Blog do Romilson Cuiabá, 18 de Novembro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Rumo a Copa do Mundo

Maggi assina termo pró-Copa

   Após duas semanas de férias com a família em Balneário Camboriu (SC), o governador Blairo Maggi reassumiu o Palácio Paiaguás nesta segunda, despachou para Brasília o seu vice Silval Barbosa e nesta quarta, enquanto o peemedebista retorna a Mato Grosso, Maggi viaja à Capital Federal. Ele tem na agenda uma reunião para discutir projetos relacionados à Copa do Mundo de 2014. Cuiabá será uma das 12 cidades-sedes do Mundial. Maggi se mostra preocupado quanto a viabilidade de financiamentos para a Agecopa, autarquia responsável por conduzir os projetos. A fase é de elaboração de propostas. O governo do Estado tem cinco anos para lançar e concluir obras, como, por exemplo, da reconstrução do estádio Verdão, que terá custo de R$ 430 milhões.

Postar um novo comentário

Cuiabá

Polêmico projeto "Cidade Limpa" retorna à Câmara para votação

    O polêmico projeto Cidade Limpa, que vai implementar regras para a colocação de em front lights, outdoors, placas, cartazes, faixas e totens na Capital, terá que passar novamente pelo crivo dos vereadores antes de ser sancionado. Ocorre que das 13 emendas apresentadas pelos parlamentares, o prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB) barrou 4. Agora, os vetos serão submetidos à apreciação dos 19 vereadores que podem manter ou não os vetos. “Ele aprovaram, por exemplo, uma emenda que prevê 180 dias para a implementação da proposta e não achamos que seja necessário tanto tempo, por isso vetamos”, afirmou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Archimedes Pereira. Caso o veto seja mantido, a lei entrará em vigor em 90 dias.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • amazonia sustentável | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 21h27
    1
    1

    como pode esse secretário denominar tal projeto de "cidade limpa" se a cidade está uma sujeira, os parques municipais se transformando em matagais e os terrenos baldios aumentando sem controle na cidade. mais trabalho arquimedes, e menos discurso. até agora esse secretário só faz discurso em cima do trabalho dos outros, e os fiscais da smades estão totalmente de braços cruzados, sem motivação pois falta comando.

  • edson nogueira | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 20h16
    0
    1

    esse projeto deveria mudar de nome. "cidade limpa" nas atuais circunstâncias que cuiabá se encontra, com dezenas de bolsões de lixões espalhados pela cidade, com suspeitas gravíssimas sobre o contrato com a empresa qualix, com os mais de 50 mil terrenos baldios espalhados pela cidade, alguns inclusive localizados na região central da cidade, então, qualquer projeto que parta do poder executivo municipal já nasce com vicio de credibilidade, com muitas nuvens de suspeitas. em relação a questão de disciplinar os outdoors, há vários anos vem ocorrendo a redução desses painéis na cidade, e na verdade, deveriam era investigar os contratos de gaveta que foram feitos nestes últimos anos entre a prefeitura com as empresas desses painéis, onde ninguém sabe para onde foi parar a grana. para se ter um idéia, cada painel front-light tinha um custo de R$10 mil/ano, e os murmurinhos são fortes em relação ao fato de que teve gente nesta gestão municipal que acabou embalsando muita grana neste esquemão. então, agora querem enganar com esse projeto "cidade limpa", que peca por dois motivos: primeiro porque cuiabá está uma imundice, lixões para toda parte, e segundo, porque precisaria primeiro investigar esses contratos de gaveta que forma formalizados entre a smades e as empresas do setor.

Assembleia Legislativa

Muniz e Pivetta não vão à reeleição

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • Joao de Melo Paiva | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 21h45
    5
    4

    Joao de Melo Paiva, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • MOSSUETO | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 20h55
    7
    2

    Aos matogrossenses, os meus parabens, estão mais politizados, conscientes da importancia de seu voto, os ratos são os primeiros a perceber que o navio vai afundar, e muito antes de todos perceberem, vão deixando os porões e estes ja perceberam que o não será sonoro e as suas candidatura será uma roubada. Aos poucos vamos banindo essa casta que tanto nos oprimem e chegara um dia, que a politica sera praticada por pessoas de bem, que pensa na população, e não em seu projeto pessoal.

