Blog do Romilson Cuiabá, 22 de Setembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

FERROVIA

Comitê pretende fazer pressão e pedir comprometimento a Silval

   Os integrantes do Comitê Pró-Ferronorte se reúnem nesta segunda (17) com o governador Silval Barbosa (PMDB) no Palácio Paiaguás na tentativa de pressioná-lo a ter maior comprometimento para que os trilhos da ferrovia cheguem até Cuiabá. O vereador cuiabano Vicente Vuolo (PR), que tenta viabilizar a conclusão do projeto entre Rondonópolis e Cuiabá, promete fazer pressão. “Queremos a posição oficial do governador para cobrar junto à Justiça uma definição de prazo para conclusão da obra”, garante. O republicano quer a inclusão da obra no PAC 2.

   Conforme Vuolo, a chegada dos trilhos até Cuiabá promoverá maior desenvolvimento, colocando o Estado em melhores condições competitivas econômicas tanto em nível nacional como internacional. Ele lidera a campanha “Acorda, Cuiabá! Mato Grosso está crescendo e Cuiabá ficando para trás!”. Fazem parte do movimento entidades como a Associação Empresarial do Distrito Industrial de Cuiabá (Aedic), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Famato, OAB, Associação dos Advogados Trabalhistas do Mato Grosso (Aatramat), Conselho Regional de Economia de Mato Grosso (Corecopn-MT), Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja), Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá (ACC) e Federação das Indústrias e Comércio de Mato Grosso (Fiemt).

   Os recursos para execução da obra dos trilhos da Ferronorte, no trecho que liga Alto Araguaia e Rondonópolis é garantido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A obra deve ser concluida até 2012. A América Latina Logística (ALL) fechou no ano passado um financiamento de R$ 691,6 milhões com prazo de 20 anos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a construção, operação, exploração e conservação da ferrovia em Mato Grosso.

Postar um novo comentário

FESTIVAL DE INVERNO

Silval confirma que vice será da Baixada Cuiabana e fala de Serys

  Pré-candidato à reeleição, o governador Silval Barbosa (PMDB) afirmou neste sábado (15) à noite, durante a abertura do 26º Festival de Inverno da Chapada dos Guimarães, que deseja ter como vice um representante da Baixada Cuiabana. "Vamos olhar com maior atenção para a região metropolitana. Depois dos jogos da Copa do Mundo, precisamos deixar um legado para nossos cidadãos”, explicou.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • jose da slva | Segunda-Feira, 17 de Maio de 2010, 16h54
    0
    0

    Já que o Governador quer uma pessoa da baixada Cuiabana, Por que não o Professor Aecim Tocantins, homen digno e sério e Cuiabano de xchapa e cruz.

  • Orlandir Cavalcante | Segunda-Feira, 17 de Maio de 2010, 15h43
    0
    0

    Interessante ver pessoas do DEM/PSDB pedir a Serys coerência.... na verdade querem que ela fique de fora... estão todos com medo dela vir a ser vice do Silval.... estão jogando verde para colher maduro....

  • maria | Segunda-Feira, 17 de Maio de 2010, 07h42
    0
    0

    O povo não precisa de políticos para falar bonito e sim, de políticos que FAÇAM bonito. Chega de tanto falatório e mãos a obra.

RUMO ÀS URNAS

Pagot recebe convite e deve assumir coordenação da campanha de Silval

Pagot recebe convite e deve coordenar campanha à reeleição de Silval

 Fernando Ordakoviski

Luiz Pagot acumula experiência na coordenação de campanhas pelo estilo trator e deve conduzir Silval à reeleição

Enquete: Pagot soma na campanha à reeleição de Silval?

Pagot soma na campanha à reeleição de Silval?

Com certeza ( Votos: = 45.25% )
 
 
Acho que não ( Votos: = 11.79% )
 
 
Tenho minhas dúvidas ( Votos: = 7.60% )
 
 
Fica pior ( Votos: = 35.36% )
 
 

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.

Postar um novo comentário

Comentários (12)

  • ro7 | Segunda-Feira, 17 de Maio de 2010, 22h10
    0
    0

    Em são miguel-pr o sr Pagot não ganhou nem para vereador agui não asfaltou nada talves de certo na campanha do Sinval

  • Caroline Said | Segunda-Feira, 17 de Maio de 2010, 08h52
    0
    0

    Sandrinho de ROO, a verdade incomoda e o mundo é movido a escândalos infelizmente...podemos ter até os mesmos interesses...mas graças a Deus estamos de lados opostos e diferentes...aspiro ética, caráter e moralidade com as coisas públicas...talvez você não se conforme com a idéia de que sua mamata vai acabar..Bjs

  • ABAFA | Segunda-Feira, 17 de Maio de 2010, 07h45
    0
    0

    ABAFA, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

DEBATE

Eleitor de MT sabe votar consciente?

   A nova enquete levanta uma discussão um tanto complexa. Afinal, o eleitor mato-grossense, no seu direito de escolher representantes políticos a cada dois anos, está fazendo opções de forma consciente?. Esse é o foco da pergunta postada no link do lado esquerdo do portal. Então, não deixe de votar lá e de comentar o assunto aqui, logo abaixo.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • mauricio | Sábado, 15 de Maio de 2010, 20h01
    0
    0

    eu acho que a naõ

  • mauricio | Sábado, 15 de Maio de 2010, 19h59
    0
    0

    na minha opiniaõ naõ

COMUNICAÇÃO

Quase 90 mil acessos em 5 dias

   O portal e o blog registraram 88.319 visitas por IP de computador nos últimos cinco dias, de segunda (10) até esta sexta (14). O número de acesso diário variou de 16,2 mil a 18,7 mil. Conforme os dados disponibilizados pelo Google Analycits, foram 232.608 exibições de páginas no mesmo período.

Postar um novo comentário

COMUNICAÇÃO

Lula vai anunciar corte de R$ 10 bi, diz Carta

   A revista Carta Capital, que circula em Mato Grosso a partir deste domingo (15), anuncia que os bancos estimam que o PIB chegue a 7,5%, enquanto o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anuncia corte no orçamento. Conforme a revista, o governo federal se prepara para um ajuste na área fiscal, com um redução nos gastos da ordem de R$ 10 bilhões. “O conjunto de medidas, a ser anunciado nos próximos dias, chega em meio a uma leva de boas notícias – algumas positivas demais, na avaliação dos que acreditam na existência de limites rígidos à aceleração da economia sem pressões inflacionárias”, diz trecho da reportagem.

Postar um novo comentário