Blog do Romilson Cuiabá, 21 de Novembro DE 2019 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Comunicação

Novo ajuste facilita caminho para o blog

  Prezado leitor, ainda estamos na fase de ajustes do novo RDNews e do blog, de modo a ficar mais ágil, dinâmico e fácil para localizar conteúdos. Há muita coisa por fazer. São falhas e detalhes que a gente só detecta quando o portal entra no ar e são feitos os primeiros testes sobre sua funcionalidade. Diante disso, peço mais um pouco de paciência a todos. Agora já é possível optar pelo portal ou pelo blog, clicando no menu no alto da página.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Amado Amador | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 11h07
    2
    0

    Ah, jóia essa opção para o blog. Acho que estou velho e lerdo demais para acompanhar as coisas modernas e rápidas, daí que o formato blog é supimpa, nesse mesmo sentido, acho que a cor da página não está bom não porque dói as vistas.

Rumo a 2010

Jayme anuncia 2 de março para definição de candidatura com Wilson e ataca governador

Jayme Campos, em discurso em Poconé   O senador Jayme Campos anunciou neste sábado (9), durante encontro do DEM em Poconé, que em 2 de março será anunciado quem será o candidato do grupo a governador, se ele próprio ou se o prefeito de Cuiabá Wilson Santos (PSDB). Com sinais claros de que vai estar no palanque de oposição junto com o tucanato, o cacique disparou sua metralhadora verbal contra o governo Blairo Maggi (PR) e o vice-governador Silval Barbosa (PMDB), candidato do Palácio Paiaguás à sucessão estadual. Realizada na Câmara Municipal, a reunião motivou a presença de cerca de 300 pessoas, a maioria de outros municípios, como Cuiabá e Nossa Senhora do Livramento.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • Gerson de Oliveira | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 23h19
    0
    0

    Imagina o Cidinho...o Vice Silval não sabe com quem está mexendo. Pediu a Ele um assessoramento para palpitar sobre a EMPAER-MT e o mesmo já esta arquitetando para lançar como presidente o ISMAREL,um tecnico agricola, seu assessor para assuntos de MT-Reginonal, que foi prefeito de Denise, para presidente da EMPAER. Isso já cheira campanha, pois o Cidinho é candidato a deputado estadual. A Empaer é um orgão muito complexo, que exercita ciencia e tecnologia, não é qualquer um que pode se encaixar naquele orgão. Aliás, é uma Empresa que precisa de gente com competência para articular políticas públicas para atender a agricultura familiar. É lamentável. Aliás, o único político que tem visão clara e lógica da Empaer é o deputado Riva e Zé Domingos e Bezerra, esses são da massa mesmo...

  • Gusmão de Andrade | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 20h37
    1
    0

    Eu não sei oque o Blario está esperando para demitir o Leôncio. Os funcionários da Empaer-MT não aguentam mais tanta inolência, tanta incompetência deste sujeito que está perdido no espaço e no tempo. A Empaer-MT precisa de um Gestor com conhecimento técnico capaz de colocar a empresa no plumo. Vamos ver se acertam um Presidente para Empaer. Sabe-se que o Secretário de Assuntos Estratégicos "O Cidinho", que sempre jogou pedra na Empaer, agora está querendo colocar um dos seus assessores políticos no comando da Empaer para fazer campanha para sua eleição a Deputado Estadual. Olha em que embrolho a Empaer pode entrar. Ca entre nós...o Cidinho... fique de olho neste sujeito.. pois o MT-Regional também é só enrolação, pra que tantos orgãos mexendo com agricultura. Acho melhor trazer o MT-Regional para a SEDER e fechar aquela redoma de vidro.. pra INGLES VER...

  • NEY RONDON | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 13h00
    2
    0

    Estamos atentos, as reportagens e comentários constantes neste conceituado site de notícias. Estivemos realmente presente a reunião do DEM, no município de POCONÉ, no último dia 09 de janeiro, atendendo um convite dos democratas locais. Entendemos que nesse embate, para decidir entre o candidato Jaime e Wilson, sem sombra de dúvida torcemos para que o primeiro seja vencedor. Isso porque, além de ter uma vasta experiência de comando e estar ligados políticos da velha guarda, ele não é ligado a políticos demagogos e mentirosos, como acontece com o atual prefeito de CUIABÁ, que coloca pessoas desse nível em seus secretariados.