  • bento o vampiro brasileiro | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 20h42
    2
    8

    Caititu fora do bando vira comida de onça, sabia percival e pivetti hó desculpe piveta?

  • Rodrigo | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 19h56
    7
    2

    PP. Percival e Pivetta. Duas moscas mortas. Essa de não aceitar ser mandado por Riva ou Maggi, não cola. São todos farinhas do mesmo saco. Eles deveriam lançar um livro sobre prosperidade. Como se tornar Rei do gado com salário de Deputado. E como se tornar Rei da soja como caminhoneiro. A aceitação de vcs são péssimas. ...........

  • Janayna Melo | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 18h59
    5
    4

    Lamento não somente por eles não continuarem na vida pública, e sim, por não continuarem no Legislativo do Estado. a Assembléia Legislativa precisava de mais Pivettas, Muniz e também Guilherme Maluf, os 3 que não compactuam com a podridão ocasionada pelo eterno Presidente.

  • edesio do carmo adorno | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 18h22
    6
    3

    Dúvida cruel: eles estão desiludidos com a política ou o povo que se desiludiu com eles?

  • marcos | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 17h07
    4
    7

    o que move o homem publico a permanecer na vida publica e paixao, sim, tem que gostar de gente e viver uma vida com gente,esses senhores so pensam em beneficios proprios, quero ver eles manifestarem compaixao e carinho pelo povo que sofre, saem da politica e nao voltam mais...o blairo tambem nao tem paixao e so conveniencia e poder por poder,o blairo nao gosta de estar no meio do povo,olha todo mundo de cima para baixo,ele (blairo)tambem nao vai longe!

  • Marcos | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 12h25
    3
    6

    Não tenho dúvida que vão fazer falta, pois são os dois ÚNICOS deputados que não são pau-mandados do Riva e do Blairo. O outro era o Zé do Pátio, que merecidamente ganhou a eleição para prefeito de Roo. Nesses três eu votaria tranquilamente, mas os outros 22 deputados constituem apenas um bando de CAITITUS, como bem definiu o Percival. O povo não merece políticos como Pivetta e Percival, pois preferem continuar com o modo Riva de fazer política.

  • joão | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 11h29
    6
    5

    Será verdade? Ficaremos livres destes dois "grandes políticos" o Mato Grosso agradece a atitudes dos dois.............adeus

  • Julio Cezar | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 11h23
    5
    4

    Que pena que esses dois deputados não tomaram esta atitude a quatro anos atrás.Pelo que fizeram como deputados, não vai fazer nenhuma falta. O pivetta deve ter achado que na assembléia iria ter mais facilidade para aumentar sua gigantesca fortuna adquirida sabe-se como.Dizem fontes bem informadas que foi através de uma cooperativa de Lucas do Rio Verde. E percival se tornou o rei do gado como? ele nunca trabalhou, só viveu de política até hoje. já vão tarde demais

Rumo a 2010

Não subirei no palanque de Wilson, afirma Rabello

   Mais de um ano após a eleição à Prefeitura de Cuiabá, o único deputado estadual cassado no Estado, Walter Rabello, presidente municipal do PP, ainda dispara críticas à gestão Wilson Santos (PSDB). Ele adianta que não subirá no palanque do tucano caso o PP opte por apoiar o “galinho”. “Não posso trair o povo que votou em mim. Não tenho nada pessoal contra o prefeito, mas seria muito contraditório da minha parte pedir votos para ele”.

Postar um novo comentário

Comentários (18)

  • Valentin Serpa | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 19h07
    4
    5

    Não quero, não devo e não pretendo votar no Wilson, mas, se o Walter insistir em falar que o Wilson não presta, vou votar no Wilson. Tudo que o Walter fala, entenda o contrário.

  • Oscar Lombardi Fernandes | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 13h04
    7
    3

    Caro Walter, Você está correto! Esse Prefeito vive se elegendo vendendo ilusões à população.A cidade está um caos. Mas novas eleições virão e as coisas por certo mudarão. Abraços.

