Blog do Romilson Cuiabá, 19 de Agosto DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Contraponto

Defensores temem corte de verba indenizatória e já articulam greve

Djlama Mendes    O reajuste salarial que deveria trazer comemoração aos 126 defensores e procuradores da Defensoria Pública, tidos como "advogados dos pobres", se tornou problema e vem causando conflitos internos. O salário de procurador saltou de R$ 12,6 mil para R$ 18,6 mil. A verba indenizatória que varia de R$ 2 mil a R$ 6 mil foi incorporada no subsídio, sobre o qual incide uma série de descontos, o que contraria a categoria. Defensor de entrância especial passou de R$ 11,3 mil para R$ 16,7 mil. Embora a remuneração seja elevada para o padrão salarial brasileiro, defensores e procuradores estão na bronca com o defendor público-geral Djalma Sabo Mendes porque a entrada em vigor, a partir deste mês, de uma lei complementar vai resultar em redução de salário. 

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Laura de Almeida | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 23h50
    0
    0

    Djalma abre o olho com os "irmãos"...

  • FLAVIA | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 19h25
    0
    0

    gente agora fica fácil colocar a culpa dessa baixaria toda na turma da administração passada, quem entende um pouquinho só de administração pública percebe claramente que isso é "FOGO AMIGO", fique atento Dr Djalma, enquanto vc se preocupa em trabalhar tem gente correndo por outro lado tentando denegriir seu trabalho. FIQUE DE OLHO!!!

  • Boris Casoy_Patrono dos Garis | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 18h05
    1
    0

    Boris Casoy_Patrono dos Garis, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Paulo Márcio | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 16h30
    1
    0

    Pelo que conheço da história da Defensoria Pública de MT essa agitação é fruto 'daquela tchurma' que administrou até pouco tempo o Órgão e, depois que perdeu o cargo, vive só armando complôs...será que não tem o que fazer?

  • João Pedro Cal | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 15h01
    0
    0

    Como ja dito, não existe greve, e sim dois ou tres defensores maguados querendo queimar a imagem da atual administração e acabaram por nao lembrar que queimam a si proprios. Parabens Dr. Djalma Sabo Mendes Junior pela excelencia em administração, correta e inteligente.

  • Salvador | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 10h49
    0
    0

    NÃO EXISTE MOVIMENTO NENHUM A RESPEITO DE GREVE. EXISTE SIM, 2 OU 3 QUE ESTÃO QUERENDO DENEGRIR A IMAGEM DA DEFENSORIA PÚBLICA. A MAIORIA DOS DEFENSORES ESTÃO PROCURANDO TRABALHAR CADA VEZ MAIS PARA ATENDER OS NECESSITADOS.

  • Paulo Roberto | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 10h08
    0
    0

    Esse defensores público estão querendo fazer graça. uns 03 anos atrás ganhava mais ou menos cinco mil reais, agora teve esses aumentos, estão ganhado muito bem, sugiro aos mesmos, que vá trabalhar com mais afinco e justificar o que ganha. Quem tiver achando que é pouco, peça de- missão.....Falei...

  • joao pedro | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 09h20
    1
    0

    GREVE? que greve se eles já vivem parados. que importância têm. é simplesmente uma vergonha um Procurador ou Defensor que mora e trabalha em Cuiabá, que não viaja para o interior do Estado receber Verba Indenizatória , que foi criada para cubrir despesas com transporte, alimentação, passagens , hotel, etc. em atividades inerentes ao cargo . ALIÁS para isso existem as DIÁRIAS criadas pela Lei Federal 4.320 . O que a gente vê com isso é que essa Verba Indenizatória foi criada justamente com aumento de salário para beneficiar alguns categorias em detrimento principalmente dos APOSENTADOS. Portanto espero que o Governo não ceda a este tipo de pressao em retroagir a ilegalidade que os Defensores como conhecedores e defensores da lei sabem muito bem disso

  • carlos | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 09h09
    0
    0

    Primeiro, indenização não é verba salarial, assim, houve sim um aumento dos vencimentos com a "incorporação" das indenizações. Essa foi uma atitude inteligente, prudente e proba do DD Defensor Geral porque mais cedo ou mais tarde essas verbas indenizatórias serão extintas, porque são imoráis na maioria dos casos, e com o aumento do subsídio não há como haver uma redução dos salários. Segundo, não foi extinta a verba indenizatória, mas os DD Defensores devem mensurar a possibilidade, conveniência e oportunidade de seu pagamento. Por vezes não é inteligente digladiar por valores não tão expressivos em detrimento de condições dignas de trabalho e apoio tecnico-administrativo. Por fim, quanto à greve, direito social constitucionalmente assegurado, acredito que a classe composta por profissinais de excelência que saberam sopesar sobre a sua viabilidade ou não ante a realidade social do país. Por vezes quem tudo quer acaba sem nada. Parabéns ao Defensor Geral pela sua inteligente e escorreita administração. A defensoria pública de Mato Grosso vem galgando o respeito e a importância que lhe é cabida.