  • LAURO EUBANK | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 09h59
    0
    1

    Prezado Romilson, li atentamente a sua materia, principalmente no que se refere a visita do Senador Jaime Campos a Pocone e da alianca entre Wilson e Jaime. Essa Coligacao e tao licita como foi a de Julio e Bezerra. Sofremos muito para justificar aquela uniao, e, amargar a derrota. Acompanhei Jaime desde crianca, porem quando precisei nao tive o seu apoio. Em 2000, nao pode vir a Pocone por que estava cuidando de Varzea Grande. Em 2004 nao veio por que cuidava de Julio. Entao nao foi a minha saida do DEM que possibilitou a Uniao de Jaime e Wilson. Simplesmente entendo que agora e o momento do novo e o novo para mim e Mauro Mendes. POr outro lado, e junto ao PSB que vislumbro a possibilidade de Pocone e Pantanal voltar a ter representacao na Assembleia Legislativa. Forte abraco. LAURO EUBANK

  • Carla | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 20h07
    0
    1

    É muita cara de pau do Leôncio, mama no governo com cargo comissionado e acompanha Jaime Campos em reuniões onde se detona o atual governo do Estado. Quando digo que mama é pq a situação da Empaer está vergonhosa sob sua administração, ou seja ele nada tem feito. Entrgue o cargo e depois vá fazer oposição.

  • B | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 09h14
    0
    0

    A reunião realizada pelo DEM na cidade de Poconé tem tudo para virar piada no meio politico de Mato Grosso. Pois as presenças dos antigos fundadores da Arena, PFL e agora DEM, Branco de Barros, Tom Spinelli, Oscar Ribeiro e outros Sauros, somente revela a barca furada que esta candidatura. A presença de velhos politicos que se aposentaram e vivem as custas do erário público como Marajás( diversas aponsetadorias como ex- deputado, ex-professor e acumulando a de conselheiros) somente dará munição para desbancar este sonho do Milionário Jaime Campos. A presença do Prefeito de Poconé e do Pres. Da Camara Ney Rondon, não deve ser contado, pois os dois seguem a cartilha do Deputado Riva, obedecendo cegamente suas ordens. E o mais hilário, para quem conhece a politica poconeana, será ver no mesmo palanque , o EX Prefeito Euclides, a Ver. Ornella que brigam ate hoje pelo comando do PSDB municipal. E o pior, falar mal de Blairo Maggi, com certeza não é um discurso que convença o eleitorado que muito sofreu nas maõs da familia Campos, principalmente os professores que não se esquecem da caneta e da banana que o ex Julio campos deu para os funcionarios à epoca em greve e com sálarios em atraso, que por sinal nunca aconteceu no Gov. Blairo Maggi. Não foi um bom começo...

  • Nelson Marques | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 05h34
    0
    0

    Coitado do povo, não tem mesmo opção. Ou vota no sujo, ou vota no mal lavado. Vamos torcer para que apareçam novas caras na nossa política, porque senão a coisa tá feia.

  • Gilmar Brunetto | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 04h58
    0
    1

    É verdade, a saúde esta um caos porém Jaime deve muitas explicações sobre o Hospital central obra abandonada com denúncias gravissimas de corrupção.

  • Edilma Rodrigues | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 03h42
    0
    0

    Jayme Campos deveria se envergonhar ao tecer críticas ao Governador Blairo Maggi. Para aqueles que têm boa memória, basta lembrar da sua passagem no Governo do Estado, pois só nos lembramos que coisas ruins. Quem é ele para dizer que o Governador beneficia empresários, a Operação Pascenas é prova de que alguns dos empresários presos enriqueceram às custas do Desgoverno dele. Para finalizar, ele e seu irmão Julio Campos nunca fizeram nada por Várzea Grande. Murilo pegou essa Prefeitura, e não consegue sair do lugar por causa da maldição desses Campos por aqui. A cidade não possue infraestrutura, planejamento; porque sempre foi usada para beneficiar meia dúzia de pessoas improbas, assim como ele. Ficou rico às custas do saqueamento ao erário público. Meu desejo, e se Deus quiser, da maioria dos eleitores, sobretudo, de Várzea Grande; é extirpar essa raça da política. Fora Jayme!!! Fora Wilson Santos!!!

