Blog do Romilson Cuiabá, 31 de Maio DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

OPERAÇÃO JURUPARI

Advogado de Janete ingressa com liminar contra juiz federal

  A defesa de Janete Riva já impetrou dois habeas corpus nesta quinta (27) questionando detalhes da investigação que culminou na Operação Jurupari e a distribuição manual do processo que deveria ter ficado em Sinop onde atua o juiz federal Charles Renauld Frazão de Moraes e acabou sendo remetido para Julier Sebastião da Silva. Os recursos impetrados no Tribunal Regional Federal, da 1ª Região, são de usurpação de competência e distribuição manual de processos. Caso sejam deferidos, todo o procedimento deverá ser anulado. O argumento utilizado na época, para que todo o processo fosse remetido ao juiz da 1ª Vara Federal, segundo o advogado de Janete, Valber Melo, é de que o caso possui ligação com a Operação Kayabi. “Uma coisa não tem nada a ver com a outra. No caso da Kayabi estamos falando de crimes contra índios e não ambientais”, reforçou o advogado, durante entrevista de Janete à imprensa.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • ELTON | Domingo, 30 de Maio de 2010, 14h56
    0
    0

    DR. JULIER É O CARA. ESTÃO QUERENDO INVERTER A SITUAÇÃO. QUERO VER ALGUEM SER PRESO DE GRAÇA.

  • Claudeir | Sábado, 29 de Maio de 2010, 08h33
    0
    0

    No brasil já estamos acostuma em transformar os órgãos de fiscalização em Monstros, prova disso são as banalização dos sindicatos e representantes de categorias, agora estamos na força de mais um capítulo dessa história, o ERRADO NÃO É QUEM COMETE CRIME E SIM QUEM DENUNCIA, horas bolas, se não existir evidências será que alguem iria preso? Por em vez de questionar os atos do Juiz não leve em votação no congresso a fim do foro privilegiado? Ha lembram da história da Mafia Itáliana? Reflitam e falem com as Urnas!!!

  • FERREIRA | Sábado, 29 de Maio de 2010, 07h27
    0
    0

    DEIXA DE BRINCAEIRA DOUTOR E PEDE PARA O RIVA SE AFASTAR DO PARLAMENTO PARA RESPONDER OS MAIS DE 100 PROCESSOS QUE ELE TEM NA JUSTIÇA , PEDE PARA ELE ABRIR MAO DA SUA IMUNIDADE PARLAMENTAR ISSO QUE VC TEM FAZER

INVESTIGAÇÃO

PF flagra ex-prefeitos Alcenor e Clovis em negociata; veja fotos

  O ex-prefeito de Alto Paraguai e advogado Alcenor Alves, que foi preso na operação Asafe sob acusação de intermediar venda de decisões judiciais, atuou nas negociatas com o petebista Clovis Damião, prefeito reeleito de Poconé que está cassado, mas se mantem no cargo por morosidade da Justiça Eleitoral. Os passos dos dois ex-prefeitos foram seguidos por agentes da Polícia Federal. Eles foram flagrados em negociatas. As investigações revelam que Clovis tentava comprar decisão no TRE para se manter no cargo. Ele procurava Alcenor por ter possuir "conexão" com membros do Pleno.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Zé | Sábado, 29 de Maio de 2010, 14h38
    0
    0

    O "doutor" Alcenor conseguiu se superar. Além de estar envolvido até o pescoço no caso de venda de sentenças, ainda se dá ao luxo de não pagar uma das parcelas ao Stábile. Como se diz na linguagem popular, deu o "nó". Seria uma situação cômica se não fosse trágica. Recebe benifícios ao seu favor e não paga. E o "doutor" já possui seguidores, adeptos da sujeirada. O exemplo vem da própria família, seu sobrinho está seguindo seus passos. Tomara que seja só esse sobrinho, que os outros que seguiram a mesma profissão do tio, não o tome como exemplo profissional, de vida, de nada. Seus sobrinhos sempre defenderam o tio, agora depois das provas quero ver como irão reagir. Espero que estejam bem decepcionados, se não estão, também são "farinha do mesmo saco", fazer o que?

