Cidades

Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 14h:06 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Transportes

Após manifestação, empresários exigem audiência com governador

   Preocupados com a possibilidade de serem excluídos do sistema alternativo de transporte de passageiros, proprietários de 20 empresas realizam um protesto desde as 5h desta quarta (20), na avenida do CPA, em Cuiabá. Para chamar atenção, eles colocaram 30 vans em fila em frente ao Shopping Pantanal. Conforme o tesoureiro da Associação de Transportes Alternativos (Attai), Vagner Gonçalves, os empresários exigem uma audiência com o governador Blairo Maggi (PR), no Palácio Paiaguás.

   Assim como os proprietários das empresas do transporte convencional intermunicipal, ligadas ao Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário (Setromat), os donos de vans demonstram revolta com a presidente da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager), Márcia Vandoni, que anuncia desde 2007 a intenção de promover novo processo licitatório para a exploração de todas as linhas de transporte intermunicipal do Estado. Ela alega que há 20 anos não há novos certames para a contratação de empresas.

   Os proprietários das vans, por outro lado, argumentam que passaram a operar no sistema a partir do processo licitatório realizado em 2000, pelo então governador Dante de Oliveira (1995-2002), já falecido. Segundo Vagner Gonçalves, os contratos foram regulamentados após a posse do governador Blairo Maggi e autorizam as empresas a explorar os serviços por 15 anos. “Em 1996, mais de 100 empresas de vans operavam no transporte clandestino. O Dante resolveu então fazer novos processos de licitação e nós ganhamos. Por meio deles, temos direito a operar por 15 anos”, diz Vagner.

   Segundo ele, em dezembro de 2008, a primeira fase dos contratos venceu e, cabe agora à presidente da Ager, renová-los. “O contrato diz que as empresas só não terão as licenças renovadas em caso de denúncia ou outras irregularidades mais graves, o que não é o caso de nenhuma delas”, pontua. Wagner argumenta que atualmente o modelo de exploração das linhas do transporte intermunicipal alternativo de Mato Grosso é exemplo para todo o país.

   Os empresários avaliam que, se ocorrer novo processo de licitação nos moldes do que foi proposto por Márcia Vandoni, o número de empresas explorando o setor cairá de 40 para somente oito. “Há uma inércia do Estado por não renovar nem cancelar as atuais licenças. Se ocorrer nova licitação agora, virão empresários de todo o país disputar e haverá diminuição da concorrência. As empresas que operam atualmente certamente deixarão de operar, causando desemprego e queda de arrecadação no setor”.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Sidney | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2010, 10h09
    0
    0

    É sem sombra de duvidas que o transporte dentro da capital ainda é muito precario, e vale a pena a Ager buscar melhorias neste sentido, o que o Sr. Wagner não mencionou é o transporte interestadual, as vans que prestão serviço para o interior é de melhor qualidade e comodidade em relação as grandes empresas. Lembrando que o transporte realizado pela empresa União transporte em Várzea Grande tem deixado a desejar.

  • Rogerio Cardoso dos Santos | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2010, 00h32
    0
    0

    Rogerio Cardoso dos Santos, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • augusto | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 18h10
    0
    0

    CORRETA ATITUDE DA AGER,PASSOU DA HORA DE MORALIZAR O TRANSPORTE.

  • Cristiane | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 16h49
    0
    0

    Se virá empresários de todo o Pais concorrer é sinal de grande concorrência. Se os atuais empresários do transporte de vans, não conseguirão competir, é sinal de que coisa melhor vem por ai(modernização da frota). Quanto ao desemprego, acredito que caso entre novas empresas, essas absorverão a mão de obra. Em primeiro lugar o bem estar da população, que já é bastante calejada no dia-dia, se tivermos a chance de irmos ao trabalho sentadinhos, com ar condicionado, em ônibus novos, não dá nem pra discutir!! Os interesses da população sempre devem ser priorizados, esse é o papel do Estado. Força ai Márcia!

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 14h26
    0
    0

    ACERTADA A DECISÃO DA AGER, ESSAS VANS E MICRO ONIBUS FAZEM O QUE BEM ENTENDEN NO TRANSITO DE CUIABA

Máquinas para reciclar garrafas pets

maquina 400 curtinha   Sob iniciativa da secretaria de Inovação e Comunicação da Capital, dentro dos projetos que buscam a sustentabilidade, a prefeitura vai colocar máquinas de reciclagem de garrafas pets em 15 pontos da cidade e com possibilidade de ampliar os locais de recolhimento. Em troca, o cidadão...

4 fora da reeleição em Rondonópolis

jailton 400 vereador curtinha   Em Rondonópolis, quatro dos 21 vereadores não devem ir à reeleição, sendo eles Thiago Muniz (DEM), Rodrigo da Zaeli (PSDB), Hélio Pichioni (PSD) e Jailton do Pesque e Pague (foto), do PSDB. Thiago e Rodrigo têm esperanças de concorrer a...

Prefeito apoia vice à briga em Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   Francis Maris vai mesmo declarar apoio oficial à pré-candidatura da empresária Eliene Liberato à sucessão em Cáceres. Em público, o prefeito faz mistério para não contrariar outros pretensos candidatos do grupo e que têm esperanças de receber...

Preparando um dos aliados a federal

mauro carvalho 400 curtinha   Embora não comente publicamente, o governador Mauro Mendes está "costurando" acordos políticos com líderes mais próximos, visando não só o pleito de 2020, mas também às eleições gerais de 2022. Em época de busca de projetos e de...

Salvando 1º ano de mandato no cargo

selma arruda 400 curtinha   Embora "sangrando" e com a imagem arranhada, a juíza aposentada e senadora cassada pelo TRE-MT Selma Arruda, que trocou o PSL pelo Podemos, consegue concluir este primeiro de oito anos de mandato. E vai se licenciar nos próximos dias para ceder espaço aquele que financiou a sua campanha,...

Barbudo é menos empreguista de MT

nelson barbudo 400 curtinha   Dos oito deputados federais de MT, o estreante Nelson Barbudo (foto) é o menos "empreguista". Nestes 10 primeiros meses de mandato, ele nomeou no gabinete em Brasília e no escritório político em Cuiabá apenas 15 assessores. Cada gabinete pode ter até 25 secretários...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.