Blog do Romilson Cuiabá, 19 de Fevereiro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

Contraponto

Defensores temem corte de verba indenizatória e já articulam greve

Djlama Mendes    O reajuste salarial que deveria trazer comemoração aos 126 defensores e procuradores da Defensoria Pública, tidos como "advogados dos pobres", se tornou problema e vem causando conflitos internos. O salário de procurador saltou de R$ 12,6 mil para R$ 18,6 mil. A verba indenizatória que varia de R$ 2 mil a R$ 6 mil foi incorporada no subsídio, sobre o qual incide uma série de descontos, o que contraria a categoria. Defensor de entrância especial passou de R$ 11,3 mil para R$ 16,7 mil. Embora a remuneração seja elevada para o padrão salarial brasileiro, defensores e procuradores estão na bronca com o defendor público-geral Djalma Sabo Mendes porque a entrada em vigor, a partir deste mês, de uma lei complementar vai resultar em redução de salário. 

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Laura de Almeida | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 23h50
    0
    0

    Djalma abre o olho com os "irmãos"...

  • FLAVIA | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 19h25
    0
    0

    gente agora fica fácil colocar a culpa dessa baixaria toda na turma da administração passada, quem entende um pouquinho só de administração pública percebe claramente que isso é "FOGO AMIGO", fique atento Dr Djalma, enquanto vc se preocupa em trabalhar tem gente correndo por outro lado tentando denegriir seu trabalho. FIQUE DE OLHO!!!

  • Boris Casoy_Patrono dos Garis | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 18h05
    1
    0

    Boris Casoy_Patrono dos Garis, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

Várzea Grande

Zaeli cobra acordo da renúncia, mas Toninho não aceita saída do irmão

 Fernando Ordakowski

Murilo Domingos até que deseja sair da Prefeitura de Várzea Grande e ser candidato, mas o irmão Toninho resiste

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • carlos simões | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 11h31
    2
    1

    carlos simões, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • CARLOS ALBERTO | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 19h29
    2
    1

    A ESSES QUE FICAM AI CHORAMINGANDO,,,,QUEM MANDOU NAO SABER VOTAR!!!!AGORA O MURILO DORMINDO DIZ!!!!!VOCES VAO TER QUE ME ENGOLIR!!!!!CERTINHO MURILO!!!!!

  • PITTER JOHNSON DA SILVA CAMPOS | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 17h13
    2
    1

    Esses Turcos... Fizeram Fortuna e querem mantê-la sob as custas da inteligência do povo varzeagrandense, derrubou Jayme, Júlio, Maksuês e Tião da Zaeli vai ser fichinha... hehehe Segura os Turcos do Truco.

Várzea Grande

Zaeli cobra acordo da renúncia, mas Toninho não aceita saída do irmão

 Fernando Ordakowski

Murilo Domingos até que deseja sair da Prefeitura de Várzea Grande e ser candidato, mas o irmão Toninho resiste

Postar um novo comentário

Divergências

Democratas criticam governo Maggi, mas não deixam cargos

  O DEM do pré-candidato a governador Jame Campos enfrenta uma situação contraditória e não está nem aí por isso. Seus líderes descem o pau no governo Blairo Maggi, como aconteceu no encontro do partido no último sábado em Poconé, mas posam de aliados da administração e, de quebra, ainda mantêm dezenas de filiados empregados em cargos de DAS na máquina. O presidente da Empaer, Leôncio Pinheiro, por exemplo, é um dos indicados do DEM (ex-PFL). Sua irmã Rosalina, embora efetiva, ocupa posto de diretoria da mesma empresa e pertence aos quadros do partido dos irmãos Jayme e Júlio Campos.

Postar um novo comentário

Comentários (13)

  • JOAO | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 22h13
    1
    1

    voces nào estao entendendo...O Jaime tem credibilidade e respeito dos Mato grossensses,é um politico comprometido c om seu povo.Tão responsavel que apoiou o Blairo em 2002,e sò rompeu com o Blairo por que o mesmo so pensou nos negocios .Esqueceu de que quem elege o politico é o povo,que precisa de saude , educaçao e segurança de qualidade.O blairo entrou no governo como o rei da soja e virou o rei do mundo,com o nosso suor e nossas lagrimas.

  • O PEDRO | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 21h57
    1
    1

    É JAIME DE NOVO,COM A FORÇA DO POVO!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Jerê | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 13h35
    0
    2

    Jaime, pode vir quente porque nós estamos fervendo. Lá, nas urnas, te daremos o que você merece!!! Toda nossa economia ficará comprometida e não teremos mais investidores querendo vir para MT porque você atrasa o pagamento de funcionários e não é bom administrador. Vocês, Campos, já tiveram chance e nada fizeram. Acabou!!!

Rumo a 2010

Valtenir diz ter cartas na manga

   No melhor estilo mineiro, apesar de ter nascido em São Lourenço de Fátima, distrito de Juscimeira, o deputado federal Valtenir Pereira vai “comendo pelas beiradas" os frutos da filiação do empresário Mauro Mendes no PSB. O parlamentar conseguiu literalmente turbinar as aparições na imprensa e já manda recado aos críticos que olham com certa desconfiança para a ascensão meteórica do socialista. “Temos cartas na manga para mostrar no momento certo”, revelou ao RDNews.

Postar um novo comentário

Comentários (4)

  • Daniel Fernandes | Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2010, 16h16
    4
    0

    O problema do deputado Valternir é o histórico e se baseia praticamente em duas vertentes. A primeira delas é que ele é queimadíssimo com quase 100% das pessoas que trabalharam com ele. A segunga questão é que ele sempre "acha" demais e acaba "se achando" muito tb. Prega de humilde publicamente, mas nos bastidores a coisa é bem diferente. Não acho que ele não tem boas intenções, a questão é que ele é "fora do eixo" mesmo.

  • Renata | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 14h09
    1
    2

    Acho muito boa essa opção para governo, o Mauro Mendes, apesar de não ter experiência na administração pública, parece ter preucupação com o nosso estado, hoje vimos uma Cuiabá totalmente largada ao descaso, basta andar alguns minutinhos pela cidade, certamente que isso não iria acontecer se Valtenir ou Mauro Mendes fossem Prefeitos de Cuiabá. Torço para que eles construam uma aliança forte....

  • PENA | Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2010, 07h54
    2
    2

    vamos mauro mendes, pois quero votar em vc. pra governador de mato grosso, pois sei que ira fazer um governo parecido ao do MAGGI aqui para MT.

Rumo a Copa do Mundo

Maggi assina termo pró-Copa

   Após duas semanas de férias com a família em Balneário Camboriu (SC), o governador Blairo Maggi reassumiu o Palácio Paiaguás nesta segunda, despachou para Brasília o seu vice Silval Barbosa e nesta quarta, enquanto o peemedebista retorna a Mato Grosso, Maggi viaja à Capital Federal. Ele tem na agenda uma reunião para discutir projetos relacionados à Copa do Mundo de 2014. Cuiabá será uma das 12 cidades-sedes do Mundial. Maggi se mostra preocupado quanto a viabilidade de financiamentos para a Agecopa, autarquia responsável por conduzir os projetos. A fase é de elaboração de propostas. O governo do Estado tem cinco anos para lançar e concluir obras, como, por exemplo, da reconstrução do estádio Verdão, que terá custo de R$ 430 milhões.

Postar um novo comentário