Blog do Romilson Cuiabá, 10 de Agosto DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Comunicação

Lei da Anistia é destaque em Carta Capital

   A revista Carta Capital que chega a Mato Grosso a partir deste domingo (2) aponta que o deputado Brizola Neto (PDT/RJ) avalia o voto do relator Eros Grau na última sessão do Supremo Tribunal Federal (STF), que defendeu a abrangência da Lei da Anistia para torturadores e seus mandantes. "A Constituição brasileira, para o ministro Grau, não tem ódio e nem sequer nojo da ditadura, das torturas e mortes que, em nome do Estado, vitimaram brasileiros. E não se diga que elas foram praticadas em situação de guerra, porque fizeram tombar brasileiros que nunca puseram a mão em uma arma, mas que foram sequestrados, seviciados, assassinados e nem mesmo seus restos mortais têm direito a uma lápide onde seus filhos possam colocar uma flor, como é o caso de Rubens Paiva. Poderia não ter ódio, porque os homens podem ter a grandeza de não odiar, tantos anos depois. O ódio, tão velho, poderia nos fazer pequenos, mesquinhos e maus. Mas o conhecimento da verdade, a revelação daqueles episódios, a responsabilização – ainda que fosse mais moral do que penal – de seus autores, esta precisa existir, sob pena de que este país carregue, eternamente, esta mancha moral em seu passado". Ainda segundo a revista, por 7 votos a 2, a revisão da Lei da Anistia, pedida pela OAB foi derrotada.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • jairo praciano | Terça-Feira, 11 de Maio de 2010, 21h05
    0
    0

    Qual é avisão atual dos jurista em relação as leis e as decisoes da época do regime militar?se a decisão de aceitar a anistia só foi aceita porque os militarres ainda estavam com governo?é válida as exigências de alguem que mantenha em seu poder um réfen"democracia"?

  • MARCELO | Domingo, 02 de Maio de 2010, 10h55
    0
    0

    O SILVAL PINOQUIO TEM QUE SAIR DE LÁ CHEGA DE LOROTAS E MENTIRAS,AS PROPAGANS DO GOVERNO INVADIU A MIDIA DE MATO GROSSO MAS O POVO SABE DA VERDADE,DE MENTIRAS E ENGANAÇÃO E CORRUPÇÃO O POVO TA CANSADO,TA NA HORA DE IRAGORA É WILSON SANTOS GOVERNADOR 45 VAMOS VOTAR QUANTAS VEZES 45 FOR PRECISO PARA TIRAR ESSES MALAS DO PODER CAMBADA DE CORRUTOS.

  • Antonio C. Cuiabano | Sábado, 01 de Maio de 2010, 21h15
    0
    0

    O PSDB destruiu o Mato grosso e o Brasil... Agora vem esse Wilson Pinoquio ...contando mentiras e lorotas, como sempre fez... E, ainda, ta cheio de "papagaios de pirata" bancados pelos cofres da prefeitura de cuiabá para alimentar as propagandas enganosas.

Comunicação

IstoÉ traz guia sobre como se livrar da culpa

  A revista IstoÉ que chega ao Estado nestedomingo (2) mostra como se livrar da culpa. Vivemos numa sociedade que cobra perfeição na vida pessoal e profissional e as pessoas se sentem cada vez mais exigidas. IstoÉ mostra como "se livrar desse fardo". "Você tem dado atenção suficiente aos seus filhos? Cuida da saúde? Consegue cumprir todas as metas no trabalho? Leva uma vida sustentável? Faz algum tipo de trabalho voluntário? Tem investido na sua capacitação profissional? São poucas as pessoas que conseguem responder a todas essas questões com um sonoro e convincente sim. Entre as que dizem não, muitas se sentem invadidas por uma sensação de decepção consigo mesmas. E do incômodo inicial nasce um sentimento mais perene, profundo e complexo: a culpa. Culpa por não ficar com os filhos, por não fazer atividade física nem se alimentar direito, ou por deixar para depois aquela pós-gradução ou curso de línguas que iria impulsionar a carreira. A culpa é uma incômoda companheira da contemporaneidade". Destrinchar as fontes de culpa tem sido um desafio dos especialistas em comportamento. Aprender a lidar com elas seria o próximo passo. Todo método que pretende ajudar a encarar as manifestações do sentimento parte de sua origem. De maneira geral, a semente está no desejo da perfeição – física, profissional, pessoal ou espiritual –, que, por ser inatingível, leva à frustração, mas no processo nos força a ultrapassar nossos limites. São muitos os exemplos que mostram quão distantes estamos de abandonar metas impossíveis. O aumento de casos da chamada síndrome burnout, uma espécie de esgotamento intelectual e físico, é um deles. Embora não haja estatísticas consolidadas sobre o tema, sabe-se que entre 1998 e 2008 o número de trabalhos acadêmicos sobre o assunto subiu de 231 para 390, segundo a TransInsight, entidade que cataloga documentos científicos. E nos consultórios também cresceu a procura por tratamento. “Não é só o diagnóstico que ficou mais fácil, o número de casos também vem aumentando”, explica Duílio Camargo, da Associação Nacional de Medicina do Trabalho (Anamt).

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joao | Sábado, 01 de Maio de 2010, 18h05
    0
    0

    Eu pensei que este título da revista seria uma idéia como livrar da culpa em relação aos escândalos na compra dos caminhões pelo estado de MT.

