Blog do Romilson Cuiabá, 17 de Julho DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Várzea Grande

Zaeli cobra acordo da renúncia, mas Toninho não aceita saída do irmão

 Fernando Ordakowski

Murilo Domingos até que deseja sair da Prefeitura de Várzea Grande e ser candidato, mas o irmão Toninho resiste

Postar um novo comentário

Divergências

Democratas criticam governo Maggi, mas não deixam cargos

  O DEM do pré-candidato a governador Jame Campos enfrenta uma situação contraditória e não está nem aí por isso. Seus líderes descem o pau no governo Blairo Maggi, como aconteceu no encontro do partido no último sábado em Poconé, mas posam de aliados da administração e, de quebra, ainda mantêm dezenas de filiados empregados em cargos de DAS na máquina. O presidente da Empaer, Leôncio Pinheiro, por exemplo, é um dos indicados do DEM (ex-PFL). Sua irmã Rosalina, embora efetiva, ocupa posto de diretoria da mesma empresa e pertence aos quadros do partido dos irmãos Jayme e Júlio Campos.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • JOAO | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 22h13
    1
    1

    voces nào estao entendendo...O Jaime tem credibilidade e respeito dos Mato grossensses,é um politico comprometido c om seu povo.Tão responsavel que apoiou o Blairo em 2002,e sò rompeu com o Blairo por que o mesmo so pensou nos negocios .Esqueceu de que quem elege o politico é o povo,que precisa de saude , educaçao e segurança de qualidade.O blairo entrou no governo como o rei da soja e virou o rei do mundo,com o nosso suor e nossas lagrimas.

  • O PEDRO | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 21h57
    1
    1

    É JAIME DE NOVO,COM A FORÇA DO POVO!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Jerê | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 13h35
    0
    2

    Jaime, pode vir quente porque nós estamos fervendo. Lá, nas urnas, te daremos o que você merece!!! Toda nossa economia ficará comprometida e não teremos mais investidores querendo vir para MT porque você atrasa o pagamento de funcionários e não é bom administrador. Vocês, Campos, já tiveram chance e nada fizeram. Acabou!!!

  • Gilmar Brunetto | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 11h51
    2
    0

    A pior situação é de Leôncio a EMPAER ficou fora do concurso, não temos recursos para concertar pneu dos veiculos adqueridos com recursos do MDA, campos experimentais abandonados, os escritorios locais caindo a os pedaços, laboratórios funcionando a meia boca e o presidente calado. Acredito que o acionador do desconfiômetro de Leôncio esta com defeito.

  • Marlene Soares | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 11h08
    1
    0

    Êta povinho...larguem o osso! seus cambadas de hipócritas! Voces precisam ter vergonha na cara. Deixem seus cargos para não atrapalhar o compadre Jaime! um tremendo cara de pau! coitado! ainda acredita que nós, o povo (considerados porcos!)

  • Igor | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 10h40
    1
    0

    Se ainda tem muita coisa a corrigir aqui em MATO GROSSO são aquelas sequelas deixadas pelos governo dos Campos.. Os Campos deixaram o estado sucateado e agora querem voltar.

  • Varzea Grandense | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 10h18
    1
    1

    O interessante é que criticam a si próprios quando criticam o govermo, pois se fazem parte do governo!! a tal Adriana mesmo ocupa um cargo estratégico na SECITEC. Que coisa feia cuspir no prato que come! Pensa que o povo é besta!

  • marcio araujo | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 10h15
    1
    1

    O cargo da Adriana Leao nao é indicação do Dem e sim do PP, e a secretaria Adjunta é uma pessoa muito competente

  • aroldo | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 10h01
    1
    1

    oh jaime ta na hora dos seus apadrinhados politicos sairem do governo né....agora qqesse? vamos dar jeito na cara, se esculhanba o governo estadual pq tem apadrinhos trabalhando para ele? ta na hora de largar de ser ipocrita ou temer isso....tem que colocar os cargos a disposição....senão vai ficar chato explicar isso..

  • leonardo | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 07h51
    2
    0

    tomo papudo !!!! ainda bem que essas cristicas são de pessoas isoladas do DEM, pois seria muito mais feio se os deputados tb optar e começar a caminhar pela cabeça desses antigos politicos q ainda existe no DEM e em outros politicos. Acorda JAIME pois já está ficando feio pra vc.Rompe logo com o governo ou pede logo mais visibilidade no governo pra vc. mamar, pois no fundo no fundo oq vc. quer é mais cargos. acorda jaime pq se não vai perder até aqui em VG.