  • José de Barros | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 22h44
    0
    0

    O que o Senador falor esta aqui, e a populaão de Mato Grosso precisa ler com atenção. Veja o que esta por de baixo do tapete do Governador Blairo Maggi. Esta situação é mascarada com quilometros de asfaltos que só beneficiam essas empresas. Vejam e publiquem, saiu na folha de sp rodrigo vargas da agência folha, em cuiabá relatório técnico do tce (tribunal de contas do estado) de mato grosso aponta que a concessão de incentivos fiscais vem crescendo desde a posse do governador blairo maggi (pr), em 2003, e nos últimos anos atingiu mais de r$ 1,08 bilhão --mais do que o previsto nos orçamentos de saúde e segurança e semelhante ao total destinado à educação. a pedido da assembleia legislativa, oito auditores do tribunal analisaram as renúncias fiscais concedidas pelo estado entre 1998 e 2008 em mato grosso e concluíram que, embora o ritmo de expansão dos benefícios no atual governo tenha superado a expansão do pib e da arrecadação tributária, isso não se refletiu na geração de empregos, uma das justificativas oficiais para a ampliação das medidas. "nem o produto econômico, nem o volume de empregos cresceram como seria desejável, tendo em vista o volume de concessões feitas e de compromissos firmados pelos beneficiários", diz um trecho. o relatório diz que os incentivos beneficiam principalmente a indústria de transformação e o setor agropecuário, que não ocupam o topo do ranking da geração de empregos no estado --a posição é dos segmentos de comércio, serviços e construção civil, para os quais inexistem programas específicos de incentivo. "a agropecuária [...] gerou apenas 16% dos novos empregos em 2008. quanto à indústria da transformação, essa foi responsável por apenas 32 postos de trabalho a mais, de um total de 22.893 em 2008", aponta o relatório. o estudo constatou que a maior parte dos incentivos foi destinada a poucas empresas e cidades. dos mais de r$ 450 milhões de incentivos concedidos em 2008 pela secretaria de de indústria, comércio, minas e energia, 20% foram destinados a apenas quatro empresas. pelo regulamento do programa, a concessão dos benefícios está atrelada a contrapartidas, como a geração de empregos e capacitação de mão de obra. oito estudos de caso elaborados pelos auditores revelaram falhas na verificação e cobrança dessas exigências. o texto cita o caso de empresas que cumpriram menos da metade das metas de geração de empregos e que, ainda assim, tiveram o benefício renovado. segundo o relatório, o governo de mato grosso não controla adequadamente o cumprimento dessas metas e produz avaliações de resultados com base em informações "incompletas" e que "não coincidem com as que constam nos balanços contábeis das empresas." "pedimos e não conseguimos obter a fonte das informações contidas nos balanços apresentados pelo governo, o que nos leva a crer que as contrapartidas previstas estavam sendo contabilizadas como metas cumpridas, sem verificação in loco", disse à folha o auditor luiz henrique lima, que chefiou o trabalho. segundo ele, a dimensão das renúncias exige uma estrutura equivalente de acompanhamento. "o que verificamos foi uma preocupante fragilidade de instâncias de controle, se comparada com as existentes em outras políticas públicas como a educação, que tem orçamento semelhante", disse. Dr. José de Barros

Estratégia

Governo ganha publicidade com exposição de maquinário em percurso da corrida



Governo investe R$ 241 mi em maquinário para entregar aos prefeitos dos 141 municípios mato-grossenses
Fotos: Josinei Moreira

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • CLODOALDO ARRUDA | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 17h45
    1
    0

    OS POLITICOS SÃO MESMO FARINHA DE OUTRO SACO,POIS BOA PROPAGANDA SERIA ESSAS MAQUINAS ARRUMANDO RUAS E ESTRADAS DENTRO DO ESTADO DE MATO GROSSO,QUE ESTÃO INTRAFEGAVEIS.E AS MAQUINAS PARADAS SÓ DANDO DESPESAS. TENHAM PACIENCIA,O POVO NÃO AGUENTA MAIS TANTA BABAQUICE.

