Blog do Romilson Cuiabá, 01 de Dezembro DE 2020 Rdnews RDTV facebook twitter RSS

4674.png

Política

Poderes

Bastidores

Negócios

Análise

Opinião

EXECUTIVO

Incentivos fiscais canalizam mais investimentos só em 8 municípios

27/01/2010, 07h:55 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

 Fernando Ordakowski
 
Executivo Pedro Nadaf, secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia, que deu aval para R$ 1 bi em incentivos em 2008; Nova Mutum e Lucas do Rio Verde foram os municípios mais contemplados com investimentos privados

Postar um novo comentário

Comentários (6)

  • Rejane Silva | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2010, 18h26
    0
    0

    Do Pedro Nadaf so podia esperar isso, ele sabe onde pisa, vai ajudar quem o ajuda, caso contrario ele não estaria no topo de todas as entidades, pq todos tem o rabo preso com ele, ai ja viu o moço so tem que crescer..................hrhrhrhrhrhr

  • carlos | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2010, 12h54
    0
    0

    parabens para os municipios que tem empresários ousados e que realmente buscam o desenvolvimenot, o estado está ai para incentivar quem busca incentivos. o governador não tem culpo por Cuiabá ter um prefeito que gosta muito de contar histori. vamos calçar o butina e trabalhar que o incentivo vem.

  • SAMUEL | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2010, 12h03
    0
    0

    Porque estas pessoas que gasta tempo criticando a empresa que recebe incentivos fiscais não abre uma empresa pra elas e tambem peças incentivos. deve ser pessoas que não tem capacidades e coragens de ser um empresario e ai acha facil partir pra vida publica.

Rondonópolis

Gestão Pátio é pautada em política, critica Sachetti

26/01/2010, 17h:07 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

   Rondonópolis sofre porque optou por uma gestão diferente da qual estava acostumada. Essa é a avaliação do ex-prefeito  e atual presidente da Agecopa, Adilton Sachetti, quanto às dificuldades que enfrenta a administração de Zé do Pátio (PMDB), seu adversário nas urnas em 2008. Para o ex-prefeito, isso ocorre porque a sociedade estava acostumada ao que chama de "administração de resultados" "Hoje, a administração em Rondonópolis é pautada em política", dispara. A avaliação foi feita em entrevista ao programa “Ponto de Vista”, da TV Rondon, afiliada ao SBT no último domingo (24).

Postar um novo comentário

Comentários (14)

  • roni | Quinta-Feira, 28 de Janeiro de 2010, 11h16
    0
    0

    Vou tentar refazer meu comentario sem correr o risco de nao ser publicado....Quem eh o Sr Adilton para dizer algo sobre alguem...as suas empresas deixarao dezenas de credores a verem navios...nao pagou ninguem e mesma assim gosta de posar de CERTINHO.....

  • roni | Quinta-Feira, 28 de Janeiro de 2010, 08h25
    0
    0

    roni, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Matos Querra | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2010, 19h07
    0
    0

    É pra acabar... O camarada é indicado para a AGECOPA pelo cumprade dele, tá ganhando dinheiro público, dinheiro dos nossos impostos para falar mal do Zé do Pátio... Perai... o cargo que ele exerce não é um cargo técnico, donde perante a lei deveria se eximir de fazer ilações públicas contra autoridades no exercicio do cargo, como é o caso do Zé do Pátio (prefeito que o derrotou na eleiçao passada)... Se for assim não dá... Vamos eleger no ano que vem outro governador (que não é o cumprade dele) e, parece que pela lei ele vai continuar na AGECOPA, mas será que ele vai continuar falando mal do Zé... Ao que parece se o homem não mudar de postura o governador Wilson Santos terá que rever tal na Assembleia... Só assim para acabar com a dor de cotovelo dele...

Judiciário

Travassos muda de opinião sobre incorporação salarial de 11,98%

26/01/2010, 16h:09 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

Mariano Travassos   O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Mariano Travassos, vem demonstrando posicionamentos distintos quanto à legalidade da incorporação de R$ 11,98% no salário dos servidores do órgão, referente às perdas acumuladas com a conversão do Cruzeiro Real para Unidade Real de Valor (URV), ocorrida em 1994.

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • Silva | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2010, 09h28
    0
    1

    Amigo Heleno você está equivocado ao dizer mais um bom salário, é só aparências, eu que o diga.

  • Régis Rodrigues Ribeiro | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2010, 09h05
    1
    0

    Só pessoas com inteligência acima da média são capazes de reconhecer erros, mudar de opinião e voltar atrás. Parabéns Desembargador Travassos.

