Cidades

Sexta-Feira, 04 de Junho de 2010, 07h:45 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:26

SANEAMENTO

Após emplacar projeto, Galindo deixa só o aterro com Sanecap

  A Sanecap administra o aterro sanitário e só vai assumir o gerenciamento da coleta de lixo da Capital em 2011. A informação é do presidente da companhia de saneamento Carlos Roberto da Costa, o Nezinho. Assim, apesar de toda a polêmica em torno do projeto de lei que autoriza a Sanecap a assumir a coleta, na prática quase tudo continua sendo realizado por meio da secretaria de Infraestrutura (Seminfe), sob Euclides Santos. Em abril foi aprovada na Câmara, em caráter de urgência, uma mensagem do Executivo, que entre outras coisas permite que a companhia assuma todo o sistema de saneamento ambiental de Cuiabá. Assim, a Sanecap ficaria autorizada a atuar no tratamento e distribuição de água, na rede de esgoto, coleta de lixo e gerenciamento do aterro sanitário.

  O prefeito Chico Galindo (PTB), inclusive, chegou a anunciar que a Sanecap passaria a gerir o sistema de coleta de lixo em junho, quando o novo edital licitatório fosse lançado para contratação de empresa para prestar o serviço de forma tercerizada. Hoje a Prefeitura de Cuiabá mantém contrato precário com a Qualix. Curiosamente o novo certame saiu, mas tendo como responsável pelo gerenciamento a Seminfe. Ocorre que a equipe juridica da prefeitura, após análise do caso, descobriu que a Sanecap não poderia tercerizar o serviço e nem contratar funcionários comissionados para a função, devido à vigência de Termo de Ajustamento de Conduta asssinado com o Ministério Público, que culminou na realização de concurso público para 500 vagas no ano passado. “Inicialmente nós íamos assumir a coleta de lixo, mas precisávamos de 100 funcionários para este serviço e nosso concurso não contemplou este setor”, explica Nezinho. Apesar disso, ele pondera que nada impede que a Sanecap se estruture e assuma o serviço no próximo ano. Por enquanto, apenas a gestão do aterro sanitário é administrado pela companhia.

  A situação do aterro é delicada e funcionários da Sanecap correm contra o tempo para finalizar uma célula emergencial, necessária para acomodar o lixo por mais 6 meses. Hoje a capacidade dele está praticamente exaurida. A medida acontece no último “segundo”, pouco antes da empresa Qualix não ter mais onde depositar as mais de 460 toneladas de lixo produzidas diariamente pelos cuiabanos.

   “Nesta sexta irá ser realizada a impermeabilização basal (para evitar contaminação do solo e lençol freático). Tudo está praticamente pronto”, enfatiza. Paralelo a isso, a prefeitura luta para para construir um novo local. A área ainda não foi definida e precisa passar pelo crivo da secretaria estadual de Meio Ambiente (Sema). “O prefeito pediu mais tempo para o MP para conseguir aprovação do EIA (Estudo de Impacto Ambiental) e RIMA (Relatório de Impacto ao Meio Ambiente)”. Por enquanto, só foi entregue à Sema o diagnóstico de três áreas pré-selecionadas. Após passar por análise da secretaria, haverá uma audiência pública e somente depois será iniciado o processo de licenciamento e construção do novo aterro. O tempo mínimo para a construção é de 8 meses. Assim, a tendência é que a Sanecap solicite a construção de nova célula ao lado da que atualmente está sendo feita.    

Postar um novo comentário

Comentários (3)

  • dudu | Sexta-Feira, 04 de Junho de 2010, 12h51
    0
    0

    Se queriam privatizar aSanecap, agora colocam coleta de lixo? ou vai ficar pior ou vão continuar sendo ampeão de dengue por falta de coleta de lixo . Como dizia Rui Barbosa :EQUIDISTANTE SALIUNIM BRASIL....

  • felix | Sexta-Feira, 04 de Junho de 2010, 10h19
    0
    0

    Agora falta ao Prefeito Doutor Galindo arrumar a situação funcional de alguns Chefes da Procuradoria do Município visto que alguns sequer tem carteirinha da OAB, assim não pode Excelência.

  • Paulo | Sexta-Feira, 04 de Junho de 2010, 09h46
    0
    0

    Favor arrumar, não é Iarima(???) o correto são EIA (Estudo de Impacto Ambiental) e RIMA (Relatório de Impacto ao Meio Ambiente).

Niuan de fora da suplência ao Senado

niuan ribeiro 400 curtinha   O deputado federal José Medeiros não conseguiu segurar o vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (foto), como primeiro-suplente de sua chapa ao Senado. Há alguns dias, o filho do ex-vice-governador e ex-deputado Osvaldo Sobrinho vinha demonstrando desejo de pular fora, em meio a...

Jayme incomodado com Flávio em VG

jayme campos 400 curtinha   A candidatura a prefeito de Várzea Grande do empresário Flávio Frical (PSB), principal aposta da oposição, passou a incomodar a família Campos, que apoia o ex-vereador Kalil Baracat, concorrente ao Executivo pelo MDB. Em uma noite que seria de festa, em comemoração...

Acordo com Euclides partiu de Allan

allan kardec 400   Otaviano Pivetta, vice-governador licenciado por 30 dias para cuidar de problemas de saúde, disse que nada tem a ver com o tal acordo "costurado" pelo presidente regional do PDT, deputado Allan Kardec (foto), com Euclides Ribeiro, candidato a senador pelo Avante. Explica que só apresentou Euclides para Allan e...

Família Maia tenta retomar o poder

martha maia 400   O ex-prefeito de Alto Araguaia por quatro vezes, Maia Neto, não entrou na disputa de novo ao Executivo, mas lançou a irmã Martha Maia (foto), cuja filha Sylvia Maia é vereadora. Filiada ao PP, Martha entra como principal candidata da oposição ao prefeito Gustavo Melo, que vai à...

Welinton fará grande ato em Barra

welinton marcos 400 curtinha   Welinton Marcos (foto) lança sua candidatura a prefeito de Barra do Garças, na segunda (28), em um grande ato. Mesmo pelo sistema drive-in, devido à necessidade de adotar medidas sanitárias contra a Covid-19, são esperadas na solenidade cerca de mil pessoas, num espaço amplo,...

Irmão de Riva está na disputa em Juara

priminho riva 400 curtinha   O irmão do ex-deputado José Riva, Priminho Riva (foto), filiado ao PL, será mesmo candidato a prefeito em Juara, posto já ocupado por ele por duas vezes (1997/2004). Priminho pertence a uma famíliade políticos. Além de Riva, que foi prefeito e deputado, é...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você acha que o efeito-Bolsonaro terá impacto no resultado das eleições de novembro em MT?

sim - onda Bolsonaro continua

não - efeito não influencia mais

sei lá!

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.