  • carla rocha | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 08h42
    0
    0

    greve com um salário de 18 mil reais. Faça-me rir... gente esse povo está brincando de prestar serviço público. Principalmente eles, que todos os dias estão ao lado de pessoas que recebem muito menos de um salário. VERGONHA PARA QUEM PAGA SEUS IMPOSTOS!!! Será que o exemplo do TJ não está de bom tamanho?

Várzea Grande

Zaeli cobra acordo da renúncia, mas Toninho não aceita saída do irmão

 Fernando Ordakowski

Murilo Domingos até que deseja sair da Prefeitura de Várzea Grande e ser candidato, mas o irmão Toninho resiste

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • carlos simões | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 11h31
    2
    1

    carlos simões, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • CARLOS ALBERTO | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 19h29
    2
    1

    A ESSES QUE FICAM AI CHORAMINGANDO,,,,QUEM MANDOU NAO SABER VOTAR!!!!AGORA O MURILO DORMINDO DIZ!!!!!VOCES VAO TER QUE ME ENGOLIR!!!!!CERTINHO MURILO!!!!!

  • PITTER JOHNSON DA SILVA CAMPOS | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 17h13
    2
    1

    Esses Turcos... Fizeram Fortuna e querem mantê-la sob as custas da inteligência do povo varzeagrandense, derrubou Jayme, Júlio, Maksuês e Tião da Zaeli vai ser fichinha... hehehe Segura os Turcos do Truco.

  • prof hulda prado | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 12h12
    1
    2

    o tião da zaeli, de por contente em assumir a prefeitura nas licenças do murilo, pq o nico baracat vice do 1º mandato nunca assumiu um minuto sequer. vejo que começa as desavenças entre murilo x zaeli pelo poder, e o povo onde esta? esta com a corda no pescoço, as ruas esburacadas, o lixo espalhados por todos os lados, as escolas municipais em estado de calamidade enfim a cidade esta treva, assim quiz a maioria dos minucipes vontado no retrocesso, agora é só esperar, pq "O tempo, é o o senhor da razão" e um grande professor

  • Plinio Silva | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 12h01
    2
    1

    Plinio Silva, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • JOAO BALAO | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 10h50
    2
    1

    professores, atençao ja cancelaram a contagem de pontos, nao estao fazendo mais, é outra palhaçada com vcs, procure a secretaria de educaçao e façam um grande protesto, se vao ou nao contratar, mas que respeite vcs todos, quem sofre com isso tbem sao os alunos, que vao para o colegio sem saber de nada

  • JOAO BALAO | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 10h28
    2
    1

    ISO AI É PARA A POPULAÇAO VER COMO ELES NAO ESTAO NEM AI PARA OS FUNCIONÁRIOS PUBLICOS, E SIM BRIGANDO PARA VER QUEM SAI OU QUEM FICA, E OS PREFESSORES PASSANDO POR HUMILHAÇAO, TENDO QUER VARIAS VEZES FAZER ALGO NA SECRETÁRIA E DEPOIS NAO É MAIS ISSO JA É OUTRA COISA TOTALMENTE DIFERENTE, AI JA NAO É MAIS ISSO É OUTRA COISA, ORA, PARE COM ISSO NAO FAÇAM DOS PROFESSORES DE PALHAÇOS, BONECOS, SE VCS NAO QUEREM CONTRATA-LOS FALA LOGO NAO VAMOS CONTRAR NIMGUEM DO QUE FICAR AI HUMILHANDOS, EU JA DISSE AQUI E VOU REPETIR DENOVO, NAO É VERGONHOSO PEDIR PARA QUEM SABE, PEÇA PARA A PROFESSORA ZILDA QUE ELA VEM E DA UM BASTA EM TUDO ISSO AI, E VAI ARRUMAR A CASA QUE ESTA UMA BAGUNÇA, VCS ESTAO MOSTRANDO MAIS MUITA INCOPETENCIA, VCS NAO SABEM NADA, NADA, NADA, NADA, E AINDA QUERREM SER PREFEITO, DEP. FEDERAL, VCS ESTAO DE BRINCADEIRA, ESTAO ABUSANDO DO POVO DA VG..MAS O DIA DE VCS ESTAO CHEGANDO...

