Cidades

Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 14h:06 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Transportes

Após manifestação, empresários exigem audiência com governador

   Preocupados com a possibilidade de serem excluídos do sistema alternativo de transporte de passageiros, proprietários de 20 empresas realizam um protesto desde as 5h desta quarta (20), na avenida do CPA, em Cuiabá. Para chamar atenção, eles colocaram 30 vans em fila em frente ao Shopping Pantanal. Conforme o tesoureiro da Associação de Transportes Alternativos (Attai), Vagner Gonçalves, os empresários exigem uma audiência com o governador Blairo Maggi (PR), no Palácio Paiaguás.

   Assim como os proprietários das empresas do transporte convencional intermunicipal, ligadas ao Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário (Setromat), os donos de vans demonstram revolta com a presidente da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager), Márcia Vandoni, que anuncia desde 2007 a intenção de promover novo processo licitatório para a exploração de todas as linhas de transporte intermunicipal do Estado. Ela alega que há 20 anos não há novos certames para a contratação de empresas.

   Os proprietários das vans, por outro lado, argumentam que passaram a operar no sistema a partir do processo licitatório realizado em 2000, pelo então governador Dante de Oliveira (1995-2002), já falecido. Segundo Vagner Gonçalves, os contratos foram regulamentados após a posse do governador Blairo Maggi e autorizam as empresas a explorar os serviços por 15 anos. “Em 1996, mais de 100 empresas de vans operavam no transporte clandestino. O Dante resolveu então fazer novos processos de licitação e nós ganhamos. Por meio deles, temos direito a operar por 15 anos”, diz Vagner.

   Segundo ele, em dezembro de 2008, a primeira fase dos contratos venceu e, cabe agora à presidente da Ager, renová-los. “O contrato diz que as empresas só não terão as licenças renovadas em caso de denúncia ou outras irregularidades mais graves, o que não é o caso de nenhuma delas”, pontua. Wagner argumenta que atualmente o modelo de exploração das linhas do transporte intermunicipal alternativo de Mato Grosso é exemplo para todo o país.

   Os empresários avaliam que, se ocorrer novo processo de licitação nos moldes do que foi proposto por Márcia Vandoni, o número de empresas explorando o setor cairá de 40 para somente oito. “Há uma inércia do Estado por não renovar nem cancelar as atuais licenças. Se ocorrer nova licitação agora, virão empresários de todo o país disputar e haverá diminuição da concorrência. As empresas que operam atualmente certamente deixarão de operar, causando desemprego e queda de arrecadação no setor”.

Postar um novo comentário

Comentários (5)

  • Sidney | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2010, 10h09
    0
    0

    É sem sombra de duvidas que o transporte dentro da capital ainda é muito precario, e vale a pena a Ager buscar melhorias neste sentido, o que o Sr. Wagner não mencionou é o transporte interestadual, as vans que prestão serviço para o interior é de melhor qualidade e comodidade em relação as grandes empresas. Lembrando que o transporte realizado pela empresa União transporte em Várzea Grande tem deixado a desejar.

  • Rogerio Cardoso dos Santos | Quinta-Feira, 21 de Janeiro de 2010, 00h32
    0
    0

    Rogerio Cardoso dos Santos, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • augusto | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 18h10
    0
    0

    CORRETA ATITUDE DA AGER,PASSOU DA HORA DE MORALIZAR O TRANSPORTE.

  • Cristiane | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 16h49
    0
    0

    Se virá empresários de todo o Pais concorrer é sinal de grande concorrência. Se os atuais empresários do transporte de vans, não conseguirão competir, é sinal de que coisa melhor vem por ai(modernização da frota). Quanto ao desemprego, acredito que caso entre novas empresas, essas absorverão a mão de obra. Em primeiro lugar o bem estar da população, que já é bastante calejada no dia-dia, se tivermos a chance de irmos ao trabalho sentadinhos, com ar condicionado, em ônibus novos, não dá nem pra discutir!! Os interesses da população sempre devem ser priorizados, esse é o papel do Estado. Força ai Márcia!

  • CARLOS ROBERTO | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 14h26
    0
    0

    ACERTADA A DECISÃO DA AGER, ESSAS VANS E MICRO ONIBUS FAZEM O QUE BEM ENTENDEN NO TRANSITO DE CUIABA

Desembargadores recebem 6 auxílios

maria helena povoas 400   O Tribunal de Justiça de MT, presidido pela desembargadora Maria Helena Póvoas (foto), vai pagar uma série de direitos e vantagens que "engordam" substancialmente o subsídio de seus magistrados e que foram programados pelo ex-presidente Carlos Alberto para liberá-los no orçamento...

Hospital cobra R$ 2,4 mi da prefeitura

luiz carlos pereira 400 tce   O Instituto de Saúde Santa Rosa recorreu ao TCE, na esperança de encontrar respaldo para receber R$ 2,4 milhões da secretaria de Saúde da Capital. Argumenta que a prefeitura, com quem mantém contrato desde 2019, está inadimplente, pois não teria pago integralmente os...

Definido novo presidente do Sanear

hermes avila 400   O prefeito Zé do Pátio nomeou à presidência do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) o engenheiro Hermes Ávila de Castro (foto), que tende a se efetivar no cargo. Hermes ocupa a cadeira que, desde janeiro de 2017, pertencia à Terezinha Silva de Souza,...

Afilhado de Bezerra nomeado adjunto

clovis cardoso 400   O MDB, sob o cacique político Carlos Bezerra, "emplacou" mais um filiado histórico em cargo relevante na gestão Mauro Mendes. O advogado e ex-superintendente regional do Incra-MT, Clovis Figueiredo Cardoso (foto), foi indicado e já nomeado para o cargo de secretário-adjunto de Agricultura...

MPE suspende censo previdenciário

jose antonio borges 400 curtinha   O procurador-geral de Justiça, promotor José Antonio Borges (foto), suspendeu o censo previdenciário cadastral dos membros e servidores inativos e pensionistas do MPE. O recadastramento deveria ter iniciado no último dia 11 para ser concluído no final de fevereiro. Borges tomou...

Juca e os 7 secretários da Câmara

andre pozetti 400 curtinha   O presidente Juca do Guaraná definiu sete dos nove secretários que vão ajudá-lo a administrar a Câmara de Cuiabá. O secretário de Administração é Bolanger José de Almeida. O coronel PM da reserva Edson Leite conduz o Patrimônio e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT optou pela implantação do BRT em Cuiabá-VG em detrimento do VLT. O que você acha disso?

Estou de acordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.