Blog do Romilson Cuiabá, 14 de Julho DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

DEBATE

Nova enquete pergunta se efeito máquinas prejudica Maggi ao Senado

   Tem nova enquete no ar. O RDNews lança agora a pergunta acerca da pré-candidatura do ex-governador Blairo Maggi (PR) ao Senado. Ele deixou o Paiaguás com a popularidade em alta, mas se vê preocupado com risco de afetar seu projeto político por causa do escândalo do superfaturamento na compra de máquinas no final de seu mandato. As investigações iniciais não apontam envolvimento de Maggi, mas a oposição tenta manchar sua administração por causa do episódio.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Eduardo | Terça-Feira, 04 de Maio de 2010, 08h08
    2
    0

    Graças a Deus que o Governador não cedeu a PRESSÃO do PR e já executou o anseio da população. Na opinião do povo do interior o Governador deve faser o mesmo com o Eder Morais da Casa Civil.

  • Eniio | Segunda-Feira, 03 de Maio de 2010, 22h17
    2
    0

    Esqueceram que o Sinval que levou as maquinas aos municipios, sera que ele nao ajudou nas compras.

  • Eraldo | Segunda-Feira, 03 de Maio de 2010, 21h27
    2
    0

    Eraldo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

PALÁCIO PAIAGUÁS

Governador resiste pressão do PR; Geraldo de Vitto deixa staff

Governador resiste pressão do PR; Geraldo de Vitto deixa secretaria

Geraldo de Vitto, que vai deixar a Administração   Acuado por causa do escândalo do superfaturamento na compra de maquinário pelo Estado, Geraldo de Vitto vai mesmo cair. Ele será exonerado do cargo de secretário de Administração até esta terça. O governador Silval Barbosa não cedeu as pressões da direção estadual do PR e da bancada do partido, que até o procurou pessoalmente nesta segunda, no Palácio Paiaguás, para defender a permanência de Geraldo no primeiro escalão. O chefe do Executivo sugeriu que seria melhor o secretário pedir exoneração para dar mais transparência às investigações. Entende que o secretário não deve ter envolvimento no processo viciado, mas, mesmo assim, seria melhor se desligar da administração para, assim, haver uma contribuição para com a lisura do processo. Agora, caberá a Geraldo, que integra o staff desde o início do governo Blairo Maggi, em 2003, pedir para sair.

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • maria do carmo | Terça-Feira, 04 de Maio de 2010, 23h32
    0
    0

    Eu, Eder de tal, comunico que a partir de amanhã estarei me desligando de um governo que sempre soube propagandear notícias boas que dão votos, porém, nunca soube das coisas erradas que seus servidores estavam fazendo, pois isso nunca foi de nossa responsabilidade. O motivo visa atender exclusivamente minhas outras atividades paralelas, que destaco: Presidente de time de futebol de quinta categoria, mediador de empresário para devolução monetária recebida indevidamente, debatedor de programas de auditório, comentarista político de candidato a candidato, aplicador e valorizador monetário de assalariado estadual, animador de entrevistas e construtor de mansão em condomínio de alto padrão com as sobras do mísero salário do governo. Favor confirmar presença em meu mega evento de despedida, com a presença de Roberto Carlos, Pe Marcelo, R Som e grande elenco.

  • Josefina Luiza Bermudez | Terça-Feira, 04 de Maio de 2010, 15h14
    0
    0

    Eder: disfarce e saia de fininho porque você não está agradando. Aliás, a partir de agora, quem - desse pessoal que permanecer no governo - certamente em vez de ajudar vai é atrpalhar. Por favor Éder, faça isso!

  • Ernesto de Campos Borges | Terça-Feira, 04 de Maio de 2010, 15h11
    0
    0

    Eu, se fosse governador, não ficaria tranquilo se tivesse de manter Éder no governo. Igualmente, se fosse o Éder, não teria a cara de pau de permanecer no governo. Afinal, Éder é um cara tão competente que pode se dar bem também na iniciativa privada.

Descontração

Em tom de desabafo, Raul Seixas canta Eu Também Vou Reclamar

   Cantor e compositor que marcou o rock brasileiro, Raul Seixas arrastou multidões com suas composições críticas e bem formuladas. Seja apontando as falhas da política nacional, seja falando da atitude dos brasileiros, Raul é considerado por muitos como o maior representante desse gênero musical no Brasil.

Postar um novo comentário

ARTICULAÇÃO

Sérgio diz que chapão com PR, PMDB e PT elege até 12 deputados

Deputado Sérgio Ricardo  O deputado Sérgio Ricardo disse que a bancada republicana na Assembleia vem reforçando a tese de formação de um chapão e acredita que PR, PMDB e PT juntos têm condições de "abocanhar" até 12 das 24 cadeiras no pleito de 3 de outubro deste ano. O quociente eleitoral deve ficar em 64 mil votos por partido e/ou coligação. Hoje, o PR detem a maior bancada, com seis: João Malheiros, Wagner Ramos, Mauro Savi, Sebastião Rezende, Jota Barreto e Sérgio. Todos vão à reeleição.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Janio | Terça-Feira, 04 de Maio de 2010, 09h51
    0
    0

    ESSE CARA É UM SANTO VAI SER CANOBIZADO EM VIDA AJUDA OS POBRES ENFIM FAZ CASAS FUTIRO PRESIDENTE DA REPUBLICA SE NÃO FOR MAIS "PAPA"

  • adilson | Segunda-Feira, 03 de Maio de 2010, 18h33
    0
    0

    Nobre deputado Sérgio Ricardo. Há um equivoco de vossa parte sugerir o PT coligado com o PR. Existe no PT ideologia partidária que impede de estar junto com o PR. ou será que estou falando besteira?! Será que o PT é da mesma ideologia do PR?! Ou será que o PT não tem mais ideologia partidária?! Como é dificil entender os partidos...

  • GERMANO SOUZA CRUZ | Segunda-Feira, 03 de Maio de 2010, 18h04
    0
    0

    Ô deputado Sérgio Ricardo.... gostaria de marcar uma audiência com Vossa Senhoria, que é pro senhor me ditar os próximos números da mega-sena. Videntão, Sobrenatural !!!!! Eiiiiiiiiita ôminho intiligente. kkkkkkkkkk

CUIABÁ

Fernando assume Procuradoria

   O prefeito de Cuiabá, Chico Galindo (PTB), empossou nesta segunda (3) o advogado Fernando Biral de Freitas na Procuradoria-Geral de Cuiabá. O novo membro do staff vai substituir o desembargador aposentado Díocles de Figueiredo, remanejado para a assessoria particular do petebista, após sucessivos questionamentos sobre a legalidade da atuação dele.

Postar um novo comentário

JUDICIÁRIO

Não há motivo para paralisação, sustenta presidente do Tribunal

Por 03/05/2010, 16h:26 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:26

José Silvério    O presidente do TJ, desembargador José Silvério Gomes, reafirmou que não há motivos para a greve dos servidores do Judiciário, que paralisaram as atividades nessa segunda (3). Ele instaurou uma comissão para analisar a pauta de reivindicações, dentre elas o recebimento de 11,98% referente às perdas com a implantação do URV, exigência de concurso de nível superior para oficial de Justiça e pagamento de auxílio alimentação. “Tudo o que depende da lei vai ser formatado pela comissão para posteriormente ser aprovado pelo Pleno do órgão e, em seguida, pela Assembleia Legislativa”, explicou Silvério.

Postar um novo comentário