Cidades

Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 12h:14 | Atualizado: 17/02/2020, 16h:48

SERVIDOR PÚBLICO

"Agente agressor passeia no shopping e as vítimas estão presas", lamenta ativista

Rodinei Crescêncio

Câmara de Mulheres agente penitenciário edson vítimas

 

Câmara Setorial Temática da Mulher da Assembleia vai encaminhar à Corregedoria do Sistema Prisional um relato sobre a situação de pânico que mulheres vítimas do agente penitenciário Édson Batista Alves estão passando e pedido de providências. Édson, agressor em série e solto pela Justiça dia 10 deste mês, está trabalhando, recebendo salário e "passeando no shopping", onde ele, inclusive, cruzou com uma ex-namorada que ele sequestrou e espancou, em cativeiro. Do contrário, as vítimas se dizem presas, com medo dele.

Não adianta a Polícia Militar prender, a Civil fazer a investigação e o Judiciário soltar, porque o agressor vai para as ruas e as vítimas para dentro de suas casas com muito medo, muito apavoradas, porque não sabem de fato o que vai acontecer dali para diante

“É uma inversão de valores”, critica a ativista Sandra Raquel. “Não adianta a Polícia Militar prender, a Civil fazer a investigação e o Judiciário soltar, porque o agressor vai para as ruas e as vítimas para dentro de suas casas com muito medo, muito apavoradas, porque não sabem de fato o que vai acontecer dali para diante”.

Na reunião da Câmara nesta manhã, um grupo de vítimas compareceu para pedir a imediata prisão dele. Uma delas contou sobre as agressões que sofreu do agente penitenciário, enquanto namorava com ele. Confirmou que, em cativeiro, foi espancada e que ele quebrou o braço do filho dela de 6 anos. Mostou inclusive a tatuagem que foi obrigada a fazer para “homenageá-lo”. Enquanto contava seu drama, vibrou o botão de pânico, equipamento que avisa quando agressor está fora do limite de distância dela imposto judicialmente.

Ela conta que, quando recebeu a informação de que o agente tinha sido solto, através de uma ligação do Fórum de Cuiabá, ficou muito assustada, não conseguiu dormir. Quando amanheceu o outro dia, foi à Penitenciária da Mata Grande para buscar o botão de pânico e dificultaram a liberação do equipamento.

A delegada da Mulher de Cuiabá, Jozirlethe Criveletto, que compõe a Câmara, acompanha dois inquéritos envolvendo o agente Édson. "São situações peculiares. Ele mantém todas as vítimas em cárcere privado, faz uma verdadeira tortura contra elas, as obriga a fazer certas práticas que não são normais de uma relacionamento cotidiano, elas saem disso totalmente depressivas, sem auto-confiança, afetadas inclusive na sua saúde mental". 

Para ela, o sistema prisional precisa tomar providência efetiva, como afastar de fato Édson. "Não deveria estar trabalhando como servidor público, que está para servir e o que ele está fazendo é um papel totalmente contrário".

Na reunião da Câmara, nesta manhã, foi lançado o movimento "Você não está sozinha", para apioar vítimas de violência, como as atribuídas a Édson.

Outro lado

Édson ainda não falou com a imprensa sobre as acusações que pesam sobre ele. O site está aberto a ouvir a versão dele.

 

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • jj | Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020, 15h30
    11
    0

    enquanto ele não matar umas duas, ai talves ele pode ir preso, falei talvez, se fosse a filha desse excelentissimo juiz, sera que ele soltaria o crapula!

Senadora, ataques e defesa de Galvan

selma arruda 400 curtinha   Selma Arruda, senadora cassada por crimes eleitorais, um deles caixa 2, escreveu artigo entitulado "MP x Aprosoja. Afinal, quem tem razão", especialmente para defender o aliado político Antonio Galvan, presidente da Aprosoja. Ao concordar com plantio de soja dentro de período proibido pela...

Deputado, carona e ainda se gabando

paulo araujo 400 curtinha   Considerado de baixo clero na Assembleia, o deputado Paulo Araújo (foto) agiu de carona e num oportunismo condenável acerca do decreto do governador Mauro Mendes da última quinta, quando resolveu relaxar as medidas restritivas em meio à pandemia do coronavírus e liberou o funcionamento...

Políticos querem suspender eleição

Cresce o movimento entre políticos para adiar as eleições municipais de outubro. O argumento utilizado é o impacto que o coronavírus terá na economia, saúde e vida das pessoas. Isso porque, neste ano, uma vacina não deve ficar disponível ao mercado e os prejuízos causados pela Covid-19 ainda estão só começando. Entre os políticos de MT que defendem adiar o pleito para 2022, quando a...

Ex-vereador, demagogia e contradição

everton pop 400   O ex-vereador por Cuiabá e apresentador de um programa popular de TV que leva o seu nome, Everton Pop (foto), gravou um vídeo em que critica o fato da Mesa Diretora da Câmara da Capital pagar os servidores todo dia 20, antecipando o salário em 10 dias do fechamento do mês. Pop só não...

Jayme é contra decreto do governador

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto), que já foi governador e prefeito, engrossa a lista dos que defendem isolamento social mais rigoroso neste momento. A postura vai na contramão do correligionário Mauro Mendes. O governador editou decreto que prevê a abertura de shoppings e comércio, desde...

EP e 2 medidas junto à Águas Cuiabá

emanuel pinheiro 400 curtinha   O prefeito Emanuel Pinheiro (foto) impôs duas medidas à concessionária Águas de Cuiabá. A empresa está proibida de cortar a água de inadimplentes e não terá direito a um aumento de 6%, aprovado pela Arsec. As medidas, segundo o prefeito, são...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você concorda com a decisão de prefeitos, que começam a decretar estado de emergência, fechando comércio, serviços públicos e o transporte coletivo?

sim

não

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.