  • FAUZE GATTAS | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 17h42
    0
    0

    RIDICULO ESSA EXPOSIÇÃO DE MAQUINAS COMPRADAS COM O DINHEIRO DO POVO,POVO ESSE QUE QUER VER AS SUAS MAQUINAS TRABALHANDO PARA A SOCIEDADE.E NÃO EM EXPOSIÇÃO PARA INFLAR O EGO DE POLITICOS IDIOTAS,QUE NÃO SABEM QUE ISSO É UM TIRO NO PÉ.

  • João Moessa | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 07h33
    1
    0

    Clóvis Santos Maquinaria ou maquinário o Senhor entendeu a mensagem do Editor, ou não comseguiu entender?

  • Sergio | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 23h50
    0
    0

    COMPRAR EQUEIPAMENTOS FINANCIADO É MUITO FACIL!!!! QUERO VER É PAGAR A DÍVIDA!!! E DANE-SE A PREFEITURA PRA CONTRATAR OPERADORES PRA ESSE MAQUINARIO NÉ?? A FAMOSA POLICIA MILITAR NÃO TEM UMA SÓ VIATURA, TODAS LOCADAS, ESPERO QUE NUNCA ATRASEM O PAGAMENTO DA LOCAÇÃO PORQUE SENÃO JA VIU NO QUE VAI DAR!!

  • anildo | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 21h16
    0
    0

    na area da segurança publica ta um pecado, onde ja se viu, parece que mato grosso virou terra do cangaço....faroeste....ta um perigo...

  • rogerio | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 17h01
    0
    1

    Enquatro, maquinas estão parados para publicidade em via pública pelo governo. estão acontecendo, acidentes em rodovia matogrossense, isso e falta de respeito com a vida do povo matogrossense q. elegeou este Gov. Maggi, coloque as maquinas para fazer obras este e o papel do gestor público e sim não fazer publicidade em cima de vida de trabalhandores. o povo matogrossense tem q. a prender a votar no povo da terra. o Sr. assistir televisão govenador o sr. está vendo vida sendo levadas por acidentes nas rodovias matogrossense por falta da sua finalização ou falta de responsabilidade desta gestão.

  • Éber José de Oliveira | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 13h13
    0
    0

    Na minha singela opinião o Governo NÃO ganha publicidade nenhuma fazendo "exposição" de máquinas, pois não são obras de arte. Estes maquinários deveriam sim é estar nos municípios, nas estradas, trabalhando para a população. O povo não quer ver máquinas, quer sim os "serviços" dessas máquinas. O governo tem que mostrar SERVIÇOS e não expor máquinas. Na minha concepção esse tipo de "marketing furado" soma é PONTO NEGATIVO para o Governo. Tenho dito.......

  • Clovis Santos | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 11h38
    0
    0

    Lembro ao redator desta matéria que coletivo de máquinas é maquinaria e não maquinário, tanto é que a palavra: "maquinário" não consta no dicionário da lingua portuguesa.

  • ondino lima neto | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 11h14
    0
    0

    enquanto o governo enche a avenida do cpa de maquinas para fazer propaganda politica, a saude e a seguranca publica pedem socorro.

  • Alexandre | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 20h51
    0
    0

    até parece que ninguem viu aquele monte de "Uno Milho" que a Prefeitura alugou e colocou na frente do Shopping Pantanal. Falando nisso esses carros ficam circulando a noite e aos finais de semanas pelos servidores. Repare!!! vá nos estacionamentos dos shoppings e supermecados para ver.