Rumo a 2010

Valtenir diz ter cartas na manga

   No melhor estilo mineiro, apesar de ter nascido em São Lourenço de Fátima, distrito de Juscimeira, o deputado federal Valtenir Pereira vai “comendo pelas beiradas" os frutos da filiação do empresário Mauro Mendes no PSB. O parlamentar conseguiu literalmente turbinar as aparições na imprensa e já manda recado aos críticos que olham com certa desconfiança para a ascensão meteórica do socialista. “Temos cartas na manga para mostrar no momento certo”, revelou ao RDNews.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Daniel Fernandes | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 16h16
    4
    0

    O problema do deputado Valternir é o histórico e se baseia praticamente em duas vertentes. A primeira delas é que ele é queimadíssimo com quase 100% das pessoas que trabalharam com ele. A segunga questão é que ele sempre "acha" demais e acaba "se achando" muito tb. Prega de humilde publicamente, mas nos bastidores a coisa é bem diferente. Não acho que ele não tem boas intenções, a questão é que ele é "fora do eixo" mesmo.

  • Renata | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 14h09
    1
    2

    Acho muito boa essa opção para governo, o Mauro Mendes, apesar de não ter experiência na administração pública, parece ter preucupação com o nosso estado, hoje vimos uma Cuiabá totalmente largada ao descaso, basta andar alguns minutinhos pela cidade, certamente que isso não iria acontecer se Valtenir ou Mauro Mendes fossem Prefeitos de Cuiabá. Torço para que eles construam uma aliança forte....

  • PENA | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 07h54
    2
    2

    vamos mauro mendes, pois quero votar em vc. pra governador de mato grosso, pois sei que ira fazer um governo parecido ao do MAGGI aqui para MT.

  • Donizete F Nascimento | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 22h23
    2
    1

    O Dep Valtenir tem demonstrado muita inteligência política na maneira como vem conduzindo o Partido que preside(PSB).Seus adversários políticos estão um pouco surpresos com a maturidade demonstrada por este jovem político,que,com todas as limitações de um primeiro mandato,tem importante rol de serviços prestados,tendo se destacado na causa dos Agentes de saúde.Sua reeleição é,com certeza,importante para nosso estado.

Rumo a Copa do Mundo

Maggi assina termo pró-Copa

   Após duas semanas de férias com a família em Balneário Camboriu (SC), o governador Blairo Maggi reassumiu o Palácio Paiaguás nesta segunda, despachou para Brasília o seu vice Silval Barbosa e nesta quarta, enquanto o peemedebista retorna a Mato Grosso, Maggi viaja à Capital Federal. Ele tem na agenda uma reunião para discutir projetos relacionados à Copa do Mundo de 2014. Cuiabá será uma das 12 cidades-sedes do Mundial. Maggi se mostra preocupado quanto a viabilidade de financiamentos para a Agecopa, autarquia responsável por conduzir os projetos. A fase é de elaboração de propostas. O governo do Estado tem cinco anos para lançar e concluir obras, como, por exemplo, da reconstrução do estádio Verdão, que terá custo de R$ 430 milhões.

Postar um novo comentário

Cuiabá

Polêmico projeto "Cidade Limpa" retorna à Câmara para votação

    O polêmico projeto Cidade Limpa, que vai implementar regras para a colocação de em front lights, outdoors, placas, cartazes, faixas e totens na Capital, terá que passar novamente pelo crivo dos vereadores antes de ser sancionado. Ocorre que das 13 emendas apresentadas pelos parlamentares, o prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB) barrou 4. Agora, os vetos serão submetidos à apreciação dos 19 vereadores que podem manter ou não os vetos. “Ele aprovaram, por exemplo, uma emenda que prevê 180 dias para a implementação da proposta e não achamos que seja necessário tanto tempo, por isso vetamos”, afirmou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Archimedes Pereira. Caso o veto seja mantido, a lei entrará em vigor em 90 dias.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • amazonia sustentável | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 21h27
    1
    1

    como pode esse secretário denominar tal projeto de "cidade limpa" se a cidade está uma sujeira, os parques municipais se transformando em matagais e os terrenos baldios aumentando sem controle na cidade. mais trabalho arquimedes, e menos discurso. até agora esse secretário só faz discurso em cima do trabalho dos outros, e os fiscais da smades estão totalmente de braços cruzados, sem motivação pois falta comando.