  • GILBERTO | Sexta-Feira, 28 de Maio de 2010, 20h47
    0
    0

    Está na hora das organizações a favor da ética se mobilizarem contra as ações nefastas que levantam contram o grande trabalho que vem sendo realizado pelo grande juiz Sebastião Julier. Eu fico angustiado também por não ver nenhuma ação dos demais juizes federais de nosso estado contra essas maracutaias monstruosas cuja a competencia é da justiça federal . a saber: PACENDAS, MAQUINÁRIOS , MEIO AMBIENTE, VENDAS DE SETENÇAS ELEITORAIS , FUNASA e por ai afora . Acho que o nosso Julier ´precisa ser mais ajudado por seus companheiros que também ganham bem pra isso.

  • Pamela | Sexta-Feira, 28 de Maio de 2010, 19h33
    0
    0

    E, Diamantino, quando vai começar a aparecer os políticos dessa cidade nas paginas policiais????????????????????

ESCÂNDALO

Superintendente da Fiemt é transferido

   Preso nesta quinta (27), o superintendente da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), Francisco Serafim de Barros, acusado de planejar a morte do próprio filho, pode ser transferido ainda nesta sexta (28) da Polinter de Cuiabá para Campo Grande, no Mato Grosso do Sul (MS), onde deve cumprir a prisão temporária decretada. Ele é acusado de mandar assassinar o próprio filho, Fábio Leão.

   O mandado foi expedido pela Justiça de MS, na comarca de Bandeirantes, e cumprido em Cuiabá pelo delegado Luciano Inácio do Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Civil. Há 15 dias o delegado interrogou o superintendente da Fiemt, que negou todas as acusações e denunciou o filho. “O acusado alega que o filho teria tramado contra ele com o objetivo de ficar com a maior parte dos bens da família. Ele diz que o filho já teria recebido bens da família, mas continuava a pressioná-lo.”, relata.

   Conforme o delegado, as investigações começaram quando a Polícia Rodoviária Federal de MS apreendeu um carro com dois homens armados. “Eles tinham o endereço da namorada de Fábio e fotos do casal. Os detidos são do município de Rio Verde, em Goiás, onde o acusado tem investimentos”, revela.

Postar um novo comentário

Debate

Nova enquete pergunta se Evandro Stábile deve sair do comando do TRE

Nova enquete pergunta se Stábile deve sair do comando do TRE

   Tem nova enquete no ar. O RDNews traz agora uma pergunta acerca da permanência ou não de Evandro Stábile na presidência do TRE-MT. A quatro meses das eleições gerais, cuja responsabilidade pela organização é do órgão, o magistrado se vê numa situação delicada por causa de denúncias sobre suposto envolvimento em negociação de decisões judiciais. O processo tramita no Superior Tribunal de Justiça, a quem cabe investigar desembargador.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • COSTA | Sexta-Feira, 28 de Maio de 2010, 21h45
    0
    0

    MELHORA ESSE QUADRO COLOCADO EM ORDEM CRESCENTE OU DECRESCENTE.....O RESULTADO....

  • Aparecida da Silva | Sexta-Feira, 28 de Maio de 2010, 15h58
    0
    0

    Gostaria que a justiça eleitoral fosse aplicada aqui em Matupá,pois foi a unica cidade do Brasil que não aconteceu justiça por parte de seus magistrados,a primeira juiza mais o promotor de justiça que ouvirão as testemunhas que envolvião o prefeito de Matupá por compra de votos,simplesmente não achou que fosse relevante e simplesmente saiu de feria sem dar o seu veredito,então TRE designou juiza de Guarantã do Norte para que estudace o processo e julgace,então o estranho acorreu,na quinta feira comentasse nos bastidores que ela tinha a sentença de cassação já formulada,mas ai como tem muita gente influente e que não quer que a Pref caia em outras mãos as que não seja as deles,esteve aqui e simplesmente a juiza mudou o seu veredito,mesmo diante de tantas provas de compras de voto,ai eu pergunto aqui não tem justiça aqui é a lei de quem mais tem,e estamos ai convivendo com desmandos e mais desmandos por parte do prefeito porque ele tem as costas largas,por favor Romilson publique esse nosso apelo porque aqui não conseguimos ir na midia pois é tudo deles e nós ficamos sem ter a onde recorrer.Policia Federal por favor,envestigue o caso de Matupá.