Estratégia

De olho em "oportunidade de ouro", políticos marcam presença em corrida


Atletas, políticos e população em geral devem enfrentar 10 quilômetros de corrida até chegarem à Praça das Bandeiras

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • Luisa | Terça-Feira, 03 de Fevereiro de 2015, 20h24
    2
    0

    Realmente a dieta funciona comecei segunda feira passada por que preciso perder pelo menos 7 Kg e fiz certinho o passo a passo e acabei perdendo 3 kg 700 estou satisfeita com os resultados, as dicas mais importantes eu peguei no site www.dietaparaemagrecerrapido.com.br

Rumo a 2010

Taques deixa cargo vitalício e busca Senado

Pedro Taques   Numa decisão corajosa, o procurador da República José Pedro Taques deixa o cargo vitalício no próximo mês para já se preparar às eleições gerais de outubro, quando pretende concorrer a uma das duas cadeiras de senador. Ele pertence aos quadros do Ministério Público Federal há 15 anos. Ganha mais de R$ 20 mil mensais. Atuou em Cuiabá por vários anos e, entre 2002 e 2005, marcou posição na luta contra corrupção e outros crimes. Ganhou notoriedade por fechar o cerco e investigar personalidades políticas e empresariais, como João Arcanjo Ribeiro, que comandava o crime organizado no Estado e hoje está preso, e a Mesa Diretora da Assembleia, por causa de supostos atos de improbidade administrativa.

Postar um novo comentário

Comentários (25)

  • RENATO SILVA | Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2010, 10h17
    1
    0

    Hum....só eu vendo. Primeiro, se é vitalício é para o resto da vida...então Ele se aposentou e tão falando abondonou o salário de 20 mil.... Isso já começa cheirando demagogia.

  • Gabriela | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 22h47
    1
    1

    Acredito que a política possa melhorar por meio da eleição de pessoas que têm conduta séria, e sobretudo, conhecimento. Pedro Taques é um bom nome. Tem meu voto.

  • Gilmar Brunetto | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 17h50
    0
    1

    O pais e MT precisam de politicos competentes e descentes Pedro Taques possue estas credênciais, conte com nosso apoio, cuidado com as companias de palanque.

  • Damasceno Rezende | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 12h39
    1
    0

    Dr. Pedro Taques Com o curriculum que o senhor tem, de boa pessoa, bom procurador, ótima família, enfim, bons antecedentes para quê concorrer a uma vaga de senador? Uma instituição sem valor moral, onde acontecem os acordos mais indescentes deste país. Por favor, continue nos prestando esse grande favor de ficar sim, de olho nos políticos do nosso Estado de Mato Grosso, onde bem o Senhor conhece, cheio de safados e aproveitadores do dinheiro público! Continue investigando o "enriquecer" rápido desde o vereador até o governador... Onde vemos placas de obras de milhões de reais, nem sairem do papel... onde todos os politicos tem fazendas e mais fazendas, obviamente, adquiridos com o dinheiro público... Por favor, não nos abandone... Só não terá o meu voto por causa disso... Prefiro o Senhor, Procurador! Abraços

  • Fidelis | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 11h15
    1
    0

    É já que não temos o Sr. agindo aqui em nosso Estado, só assim poderemos tê-lo de volta para bem presentar o nosso Estado. Tem o meu voto!!!

  • ENCABULADO | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 11h03
    1
    0

    Como é rentável ser senados, para uma pessoa deixar de um cargo vitalício ganhando R$ 20.000 mensais? Como é podre essa política? Acho que ninguem presta nesse roll.

  • maria aparecida silveira | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 09h01
    0
    0

    Parabéns Dr. Taques, homens de coragem igual ao Sr. já deu uma pequena mostra, que não se intimidam com o "status quo", com essas máfias que se solidificaram nos governos. E, só um cidadão de tamanha coragem poderá dar um basta em tamanha sacanagem que se instalou no Congresso. Sómente um cidadão como o Sr. e o nosso governador Maggi,com seus valores morais, poderão dar início a um novo tempo naquela casa. Com certeza o Sr. será mais útil no Congresso. Quem sabe a sua ètica e do nosso governador irá ofuscar a imoralidade que está instalada naquela casa. Pode contar com o meu voto e de minha família....Não se intimida.. confie em Deus...... e sucesso....vá em frente....

