Cidades

Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019, 15h:50 | Atualizado: 15/10/2019, 19h:11

AUDIÊNCIA PÚBLICA

80% da tarifa vai para o setor elétrico e governo, reclama presidente da Energisa

Rodinei Crescêncio

 Riberto José Barbanera

Presidente Riberto José Barbanera ressalta que a tarifa de MT é a 23ª mais cara do Brasil

O presidente da Energisa Mato Grosso, Riberto José Barbanera, relativizou o valor pago pelos consumidores de energia elétrica no Estado. Barbanera pondeta que os mato-grossenses pagam “apenas” a 23ª tarifa mais cara do país e que a maior parte do valor fica com o setor elétrico e com o governo, e não com a empresa distribuidora de energia

"A gente tem um problema estrutural na tarifa de energia elétrica. Compete à distribuidora melhorar o trabalho dela, e muito, naquela parcela que fica com ela. Mas a grande maioria, 80% do que você paga na tarifa hoje, vai para o setor elétrico e para o governo", reclama.

A fala foi feita em apresentação durante a audiência pública realizada na Assembleia nesta terça (15) para discutir a tarifa do setor no Estado. Mais cedo, o presidente da Energisa havia trocado farpas com o presidente do Legislativo, deputado Eduardo Botelho (DEM).

Barbanera separou a conta paga à “parcela A”, que é formada pelas empresas geradoras e transmissoras de energia e da “parcela B”, que é a distribuidora.

Reprodução

ilustra��o sobre a tarifa de energia el�trica

ilustração sobre tarifa de energia elétrica foi apresentada pelo presidente da Energisa

Entre impostos recolhidos pela empresa, o presidente da Energisa citou o pagamento de PIS/Cofins ao governo Federal, ICMS ao governo do Estado e também a Contribuição para Iluminação Pública (CIP), que repassada pela empresa aos municípios. Ele lembra que, apesar de produzir energia por meio de hidrelétricas, Mato Grosso exporta boa parte de sua produção e os consumidores pagam pelo custo com as termoelétricas, que têm energia mais cara.

Barbanera também elenca que encargos setoriais - como Conta de Desenvolvimento Enérgico (CDE), Programa de Incentivo a Fontes Alternativas de Energia Elétrica (Proinfa), Compensação Financeira pela Utilização de Recursos Hídricos (Cfurh), Encargos de Serviços do Sistema (ESS) e de Energia de Reserva (EER), Taxa de Fiscalização dos Serviços de Energia Elétrica (TFSEE), Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), Programa de Eficiência Energética (PEE) e ainda a contribuição ao Operador Nacional do Sistema (ONS) - não ficam com a empresa.

Ainda segundo o presidente da concessionária, subsídios para consumidores de baixa renda, para geradores e consumidores de fonte incentivada, energia rural e ainda para concessionárias de água-esgoto-saneamento também pesam na conta.

Na discriminação feita pela empresa nas cobranças enviadas mensalmente aos consumidores, 20,75% dos valores pagos ficam com a Energisa. Barbanera destacou que a compra de energia é responsável por 36,32%, o serviço de transmissão por 1,66%, os encargos setoriais, 7% e ainda impostos diretos e encargos, 34%. A bandeira pela faixa de consumo na qual cada consumidor é enquadrado, que tende a ser alterada com o aumento do consumo no verão, também foi incluída pelo representante da Energisa.

Apesar do “mea culpa” da empresa pela falta de clareza nas informações que chegam à população, o presidente da Energisa deixou a tribuna da Assembleia antes do final de sua apresentação sob vaias e gritos de “fora Energisa!”.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • joaoderondonopolis | Terça-Feira, 15 de Outubro de 2019, 16h13
    3
    1

    Esta CPI não vai dar em nada. O correto seria contratar uma equipe de Tributaristas para analisar os 30 aumentos da tarifa em MT. Se todos os aumentos foram corretos em cima dos consumidores. Tudo combinado.

Matéria(s) relacionada(s):

Cidinho declina do convite à suplência

cidinho 400 curtinha   O ex-senador e empresário Cidinho Santos (foto), do PL, declinou do convite para compor uma das suplências da chapa ao Senado de Otaviano Pivetta (PDT). Em princípio, ele havia aceitado ser o primeiro-suplente. Mas questões empresariais não permitem que neste ano Cidinho concorra a cargo...

Conselhos, o populismo e a reeleição

ze do patio 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio (foto), bastante conhecido pelo perfil populista, busca se apegar cada vez mais às massas. Até para inaugurar um posto de saúde, Pátio, estrategicamente, aproveita para criar, ali na comunidade, os chamados conselhos. Busca debater...

Educação Inclusiva no Nilo Póvoas

marioneide 400 curtinha   A Seduc, sob Marioneide Kliemaschewsk (foto), decidiu desativar a tradicional escola estadual Nilo Póvoas, que funcionava há 50 anos no bairro Bandeirantes, em Cuiabá, o que acabou gerando protesto de pais e alunos. O prédio agora vai abrigar o Centro de Referência em...

Partidos com 2 ou mais pré ao Senado

margareth buzetti 400 curtinha   Dirigentes partidários estão passando apurado, nesta fase de pré-campanha, para conduzir o processo de escolha de candidatura ao Senado para a vaga de Selma Arruda, cassada por crimes eleitorais. Mesmo sabendo que as chances são remotíssimas de êxito nas urnas, alguns...

Muitos cuiabanos votam em Chapada

thelma de oliveira 400 curtinha   A ex-deputada federal Thelma de Oliveira (PSDB), que em 2016 transferiu o domicílio eleitoral de Cuiabá para Chapada dos Guimaráes, já está trabalhando nos bastidores o projeto de reeleição. E, agindo nos bastidores e de forma estratégica, ela conseguiu um...

Câmara cassará 4º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o quarto vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.