malouf e Perminio indicando que secretários (Permínio, Brustolin, Julio Modesto e etc) recebendo mensalinho de R$30 mil/mês; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $500 milhões do Fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo Gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juizá candidata para ferrar o Silval e a família dele; irregularidades de R$3 bilhões no Edital nº 02/2018 da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) sobre rodovias MT 246, MT 343, MT 358 e MT 480. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados, estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos que receberam salários acima de R$100 mil, contratação irregular de 2000 cabos eleitorais na SEDUC para fazer campanha para o ex-secretário Mahafon, peculato ao gastar R$10 milhões em telefone por secretaria do estado durante a campanha eleitoral para o governo 2018; R$180 milhões em indenizações irregulares pagas em 2018 as empresas supostamente prestadoras de serviços na Secretaria de Estado de Saúde Secretaria. Pedro Taques e Gallo cometeram crime de responsabilidade de R$3,7 bilhões ao deixar restos a pagar para o próximo governo sem a devida provisão de fundos exigida na Lei de Responsabilidade Fiscal.

  • Kaca | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 11h22
    5
    1

    Porque é preciso autocrítica numa situação dessas.

CARGO FEDERAL

Remanescente do Governo Dilma é mantido na direção do INSS-Cuiabá

Por 18/07/2019, 23h:20 - Atualizado: 18/07/2019, 23h:25

Rádio Centro América

odar egues 680 inss

O jovem deputado Emanuel Pinheiro Neto (PTB) se articulou nos bastidores e, com respaldo dos demais colegas da bancada mato-grossense em Brasília, conseguiu junto ao presidente Bolsonaro "segurar" no cargo Odair Egues, gerente-executivo do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Cuiabá.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • O ATALAIA | Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 14h32
    1
    1

    Tudo bem, o Odair pode ser uma pessoa capacitada e competente paraexercer o cargo. Porém, a sociedade mato-grossense espera do Emanuelzinho muito mais do que manter seus correligiinários em cargos relevantes em Mato Grosso...

LEGISLATIVO CUIABANO

Catracas para ter acesso à Câmara

Por 18/07/2019, 19h:56 - Atualizado: 18/07/2019, 20h:02

misael galv�o 680

A Câmara de Cuiabá, sob Misael Galvão, vai implantar sistema de controle de acesso ao prédio por meio de catracas eletrônicas. Esse tipo de controle já é feito em praticamente todos Poderes e em vários órgãos públicos com intenso fluxo de pessoas.

Postar um novo comentário

TRANSPORTE COLETIVO

Praça volta a ter estação de ônibus, agora em contanier e por R$ 633 mil

Por 18/07/2019, 17h:52 - Atualizado: 18/07/2019, 19h:24

pra�a bispo dom jos� 680

Praça Bispo Dom José, quando abrigava a estação e como se encontra hoje, após desativação do ponto de ônibus

A praça Bispo Dom José, no centro da Capital, vai voltar a ter uma estação, não mais como aquela que foi desativada em 2005, após décadas de movimentação intensa e tumulto de passageiros do transporte coletivo, num ambiente apertado e sem estrutura.

Postar um novo comentário

POPULISMO

Carona na greve e pau no governo

Por 18/07/2019, 12h:23 - Atualizado: 18/07/2019, 12h:25

Fablicio Rodrigues

wilson santos 680

Mesmo sob rejeição da categoria dos profissionais da educação, que o considera populista e fanfarrão e até o rejeita nas reuniões, o deputado Wilson Santos, que foi um dos porta-vozes do Governo Pedro Taques, não perdeu a pose.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Rafael Andrade | Quinta-Feira, 18 de Julho de 2019, 18h04
    2
    1

    Muito me admira este Deputado Wilson Santos defender esta categoria, em tempos atrás ele defendia o Governo mas ao tempo inteiro buscou a negociação com os professores até brigar com eles brigou, a categoria não o apoiou até hostilizaram e processaram, mas apesar de tudo pagou a 510, foi eleito sem o apoio desta categoria não tendo nenhum tipo de compromisso com os mesmo, deveria virar as costas e rir do professor mas é admirado de ver defendendo e lutando, se é politica ou não mostra que está mesmo preocupado com o estado e com os seus colegas de profissão visto que também é professor... Enquanto isso, deputados que foram eleitos e fizeram compromissos com a categoria estão deixando a desejar, não é mesmo Janaina Riva ? queremos Wilson Santos representando o setor do Comercio já!!!! é o melhor deputado desta Assembleia!