  • Nelson Marques | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 05h38
    0
    1

    Independente dos motivos que levam o Sr. Pedro Taques a se candidatar a um cargo eletivo, não deixa de ser uma boa opção para quem já está saturado com a cara das velhas malas da nossa política.

  • André Filho | Domingo, 10 de Janeiro de 2010, 02h52
    0
    1

    Dr. Pedro Taques, com certeza vossa excelencia é mais útil a Cuiabá e o resto do Brasil atuando como Procurador FEDERAL, pelo o amor de DEUS não vai querer entrar lá no SENADO, um antro de corrupção. Aqui fora o senhor tem maior notariedade com sua honestidade ate hoje mostada ao nosso povo, lá dentro o senhor não vai passar de mais um senador, porque ser uma senador honesto contra um monte corruptos... sinceramente vai ser envão... muito me admira o nosso governador querer esse cargo, ele poderia ir voltar lá pra suas empresas que seria eternamente lembrado como o melhor governador na HISTÓRIA de MATO GROSSO.

  • Pinheiro | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 21h20
    0
    0

    O que leva um cidadão que tem um cargo vitalicio e que ganha mais de R$ 20.000,00 por mês, pedir demissão para cocorrer um cargo que tem mandato de 08 anos, e gasta uma verdadeira fortuna para se eleger, e o salário é inferior o que ele ganha. Só pra eu entender, isso é honestidade? Pinheiro

Segurança Pública

Assaltantes provocam pânico em municípios; "força" policial se vê impotente e humilhada

    Quadrilhas especializadas em assalto a banco têm provocado pânico em várias regiões, principalmente em Paranatinga (Leste) e Canarana (Vale do Araguaia). Com metralhadoras e fuzis, cujo uso só é permitido pelas Forças Armadas,  bandidos já fizeram dois assaltos a agências bancárias de Paranatinga num intervalo de três meses. Na primeira ação, levaram mais de R$ 1 milhão. Cercaram a cidade, com vários reféns e incendiram veículos. Chegaram por volta de 9 horas na agência e atiraram contra a vidraça para entrar. O assalto durou cerca de 30 minutos e três funcionários foram levados como reféns. A polícia correu.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • vivaldo marcorio | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 20h00
    2
    0

    Se policiamento trabalhase de verdade isso era café pequeno pra esse aparato que esta ai

  • Wagner Souza | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 18h39
    1
    2

    Fico triste em ver um comentário de uma pessoa mal informada como o Sr. Silva, quando o edital foi aberto para que fizesse a minha inscrição, nele dizia que em minha cidade só haveria 60 vagas para concorrer. Consegui passar em 47º no meio de mais de 2500 inscrito, por isso vejo o direito de reclamar sim da transferência. Consegui passar com muitas dificuldades na época até para permanecer na minha profissão. O Estado não cobra daqueles que são responsáveis por conduzir a instituição de uma forma democrática e sim pelo abuso de poder que é dado ao Comando Geral. Não vou falar da má estrutura que temos, ela não impede de nós trabalharmos com o que temos, vamos com fé e coragem para trazer segurança à sociedade. Seja de qualquer forma que é imposta, o Sr. Silva deixa ainda bem claro no seu comentário poderá ser transferido, para isso a um critério a ser respeitado: voluntário, antiguidade, casado, residência fixa, faculdade, etc... Para construir uma casa leva se tempo, agora imagina você construir trabalhando na segurança pública.

  • Renato Junqueira Vilela | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 17h08
    1
    1

    Mediante essa onda de assaltos,violencias,assasinatos,e insegurança total hoje campeando no Estado de Mato Grosso, só resta uma solução: Convocar o ex-Governador JULIO CAMPOS, e o seus xerifes de l983 a l987,como Desembargados Oscar Travasssos,na Secretaria de Segurança Pública,Coroneis Silverio e Evangelista,no Comando da Policia Militar,e Delegado João Capetinga,no Comando da Policia Civil de MT,(se é que esses cidadãos estejam ainda vivos),para assumirem o Governo do Estado de Mato Grosso,e seus aparatos da segurança da população do nosso Estado.Porque no tempo do Governo Julio Campos,tinhamos paz,chegavamos a andar pelas ruas e até dormir com total tranquilidade.Pois Bandido,Criminosos,Assaltante eram tratados como mereciam,ou seja na base da Borrachada e pauladas no lombo do cretino.É uma pena que hoje Mato Grosso esteja desses jeito.O Policial deixou de ser valorizado,vive acuado,e nós povo que pagamos impostos e trabalhamos somos refem em nossos lares. Reaja Governador Blairo.E que saudades que tenho do Governo Julio Campos.

