Cidades

Terça-Feira, 12 de Fevereiro de 2019, 16h:21 | Atualizado: 13/02/2019, 09h:27

5 PMs são demitidos; 3 ligados a mortes

O comandante-geral da Polícia Militar Jonildo José de Assis determinou a demissão de cinco soldados da Polícia Militar. Os atos foram publicados no Diário Oficial desta terça (12). Na lista estão Orlandino Rodrigues Gomes e José Carlos Neves Gomes. Os dois são acusados de participação nas mortes de três pessoas em Cáceres (a 225 Km de Cuiabá), em setembro de 2009. Além deles, um terceiro homem, que não era militar, também teria ligação com o caso.

Assessoria

Coronel Jonildo Jos� de Assis

Comandante-geral da Polícia Militar Jonildo José de Assis assina atos de demissão de PMs

O crime praticado pelos dois soldados teria sido motivado por disputas de terras na região. O imbróglio teria sido motivado pela venda de três chácaras na região rural da cidade. O ex-soldado Ronaldo Ventura dos Santos foi condenado em 2013 pela morte de Francisco Marinho, em dezembro de 2009. O policial confessou e disse que a vítima não teria entregado drogas a ele.

O ex-policial afirmou que foi à casa da vítima, pediu uma caixa de drogas e R$ 100, porém Francisco teria dito que "não estava mais mexendo com isso". Ainda segundo o ex-PM, ele teria iniciado uma luta corporal com a vítima e, em seguida, efetuou disparos contra Francisco, que morreu no local.

Reprovação em teste físico

Wellington Henrique Santos de Rezende também foi demitido das fileiras da PM nesta terça. O motivo foi o fato de ter sido reprovado no teste de aptidão física para soldado da Polícia Militar. Ele chegou a entrar na Justiça, para tentar reverter a situação, porém não obteve êxito e foi dispensado. O quinto demitido foi Leonardo Moreira Batessoto, em razão de uma decisão judicial. No Diário Oficial, não há detalhes sobre o processo contra o agora ex-PM.

Entrega de materiais

Todos os alvos das determinações deverão entregar os fardamentos e apetrechos referentes à PM, como armamentos, em um prazo de cinco dias, após a publicação no Diário Oficial. Nas decisões, o comandante-geral da PM determinou que a Diretoria de Gestão de Pessoas exclua os policiais da folha de pagamento do Estado.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Cotia também quer disputar Cáceres

cotia curtinha   Surge mais um pré-candidato a prefeito de Cáceres, além dos três aliados do prefeito Francis Maris e de outros cinco pretendentes pela oposição. Trata-se de Renancildo Soares França, o Cotia (foto), filiado ao PSD. Ex-assessor do ex-federal Pedro Henry, do ex-vice-governador...

5 ensaiam em Cáceres pela oposição

tulio fontes curtinha   Enquanto três tucanos da base do prefeito Francis vivem expectativa por candidatura pelo palanque situacionista em Cáceres, grupos de oposição se movimentam para lançar nomes competitivos. O advogado e ex-prefeito por dois mandatos Túlio Fontes (foto), do PV, demonstra certo...

Base de Francis, Júnior e divergências

eliene liberado curtinha   O prefeito de Cáceres Francis Maris, no segundo mandato e, portanto, fora do projeto majoritário de 2020, não esconde mais de ninguém que o nome preferencial para a disputa à sucessão é do seu secretário de Turismo, Júnior Trindade. E isso não tem...

Prefeito é ovacionado em solenidade

emanuel pinheiro curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) foi ovacionado nesta segunda (17), durante a solenidade que marcou entrega das chaves das unidades do Residencial Nico Baracat I,  no Jardim Liberdade, região da Grande Osmar Cabral. No geral, 360 famílias receberam as chaves dos imóveis, programa do Minha...

Governador, Nota MT e provocação

mauro mendes curtinha   Ao lançar a Nota MT, programa que estimula e incentiva o contribuinte a pedir nota em toda compra de mercadoria, o que ajuda na cultura do combate à sonegação fiscal, o governador Mauro Mendes (foto) copia para o Estado a mesma proposta implantada em Cuiabá na época em que foi...

Cândida Farias troca MDB pelo DEM

candida farias curtinha   Aos 68 anos, completados nesta segunda (17), a empresária Cândida Farias (foto), segunda-suplente do senador Jayme Campos, está desembarcando do MDB e vai se filiar ao DEM. Apesar da mudança de legenda, ela não tem pretensões de concorrer a cargo eletivo nas urnas de 2020....

ENQUETE

Tramita na Câmara Federal o projeto 832/2019, do deputado José Medeiros, requentando uma proposta de 2007 do então deputado Jair Bolsonaro, propondo extinguir o Exame da Ordem como exigência para inscrição na OAB e, assim, poder exercer a profissão. O que você acha disso?

Concordo - esse Exame tem de acabar

Discordo - bacharel precisa, sim, se submeter ao Exame

Sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.