Blog do Romilson Cuiabá, 07 de Abril DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

INFRAESTRUTURA

Qualix vai participar de licitação para continuar na coleta de lixo

Ricardo Costa, gerente da Qualix  O empresário Ricardo Costa, gerente da Qualix Serviços Ambientais Ltda, que está com a concessão vencida, mas opera em Cuiabá com contrato emergencial, revelou que a empresa participará do novo processo licitatório cujo edital com mais de 70 páginas será lançado pela prefeitura com vistas a definir a concessionária dos serviços de coleta de lixo ensacado das residências e comércio. O setor hoje está irregular e, para piorar, há reclamação geral dos moradores devido a falhas no recolhimento do lixo. "Vamos participar e para ganhar. Temos equipes, homens treinados e now-how", assegura o empresário.

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Gelton | Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2010, 09h29
    0
    0

    e tem que dar uns dois litros de oléo de peroba pra esse gerente, uma empresa que fatura mais de 1milhão nao tem coragem de patrolar 7km de estrada.. e falar que isso e motivo pra nao fazer coleta!! que acaba agravando os lixos nas portas que acabam indo pra terrenos baldios.. e Dengue matando gente.. nao tem responsabilidade social nenhuma e desqualificada para operar

  • mario telles | Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2010, 08h12
    0
    0

    mario telles, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • João Carlos | Domingo, 24 de Janeiro de 2010, 23h29
    0
    0

    Com todo respeito ao Sr. Prefeito Wilson Santos, gostaria de dizer que Cuiabá não consegue se quer fazer a coleta tempestiva do lixo urbano, faz-se necessário que o gestor municipal tome providência, pois se esta situação se perdurar a copa do mundo vai ser um fiasco.....

COMUNICAÇÃO

Carta Capital lembra 456 anos de SP

    Em circulação nas bancas do Estado a partir deste domingo (24), a revista Carta Capital repercute o aniversário de 456 anos de São Paulo, considerada a Capital da desigualdade. “Observando-se São Paulo do alto, de uma torre da marginal do Pinheiros, por exemplo, obtém-se um skyline voltado para o alto. Os canteiros de obras atualmente ocupam cada área livre disponível. Um rio lamacento, entre os mais poluídos (e esta questão, sempre presente na plataforma de cada político no poder, jamais é resolvida), caminha pelas construções. A insuficiência de um sistema de transporte público veloz como o Metrô e outras ligações sobre trilhos decidiu que a cidade fosse asfixiada pelo trânsito”.

Postar um novo comentário

Comunicação

IstoÉ destaca os 9 mitos do amor

   A reportagem de capa da revista IstoÉ, que chega às bancas de Mato Grosso nesta semana, revela os nove mitos sobre um dos sentimentos mais estudados da humanidade: o amor. O primeiro deles aponta que os homens dão mais valor à parte física das mulheres e as mulheres ao status social dos homens. “Com a pesquisa, que envolveu o acompanhamento de 163 jovens durante 30 dias, descobriu-se que, embora boa parte acreditasse na premissa de que homens e mulheres têm prioridades diferentes na hora da conquista, na prática, ambos os sexos agem de forma idêntica”, diz um trecho da matéria.

Postar um novo comentário

COMUNICAÇÃO

Época alerta para perigos de obesidade

   A revista Época, em circulação no Estado a partir deste domingo (24), alerta para a epidemia mundial de obesidade, que deve provocar milhões de novos casos de diabetes nas próximas duas décadas. A combinação das duas doenças é hoje o maior desafio da saúde no mundo. “Os obesos de hoje serão os diabéticos de amanhã. Enfrentá-lo é mais difícil que encontrar uma vacina contra um vírus novo”.

Postar um novo comentário

Comunicação

População do Haiti vive cenário de terror

   O terremoto de 7 graus na escala Richter que atingiu o Haiti em 12 de janeiro. Segundo a revista Veja que chega ao Estado a partir deste domingo, já são mais de 100 mil mortos num cenário de terror. "Em Porto Príncipe, os vivos dormem nas ruas; os mortos, nos escombros. Os números da catástrofe já parecem não fazer nenhum sentido. Foram 75 000 corpos lançados em fossas, mas quem os contou? Praticamente inexistente, o governo anuncia planos de transferir 400 000 desabrigados da capital para acampamentos organizados nas imediações da cidade destruída. Como? Quando? Por enquanto, dorme-se sob o céu negro e o calor asfixiante do Caribe, sentindo-se o cheiro fétido das fogueiras humanas". A fome e a sede levaram multidões de haitianos a invadir lojas, supermercados, casas. Moralmente, parece existir uma divisão: pegar comida, água ou qualquer coisa para colocar entre o corpo e o mundo devastado onde vivem é aceitável.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • MARCIO ROBERTO DAIMA (MITU) | Sábado, 23 de Janeiro de 2010, 09h16
    2
    1

    ACREDITO QUE DEVEMOS SER SOLIDARIOS AO POVO HAITIANO MAS,E NOSSO POVO DO NORDESTE QUE SOFRE COM A FALTA DE AGUA, NOSSO POVO RIBEIRINHO QUE SOFRE COM ENGENTE, NOSSO QUE SOFRE COMA FOME, FALTA DE SEGURANÇA E EDUCAÇÃO. CARO AMIGO LULA VC TAMBEM DARÁ BOLSA FAMILIA AO POVO HAITIANO ?

Articulação

Riva influencia nos Poderes e coloca aliados na Câmara, Ucemmat e AMM

 Fernando Ordakowski

Cacique do PP e presidente da Assembleia pela quarta vez, o deputado José Riva é responsável pelas eleições de aliados, como Aluízio Lima, na Ucemmat, de Pedro Ferreira, na AMM, e de Deucimar Silva, no Legislativo cuiabano

Postar um novo comentário

Comentários (15)

  • Jedae | Quinta-Feira, 28 de Janeiro de 2010, 16h37
    1
    0

    Jedae, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • matheus oliveira | Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2010, 15h49
    0
    0

    É impressionante como o tempo passa, e as pessoas não mudam, não acompanham a sua evolução. Sou Mato Grossense, mas parece que o nosso povo atravessa uma fase de involução contínua. Votar em uma pessoa carregada de processos nas costas, que concedeu título de comendador ao maior bandido da Historia de MT, que participou do escandalo da calcinha, juntamente com o seu inseparável amigo Humberto Bosaipo, é gostar de sofrer demais. Esse mesmo povo, que vive alegando sofrimento, perseguições, falta de oportunidade, mas que infelizmente,faz mto pouco, ou quase nada para mudar tal situação. Chega de sofrimento povo Mato Grossense. Procurem saber qual uma lei relevante, de valia a todos os cidadãos de MT, foi aprovado / sugerido por esse parlamentar, a não ser essas que denominam ruas e nomes de praças. Reajam povo Mato Grossense.

  • Nelson Sampaio | Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2010, 09h21
    0
    0

    Este Carlos Henrique de Rondonópolis, não sab o que diz. Riva é o maior lider matogrossensse desde a morte de Felinto Muller. Não fosse a atuação deste incansável parlamentar, mato grosso não teria dado este estupendo salto em direção do progresso que vivemos hoje. Seria uma redenção se Mato Grosse fosse agraciado com Riva seu Governador. Mas o tempo é senhor da razão, a oportunidade ainda não passou. Aguarde tá senhor Carlos Henrique.