  • jean | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 09h50
    1
    1

    Isso mesmo toninho, não deixe esse menininho assumir essa prefeitura. Veja o quanto vc passou pra chegar ai e agora vem esse guri tentando tomar de voces. vá com ele ate onde der........ e depois solte na banguela. Toninho foi vice duas vezes e nunca teve direito a nada. teve que lutar com muita garra pra chegar junto com seu irmao. Nao deixe inverter a história na mao desse molequinho metido a gente.

  • Jackson | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 09h30
    4
    0

    Tenho pena da população de varzea grande. Na proxima aprenda a votar.

  • MAURO MURALAHA | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 08h27
    2
    0

    O TONINHO esta coberto de rasao,na minha opiniao o murilo nunca mais ganha nada,e ja ta na ora de aposentar,E MELHOR FICAR NA PREFEITURA E TERMINAR O SEU MANDATO.

Várzea Grande

Zaeli cobra acordo da renúncia, mas Toninho não aceita saída do irmão

 Fernando Ordakowski

Murilo Domingos até que deseja sair da Prefeitura de Várzea Grande e ser candidato, mas o irmão Toninho resiste

Postar um novo comentário

Divergências

Democratas criticam governo Maggi, mas não deixam cargos

  O DEM do pré-candidato a governador Jame Campos enfrenta uma situação contraditória e não está nem aí por isso. Seus líderes descem o pau no governo Blairo Maggi, como aconteceu no encontro do partido no último sábado em Poconé, mas posam de aliados da administração e, de quebra, ainda mantêm dezenas de filiados empregados em cargos de DAS na máquina. O presidente da Empaer, Leôncio Pinheiro, por exemplo, é um dos indicados do DEM (ex-PFL). Sua irmã Rosalina, embora efetiva, ocupa posto de diretoria da mesma empresa e pertence aos quadros do partido dos irmãos Jayme e Júlio Campos.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • JOAO | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 22h13
    1
    1

    voces nào estao entendendo...O Jaime tem credibilidade e respeito dos Mato grossensses,é um politico comprometido c om seu povo.Tão responsavel que apoiou o Blairo em 2002,e sò rompeu com o Blairo por que o mesmo so pensou nos negocios .Esqueceu de que quem elege o politico é o povo,que precisa de saude , educaçao e segurança de qualidade.O blairo entrou no governo como o rei da soja e virou o rei do mundo,com o nosso suor e nossas lagrimas.

  • O PEDRO | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 21h57
    1
    1

    É JAIME DE NOVO,COM A FORÇA DO POVO!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Jerê | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 13h35
    0
    2

    Jaime, pode vir quente porque nós estamos fervendo. Lá, nas urnas, te daremos o que você merece!!! Toda nossa economia ficará comprometida e não teremos mais investidores querendo vir para MT porque você atrasa o pagamento de funcionários e não é bom administrador. Vocês, Campos, já tiveram chance e nada fizeram. Acabou!!!

  • Gilmar Brunetto | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 11h51
    2
    0

    A pior situação é de Leôncio a EMPAER ficou fora do concurso, não temos recursos para concertar pneu dos veiculos adqueridos com recursos do MDA, campos experimentais abandonados, os escritorios locais caindo a os pedaços, laboratórios funcionando a meia boca e o presidente calado. Acredito que o acionador do desconfiômetro de Leôncio esta com defeito.

  • Marlene Soares | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 11h08
    1
    0

    Êta povinho...larguem o osso! seus cambadas de hipócritas! Voces precisam ter vergonha na cara. Deixem seus cargos para não atrapalhar o compadre Jaime! um tremendo cara de pau! coitado! ainda acredita que nós, o povo (considerados porcos!)

  • Igor | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 10h40
    1
    0

    Se ainda tem muita coisa a corrigir aqui em MATO GROSSO são aquelas sequelas deixadas pelos governo dos Campos.. Os Campos deixaram o estado sucateado e agora querem voltar.

