Cidades

Quinta-Feira, 09 de Janeiro de 2020, 12h:50 | Atualizado: 09/01/2020, 15h:34

PROTESTO

Alunos protestam no semáforo contra fechamento da Nilo Póvoas: "Nilo Vivo"

Rodinei Crescêncio

Protesto contra fechamento da escola estadual Nilo Póvoas aluna tamires danielly

Alunos, professores e servidores da Escola Estadual Nilo Póvoas protestando, no Centro de Cuiabá, nesta manhã, contra suposto fechamento  da unidade

Alunos, professores e funcionários protestaram nesta manhã (9) contra suposto fechamento da Escola Estadual Nilo Póvoas no Centro de Cuiabá. No semáforo próximo à Igreja Nossa Senhora dos Passos, com faixas e cartazes gritavam "Nilo Vivo!" A escola completa meio século este ano e é uma das mais tradicionais.

Veja vídeo

A comunidade escolar reclama por não ter informações precisas sobre o fechamento da escola que seria em fevereiro após encerramento do ano letivo de 2019, que está atrasado por causa da última greve. Por enquanto, a notícia ainda é uma suposição.

A secretária do Nilo Póvoas, Edna Bernardo, diz ter ouvido falar que no lugar da escola vai funcionar parte do setor administrativo da Seduc e alunos e professores seriam transferidos para a Escola Estadual Antonio Epaminondas no bairro Lixeira.

Outro lado

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) afirma que a medida ainda está sendo estudada. O motivo do fechamento seria o número baixo de alunos, o que não é estratégico para o Governo.

Rodinei Crescêncio

Protesto contra fechamento da escola estadual Nilo Póvoas aluna tamires danielly

Secretária Edna Bernardo lamenta fechamento da escola no ano em que completa 50 anos

Causa

O motivo do fechamento, segundo a secretária Edna Bernardo, é o baixo número de alunos, que, hoje, tem cerca de 140 em sala de aula. Desde 2017, a escola funciona em tempo integral, com aulas até as 16h, e o número de matrículas chega a 250. Se fosse a dois turnos, a servidora conta que a escola teria 500 vagas disponíveis.

Além de ser integral, o que reduz a quantidade de alunos, Edna conta que muitos estudantes pedem transferência por que precisam começar a trabalhar ou ficar em casa. “90% dos pedidos de transferência foram feitos para que o estudante de ensino médio ajudasse  a família de alguma forma, seja trabalhando ou casa”, descreve.

Um grupo de servidores da escola foi até a Seduc para cobrar resposta. Uma reunião está marcada para a próxima segunda (13), às 14h, para discutir o assunto. Mas, segundo Edna, “não é uma resposta da secretária de Educação”, a gestora Marioneide Kliemaschewsk. No vídeo a seguir, Edna pontua que, “a princípio, não chegou oficialmente”, mas, desde as férias, abem extra-oficialmente que a unidade vai fechar.

Vídeo

Rodinei Crescêncio

Protesto contra fechamento da escola estadual Nilo Póvoas aluna tamires danielly

Tamires Daniele, do 1º ano, gostaria de seguir estudando na Nilo Póvoas

Indignação

Lá é como se fosse uma segunda família”.

Aluna Tamires Daniele

Após saberem da notícia de fechamento, alunos ficaram inquietos. “Desde segunda, no dia que eles retornaram as aulas, eles estão querendo fazer algo”, conta Edna. Por isso, fala que o protesto é mais dos estudantes. Com cartazes na mão e sob gritos de “Nilo vivo”, eles vão para o meio da avenida, assim que o sinal do semáforo se fecha para os carros, que buzinam em resposta.

Para Tamires Daniele, estudante do 1º ano, o motivo do baixo número de alunos não passa de desculpa. “A escola é boa e com ensino de qualidade”, avalia. Acrescenta que a escola faz parte de um espaço importante em suas vidas. “Nas outras escolas, é relação aluno-professor. Lá não, é como se fosse uma segunda família”.

“A gente passa o dia inteiro na escola, então os professores acabam passando mais tempo com a gente do que a nossa própria família. Eles cuidam muito da gente. Não é só educação. Eles aconselham também e preparam para o nosso futuro. E eu quero fazer o segundo ano no Nilo Póvoas”, enfatiza a aluna antes de terminar a entrevista.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • Fernando | Quinta-Feira, 09 de Janeiro de 2020, 21h58
    1
    1

    O predio comportaria um colegio Militar, região Central bem localizado.

  • Jocelma | Quinta-Feira, 09 de Janeiro de 2020, 17h08
    1
    3

    Banheiros sempre entupidos, muitos alunos para pouco espaço, ventilação péssima. Professores sempre reclamando das condições do prédio e da falta de segurança na redondeza. Infelizmente essa é a verdade.

DEM-Cuiabá projeta até 4 vereadores

beto 400 curtinha   O presinte da Provisória do DEM da Capital e secretário estadual de Governo, Alberto Machado, o Beto 2 a 1 (foto), está animado com as chapas do partido construídas para o embate eleitoral. Já conta com 38 pré-candidatos a vereador e avalia que todos são competitivos. Uma das...

Chapa de Pivetta faltando um nome

adilton sachetti curtinha 400   O empresário Otaviano Pivetta continua avaliando um nome para composição de sua chapa ao Senado na suplementar de 26 de abril para a vaga da cassada Selma Arruda. A primeira-suplência deve ficar mesmo com o ex-prefeito rondonopolitano e ex-deputado federal Adilton Sachetti (foto), do PRB....

Senado, disputa interna e PT rachado

verinha_curtinha   O PT, que recebe hoje as inscrições de pré-candidatos ao Senado, deve ter apenas um nome na disputa interna, o do deputado e presidente estadual da sigla Valdir Barranco. A ex-vereadora Enelinda, com dificuldade, corre contra o tempo para se viabilizar. Enquanto isso, membros de outras correntes menos...

Falta na votação da emenda impositiva

jose medeiros 400 curtinha   O deputado José Medeiros (foto), vice-líder do Governo Bolsonaro na Câmara e pré-candidato a senador na suplementar de 26 de abril, explica que não procede a informação de que teria votado favorável à PEC 34/19, que assegura o orçamento impositivo de...

Feliz da vida na base e com emendas

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto) já chegou com moral no Governo Mauro Mendes. Depois de um ano fazendo oposição ao Palácio Paiaguás, o deputado tucano se tornou governista de carteirinha. E começa a colher os dividendos. Uma de suas emendas de R$ 300 mil para ajudar na...

Voto a favor e agora contra Congresso

O pitbull do governo Bolsonaro, deputado federal José Medeiros (foto), está pegando carona num protesto, marcado para 15 de março, onde não deveria porque os seus atos não correspondem ao discurso, ao menos segundo sustentam seus adversários políticos. Contam que Medeiros foi um dos parlamentares que aprovaram o orçamento impositivo de R$ 30 bilhões, vetado pelo presidente. Eis que agora, ele próprio, defende a...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.