  • edson nogueira | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 20h16
    0
    1

    esse projeto deveria mudar de nome. "cidade limpa" nas atuais circunstâncias que cuiabá se encontra, com dezenas de bolsões de lixões espalhados pela cidade, com suspeitas gravíssimas sobre o contrato com a empresa qualix, com os mais de 50 mil terrenos baldios espalhados pela cidade, alguns inclusive localizados na região central da cidade, então, qualquer projeto que parta do poder executivo municipal já nasce com vicio de credibilidade, com muitas nuvens de suspeitas. em relação a questão de disciplinar os outdoors, há vários anos vem ocorrendo a redução desses painéis na cidade, e na verdade, deveriam era investigar os contratos de gaveta que foram feitos nestes últimos anos entre a prefeitura com as empresas desses painéis, onde ninguém sabe para onde foi parar a grana. para se ter um idéia, cada painel front-light tinha um custo de R$10 mil/ano, e os murmurinhos são fortes em relação ao fato de que teve gente nesta gestão municipal que acabou embalsando muita grana neste esquemão. então, agora querem enganar com esse projeto "cidade limpa", que peca por dois motivos: primeiro porque cuiabá está uma imundice, lixões para toda parte, e segundo, porque precisaria primeiro investigar esses contratos de gaveta que forma formalizados entre a smades e as empresas do setor.

Assembleia Legislativa

Muniz e Pivetta não vão à reeleição

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • Joao de Melo Paiva | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 21h45
    5
    4

    Joao de Melo Paiva, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • MOSSUETO | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 20h55
    7
    2

    Aos matogrossenses, os meus parabens, estão mais politizados, conscientes da importancia de seu voto, os ratos são os primeiros a perceber que o navio vai afundar, e muito antes de todos perceberem, vão deixando os porões e estes ja perceberam que o não será sonoro e as suas candidatura será uma roubada. Aos poucos vamos banindo essa casta que tanto nos oprimem e chegara um dia, que a politica sera praticada por pessoas de bem, que pensa na população, e não em seu projeto pessoal.

  • bento o vampiro brasileiro | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 20h42
    2
    8

    Caititu fora do bando vira comida de onça, sabia percival e pivetti hó desculpe piveta?

  • Rodrigo | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 19h56
    7
    2

    PP. Percival e Pivetta. Duas moscas mortas. Essa de não aceitar ser mandado por Riva ou Maggi, não cola. São todos farinhas do mesmo saco. Eles deveriam lançar um livro sobre prosperidade. Como se tornar Rei do gado com salário de Deputado. E como se tornar Rei da soja como caminhoneiro. A aceitação de vcs são péssimas. ...........

  • Janayna Melo | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 18h59
    5
    4

    Lamento não somente por eles não continuarem na vida pública, e sim, por não continuarem no Legislativo do Estado. a Assembléia Legislativa precisava de mais Pivettas, Muniz e também Guilherme Maluf, os 3 que não compactuam com a podridão ocasionada pelo eterno Presidente.

  • edesio do carmo adorno | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 18h22
    6
    3

    Dúvida cruel: eles estão desiludidos com a política ou o povo que se desiludiu com eles?

  • marcos | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 17h07
    4
    7

    o que move o homem publico a permanecer na vida publica e paixao, sim, tem que gostar de gente e viver uma vida com gente,esses senhores so pensam em beneficios proprios, quero ver eles manifestarem compaixao e carinho pelo povo que sofre, saem da politica e nao voltam mais...o blairo tambem nao tem paixao e so conveniencia e poder por poder,o blairo nao gosta de estar no meio do povo,olha todo mundo de cima para baixo,ele (blairo)tambem nao vai longe!

  • Marcos | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 12h25
    3
    6

    Não tenho dúvida que vão fazer falta, pois são os dois ÚNICOS deputados que não são pau-mandados do Riva e do Blairo. O outro era o Zé do Pátio, que merecidamente ganhou a eleição para prefeito de Roo. Nesses três eu votaria tranquilamente, mas os outros 22 deputados constituem apenas um bando de CAITITUS, como bem definiu o Percival. O povo não merece políticos como Pivetta e Percival, pois preferem continuar com o modo Riva de fazer política.

  • joão | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 11h29
    6
    5

    Será verdade? Ficaremos livres destes dois "grandes políticos" o Mato Grosso agradece a atitudes dos dois.............adeus

  • Julio Cezar | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 11h23
    5
    4

    Que pena que esses dois deputados não tomaram esta atitude a quatro anos atrás.Pelo que fizeram como deputados, não vai fazer nenhuma falta. O pivetta deve ter achado que na assembléia iria ter mais facilidade para aumentar sua gigantesca fortuna adquirida sabe-se como.Dizem fontes bem informadas que foi através de uma cooperativa de Lucas do Rio Verde. E percival se tornou o rei do gado como? ele nunca trabalhou, só viveu de política até hoje. já vão tarde demais