  • alessandro | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 12h15
    4
    5

    mais uma vez nossa cidade é feita de degrau para sobirem para o Governo do Estado. Wilson Santos foi um bom politico para o legislativo (creio eu). Executivo tanto municipal quanto estadual necessita de administradores e não politicos. Cuiabá nunca sairá dessa bagunça se continuar aceitando esse procedimento politico de servir de escada.

  • ronaldo | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 11h49
    4
    3

    Senhores eleitores será que voces tem memória curta o que este Prefeito Wilson Santos prometeu para Cuiabá, falou que iria terminar o mandato de Prefeito ou seja o cara é muito mentiroso ele e a esposa dele que muntou uma arvores (disque arvore) redicula ou seja será que o povo cuiabano e tão ruim para votar assim.

  • João | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 11h35
    6
    5

    faça isso mesmo, e aproveita e acaba com este seu programa de exploração do povo, no nosso Estado, se livrou pelo menos na Tv do Lino Rossi......continuam os Walters , sergios.....etc..........vôte

  • Antonio carlos | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 11h18
    3
    4

    valter vc ja pensou na prefeitura de cuiabá...!!como prefeito;essa é a hora..!!??pense nisso,vc não pode ser mas ruin desse que aí está;como esse cara é ruim de serviço,e bom de imposto.

  • Antonio carlos | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 11h18
    3
    4

    valter vc ja pensou na prefeitura de cuiabá...!!como prefeito;essa é a hora..!!??pense nisso,vc não pode ser mas ruin desse que aí está;como esse cara é ruim de serviço,e bom de imposto.

  • felizardo neto | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 10h13
    3
    3

    engraçado me parece que foi no ultimo mes, no programa do apresentador walter rabello que vi o "empresario mauro mendes", entregando uma casa em um determinado bairro de cuiaba ou foi varzea grande, não sei ,sera que o rapaz ja nao tem candidato escolhido e do mesmo nivel.

  • Anderson Silva | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 09h44
    4
    3

    Esse sim é homem de postura, por mais que exista critica contra o Walter,é ele que vem combatendo e mostrando todas as falsas promessas feita pelo pinóquio, todas as mentiras de campanha; Wilson em campanha sempre mostrava a imagem dos Campos denegrida, so que hoje ele esquece que bebeu agua suja e contaminada na frente do telespectador para poder ganhar a prefreitura. Sera que ele e o seu secretario enguliria o lixo que existe em cuiabá ?

  • Marcello | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 09h23
    5
    1

    PARA WALTER VC E DEMAGOGO FALA DEMAIS, FICA COM ESSE PROGRAMINHA SEU AI NAO VAI SAIR DISSO, SO QUE VC TEM RAZÃO WILSON NAO CUMPRE O QUE FALA MESMO, MAIS EU DUVIDO QUE VC NAO IRÁ PEDIR VOTO A ELE!!!!! PARA DE FAZER MEDIA E APOIA O WILSON QUERO VER VCS DOIS DERROTADOS NA ELEIÇOES..................

Tangará da Serra

Jaconias leva assuntos políticos a Ladeia no hospital

Júlio Ladeia já respira mais sem aparelhos e discute política

   O prefeito licenciado de Tangará da Serra, Júlio Ladeia (PR), está se recuperando bem do acidente de carro que sofreu na MT-010, em 15 de dezembro. Quem garante a melhora é o vice e atual prefeito em exercício, José Jaconias (PT), que o visitou no último domingo (10). Conforme ele, o gestor está tão bem que até já discute os rumos dos trabalhos a serem feitos na cidade e algumas questões políticas.

Postar um novo comentário

Descontração

De volta à década de 70, Ângela Maria canta Tango Pra Tereza

   Do coro da igreja aos palcos dos programas de calouros. Foi assim que Ângela Maria começou a sua carreira musical, deixando para trás o nome de batismo, Abelim Maria da Cunha, e cantando às escondidas. Dessa maneira, a cantora evitava ser identificada pela sua família. Como ganhou todos os concursos dos quais participou, foi convidada à cantar na rádio Mayrink Veiga. Logo depois, em 1951, gravou seu primeiro disco.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Germano Souza Cruz | Terça-Feira, 12 de Janeiro de 2010, 11h26
    2
    3

    Numa rápida olhada à foto da página principal pensei que se tratava da cantora altogarcensse VANESSA DA MATA. Mas só pensei...