  • heleno | Terça-Feira, 26 de Janeiro de 2010, 20h18
    1
    0

    vem e vai os servidores do judiciario sempre querendo mais um bom salario, ao contrario do executivo que esta esperando o governador aumentar seu salario que é um dos mais baixo salario de governador do pais, ai os servidores do executivo sempre por baixo dos outros poderes....

Descontração

Fábio Jr. emociona com a "Ternurinha" da Jovem Guarda

26/01/2010, 16h:06 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

   Cantor de música popular romântica, Fábio Jr. começou na carreira artística ao lado dos irmãos. Com eles, participou dos grupos "Os Colegiais", "Os Namorados", "Bossa 4" e "Arco-Íris". Fábio Jr. decidiu seguir carreira solo somente em 1971, quando gravou canções em inglês. O nome artístico foi escolhido pelo cantor após perceber a semelhança de seu nome de batismo com o do ator Flávio Galvão, com quem não queria ser confundido.

Postar um novo comentário

Ministério Público

Pivetta alega desconhecer denúncias envolvendo sua gestão

26/01/2010, 13h:44 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

    O deputado estadual Otaviano Pivetta (PDT) alega desconhecer os motivos que levaram a Justiça estadual a expedir duas liminares a partir da representação do Ministério Público que aponta o seu envolvimento e o do ex-secretário de Obras de Lucas do Rio Verde, Rafael de Castro Balizardo, em fraudes nos processos de licitação, desvio de recursos e concessão indevida de benefícios - veja aqui. “Não faço ideia dos motivos que levaram o MP a citar o meu nome, ainda não tomei conhecimento da denúncia”, disse Pivetta, que já foi prefeito do município.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Eduardo Gianetti | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2010, 18h51
    1
    0

    Parabéns a promotora estadual Dra Patricia Eleuteria de Campos.da Comarca de Lucas de Rio Verde,por ter coragem de denunciar os desmandos admistrativo e desvio de recursos do povo da gestão de Otáviano Pivetta.Essa mulher foi muito mais digna,doque o Procurador da Republica PEDRO TAQUES,que em concluio com o Juiz Federal,mandou arquivar o processo do Desfalque financeiro que a COOPERLUCAS, da qual o Piveta fazia parte da sua diretoria,deu no Banco do Brasil,de mais de 200 milhões de reais.´Por isso esse namoro politico existente entre Pedro Taques e o PDT de Pivetta. Abra oss ohos companheiros...

  • Antonio sousa de lima | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2010, 07h31
    1
    0

    COMEÇARAM A CAIR AS MÁSCARAS.... O PALADINO DA MORALIDADE NEM SEMPRE É O QUE PARECE....

  • Juca do Dom Aquino | Terça-Feira, 26 de Janeiro de 2010, 22h14
    0
    1

    E tanta maldade na carreira desse homem, chamado Pivetta , que ele nem lembra o quanto de pessoa, ele e sua turma prejudicou em Lucas, . Além de não gostar de Cuiabanos, ainda fala mal de servidor publico. : "O seu tá vindo aí XÔ MANO,Pivetta.

Saúde

Secretário enfrenta críticas por comodismo; de 40 dias, trabalhou 20

26/01/2010, 07h:43 - Atualizado: 26/12/2010, 12h:25

 Fernando Ordakowski

Maurélio Ribeiro deixa a iniciativa privada, onde faturava R$ 30 mil, para assumir a Saúde, com salário de R$ 9,2 mil

Postar um novo comentário

Comentários (38)

  • joao leal | Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2010, 11h28
    1
    0

    SECRETARIO NAO SE PREOCUPADA COM QUE ESTAO FALANDO, VOCE E COMPETENTE ISTO TUDO QUE ESTAO FALANDO E DE INVEJA,PARABENS PELA SUA EQUIPE E SIGA EM FRENTE ISTO SO TE FORTALECE.ISSO QUE ESTAO FAZENDO E MANDADO PELO INCOPETENTES QUE ESTAVAM ANTES NO SEU LUGAR

  • saldanha | Terça-Feira, 26 de Janeiro de 2010, 23h26
    0
    1

    Essa turminha da antiga, ARENA e PDS, prestadores de serviços da ditadura militar, sempre se alimentaram das tetas do poder do público. Assim, acostumados que são, ganhar sem trabalhar, como dizia o ex-BB, "faz parte", o contribuinte que cifo. Mas, o galinho, prof de história, conhece bem e infelizmente, hoje, parece que esqueceu o que ensinva em sala.

  • JOaquim Ortiz | Terça-Feira, 26 de Janeiro de 2010, 22h57
    0
    1

    O Maurelio é capaz, mas a Prefeitura é coisa de louco, nem cabeça grande entende!