  • Sandra Maia | Sexta-Feira, 28 de Maio de 2010, 10h15
    0
    0

    Com certeza,ele devia de ter o minimo de decencia e se afastar do comando do tre,pois a justiça de Mato Grosso já esta tão desacreditada ele devia o menos colaborar para que não fique pior.

JUDICIÁRIO

Presidente do TRE-MT se vê acuado

Evandro Stábile, que preside o TRE-MT    O desembargador Evandro Stábile convive com uma situação insustentável à frente do Tribunal Regional Eleitoral. Ele já enfrentava protesto silencioso internamente, por causa de mudança geral no quadro de pessoal nos cargos de diretoria e coordenadorias e, para piorar, entrou na lista de magistrados investigados pelo Superior Tribunal de Justiça, até por supostas negociações de sentença. A "bomba" estoura num momento delicado. É a fase em que a Justiça Eleitoral se prepara para a maior eleição do país, que acontece daqui a quatro meses para escolha de presidente da República, de governador e de dois dos três senadores de cada Estado, além de 8 deputados federais e 24 estaduais no caso de Mato Grosso.

Postar um novo comentário

Comentários (20)

  • luiz fernando | Sexta-Feira, 28 de Maio de 2010, 22h10
    0
    0

    Quando abre vaga pra juiz no TRE para ser preenchida por advogados, há uma briga sem fim para ver quem vai ocupar a vaga,mas tambem,com tanta facilidade assim de se gananhar dinheiro, ate eu que sou bobo!

  • Marcelo Oliveira | Sexta-Feira, 28 de Maio de 2010, 21h48
    0
    0

    Historicamente sabemos que o TRE, pelo fato de não possuir juízes próprios em seu quadro, sempre foi contaminado politicamente, pois são oriundos do TJ-MT; local onde se pode constatar é mais podre do que carniça de urubu. Os fatos atuais comprovam isso. Entretanto, não sei o que determina o Regimento Interno do TRE em situações como essa; mas acredito que se as denúncias recaem sobre o atual presidente, ele deve se afastar e exonerar os cargos comissionados indicados por ele. Os demais magistrados não podem pagar pelo erro dele; pois sabemos que alí existem Juízes sérios, tais como Des. Rui Ramos e Dr. Gonçalo de Barros. Ademais, deve-se separar o joio do trigo. Estamos num importante ano de eleições, e a permanência dele no Egrégio Tribunal colocaria em dúvida a lisura de todo processo eleitoral.

  • fernando | Sexta-Feira, 28 de Maio de 2010, 20h41
    0
    0

    Essa troca de prefeitos,por meio de liminar quebra qualquer municipio, agora imagine um municipio quebrado como e o caso de Alto paraguai, isso e uma vergonha, assim não da para aguentar e muito desaforo!

Eleições 2010

PSDB espera reunir 600 militantes na visita de Serra neste sábado

   As lideranças tucanas do Estado esperam reunir pelo menos 600 pessoas durante a visita do pré-candidato à Presidência da República, José Serra, neste sábado, na Capital. A presença do tucano é aguardada desde o último dia 15, quando precisou cancelar sua agenda em Cuiabá porque tinha reunião em Brasília com membros do PSDB de todo o país. Lideranças mato-grossenses já se mobilizam para comparecer ao evento que deve marcar o lançamento da pré-campanha do ex-governador de São Paulo e do ex-prefeito cuiabano Wilson Santos rumo ao Palácio Paiaguás.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • eliridi | Sexta-Feira, 28 de Maio de 2010, 13h47
    0
    0

    Peblo, o Serra nunca perdeu uma eleição em São Paulo, vá falar mer.. para outros da sua categoria

  • amorim | Sexta-Feira, 28 de Maio de 2010, 10h52
    0
    0

    È o que eu presisava, até breve...

  • Marcio | Sexta-Feira, 28 de Maio de 2010, 10h50
    0
    0

    Marcio, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário