Blog do Romilson Cuiabá, 25 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

OPERAÇÃO ASAFE

Presidente da OAB defende a punição de advogados culpados

   O presidente da OAB Cláudio Stábile defende a conclusão de todas as investigações envolvendo suposto esquema de venda de sentenças em Mato Grosso. Segundo ele, a Ordem não vai defender os cinco advogados presos durante a Operação Asafe, realizada pela Polícia Federal e acompanhada pelo MPF nesta terça (18). "Apoiamos as investigações. Esperamos que tudo seja esclarecido e se houver provas a lei tem que ser cumprida", enfatizou Stábile.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Pedro | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 16h39
    0
    0

    boa tarde Ademar, é só para informar, o atual presidente da OAB, Dr. Claudio Stabile, não é parente do Dr. Evandro Stabile, apesar do mesmo sobre-nome. Dr. Evandro Stabile é filho de um advogado antigo de Cuiabá, já falecido.

  • Cuabano | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 16h33
    0
    0

    Se fosse um zé ninguém , já estava preso,condenado e tudo mais, mas é seu"fulano" tem dinheiro, pode "comprar sentença",ops, cuidado.

  • Ademar | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 15h41
    0
    0

    esse presidente da OAB MT tem q se cuidar , pois ele foi um advogado q me ferrou junto com outro, noTJ MT , pois o pai é desembargador, espero q a investigação chega ate o escritório dele, vem dar uma de santo,....

TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Leônidas se despede do TJ na 5ª

Leônidas Monteiro   O desembargador Leônidas Monteiro, que completa 70 anos em 2 de junho, se aposenta nesta quinta (20), após participar da última sessão como membro do Tribunal de Justiça. O magistrado foi nomeado desembargador em 1992, após atuar por 26 anos como membro do Ministério Público Estadual. Agora, um procurador ou promotor de Justiça deve substitui-lo. 

Postar um novo comentário

Comentários (7)

  • MOSSUETO | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 17h06
    0
    0

    Desconheço fato que desabone a conduta do ilustre desembargador, até por que numa longa carreira, se algo houvesse com certeza viria a tona, no meio desse tiroteio no tribunal, algum franco atirador, nem que fosse indiretamente ja o teria torpedeado, então só me resta parabeniza-lo pelo dever cumprido e desejar ao mesmo, um longo e merecido descanso com muita saude e curtindo as novas geraçoes da familia.

  • Paulo | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 16h51
    0
    1

    Se ele for tão honesto assim, vamos fazer uma busca para ver se tem algum parente em cargo público, é claro que tem como todos os outros, não tem um que salve, todos tem os desembargadores tem filhos magistrados, ou mulher, ou irmã, por que vcs sabem né, inteligencia é genética ou osmoze. Como preferir!!!!!!

  • Mario | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 15h59
    0
    0

    Vai tarde. Sua presença no TJ/MT foi marcada pelo nepotisno e conivência com corrupção, sobretudo porque foi membro do Ministério Público, instituição referência no Estado. Passou seu filho pra juiz e vários da família, além de concursados são, também, incorporados. Todos fazem parte dos concursos realizados em comarcas do interior, cujo curriculum não era a competência e sim o DNA de juízes e desmbargadores. É só fazer o levantamente. VERGONHA!!!!!!!!!!

PEIXOTO DE AZEVEDO

Justiça requer documentos mais uma vez; ex-prefeito contesta

   O ex-prefeito de Peixoto de Azevedo (a 691 km de Cuiabá), Hermenegildo Bianchi Filho (PR), o Gildo, recebeu uma nova determinação para enviar a cópia dos comprovantes de aquisição de kits de materiais escolares adquiridos por meio do Programa de Educação de Jovens e Adultos (Peja), em 2007, além da relação de todos os beneficiados.

Postar um novo comentário

RUMO ÀS URNAS

Candidatos a governador vão passar toda campanha sob questionamentos

Candidatos a governador vão passar campanha sob questionamentos

   Os três pré-candidatos à sucessão estadual (Silval Barbosa, Mauro Mendes e Wilson Santos), que sinalizam para uma disputa história e com tendência de dois turnos pela primeira vez em Mato Grosso, começam suas pré-campanhas em busca de argumentos e respostas sobre escândalos. Sobre cada um pesa ao menos uma problemática.

Postar um novo comentário

Comentários (24)

  • MARCELO | Quinta-Feira, 20 de Maio de 2010, 08h36
    0
    0

    meu caro editor não estou agrdindo o silval não é a justiça eleitoral que condenou ele por propaganda estemporania,a agressão ai é ele que fez a justiça eleitoral, não foi eu quem o condenou foi ele mesmo por favor leia no jornal folha do estado,por favor coloca essa noticia no blog ele não é santo querendo aparecer mais do que os outros.

  • ADRIELY | Quinta-Feira, 20 de Maio de 2010, 08h22
    0
    0

    ACHO QUE O WILSON SANTOS LEVA VANTAGEM, TEM MAIS EXPERIÊNCIA DO QUE OS OUTROS, ATÉ ACHO QUE OS OUTROS SÃO TÃO FRACOS QUE NO FRITAR DOS OVOS VÃO SE JUNTAR PARA TENTAR GANHAR DO WILSON SANTOS, MAS NÃO VÃO CONSEGUIR SÃO MUITO RUINS, E NÓS DE MATO GROSSO NÃO MERECEMOS ISSO,BASTA O REI DA BOTINA QUE TIVEMOS QUE ENGOLIR ESSE TEMPO TODO,CHEGA NÉ.

  • MARCELO | Quinta-Feira, 20 de Maio de 2010, 08h06
    0
    0

    MARCELO, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Unemat

Ex-diretora da Faespe será ouvida por membros da CPI já nesta 4ª

   A ex-diretora financeira da Fundação de Apoio ao Ensino Superior da Unemat (Faespe), Maria Auxiliadora de Araújo, será ouvida nesta quarta (19), às 15h, por membros da CPI da Unemat, que apura a utilização dos recursos repassados pelo governo do Estado à tentativa frustrada de realização do concurso público em 2009. Cunhada do reitor Taisir Mahmudo Karim, convocado a depor no próximo dia 26, a oitiva da ex-diretora é considerada uma das mais esperadas do inquérito. "É o depoimento mais aguardado, já que há muito estamos tentando ouvi-la”, explicou o presidente da CPI, deputado Percival Muniz (PPS).

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • ADRIANA LESSA | Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010, 17h22
    0
    0

    ADRIANA LESSA, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Descontração

Cantor destila poesia em Lenha

   Quando José Ribamar Coelho Santos decidiu investir na carreira musical, em 1985, passou a responder pelo nome de Zeca Baleiro. Na época, o cantor e compositor dividia um apartamento em São Paulo com o também cantor Chico César. O "salto para a fama" de Zeca aconteceu quando o artista participou do Acústico MTV de Gal Costa. A parceria feita na canção "A Flor da Pele" lhe garantiu projeção nacional. O compositor já teve suas canções interpretadas por diversos artistas da MPB, como Simone, Elba Ramalho e Luiza Possi.

Postar um novo comentário