Comunicação

População deve fazer sexo, alerta Época

   A revista Época que chega às bancas mato-grossenses a partir deste domingo (2) traz como matéria principal uma recomendação do Ministério da Saúde: "Faça sexo". "Mas isso realmente adianta? O que dizem os médicos e o que informam as pesquisas mais recentes sobre os verdadeiros efeitos de uma vida sexual ativa em sua saúde", questiona a revista. Parece animador que uma atividade prazerosa – a mais prazerosa oferecida pelo corpo humano – seja fonte de saúde. Normalmente, cuidar da pressão, assim como de outros aspectos de longo prazo da saúde, é sinônimo de privar-se de prazeres, não cultivá-los. O ministro José Gomes Temporão inovou. Mas não inventou a roda: a Organização Mundial da Saúde diz desde 2000 que sexo de qualidade é um dos quatro pilares de uma vida saudável. “Foi uma jogada de marketing genial”, diz Carlos Alberto Machado, diretor do Departamento de Hipertensão da Sociedade Brasileira de Cardiologia. “Se ele não tivesse falado sobre sexo, o tema da hipertensão não teria merecido nem notinha nos jornais.”

Postar um novo comentário

TRANSPORTE

Márcia Vandoni aponta rescaldo e avalia postura de deputados

Márcia  Vandoni   A presidente da Ager, Márcia Vandoni, se prepara para se dedicar a avaliação das sugestões a serem inseridas no projeto básico do novo sistema de transporte coletivo intermunicipal. O projeto ainda está longe de ser formatado, pois serão dois meses de espera de contribuições de usuários de ônibus, de empresários e entidades. Em entrevista, a presidente da Agência responsável pelo setor descreve o rescaldo da audiência pública realizada no último dia 27.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Leonardo Monteiro | Quarta-Feira, 01 de Setembro de 2010, 16h38
    0
    0

    pelo oque eu entendi,querem acabar com o transporte alternativo (vans e micros).a ager não quer renovar os contratos,porque ?e dividir o estado em 8 pólos tendo como transporte só ônibus !segundo as entrevistas anteriores da Dr. Márcia será melhor para o usuário ir a rodoviária em vez d ficar em casa esperando o alternativo busca-lo !será melhor ter que gastar com táxi ou gasolina do seu próprio carro?

  • joao tertiliano da silva | Domingo, 02 de Maio de 2010, 01h29
    0
    0

    É muito bonito ouvir o discurso da Presidenta de que tem que licitar. É lógico que precisa licitar, mas para licitar é necessário primeiramente reestruturar toda a Ager, pois do jeito que tá não vai a lugar nenhum.

  • manoel | Sábado, 01 de Maio de 2010, 22h26
    0
    0

    Incrivel, pois pela primeira vez a Dra. Marcia lembrou que existe o transporte alternativo. Espero que este tipo de transporte não fique fora da licitação pois se assim for será um deserviço que a Ager estará fazendo. Como orientação acho que à Ager deveria consultar realmente quem usa esse tipo de transporte. Governador fique atento neste projeto, não pode virar monoplio.

AGENDA

Silval vai ao Festival de Pesca; Wilson e Mendes ficam em Cuiabá

   O governador Silval Barbosa (PMDB), pré-candidato à reeleição, aproveita o final de semana para visitar a região Oeste do Estado. Ele vai a quase todas as cidades por onde passou, na semana passada, o também pré-candidato ao Paiaguás Wilson Santos (PSDB). Na agenda do peemebidebista está uma parada em Pontes e Lacerda, onde será feita a entrega de equipamentos de agroindústria para agricultura familiar e assinatura de ordem de serviço para construção das bases físicas, no Sindicato Rural.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Genaro Tupinambá | Segunda-Feira, 03 de Maio de 2010, 11h09
    0
    0

    Alguém já avaliou a hipótese de Maggi perder a eleição para o Senado? Não é uma hipótese absurda, afinal, outros, antes dele, já chuparam essa manga. Eu, por exemplo, torço para Maggi ir cuidar de suas empresas. Está na hora. Vou votar em Antero e Pedro Taques.

  • Mauro Higuita Tokayashi | Segunda-Feira, 03 de Maio de 2010, 11h07
    0
    0

    Mauro Higuita Tokayashi, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • marcos almeida | Domingo, 02 de Maio de 2010, 14h12
    0
    0

    Silval é o mais preparado para assumir mato grosso do q o pinóquio e o Turista Mendes. Além disso com o Blairo no Senado teremos melhor representatividade do que antes com os senadores incompetentes q ja pssaram por lá.

Artigo

Membro da executiva petista quer aliança com Mendes

O governador do PT

Por 01/05/2010, 08h:29 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:26

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • Valdebran | Segunda-Feira, 03 de Maio de 2010, 16h28
    0
    0

    Lucia, minha Tesoureira PREFERIDA. Que bom te ver por aqui. Olha tem que ser é Sinval mesmo. Beijão! Valdebran

  • Jeane | Segunda-Feira, 03 de Maio de 2010, 14h06
    0
    0

    Lucia Você tá sumida. Não a vi mais depois que saiu da tesouraria do PT. Meu esposo manda abraços! Você tá errada porque o Governador tinha que ser do PT e como o candidato tem medo do PSDB agora vamos acabar com o Silval do Bezerra. Jeane (saudades daquele comío em 2004 no CPA)

  • Fábio Ramirez | Segunda-Feira, 03 de Maio de 2010, 10h59
    0
    0

    Tanto Mauro Mendes (do PSB, partido do patrão Paulo Skaf e do inimigo da educação pública em SP, Gabriel Chalita), quanto Mauro Mendes (do PR, partido também de patrões e de latinfundiários inimigos dos camponeses, como Blairo) não merecem receber o apoio do Partido dos Trabalhadores. O PT deveria sim lançar candidatura própria, só assim poderíamos ter "Um governador diferente. Sem frescuras ou pompas. Um governador a serviço de seu povo" como afirma o companheiro Jairo. www.marxismo.org.br