  • Nelson Bonfim | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 14h49
    4
    0

    A culpa é de quem coloca a disposição de uma Cidade inteira, apenas 02 PMs de serviço. É assim que tratam a população. São quase 70 minicípios que tem 02 PMs de serviço por dia. Sendo que o correto deveria ser 10 PMs só para o serviço Operacional, excluindo cadeia, fórum..... A improbidade é de quem????? Vai ocorrer muito mais assaltos nessas 70 Cidades, podem esperar, ou em aquelas que tem menos de 10 PMs por dia de serviço.

  • Silva | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 14h36
    2
    0

    Muitos policiais protestam contra as transferências para cidades do interior de Mato Grosso, mas é justa e oportuna a decisão do comando geral ao em enviar mais policiamento porque é cada vez mais comum a onda de crimes onde o efetivo é precário. A partir do momento que se faz o concurso para entrar na polícia deveria deixar bem claro no edital com letras maiúsculas e garrafais, que a pessoa poderá ser transferida para qualquer lugar e também a questão da obediência ao comando, deixando também bem claro as punições no caso de desobediência. Isso para depois evitar algum mal entendido. O interior do Estado está carente de policiamento, não é por acaso que as quadrilhas estão se aproveitado dessa falha.

  • Eder | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 12h45
    2
    0

    É isso que dá colocar a PM pra enfrentar bandido de fuzil 5.56 e 7.62! Nenhum policial vai enfrentá-los de revolver 38 e carabina em punho! As autoridades precisam acordar, estamos em guerra no Brasil, e as vítimas somos nós cidadãos... E na guerra, vence quem é melhor equipado e preparado. Elementar...

  • Alysson oliveira | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 12h41
    2
    0

    O governo do estado já que não tem capacidade de colocar um grande efetivo de policiais em cada um dos 141 municípios de MT deveria ser mais racional e equipar pelo menos os postos policiais de estradas fazendo com que forme fortazelas no meio das rodovias. ex: se vc vai de Sj do Rio Claro a Nova mutum rodivia MT 235 parece-me que não existe nenhum posto de policia avançado nessa rodovia e há alguns meses tivemos um grande assalto em Lucas. acredito que se o governador criar "grupamentos de fronteira nas rodovias" facilmente esses policiais poderiam dar um grande suporte nas cidades circunvizinhas, além de fiscalizar mais ostensivamente a travesia de drogas pelas estradas de MT. Obs: o Posto da PM em Acorizal está jogado as Traças lá a policia nunca está presente. Obs 2: Para quem já foi para SC em balneário camboriú a PM nas rodovias ficam constantemente com Barricadas e cercas de arame farpado fiscalizando dia e noite drogas e outros entorpecentes nas rodovias, o governador poderia copiar essa idéia lá do sul.

  • Marco | Sábado, 09 de Janeiro de 2010, 09h34
    2
    0

    Romilson. É preocupante! Parece que MT virou terra de ninguém. É tanta gente sem princípios que viramos reféns da própria sorte. De um lado, os bandidos. Dou outro a Polícia cada vez mais corporativista e corrupta. Todas as vezes que precisei da PM não fui atendido, ou fui mal atendido ou queriam suborno. Na última vez precisei ligar no 190 (um domingo de Dezembro, ao meio-dia) a atendente, por sinal muito mal educada, tentou me enrolar e simplesmente não pôde me atender. Tive que resolver o problema por conta própria. Olha a situação que nos encontramos. É, meu amigo... voltamos ao período medieval, onde quem mandava era o rei. À plebe só cabia pagar os impostos.