  • Varzea Grandense | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 10h18
    1
    1

    O interessante é que criticam a si próprios quando criticam o govermo, pois se fazem parte do governo!! a tal Adriana mesmo ocupa um cargo estratégico na SECITEC. Que coisa feia cuspir no prato que come! Pensa que o povo é besta!

  • marcio araujo | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 10h15
    1
    1

    O cargo da Adriana Leao nao é indicação do Dem e sim do PP, e a secretaria Adjunta é uma pessoa muito competente

  • aroldo | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 10h01
    1
    1

    oh jaime ta na hora dos seus apadrinhados politicos sairem do governo né....agora qqesse? vamos dar jeito na cara, se esculhanba o governo estadual pq tem apadrinhos trabalhando para ele? ta na hora de largar de ser ipocrita ou temer isso....tem que colocar os cargos a disposição....senão vai ficar chato explicar isso..

  • leonardo | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 07h51
    2
    0

    tomo papudo !!!! ainda bem que essas cristicas são de pessoas isoladas do DEM, pois seria muito mais feio se os deputados tb optar e começar a caminhar pela cabeça desses antigos politicos q ainda existe no DEM e em outros politicos. Acorda JAIME pois já está ficando feio pra vc.Rompe logo com o governo ou pede logo mais visibilidade no governo pra vc. mamar, pois no fundo no fundo oq vc. quer é mais cargos. acorda jaime pq se não vai perder até aqui em VG.

Rumo a 2010

Valtenir diz ter cartas na manga

   No melhor estilo mineiro, apesar de ter nascido em São Lourenço de Fátima, distrito de Juscimeira, o deputado federal Valtenir Pereira vai “comendo pelas beiradas" os frutos da filiação do empresário Mauro Mendes no PSB. O parlamentar conseguiu literalmente turbinar as aparições na imprensa e já manda recado aos críticos que olham com certa desconfiança para a ascensão meteórica do socialista. “Temos cartas na manga para mostrar no momento certo”, revelou ao RDNews.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Daniel Fernandes | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 16h16
    4
    0

    O problema do deputado Valternir é o histórico e se baseia praticamente em duas vertentes. A primeira delas é que ele é queimadíssimo com quase 100% das pessoas que trabalharam com ele. A segunga questão é que ele sempre "acha" demais e acaba "se achando" muito tb. Prega de humilde publicamente, mas nos bastidores a coisa é bem diferente. Não acho que ele não tem boas intenções, a questão é que ele é "fora do eixo" mesmo.

  • Renata | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 14h09
    1
    2

    Acho muito boa essa opção para governo, o Mauro Mendes, apesar de não ter experiência na administração pública, parece ter preucupação com o nosso estado, hoje vimos uma Cuiabá totalmente largada ao descaso, basta andar alguns minutinhos pela cidade, certamente que isso não iria acontecer se Valtenir ou Mauro Mendes fossem Prefeitos de Cuiabá. Torço para que eles construam uma aliança forte....

  • PENA | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 07h54
    2
    2

    vamos mauro mendes, pois quero votar em vc. pra governador de mato grosso, pois sei que ira fazer um governo parecido ao do MAGGI aqui para MT.

  • Donizete F Nascimento | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 22h23
    2
    1

    O Dep Valtenir tem demonstrado muita inteligência política na maneira como vem conduzindo o Partido que preside(PSB).Seus adversários políticos estão um pouco surpresos com a maturidade demonstrada por este jovem político,que,com todas as limitações de um primeiro mandato,tem importante rol de serviços prestados,tendo se destacado na causa dos Agentes de saúde.Sua reeleição é,com certeza,importante para nosso estado.

Rumo a Copa do Mundo

Maggi assina termo pró-Copa

   Após duas semanas de férias com a família em Balneário Camboriu (SC), o governador Blairo Maggi reassumiu o Palácio Paiaguás nesta segunda, despachou para Brasília o seu vice Silval Barbosa e nesta quarta, enquanto o peemedebista retorna a Mato Grosso, Maggi viaja à Capital Federal. Ele tem na agenda uma reunião para discutir projetos relacionados à Copa do Mundo de 2014. Cuiabá será uma das 12 cidades-sedes do Mundial. Maggi se mostra preocupado quanto a viabilidade de financiamentos para a Agecopa, autarquia responsável por conduzir os projetos. A fase é de elaboração de propostas. O governo do Estado tem cinco anos para lançar e concluir obras, como, por exemplo, da reconstrução do estádio Verdão, que terá custo de R$ 430 milhões.

Postar um novo comentário